quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Re-postando

vou copiar um post na integra, de tão supimpa que é



via Limo Bag de noreply@blogger.com (Luana Memê) em 04/02/09

sombra em pó L´acqua di Fiori
sombra Fascination Contém 1g
sombra em pó com fixação de 12 horas Akakia


O que Ranya, Felicittá Looks, Contém 1g, Marcelo Beauty, Vult, Duda Molinos, Boticário, Natura, Avon, Akakia, L´acqua di Fiori, Benefit, Chanel, Dior e todas as melhores (e "piores") maquiagens do mundo têm em comum? O mesmo fabricante, a mesma matéria-prima, a mesma fórmula e, quase sempre, a mesma embalagem.

Resumo: sai tudo do mesmo buraco. E onde fica "O Buraco"? Na Alemanha.

E tem mais: neste exato momento 300 pessoas trabalham exclusivamente no desenvolvimento de novas maquiagens que nós usaremos amanhã. São os cientistas do lápis de olho.

A empresa é a Coca-cola da make: Schwan-STABILO Cosmetics. No Brasil ela se chama Schawn Cosmetics do Brasil Ltda. A fábrica fica em São José dos Pinhais, aqui no Paraná. É a empresa que inventou o lápis de olho em 1927.

A Schawn precisou de 150 anos para desenvolver uma paleta de 10.000 cores e 200 texturas. A especialidade deles é a produção de lápis de maquiagem em geral, com diferentes finalidades, concorrendo diretamente com a Faber-Castell. No Brasil, recentemente, a fábrica ampliou a produção de maquiagens para sombras, bases, corretivos. Agora ela fabrica a maquiagem completa aqui. As embalagens e boa parte das matérias-primas são importadas da Alemanha.
Ontem conheci pessoalmente a dona de uma marca de maquiagem nacional que me contou detalhes da empreitada. Segundo ela, todos os lápis retráteis (olhos e lábios) que invadiram o mercado nacional são produzidos pela Schawn. TODOS. Até os daquela marca supostamente ruim que vende na farmácia do seu bairro.

Perguntei a ela sobre a qualidade, se tinha diferença entre uma marca X ou Y. Ela disse que não. O que muda são as cores. Mais nada.
A Schawn produz vários itens como lápis de madeira e retrátil, caneta gloss, caneta sombra, caneta corretivo, delineadores, caneta delineadora... Gloss duo (de um lado gloss, do outro lápis)... É uma infinidade de produtos de altíssima tecnologia.
Sabe aquele duo lápis Aquarela da Natura ? ADIVINHA? E eu que pensei que a Natura tinha inventado um troço diferente. Ela não fez nada. Ela comprou 4 cores da Schaw (num universo de 10 mil cores) e ainda colocou o item como "Edição Limitada". É limitada mesmo. São apenas 4 cores.

E a tal da sombra em pó fantástica da AKAKIA? Fui nessa loja hoje cedo só pra confirmar se toda a linha é da Schawn mesmo. É. Detalhe: a gerente é autorizada a dizer que a AKAKIA não produz a maquiagem. Achei elas super bem informadas, conhecem cada produto a fundo, inclusive a composição. Impressionante. Tão diferente do Boticário...
Ainda sobre a sombra fantástica, você pode escolher quanto quer pagar: R$ 22,00 na Akakia, R$ 29,00 na Contém 1g ou R$ 37,00 na L´acqua di Fiori. A diferença entre as marcas está nas cores e no preço. Ponto.

A intenção desse post é desmistificar a questão da marca. A melhor fábrica não faz venda direta ao consumidor, e quase todas marcas de cosméticos do mundo compram dela. Nós somos tão tolinhas porque julgamos as maquiagens pela fama, pela propaganda e, principalmente, pelo preço.
Tem uma marca de sombra de 5 reais que eu amo, a Ranya. É o mesmo fabricante da Felicittá Looks: Degradèe Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda. Aqui em Londrina, a sombra mono da Felicittá custa uma verdadeira "fortuna": R$ 2,50. A compactação dessas sombras é muito melhor que a da Vult.
Agora eu te pergunto? Quantas marcas caras essa Degradèe deve fabricar? É só mudar a embalagem e você pagará muito mais pelo mesmo produto.
É o samba de uma nota só.


caneta aplicadora giratória patenteada pela Schaw





Decoração de embalagens, aplicadores e tampas da Schwan


Espero que tenham gostado do post!

46 comentários:

  1. LOO

    COPIA E COLA DE NOVO PORQUE O NOME ALEMÃO É COMPLICADO: É SCHWAN E NÃO schaw

    Já corrigi lá no blog

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Ah! Obrigadíssima pelo post.

    Beijos e volte sempre e comente SEMPRE.

    ResponderExcluir
  3. Oi Loo!! Otimo post, é sempre bom sabermos as "fontes" e principalmente onde aplicarmos nosso dinheirinho ne?! Aproveitando seu faro para descobrir essas novidades,tenta ver se a Wisha Wisha (www.wishawisha.com.br) tem mesmo alguma coisa a ver com a Lush eu comprei um sabonete no shopping Ibirapuera e é muito igual!!! Tem até shampoo em barra... no site nao da para saber se tem alguma coisa a ver com a Lush... bjssss

    ResponderExcluir
  4. Renata: da mesma forma que aconteceu com a Sundown (clique no "Samba de uma nota só" desse post), eu acredito que deve existir um monte de marca com produtos ótimos (e IGUAIS aos mais caros) por aí. Muda o cheirinho e cobra no mínimo o dobro.

    Agora que a crise está instalada, as fábricas precisam vender e escoar o estoque (produto pronto e de matéria-prima), seja pra quem for.

    Vamos investigar a Wisha Wisha!

    É a fúria das creuzas!

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. É bem por ai mesmo Luana! Acabei de ler o post Samba de uma Nota Só,e a gente acaba pagando bem mais caro pelo mesmo produto ne!

    É o mesmo que acontece com a L´Oreal que fabrica os produtos da Maybelline, Lancome, Helena Rubistein, Cacharel... e olha só a diferença de preço entre elas ne!? Bjssss e Creuzas Sempre (rs)

    ResponderExcluir
  6. Que post esclarecedor!!! Tô bege!
    Detalhe que essa sombra em pó tb tem na Victoria's Secret!

    ResponderExcluir
  7. é cada coisa né, mas fazer o que essa é o mundo em que vivemos que podemos ser manipuladas por essas coisas!! fazer o que! Adorei a materia!!

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Mais um pra engrossar o coro:
    http://www.lipson.com.br/index.htm

    ResponderExcluir
  9. Demais! sabe q eu comprei um produto na CT1g e fiquei lendo o rotulo.. ai eu vi esse nome, entrei no site e vi q a emrpesa lá ehhh gigaaaaaaaaaaaante mesmo.. e vi q todