segunda-feira, 30 de junho de 2008

Mais uma da Maxlove.


A Maxlove lançou uma linha de maquiagem especial para peles morenas e negras. Já vi para vender lápis delineadores de olhos, blush, sombras, mas os mais legais são os batons. Muitos tons marrons, dourados e cor-de-rosa que eu acho que vão mesmo funcionar bem para moças de tons mais escuros de pele.


Claro que por R$3 eu tinha que experimentar um batom, né? Podem rir, afinal isso aqui é o mais morena que eu consigo ficar - considerem que eu estava na praia e mesmo assim o flash da máquina reflete nas minhas bochechas! Ou seja, um moreno bem, mas bem fracassado mesmo. De qualquer maneira, comprei um batom marrom em nome da ciência e gostei - opaco, boa fixação, boa hidratação, bom preço. Pra mim vai ser útil agora no inverno, mas imagino que para quem tem pele morena e negra ele possa combinar em qualquer época do ano.


Ah, e perdoem a imagem tosca que ilustra o post (aliás, é a Globeleza ali?). Tirei do site deles mesmos. Podiam caprichar mais! Fora que a foto menciona uma promoção sobre a qual procurei, procurei e não consegui achar mais nada. Ô Maxlove, não é só porque a gente é pobre que a gente é tosca. Beijos.



Update: dicas de maquiagem para mulheres morenas e negras aqui.

Mais um sírvíssú de utilidade pública.

Seguindo a onda começada por Dona Joo, mais um silviço de utilidade pública para as leitoras desse blog.
Caminhava eu pelas ruas do Itaim Bibi quando me deparei com uma loja de cosméticos. Arrastei meu namorado para atravessar a rua: "vaaaamos alí que preciso fazer uma pesquisa de campo".
Era a Marlene Cosméticos, com símbolo japa na fachada e japas atrás do caixa (ou coreanos, ou chineses, ou whatever). Procurei por pincéis, influenciada pela ótima experiência com o ProArt de R$ 3.50, mas não encontrei, pois no meio do caminho me deparei com necessáries ótimas (estou numa vibe necessáries, perceberam?). Várias necessáries bárbaras a menos de R$ 20. Uma linda e prática de uma "marca" Jackie alguma coisa por R$ 16,90, com várias divisões internas para batons, rímel, gloss e etc, até um espelhinho dentro. Na vitrine, uma mini-mala de viagem dessas de aeroporto, rígida com forro de cetim, divisões e etc, por módicos R$ 30,00. Tipassim? morri de raiva da minha compra de sexta-feira.
Os preços das coisas em geral? só reparei na ampolinha da Ecologie, a R$ 3,60 (contra R$ 3,50 da minha compra, nada absurdo). Maquiagem tinha Payot, L´oreal, Vult, Marcelo Beauty, não sei de preços porque estava meio alterada com as necessáries e os preços delas.
Marlene Cosméticos
Rua Tabapuã, 726
Tel: 3167-0091
Fica perto da Cinerama, no quarteirão seguinte, do outro lado da rua. Nota para a lodjinha? duzentos mil reais

sábado, 28 de junho de 2008

SOS Vende na Farmácia

minha amiga e leitora Hellen, do Recife (ou Fortaleza, ela gosta de mudar de cidade como quem muda a cor do cabelo) pergunta:


Lu,
Tira uma dúvida minha: existe batom pra criança? Cara, minha filha quer usar os meus... (comer, ás vezes). Não incentivo porque ela é uma bbzinha ainda, mas ela se sente a TAL de batom!
Vende na farmácia?
Socooooooooooorro!


Hellen querida: realmente não sei. Acho que batons sem cheiro nem gosto são "menos ruins" caso a menina de bochechas enormes Helena não tome jeito (gente, a neném não tem 2 anos de idade !!)


Alguém sabe responder?

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Teste das comprinhas populares

Logo em seguida, abri e testei todos os produtos da Vult, ou quase todos.

Primeiro o lápis. Comprei na cor marrom, que acho que fica melhor para minha pele de Branca de Neve e meus olhos e cabelos castanhos. Abrir o lacre foi um parto. Ô troço difícil de romper !! Tive que apelar para um pequeno canivete suíço de camelô e usar a lâmina para terminar de abrir. Gostei da textura e da cor, aprovado!

Depois abri o batom, comprei a cor 13, que pra mim ficou um cor de boca sem muito brilho muito bom. Não tem cheiro nem sabor, por R$ 2,99 !! Quase um terço do valor do WetnWild que tem um cheiro de batom podre-de-farmácia horrível. Aprovadíssimo !! e válido até 04/11, excelente! Mas de novo, super difícil romper o lacre.

Após isso, abri o duo de sombras número 04 e apliquei com o pincel aplicador de sombras pequeno, que achei bem grandinho pra ser pequeno. É bem macio e meio chatinho, gostei de ambos (sombra e pincel). Claro que não segui a recomendação de lavar o pincel antes de usar, sou cabeção.

Quando "terminei", parti para o blush. Fácil de abrir o lacre, mas quem disse que consegui abrir a embalagem? tentei rosquear, tentei abrir pela força, tentei fazer uma alavanca com o lâmina do canivete suíço tabajara, nada. Vou ter que esperar meu namorado chegar e ver se ele consegue abrir. Frustada, usei o demaquilante para tirar os produtos, e voilá, funcionou super bem, não tem cheiro, não irritou minha pele nem ardeu meus olhos. Achei um pouquinho oleoso, mas como sempre finalizo com água + sabonete, não acho que será um problema.


Veredicto: tudo baratinho e bom, apesar dos problemas das embalagens. Quando eu sentir a textura do blush eu comento a respeito.

Atendendo a pedidos ....

... da Joo, oi? fui fazer minhas comprinhas populares hoje e vou contar aqui para vocês.

Precisava comprar o creme Mariana (como não achei foto no google, fica foto+resenha para depois), e não encontro para comprar perto de mi casa. Arrastei uma amiga para ir até o paraíso de compras do populacho da zona oeste. Chegando a Perfumaria 2000*, que era um dos destinos estabelecidos (o outro era a Sumirê e tive que fazer isso pois minha amiga é tão consumista quanto eu) eu tive um pequeno surto: um coiso de exposição enorme da Vult. Mijoguei:

- batom a R$ 2,99
- demaquilante líquido a R$ 8,50
- lápis de olho marrom a R$ 5,40
- duo de sombras a R$ 4,80
- blush em creme a R$ 5,40.

Para guardar tudo isso, comprei uma necessárie mas não conto quanto foi porque tem 300 pessoas que me conhecem e taxam como sã lendo isso aqui, não quero mudar a opinião de ninguém (ahahahahah). Fotos dela, logo mais. Comprei também as ampolas da Ecologie, que são pra lá de excelentes por R$ 3,50 e oi? é dose única mas no meu cabelão dá pra usar no mínimo 3 vezes. Comprei também um pincel de sombra da ProArt por R$ 3,50, me senti na gringa. Tinha junto um conjunto de pincéis da Vult, 5 por R$ 15 e quebrados, mas com CS em vista, não paguei pra ver. Além do mais, tinha um pincelzinho de espuma que acho horroroso e inútil.


nem comprei essa mas é só pra ilustrar

ahh minha amiga gosta e comprou hidratante Monange, aquele que todo mundo conhece mas não sabe ninguém que usa. Fiquei até emocionada no momento, agora eu conheço quem usa Monange e acha bom.

* amei o site que classifica corretamente Osasco e etc como interior /preconceito>
** geocites é a cara do lugar


---

Update

Não abri nenhum produto ainda então não vou falar nada por enquanto.

O que um dia de compras faz com as pessoas

Agora, no gtalk:

Loo: hunn tá
oi? eu tb

Joo: oi? eu sei

Loo: eu tb não

Joo:???
vc andou cheirando vult?

Loo: ahahaha

Glamour sem frete

O Strawberry foi endossado por blogs de conteúdo muito bom, como o 2beauty e o Dia de Beauté, de modo que fui me aventurar por lá.

Ao contrário do que vocês podem estar pensando, segurei o cartão de crédito desta vez. Apenas simulei uma comprinha (chuif) e, ao que parece, há desconto de 5% para compras acima de 03 produtos, um brinde da Calvin Klein para clientes de primeira viagem (lápis de boca ou pó, a escolher) E O SITE ENTREGA NO BRASIL E NÃO COBRA FRETE.


Comportei-me muito bem pois, além de não comprar nadinha, separei itens legais de marcas ótemas e por menos de R$40, pra vocês verem. Vamos ao glamour baratinho e sem frete?








+ Blush Push Ups All Over, da Stila, 4 cores, por R$27,50


E no site tem bem mais coisas! (aff, me sinto a própria "maisbarato-maisbarato-ex-tra!")

Só tomem cuidado pra fazer suas compras em doses homeopáticas... ficar dentro dos US$50 torna menor a chance de ter que pagar imposto de importação. E divirtam-se.

Sobrancelhas munitas!

No Wal Mart agora tem uns kits de maquiagem pra vender, custam de R$25 a R$45 em média e vêm com um monte de coisa. Não tem testador, mas dei uma olhada atenta neles e não tive coragem, pareciam muito, mas muito tabajara.

Algo que havia num deles, porém, me chamou a atenção: estênceis para sobrancelhas. Funcionam como um molde que você segue pra dar forma às suas sobrancelhas e não arrancar pêlos do lugar errado, evitando parecer uma louca. No kit também tinha um lápis, rímel e uns isntrumentos de tortura que não identifiquei (e nem havia descrição na caixa, pra vocês sentirem o drama). Daí que não tive coragem MESMO.

Googlei "eyebrow stencils" e achei este site, que disponibiliza os moldes para impressão. Tem também este aqui, que vende os moldes - mas as dicas grátis pra sobrancelhas bonitas são mais interessantes.

Então, quem é guerreira o suficiente????

Mais uma Cruelty Free

from sac @ vult.com.br
to xxxxx @ gmail.com
date Thu, Jun 26, 2008 at 1:11 PM
subject RES: crueldade animal

Agradecemos o contato e a preferência pela Vult Cosmética, sua opinião é muito importante para nós. Nossos produtos são testados dermatológicamente. Eles não são testados em animais e não possuem componentes de origem animal.

Atenciosamente, Vult Cosmética.


Eu sou meio ecologicamente chata, apesar de achar que a camada de ozônio não vai encher o tanque do meu carro. Mas fico bem feliz em descobrir empresas que não fazem testes em animais.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Joo + cartão de crédito + www = encrenca

Comprar pela web, mesmo em sites estrangeiros (que entreguem no Brasil) tem tudo a ver com a proposta deste bloguinho. Afinal, os bancos hoje em dia dão cartão internacional pra qualquer creuza (vide eu) e existem disponíveis opções bem interessantes e em conta.


Fui na da Luciane e virei cliente da Everyday Minerals. Os argumentos de que maquiagem mineral é melhor pra quem tem pele oleosa (como a minha) e poros enoooormes (como os meus) me convenceram. Mentira, o que me convenceu foi o brinde. Pelo que entendi, quem estiver disposta a pagar o frete só precisa ir lá e pedir seu kit de amostras, que vem com 03 bases, 01 blush e 01 corretivo. Pedi este, o kit com 10 sombras e um kabukinho que nem o da foto (tô com mania de kabukis). Tudo deu US$31,95, com frete.


Falando em sombras, pedi também 12 pigmentos da MAC na The Body Needs . Deu US$31,14 incluindo o frete, o que prova que você, amygha, pode SIM sair por aí usando MAC sem que isso signifique um abalo sísmico no orçamento. Só quando a conta estava fechada que lembrei que queria experimentar um lip balm deles pra ver como é, então fica pra próxima.



Por último fui atrás de pincéis na Coastal Scents. O site parece meio tabajara, mas tem um monte de coisas, inclusive maquiagem mineral. O pincel que eu queria era um de sombra, daqueles com as cerdas em diagonal, que servem pra aplicar a sombra na linha dos cílios como se fosse delineador - com esse monte de sombra nova, nada mais justo do que um novo pincel. Ele custava só US$2 e fiquei com dó de pagar mais pelo frete que pelo produto. Aproveitei e comprei um kit de 13 pincéis pra substituir os meus antigos. Ficou em US$27 com o feladaputa do frete.

Preju total: US$90,09 - uns R$155 e eu achei que vale a pena, considerando que na comprinha popular gastei R$66,19.

Acho que demora milênios pra chegar. Vão cruzando os dedos preu não ter que ir pagar imposto no correio. E daí então eu conto aqui se gostei.

Sírvíssú

Aqui vão as informações completas sobre a Belíssima Cosméticos, vulgo Sephora da Barra Funda, onde eu passo alegres minutos do meu horário de almoço:

Belíssima Cosméticos
R. Quirino dos Santos, 260 - Loja 1 - Barra Funda
São Paulo/SP
fone 33921135

Se acontecer de você, amygha, estar passando pelos arredores, dê um pulo lá. Ok, eu espero que isso nunca aconteça, quem passa pelos arredores geralmente é pra ir no Fórum Trabalhista (ruim), ou no Fórum Criminal (ruim x2) ou no Playcenter (que pode ser pior ainda). Mas em todo o caso, fica a dica...

Maxlove, o batom campeão de gongação

Produto testado: batom hipoalergênico Maxlove - cor vinho (123)


Dentre as minhas compras tosquinhas, nenhum produto foi mais gongado do que o batom da Maxlove, que custou a quantia milionária de R$3. Nem um batom de marca "Veridica It" (o 'veridica' sem acento mesmo e o 'it', bom, sem comentários) foi motivo de tanta chacota.

Hoje saí de vestido vinho e, pra combinar, resolvi testar logo o dito cujo. Começou bem: cor bonita, aparência fosca (ou 'matte', para os íntimos), nem precisei 'beijar' o tal lenço de papel pra ficar um efeito bom. A hidratação não é lá essas coisas, mas não deu alergia, bereba, minha boca não caiu nem nada disso. Depois de um tempo entretida com meu trabalho interessantíssimo, até esqueci que estava com ele.

Foi então que duas colegas elogiaram a cor da minha boca, perguntaram que batom era e onde eu tinha comprado. Como eu não vou muito com a lata da primeira, menti pra ela que é de uma marca que não vende no Brasil e eu comprei em Nuió (ha, colou!). Pra segunda, que é das minhas, dei todo o serviço, incluindo marca, preço e onde comprei. Daqui a pouco ela aparece com um igual!

O resto dos produtos que usei: Touche Eclat ao redor dos olhos, duas sombras da natura em tons rosa e lilás (coloquei ambas no estojo e joguei a embalagem fora há tempos, por isso não posso dizer a cor exata, mas são ambas da linha Faces), meu querido pó-de-todo-dia Maybelline Dream Matte (esse tinha que chegar no Brasil logo!), rímel Bourjois Oui au Volume, lápis preto Metal Look (dentro da pálpebra inferior e no canto dos olhos). Quase ia usando um blush da Natura também, daí tive a brilhante idéia de espalhar um pouquinho do batom nas maçãs do rosto e funcionou /creuza>.

Podem estrebuchar: aprovei!

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Teste das comprinhas populares II

Produtos testados: pincel para pó facial Prada, shampoo Amend Equilibrium Bioex Citrus, Dueto de olhos Marcelo Beauty Metal Look

Mesmo economizando muuuito, meu adorado shampoo da Burt's Bees acabou e como eu só vou viajar em setembro (se a anêmica conta bancária permitir, claro), terei que procurar outros produtos que não deixem meu cabelo feio durante este período de orfandade. Porque meu cabelo é chato, viu: fino, oleoso na raiz, seco nas pontas, liso que nem da índia Tainá (né, Frederico?) e muito suscetível a estática. A moça da lojinha pheena da Barra Funda recomendou o shampoo Amend Equilibrium Bioex Citrus, que usei hoje pela primeira vez. O resultado não fedeu nem cheirou, meu cabelo ficou bem limpo (o que é importante) e bem 'normal' (o que eu já acho que é um ganho). Não que eu tenha desaprovado, mas em próxima ocasião tentarei outro produto que tenha mais graça. Leitoras do Tie Dye Poa, anotem!

Após devidamente lavadinha e cheirosinha, fiz aquela maquiagem rápida/básica pra ir trabalhar (pelo menos aparentando) feliz e contente. Duo base fps 15 Contém 1 g (tava com pressa e não usei o primer deles) aplicada com esponjinha úmida, corretivo Body Shop com tea tree nas olheiras e berebas, na boca gloss também da Body Shop (uma amostra que ganhei lá, a cor é meio goiaba, esqueci de ver se tem número). Pra dar uma cor de saúde em pleno inverno, Délice Gold Bronzing Powder da Bourjois, aplicado com meu novo pincel para pó facial Prada. Confesso que dei uma de criança e mandei umas puxadinhas nos pêlos (de cabra) do pincel pra ver se soltavam fácil. Nenhum soltou. Ele espalhou bastante bem, quase tão bem quanto o mini-kabukinho da Too Faced. Também não pinicou minha cara. Veredito: podem pagar felizes os 7 e poucos reais que ele custa.

Aproveitei pra usar (e testar) o Dueto de olhos Marcelo Beauty Metal Look, composto por lápis e rímel pretos. O lápis é macio, consegui um traço bom com ele - usei na parte inferior interna do olho, como aprendi com mamã, e seguindo a linha dos cílios superiores. Sem esfumar, achei que era demais pruma quarta-feira boring. Completei com o rímel que não é a oitava maravilha do mundo (se bem que me disseram que agora tem um monte de maravilhas novas), mas é honesto. Gostei, vai ficar na nécessaire que anda comigo na bolsa.

Pincel baratinho

Na onda louca de comprar em sites gringos barateeenhos (infelizmente a Lush não entrega aqui e nem está nos propositos do blog, então xá pra lá), passei algumas horas analisando os pincéis da Coastals Scents. Pior, não cheguei a conclusão nenhuma. Quero comprar um desses kits mas não sei qual:





clicando na foto abre a página com o preço
O que vocês acham?

Vende na Americanas - Parte II

Descontando mais uma frustação na Americanas, me deparei com esse simpático (cof cof cof) estojo de pincéis made in China. Custava R$ 1,99 (ou R$ 2,99, whatever). Escolhi o mais rosa e com menos cola grudada no plástico. Não tive coragem de usar ainda. Custou R$ 1,99, e isso realmente me emocionou. Vem 4 itens, uma esponjinha. Chuif. Tem a tampinha pra fechar. Maaaas, enquanto eu buscava mais informações no site da Americanas sobre essa pérola da indústria cosmética, encontrei os pincéis da ProArt. Alguém sabe onde vende "ao vivo" ?

terça-feira, 24 de junho de 2008

Vivendo de amostras


Quando comprei o gloss, "ganhei" umas amostras de blush em creme. Como amostra + grátis exerce um poder místico em qualquer pessoa com um telencéfalo altamente desenvolvido e um polegar opositor, pedi um de cada cor. Como só tinha 2 cores, peguei 2 de cada. Ia pegar mais, mas fiquei com vergonha. Se tivesse mais, eu teria um estoque de blush até a Olimpíada no Brasil (ou Copa do Mundo, se preferir). Esse sachezinho dura muito, do tipo, não aguento mais usar. Te dou um dado? quando vir um pote cheio desses, enfia a mão e pega um monte pra distribuir pra cálegas. Sem dó. O produtinho é bom, mas tem que usar com parcimônia, senão não fica um efeito natural. Eu adorei.

Teste das comprinhas populares I

Produtos testados: batom Veridica It, blush cream Vult Cosmética, delineador especial Marcelo Beauty

Conforme prometido, aqui vai o resultado do teste dos produtos baratinhos que comprei em loja muy simpática na Barra Funda. Notem que ainda há produtos que precisam ser testados, e o serão oportunamente - pra testar tudo de uma vez, só se fosse Halloween...

A ocasião era jantar dominical com o namorado num destes restaurantes mexicanos que é tão mexicano quanto eu. O uniforme, jeans escuro, camiseta branca, suéter rosa, mais informal impossível. Logo, estava contra-indicada uma maquiagem a la Elke Maravilha - a própria e não a marca.


Primeiro, o fluido matificante da Contém 1g sobre o rosto limpo com esfoliante e tônico L'Oreal Pure Zone. Touche Eclat YSL nas olheiras e contorno labial, pó Maybelline Dream Matte e pigmento NYColor ao redor dos olhos pra iluminar. Até aí, nenhuma novidade.


Comecei, então, o teste, com o delineador especial Marcelo Beauty marrom. Primeiro, adorei a cor, que fica uniforme ao longo de todo o traço. O aplicador é muito bom, nem muito duro e nem muito mole, com a ponta fina pra ajudar a fazer a curvinha no canto do olho. Combinei com o rímel Bourjois marrom (sim, aquele do aplicador ruim, e mais uma vez fiquei horas tirando o excesso de produto da escovinha - o preço que pago por gostar da cor dele) e ficou bem bacana.


Com o dedo mesmo, apliquei e espalhei o blush cream da Vult, cor 02. Como eu já sabia que ia acontecer, ele parece um rosa escuro demais na embalagem, mas no rosto ficou perfeito. Adorei a textura e pelo visto ele vai durar um tempão, porque um pouquinho de produto já deu o efeito que eu queria. No meu caso, por ter rosto redondo evito de aplicar blush muito perto do nariz e tento sempre "fundir" pó, iluminador e blush, pra maquiagem parecer mais natural. Quanto ao blush, aprovadíssimo.


Finalizei com o batom Veridica It (ainda não entendi que raio de "it" é esse no nome do raio do batom) que, a despeito de ter uma cor rosa forte bonita e um efeito fosco que eu gostei, tem um cheiro de água de colônia de um real que pelo amor de deus. Mas teria até saido com ele mesmo assim, se não o achasse escuro demais pro El Kabong. Troquei por um Maybelline rosinha claro (Wet Shine Diamonds, cor 320) e acho que fui mais feliz. E "It", pra mim, continua sendo nome de livro do Stephen King...


Quanto a fotos, usem a imaginação, porque a dupla demaquilante + creme-anti-rugas-para-moças-beirando-os-30 já agiu aqui. Depois venho contar dos demais produtinhos!

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Comentário cabível

Bisolhando os tags aqui do blog, constatei agora que temos 05 (cinco) posts marcados com reprovado e 07 (sete, siiiim, sete) marcados com aprovado. Gongamos cinco, mas aprovamos sete!!!

Ou seja: em mais ou menos um mês escrevendo neste bloguinho, acho que estamos conseguindo provar que sim, existem bons produtos que são baratos e fáceis de encontrar e que nem toda maquiagem que vende na farmácia é 'podre de farmácia' (outro de nossos tags favoritos que, aqui nesse blog, não significa um artigo ruim, mas sim /ironia mode on).

Palmas para você, minha amiga guerreira, que nos visita atrás de dicas sobre make democrática.

Alô, testando: Water Shine Liquid Diamonds, da Maybelline

Vindo buscar minhas tralhas remanescentes na casa da minha mãe achei, ainda fechado na embalagem, o gloss que a Maybelline chama de Water Shine Liquid Diamonds, na cor 10 - pink ruby.

Tive medo, porque o produto promete "brilho de diamantes" e o Carnaval já passou faz tempo... mas ainda assim fui pro espelho ver no que dava.

Surprise, surprise: ficou bonito, ele tem pequenas partículas reluzentes que deixam a boca brilhante sem ofuscar/ofender os pobres transeuntes. Mas o que achei mais legal foi a textura dele, que é bem suave, nada pegajosa, não faz os lábios ficarem grudando um no outro e nem se acumula nas ranhuras da boca. E deu uma hidratada ao mesmo tempo.

Completei o make com o pó Supernatural da Maybelline, Touche Éclat nos olhos e linha dos lábios, rímel da Body Shop e um pouquinho do meu blush novo da Vult (depois eu conto, depois eu conto!). E foto hoje não, esse negócio de arrumação de armário deixou meu nariz vermelho que nem o da rena.

O Water Shine Liquid Diamonds custa R$12,00 na Farmalife.


Vende no mercado - Pincéis

Talvez venda em farmácias também, não sei dizer com certeza. Comprei no St Marche*, um mercado de gente fresca próximo da minha casa, um pincel para lábios. Ok, eu realmente não sei como se usa batom com um pincel molengonte desses. Estou usando para aplicar sombra. Até pensei em comprar outros produtos da linha, mas achei meio limitado. Marco Boni é o nome da coisa, custou uns 6 reais.



*merece um post todo especial, esse mercado. Vende L´occitane do lado de bala 7 Belo.

Sombra Elke Maravilha - segunda tentativa

Usei de novo, na luz horrorosa do banheiro da empresa (olha a hora do post, ameegha). Inventei de usar a esponja molhada, e gostei do resultado. Amanhã faço outra tentativa na luz do dia. Aprovado, por enquanto.

Vi no banheiro e testei: Avon Renew Condicionador Labial com Retinol FPS 15

Esse eu encontrei no banheiro alheio e experimentei pra ver se era bom mesmo ou se era apenas um lip balm metido a besta com nome difícil.

A primeira coisa que eu quero falar, depois do post da Loo sobre a base fedida, é que este produto não tem o tal do "cheiro de Avon". Ainda, ele realmente deixa os lábios bem hidratados e fez bem para os meus, que se ressentem das mudanças bruscas de temperatura (hello, eu moro em São Paulo). Pode ser uma boa ajuda pra bocas paulistanas revoltadas e ressecadas.

Bateu na trave: ele só não passou no teste porque deixa, por tempo demais, uma camada perolada sobre a boca, uma coisa meio boca de senhora, sabe? Se era pra perolar, poderiam disponibilizar logo opções de cores. Agora, se é só para hidratar, melhor seria um produto incolor ou de absorção mais rápida.


Custa R$19.

Update: usei sob um batom cremoso. Ficou bom. Não sei se usar sob um batom efeito matte dá o mesmo efeito, imagino que os lábios fiquem meio grossos.

domingo, 22 de junho de 2008

NYX Cosméticos





Estive no Shopping Paulista semana passada e deparei com um clone (*) da Contém 1 gr. Não me lembrava o nome até poucos minutos atrás: NYX Cosméticos. Encontrei o site, que é meio feinho mas parece ter produtos interessantes. Alguém conhece? Sabe quanto custa? Os pincéis são bons? Eu compraria essa necessárie, se não for muito cara.


(*) melkoo com purpurina (**) antes que alguém da NYX venha dize que não é clone.
(**) só pra fazer uma citação



---

Update

Lendo o excelente 2Beauty, vi um comentário sobre a NYX. Blush a R$49,00, sombras unitárias a R$30,00, sombras ”trio” por R$61,00. Pinceis entre R$20 e R$60. Ou seja, acima da média de produtos baratinhos-que-valem-a-pena. Ainda vou olhar esse necessárie de perto e conto aqui.

Vende na Farmácia - manteiga de cacau

Nessa época de frio não consigo dormir sem passar manteiga de cacau. É que nem dormir com frio no pé, não tem como. Dos protetores labiais/manteiga de cacau e etcs que existem, não abro mao do Naturavene. É do tipo baratinho que fica perto dos caixas da farmácia, mas a versão do lado eu tinha (faz tempo que não compro, já explico) uma certa dificuldade de encontrar. Da ultima vez, comprei 4 de uma vez, para manter o estoque. Custa cerca de R$ 2 e acho muito mais válido que os protetores labiais da Nivea, que também são bons, mas tem cheiro e gosto e custam cerca de R$ 7 aqui em São Paulo. O site da Naturavene é tão amigo que disponibiliza até o psd do produto.

Vende na Americanas

Aproveitando o espírito investigativo e para descontar a raiva de um shopping lotado sábado a noite (porque francamente, programa de sábado no shopping só quando se tem 16 anos - e não foi o caso que presenciei), fucei a Americanas atrás de alguma sombra que custasse menos que o valor do estacionamento (R$ 4,00). Pior: obtive êxito. Mas não comprei. A tal MaxLove vinha numa embalagem tão vagabunda que não valia os R$ 3,70. Fiquei entre 2 sombras de R$ 9,90: WetnWild e Elke Maravilha. Apesar da aparência melhor da WetnWild, escolhi Elke Maravilha pois vem com um aplicador (aka pincelzinho de espuma, coisa que na minha tenra infância eu já achava tosco) e assim eu poderia experimentar tão logo voltasse para o trabalho. Comprei a cor nº 05, Rose Claire, que é mega cintilante (para os meus padrões), por isso, acabei passando bem pouquinho. Amanhã eu testo em condições normais. A embalagem exclusiva (!!) vem com um espaço para guardar o aplicador dentro dela. Se o site prestasse, eu colocaria uma foto para vocês agora. Como não, aguardem por fotos. Como primeira impressão, não fiquei parecendo a Elke, o que me frustou um pouco, vindo de uma marca com o nome dela. /piada>

sábado, 21 de junho de 2008

Dica de moda e estilo para moças pheenas de Brasília

Ok, eu duvido muito que alguém de tão longe leia este humilde bloguinho, mas quem sabe...

A Denize, da La Reina Madre, esteve ontem e está hoje aí em Brasília, fazendo venda especial dos seus artigos que são loosho mesmo - bolsas, chapeuzinhos, golas, carteiras e outros mimos feitos à mão, lindos, chiques, impecáveis e, além disso, exclusivos: ela faz pouquíssimos exemplares de cada peça, ou seja, você não corre o risco de sair por aí com sua linda bolsa, toda se achando, e encontrar um monte de amyghas de bolsa igual à sua.

Não é jabá não, hein - é que eu mesma fui a venda da Denize há umas semanas, numa loja aqui de SP. Minha amiga Fê arrematou um chapeuzinho e eu, uma bolsa nova e linda (de preço justo prum artigo como aquele) e ainda ganhei brinde e fui super mimada. Também dá pra comprar online - é algo em prol do qual vale economizar o dinheiro das tequilas.

Aqui vai o flyer da venda especial de Brasília (clique para aumentar), embora ela ainda dure apenas 3 horas e 15 minutos...


Pigmentos MAC a precinho de banana

Muita gente que vem aqui já deve conhecer, mas muita gente não, então vale a dica. A Body Needs vende pela internet amostras pequenas de pigmentos MAC por preço bem baixo, e entrega no Brasil. O sucesso é tanto que no site existe um aviso especial para as consumidoras brasileiras desesperadinhas, de que agora eles só enviam 15 amostras por vez para cada consumidora daqui e que a alternativa (ameaçadora) para isso é parar de entregar aqui na terrinha.

Pigmento, pra quem não sabe, é um produto super concentrado, cuja cor é intensa e a duração da maquiagem feita com ele, bem longa. Geralmente é usado nos olhos mas, dependendo do tom e de quanto se usa, não vejo problema nenhum na aplicação em outros pontos do rosto, pra adicionar cor e dar uma iluminada.

Vejam que as fotos que aparecem no site são ilustrativas e que eles não enviam aqueles potinhos da MAC (que custam uns US$19 por lá e, aqui, não sei e tenho medo de saber), mas sim um potinho plain etiquetado, com pouquinho produto (eles fala em "1/4 and 1/5 teaspoon"), porque se trata de uma amostra e não de um artigo pra vender na loja. Custam de US$1,59 a U$3,29 mais frete (cuja tabela também está na página). Ou seja, se você comprar 15 vai gastar uns U$25 e eu acho que vale a pena - pelo menos pra mim eles duram muito, não taco pigmento na cara pra ir trabalhar todo dia, por exemplo.

Ainda não comprei, mas tô pensando... o que vocês acham? Ah, precisa ter cartão de crédito internacional, senão não tem como. E a marca também vende, pelo site, lip balms deles mesmos.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Foto - Avon BeautiFull


Eu gostei bastante do efeito: não dá volume, define e alonga um pouco. Aprovado. Desculpem a má qualidade da foto, segurar e fotografar com pressa pra aproveitar a luz da manhã não é um boa.

Comprinhas populares

Tem gente que trabalha no Féxiom Uík. Mas como cada um trabalha onde pode, eu ralo é na Barra Funda mesmo. E perto do café place onde tomo meu capuccino quando chego ao sírvíssú em horas indecentes - yeah, seus esnobes, na Barra Funda também tem cafés de fresco - existe uma pequena e singela lojinha de cosméticos chamada Belíssima (a foto não é de lá, é meramente ilustrativa, mas eu acho que todas essas lojas têm a mesma cara). Claro que você vai passar na porta e não vai dar nada, e não te culpo, cara leitora: a maioria das lojas de tal região vendem peças automobilísticas, salgadinho Torcida e suco Tampico e bugigangas chinesas. A Belíssima tem, porém, uma grande variedade de produtos de marcas boas e outras nem tanto, a preços ok, e as vendedoras são fofas e realmente te ajudam ao invés de te perseguir pela loja. Há milhares de produtos pra cabelos (tem Casting Gloss e outras coisas L'Oreal, tem Alfaparf, tem Celso Kamura, tem Vizcaya, tem Surya - inclusive a henna, tem Dove, tem o tão gongado Niely Gold, etc); bastante cores e marcas de esmalte, alguns acessórios usáveis e outros cuja comercialização deveria ser proibida e, é claro, maquiagem.

Segue abaixo uma lista das minhas comprinhas de hoje. Mantive-me dentro dos padrões "marcas populares" e "nada-nada-nada acima de R$20" e prometo publicar o test drive pra tirar a prova se marcas muito pop podem ser boas e apenas são alvo de preconceito puro, ou se é melhor economizar o dinheiro do almoço por algumas semanas pra ir comprar na MAC mesmo.

1. Pincel para pó facial Prada - R$7,20
Por enquanto, posso dizer que é volumoso e macio. Não parece soltar as cerdas facilmente. Diz o fabricante que é feito de pêlo de cabra (bééééé!).

2. Shampoo Amend Equilibrium Bioex Citrus - R$ 12,99
Sei que aqui não é o Tie Dye mas, já que vou testar tudo, testo o shampoo também. Este é sem sal, promete "brilho, suavidade e leveza" para "cabelos mistos/oleosos", dizendo ainda que "promove a eliminação de impurezas e oleosidade do couro cabeludo e hidrata as pontas secas do cabelo" (tirei tudo do rótulo). Vamos ver o que ele faz no meu cabelo idiossincrático.

3. Batom hipoalergênico Maxlove - cor vinho (123) - R$3,00
Gostei da cor. Aparentemente, parece não ter tanto brilho, o que me atraiu. Espero que seja bom, pois estou precisando de batons e minha conta bancária tá magra. Se eu gostar, não terei o menor preconceito em usar.

4. Batom Veridica It - cor 03 - R$3,00
Ok, admito que nesse eu fui guerreira. Mas achei a cor bonita, um rosa forte mas que também parece não ter brilho. Zizuis me proteja.

5. Sombra metálica em pó Garnet by Gerucci - cor cobre - R$3,60
Sombra em pó solto, que achei que combina com o rímel marrom semi-fiasco da Bourjois. Quando olhei pra ela fiquei imaginando de onde o povo que fabrica cosméticos populares tira esses nomes ótimos.

6. Blush cream Vult Cosmética - cor 02 - R$5,80
Acho que esse já é hit, lembro-me de ter lido a respeito num blog mas agora não sei em qual. A cor é um rosa que parece meio escuro mas certeza que vai ficar mais ameno quando espalhar. Como não abri a embalagem ainda não posso comentar a respeito da textura, sob o plástico transparente ela não parece com nada. Vale o comentário acima sobre o nome do fabricante.

7. Delineador especial Marcelo Beauty marrom - R$13,50
Testei na minha mão, serve? Vem com aplicador rígido e parece fácil de fazer o traço. A cor é escura, agradou. Depois que usar nos zoios, conto.

8. Dueto de olhos Marcelo Beauty Metal Look - máscara e lápis pretos - R$17,10
É o produto mais caro e o de aspecto mais bacana. Deve ser lançamento, porque nem tem no site. O lápis é retrátil, não precisa apontar, e o rímel tem uma escovinha honesta (agora vou implicar com escovinhas). A vendedora estava usando ambos e o resultado pareceu bom.

Na medida em que for testando os produtos na vida real, venho contar. Ah, pra dar o "serviço", a Belíssima fica na Rua Quirino dos Santos, sei lá que número, entre a Estação Barra Funda do metrô e a Avenida Marquês de São Vicente. Não tem como errar... até porque, do outro lado da avenida, essa mesma rua nem asfalto tem!

Rímel de baladeiras?


A Bourjois não é a marca mais baratosa do mundo, pra mim está junto com a Artdeco naquele rol de marcas intermediárias que podem não ser a MAC, mas também não são a Jordana (pior que eu gosto desse nome, Jordana). Os produtos são muito bons, principalmente o rímel Oui au Volume, que tá neste post - do qual, aliás, fiquei devendo a parte 2. Quando você tem um pouquinho a mais pra gastar e está atrás de make pra aquelas ocasiões super especiais, em que precisa sair bem bonitinha na foto, acho que vale a pena. E vende na farmácia!

Então, eles fizeram um super bafafá em torno dessa linha Volume Clubbing, tá até na página de abertura do site americano deles - tem o delineador e o lápis (que eu não provei) e o rímel (que eu provei e deduro agora para vocês). E aqui, prometem o seguinte:


Techno Chic All Night Long!

Ultra-resistant, volumizing mascara lasts up to 10 hours. The formula is enriched with vinyl for maximum lashes that don’t flake. It’s sweat-proof, tear-proof and friction-proof so it will last as long as you do on the dance floor. This unique combination of ultra-volumizing formula and dual maxi-reservoir brush gives you maximum volume in two easy steps.

Step 1: Use product reservoirs (the flat side of the brush) to coat lashes with volumizing formula.


Step 2: Use the bristles and comb the formula through the lashes from root to tip.Four party shades to enhance your look!
SUGGESTED PRICE - $17.00



Numa tradução porca, diz que é um rímel super resistente, que dá volume aos cílios, que dura até 10 horas (à prova d'água, de fricção e de lágrimas - alguma indireta pra gentchi que bebe demais e chora?) e tem fórmula enriquecida com vinil. A idéia é cobrir os cílios com o produto que está armazenado no "reservatório" do aplicador e, depois, escová-los com o outro lado do aplicador. E pronto.

Comprei a cor marrom ("brun remix" para as frescas). Às vezes, pra dar uma variada, uso rímel marrom ao invés de preto, acho que combina bem com meus olhos e cabelos castanhos-plain. E, já que o Oui au Volume funcionou tão bem pra mim, apostei de novo na Bourjois. O produto também está disponível nas cores preta e azul (esta última pra você, minha amiga, que assumiu esse seu jeitinho clubber de ser, sabe assim?). Pelo menos a marrom é linda, bem da tonalidade que eu queria. A embalagem é fofa e o produto é resistente mesmo, pode esfregar toalha na cara que não sai, pra tirar só com demaquilante superpotente.

Mas.............................

Esse negócio de aplicador com reservatório não funciona bem assim. Nada ali se parece com um reservatório, e o que acontece na prática é que o produto fica assustadoramente empapado no aplicador, e você tem que ir tirando o excesso antes de aplicar - senão fica com os cílios todos grudados e com aquela sensação de meleca. Pra dizer a verdade eu nem tinha percebido que o era pra funcionar assim e, depois que fiz a pesquisa pra escrever este post, fui dar uma olhada de novo. E constatei que, ao invés de uma coisa high-tech, aquilo continuava sendo apenas um aplicador ruim!

Se ainda não convenci, comparem os preços: US$17 nas gringa contra R$60 aqui. Ok, aqui é tudo mais caro mesmo e não tem o que fazer a não ser chorar, mas talvez a raivinha ajude a desistir. Continuo sendo fã e endossando Bourjois mas aconselho o Oui au Volume ao invés deste - também tem em marrom, vende na farmácia, realmente funciona e custa 10 pilas mais barato!

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Saga Mineral

Resolvi arriscar no Everyday Minerals. Depois de passar a noite lendo blogs e vendo vídeos a respeito de maquiagem mineral, escolhi o kit free, o sample com 10 sombras, 2 pinceis e o lencinho para remover oleosidade (a módicos 4 dólares por 100 folhas). Deu U$45.55 com a entrega. O mais trabalhoso foi escolher 10 cores de sombra entre as 63 disponíveis. Corretivo, então, nem se fala. Quando chegar eu conto a experiência. Se eu resolver fazer um vídeo, me internem.

-----

Update (20/06 02:00)

até quatro semanas de inquietude enquanto a encomenda não chega

Update

continuando o post sobre a base Avon

Atendendo aos milhares de pedidos da metade das leitoras amigas desse blog (a outra metade é composta pelas autoras), experimentei a tal base numa situação mais parecida com a sua, amiga leitora (a primeira vez eu usei de madrugada no banheiro da empresa - não me pergunte o que eu fazia por lá). Hoje cedo, para ir feliz e contenta ao otorrinolaringologista, lavei meu rosto com o Renew Perfect Cleanser e apliquei a tal base. O mesmo cheiro de Avon impregnou minha pequena narina /piadainterna> até depois do local de trabalho de 25% do nosso público, na Faria Lima. A cobertura eu achei ok, mas ainda prefiro minha base líquida Contem 1gr. Tenho um problema grave com coisas cheirosas, sou do tipo chato que abre frasco de tudo quanto é coisa no supermercado antes de comprar. Deixo de comprar xampú por causa do cheiro e compro sabonetes exclusivamente pela fragrância (não há nada mais horroroso no mundo que o cheiro do Dove azul clássico, na minha modesta opinião).

ah, o veredicto: procure outras opções antes de pensar nessa base fedida.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Sobre pincéis

(Um pequeno post copy-paste antes de fazer o meu próprio sobre meus pincéis)



Fazer uma maquiagem maravilhosa não é tarefa fácil, mas usar os produtos certos e ter nas mãos alguns acessórios que parecem insignificantes faz toda a diferença no look final. Conversamos com o maquiador Nilo Leal, da Casa Mauro Freire, para entender o universo dos pincéis e como eles podem ajudar a melhorar o resultado. As dicas abaixo foram dadas por ele.

É importante conferir a textura do produto que você está aplicando e a quantidade que você deseja depositar na pele para escolher o pincel correto.

Regras básicas:

- Pincéis mais macios: aplica-se menos produto.

- Pincéis mais duros: aplica-se mais produto.

- Cerdas mais longas espalham mais e cerdas curtas menos.

No rosto, use um pincel redondo e grande para espalhar pó na medida certa. Para os olhos, temos uma infinidade de opções, mas existe uma regra que ajuda muito:

- Para esfumaçar, procure usar pincéis macios de cerdas longas.

- Para fazer linhas, como no contorno dos olhos, o ideal é o curto de cerdas duras e chanfradas (achatado com corte diagonal).

Para aplicar o blush, um pincel chanfrado e macio, ajuda a definir o desenho do rosto e "afinar" as bochechas. Já os maiores e arredondados, dão aquele ar saudável ou bronzeado.

Para a boca, existem os pincéis mais finos que proporcionam linhas bem definidas e os mais abertos que criam um efeito mais leve.

Agora é só testar em casa e ver os benefícios que o uso dos pincéis corretos traz.

Retirado daqui: Wish

terça-feira, 17 de junho de 2008

Cara de palhaço, pinta de palhaço, roupa de palhaço

Recebi hoje metade da minha encomenda Avon, que infelizmente veio sem a canetinha. Bastante frustada (bastante mesmo), corri (dãm) para experimentar a Personal Match Base Inteligente.
Diz a embalagem que:

" Fórmula revolucionária, com pigmentos encapsulados que se adaptam perfeitamente ao seu tom de pele no momento da aplicação.
• Duplo benefício: primeiro hidrata a pele para depois uniformizar seu tom, deixando-a com aparência natural e luminosa.
• Tecnologia Personal Match: complexo inteligente de ingredientes que hidrata ou absorve o excesso de oleosidade onde necessário.
• FPS 15.
• Não comedogênica.

(...) no momento da aplicação, no qual ocorre a ação hidratante, a cor do produto é esbranquiçada.

(...) Ao espalhar o produto, a cor vai se intensificando e se ajustando ao tom da pele, corrigindo as imperfeições e deixando-a com aparência natural e luminosa. "





A textura é bem, mas bem estranha. Parece um iogurte meio liquido meio cremoso, meio assim, deixa pra lá. É branco, bem branco, e dá um medinho de passar no rosto e inteiro e ter que pintar um bocão para aproveitar o make cara de palhaço. Mas realmente, depois que seca, fica uma textura normal. Tem um cheiro forte de Avon, se é que vocês, minhas 4 leitoras amigas, me entendem. Quanto ao resultado final, ainda não posso opinar, pois a luz branca do banheiro da empresa não ajuda. Custa R$ 25,00 e a embalagem é pequena e num formato ótimo para carregar na necessárie.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Alternativas tupiniquins: corretivos secativos

Minha pele tá uma zona. Ao mesmo tempo que é oleosa, tô chegando nos 30, o que me faz ter necessidade de lançar mão de alguns produtos contra rugas e perda de elasticidade da pele. Só que não pdoe ser qualquer coisa, senão já viu: poros entupidos, cravos pretos e espinhas medonhas.

Tive meu momento adolescente do dia quando acordei e lá estava a espinhona, na bochecha. Pessoalmente acho que tacar base, pó e corretivo em cima de uma espinha muito grande nem sempre fica bom - ela continua lá, só que cheia de produto em cima. O que é legal fazer é usar esses produtos pra amenizar a vermelhidão e, com parcimônia, esconder a espinha da melhor maneira que der. Base ou corretivo em textura líquida, aplicados com pincel fininho, são boas opções.

Pra essas ocasiões tenho na gaveta um produto muito bom, o Tea Tree Oil Cover Stick, da Body Shop. A proposta é bem legal: tratar a acne, ao mesmo tempo em que a disfarça - pra isso o óleo de tea tree (ou, por aqui, melaleuca), uma planta com propriedades antissépticas. Mas como ele não vende na farmácia e nós não podemos deixar nossas quatro leitoras na mão, achei duas alternativas brasileirinhas, com a mesma proposta:

1.Pure Zone ACNE-STOP Duplo Corretor, L'Oreal

Segundo o fabricante, é um tratamento de ação localizada em duas etapas. Primeiro, a gente aplica o gel secativo concentrado na espinhona. Promete secar rapidamente (não ficou claro em quanto tempo, sei que essas coisas não dá muito pra prever mas tem um produto da Clean and Clear que realmente seca espinhas em um dia, conforme anunciado) e sem irritar a pele.

A segunda etapa é um corretivo cremoso, que (dã!) serve pra disfarçar a espinha ao mesmo tempo que, de acordo com a L'Oreal, continua a auxiliar no processo de secagem da acne.


Vi por R$19,90 na Sack's e por R$18 e alguns quebrados na seção de cosméticos do Wal Mart, e duvido que seja difícil de encontrar em qualquer drogaria. Pelo que entendi não há opção de cores, ou seja, não deve ficar bom em qualquer pele.


2. Corretivo Secativo Contém 1g

Como o da Body Shop, esse aqui também vem em bastão e tem melaleuca (ou tea tree, as you wish) na composição - sem contar que a Contém e a Body Shop ainda têm em comum o fato de não testarem seus produtos em animais.

Promete que "ajuda a secar a acne" e diz ter "cor curinga para disfarçar as espinhas", conforme o site da marca. Ou seja, também tem uma cor só e o negócio é testar antes de comprar pra ver se essa cor única não é diferente da sua pele. E não xinguem muito, o produto da Body Shop está disponível em apenas duas cores, das quais eu escolhi a mais clara por puro default, e acabou funcionando.

O produto da Contém custa R$19,00.

Primer na careca!

Em animada conversa com a vendedora/maquiadora Gisele, durante minha última visita à Contém 1g do Shopping Bourbon, ela me contou algo bem curioso: o primer deles, conhecido como Fluido Matificante para o Rosto, tem feito sucesso entre os homens, mais especificamente os carecas (!!!).

Faz sentido: uso já há algum tempo e ele ajuda mesmo a controlar o brilho da pele oleosa, quando usado no rosto, antes do make (digo isso embora minha pele, ainda que oleosa, não costume brilhar tanto assim). Então, imagino que ele realmente dê um jeito nas carecas reluzentes, tipo Kojak, que ficam expostas o dia todo. Juro que se eu tivesse um amigo ou parente totalmente carecão, ia pedir pra fazer um teste, mas acho que vou ter que ficar na curiosidade.

Em tempo, além da aplicação em carecas e caras lavadas, o fluido pode ser usado após a maquiagem, em leves batidinhas com o dedo, pra dar um efeito aveludado.

20ml do produto custam R$26,00. Fica, no entanto, a dica pra Contém: ele merece uma embalagem mais bacana!

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Reprovado: iluminador em mousse

Levei pra casa o iluminador em mousse da Contém 1g, na cor "natural cintilante" (R$32,00), por pura curiosidade - é, foi a palavra "mousse" que deixou encucada a consumidora bocó aqui.

Usei ontem pela primeira vez e foi justamente da textura que eu não gostei. É meio melequenta, parece textura de cosmético líquido quando fica velho e endurece, o que torna o produto ruim pra espalhar - vamos combinar que a última coisa que um iluminador pode ser é difícil de espalhar, já que ele tem que ser discreto e se mesclar ao pó/blush pra que o brilho não fique exagerado e você não pareça um ser vindo de outro planeta.

Da cor dele eu gostei, na foto parece dourado mas eu diria que é um tom "pérola". Só que nem adiantou muito porque não consegui espalhar direito e aí não deu o efeito que eu esperava. É, definitivamente pra mim não funcionou. Talvez eu esteja fazendo algo errado (pelo que entendi é pra aplicar com o dedo, naqueles pontos estratégicos: olhos, têmporas, maçãs e até na curvinha do nariz), quando passar lá de novo vou perguntar pra vendedora/maquiadora e aí, quem sabe...

Pra quem se interessar, a Contém tem mais alguns produtos em "mousse" (sombras de diversas cores por R$29,00, que eles recomendam que se aplique com pincel, aplicador de sombra ou com o dedo), mas por enquanto não vou encarar!

Avon chama

Unicamente influenciada por isso aqui, comprei o Avon Beatifull. Busquei ontem e amei, basicamente.


PS número 1: vc sabia que existe todo um Flickr de maquiagem? eu descobri faz bem pouco tempo.

PS número 2: enquanto procurava por uma imagem do Beatifull para ilustrar o post e deixar o blog bem colorido, achei isso e fiquei doida da #$%&*@.

Eu p-r-e-c-i-s-o duma necessárie dessa.

Update: achei pra comprar. Foto grande clicando na foto pequena aí de cima.

terça-feira, 10 de junho de 2008

My face, my lab - teste da Lumimat Fond de Teint Douceur Payot

A Renner continua sendo uma boa opção pra comprar maquiagem. Não que os preços sejam super baixinhos, mas também não são muito diferentes dos outros lugares, e você pode parcelar em mil vezes (se não me engano são 8) no cartão deles. Lá você encontra perfumes diversos (inclusive os meus adorados Kenzo e Very Irrèsistible de Givenchy) e marcas de make como Tracta, Payot, Elke, entre outras.

Ontem foi dia de jantar no shopping e ver vitrines (ver mesmo, dada a parca situação da conta bancária). Aproveitei pra fuçar a seção de beleza da Renner e lá estava a tal base acetinada Lumimat Fond de Teint Douceur, da Payot.


Não sou muito fã de base líquida. Aliás, por conta da pele oleosa, não me sinto bem em passar nada líquido diretamente no rosto, à exceção do velho e bom sabonete, do tônico e do hidratante completamente sem óleo da Anna Pegova, sobre o qual já comentei. Prefiro aquelas bases mais sólidas que, ao aplicar, ficam com textura de pó - a Some Kind-a Gorgeous da Benefit Cosmetics é campeã, mas como ela não vende na farmácia, digo que a Duo da Contém 1g dá conta do recado muito bem. Tenho, sim, base líquida em casa - da Natura, que ganhei de uma amiga consultora - mas uso apenas pra cobrir aquelas berebinhas de creuza (espinha em processo de secagem, pontos de ressecamento na pele, etc), sobre as quais a base sólida ficaria com aspecto craquelado. Daí, é só espalhar a base líquida sobre a berebinha com um pincel delicado (e haja base líquida pra Amy Winehouse, né, Luciane???).

Podem me chamar de consumidora bocó, mas a palavra "acetinada" me deixou curiosa, porque promete uma textura diferente, sem contar que tem filtro solar. Fui direto estendendo meus bracinhos para os frascos de testadores, disponíveis no balcão, e mandei ver na Lumimat Fond de Teint Douceur, aplicando no meu rosto com o dedo mesmo.

Pra quem gosta e tá acostumada com base líquida, acho que pode confiar. A cobertura dela é boa, não é oleosa demais (o que, comigo, conta mil pontos) e nem dá aquela aparência de cara rebocada. Não apliquei no rosto todo (sem pelo menos uma esponjinha e em pé no balcão da Renner não dava, né?), mas o produto funcionou legal pra alguns pontos críticos como olheiras e uma mancha que tenho no queixo.

Claaaaro que esqueci de perguntar o preço, o que prova que, como uma das produtoras deste site, eu sou uma excelente bailarina. Mas este site aqui vende por R$26,99, precinho amigo. Boa sorte pra quem resolver tentar, que eu vou continuar com a Benefit e a Contém!

domingo, 8 de junho de 2008

Por falar em Amy

Confesso que essa foto realmente me assustou. Não que eu goste ou me importe pela Amy, pelo contrário, estou investindo uma grana alta na bolsa de apostas, mas depois da pele da Barbara Paz na Casa dos Artistas, eu acho que até Amy tem jeito. Isso sem falar no Frusciante, que deve ter chegado num estado bem pior que o dela.

Amy, vem pra Onodera e traz uns cremes Ponds na bagagem.
Beijos, morra!

Para ler ouvindo: Babyshambles - Fuck Forever

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Truque de creuza

Aí embaixo falei que acho os batons opacos mais legais para o inverno. Disse também que eles estão em falta na minha nécessaire. Uma dica boa é o batom Matte Contém 1g (R$30,00) - eu comprei a cor "boca" pra experimentar e estou pensando seriamente em voltar lá e comprar mais algumas cores (o pincel retrátil para lábios também é bem bacana e custa só R$12,00).


Mas enquanto isso não acontece, ensino pra vocês o truquinho de creuza que eu apronto pra dar mais opacidade a um batom não tão opaco. Aplico o batom nos lábios normalmente, tiro o excesso "beijando" um lenço de papel e, depois, com o dedo mesmo, passo um pouco de pó por cima, em batidinhas leves. Cuidado, não é pra sair tacando pó, que vai ficar esquisito, são só batidinhas mesmo, pra tirar o brilho.

Pra fazer isso é bom usar pó translúcido ou bem fininho, assim você não corre o risco de sua boca ficar com a cor 'errada'. Eu uso o Maybelline Dream Matte Powder, porém acho que não vende aqui, porque joguei no Google em português e só apareceram páginas de Portugal. Qualquer pó fininho, no entanto, deve servir bem.

É creuza mesmo, assim como é creuza apagar com cuspe quando erro no delineador. Mas se dá certo e fica bom, o que é que tem??? :P

Gente, e a Payot, hein?

Quando eu era criança, lembro da minha mãe usando shampoo e bronzeador Payot. Bom, ela devia estar satisfeita com o produto, porque o shampoo sempre estava lá no nicho do chuveiro e o bronzeador na sacola de praia. Mas eu nunca dei muita bola pra marca.

Hoje, na hora do almoço, fui comprar umas coisas de uso doméstico no Wal Mart que fica ao lado do meu trabalho. Enquanto caminhava, fui pensando em fazer uma "listinha de compras" de maquiagem pra publicar aqui no blog, mas não encontrei muita variedade e acabei desistindo da idéia. Tinha Maybelline (fica a dica pra quem quiser, os ótimos pó SuperNatural e pó queimador SuperNatural Sun estavam sendo vendidos a 12 reais e uns quebrados), tinha Elke Maravilha, tinha Anaconda (fiquei curiosa a respeito da maquiagem para pernas deles), tinha uns estojões de maquiagem de uma marca que eu acho que é própria e tinha Payot.

Da Payot, havia batom, base acetinada e corretivo em bastão. Dei uma boa olhada nos batons, quase não tenho mais batom opaco e acho eles mais legas pro inverno, mas não consegui comprar nenhum. Não sei se as cores é que eram muito escuras (dependendo da cor, eu, que sou meio branquela, fico com cara de vampira) ou se foi a música melosa da Ana Carolina berrando nos alto-falantes que me deixou sem inspiração para compras.

Visitei o site da Payot, que é bem completo, e descobri que a marca está com duas linhas de maquiagem: Basic, mais simples e mais barata; e Princier, mais elaboradinha. No Wal Mart havia batons de ambas e base e corretivo-stick da linha Princier. Essa base, segundo consta, é um lançamento, que eles chamam de Lumimat Fond de Teint Douceur - Base acetinada com proteína de seda e filtro solar, que eu pretendo experimentar eventualmente.

Alguém conhece os produtos? Recomenda? Acha uma droga? Queremos saber!

terça-feira, 3 de junho de 2008

Carrie, a Estranha.

Ao contrário de 8 entre 10 moças da minha faixa etária, eu simplesmente abomino Sex and the City. E eu poderia ficar aqui falando mal da série durante horas, mas além de ser uma atitude recalcada, tenho apenas alguns minutos pra fazer este post.

Pra simplificar, digamos apenas que acho que, se um extra-terrestre conseguisse captar um sinal de TV aqui do planetinha azul e se metesse a assistir esse negócio, provavelmente ele iria tomar por base Carrie, Miranda, Samantha e Charlotte para desenvolver a opinião de que as mulheres terráqueas são débeis mentais. Porque o assunto é sempre o mesmo: homens, roupas, vibrador. Uma se acha o máximo porque namorou a Sonia Braga, outra só pensa em ter marido e filhos mas, por outro lado, acaba se viciando no vibrador que a amiga emprestou. A respeito de Sex and the City, bem disse minha querida amiga Fê: "o pior não é as pessoas assistirem e terem a idéia de que toda mulher, numa certa época da vida, vira idiota. O pior é as mulheres assistirem isso e acharem que ser idiota é legal". Assinamos embaixo!

Mas não me entendam mal. Ao contrário do meu namorado (que diria que ela parece um PÉ) e da minha mãe (que a acha com cara de cavalo), eu acho linda a Sarah Jessica Parker. Elegante, com um cabelo que parece uma seda, sempre impecavelmente vestida (mas não no seriado - zapeando, encontrei imagens de Carrie Bradshaw vestindo saia de tule e miniblusa), diferente, exótica. Ok, nariz grande e dentes grandes, mas nela eu acho que orna. Imagino que o guarda-roupa dela seja uma perdição e a nécessaire, um sonho de glitter dourado.

Sendo Sarah um ícone de elegância, que raio de olho preto é esse que fizeram nela, na propaganda do recém-aberto Shopping Cidade Jardim????? Pena que não consegui na internet uma imagem que mostrasse direito, nessa que publiquei dá pra ver pouco, mas eu tive medo de uma foto de propaganda do shopping que foi publicada na Folha de São Paulo, no sábado passado (e que eu prometo escanear e postar aqui se é que ainda não foi pro banheirinho das minhas dogs).

Não canso de dizer que eu e Loo não somos maquiadoras, nem profissionais de beleza. Mas isso não significa que não tenhamos gosto. Eu achei que esse contorno escurão nos olhos puxados de Sarah dá a impressão de que eles são ainda mais fundos, mais juntos e ficam perto demais do nariz. Resultado: ela parece ter a napa três vezes maior. Os traços dela são muito marcantes, o nariz muito proeminente e o maquiador, na minha opinião, não tomou o cuidado que era necessário pra escolher um look que combinasse com ela. Ficou bizarro.

Claro que o escorregão deve ter sido da produção e não dela... e quem quiser discordar fique à vontade, mas eu acho que um maquiador de filme B faria melhor.



(P.S.: quanto ao filme, a resposta é sim, provavelmente irei vê-lo, porque não duvido nada de que ele apareça lá na casa da minha mãe por obra e graça do Torrent... mas pelo menos eu não falo mal sem conhecer, né???)







segunda-feira, 2 de junho de 2008

Yves Saint Laurent não vendia na farmácia.

Mas, ainda assim, a equipe do blog está enlutada por ele, que morreu ontem à noite, aos 71 anos.

E que nós, que ficamos, ganhemos mais dinheiro e com ele possamos comprar mais produtos do incrível estilista francês.

Amém.

Vende na Farmácia - desbravando o interior

Há 15 dias, estive em Ribeirão Preto, e visitei a Droga Exxa (16 - 3625-6969) da Avenida Nove de Julho, atrás de lenços de papel e pastilhas para garganta que pudessem acalmar a bronquite/rinite/sinusite que viria a seguir.
Bom, doença a parte, a farmácia parece um bazar do inferno: tudo exposto e bagunçado. Podre.
A unica coisa de maquilagem que vi por lá foram lápis Jordana. Quem não conhece, não sabe o que está perdendo. É o must da maquilagem da Rua Direita, aqui em São Paulo.


PS. Não, não comprei, estava doente demais pra isso.

Esfoliante testado e aprovado!


L'Oreal Pure Zone - R$15,90 na Sack's

Eu tenho a pele super oleosa e poros enormes. Faço rituaizinhos de limpeza várias vezes ao dia (uma boa lavada no rosto, seguida de hidratante não comedogênico) e até na maquiagem preciso pegar leve, porque tenho a sensação de que qualquer coisa me dá cravo.

No último surto consumista que tive na Onofre Megastore (porque ultimamente não tá dando pra ter surto consumista em outros lugares, não), levei pra casa o esfoliante da linha L'Oreal Pure Zone. Segundo o fabricante, ele é indicado para peles masculinas e femininas a partir dos 15 anos e que são sujeitas a acne (só pra vocês sentirem o drama da minha pele!).
Achei que ele funcionou bem. As esferas esfoliantes não são grandes demais e não machucam a pele, e foi o.k. usá-lo mesmo na região sob os olhos - região que, em mim, é muito sensível, ressecando muito facilmente e causando ardência. Depois de enxaguar, a gente fica com uma sensação geladinha na pele, de poros fechados.

Lembrem-se sempre que, depois da esfoliação, é bom tonificar e hidratar... eu tenho feito isso com um tônico da Burt's Bees (uma marca natureba bem bacana, cruelty free, que não vende nas nossas farmácias brazucas) e alternando o fluído hidratante livre de óleo da Natura (que custa uns R$30,00 e deve ser usado com parcimônia, senão dá uma melecada na pele) e o Hydratant Mixte da Anna Pegova (custa apavorantes R$142,80 no site do Submarino mas foi o que salvou minha pele de uma malsucedida semana viajando, lavando só com sabonete e sem hidratar, por motivos de força maior - quem lê o Day Tripper pode atestar cada loucura que acontece comigo em viagem...).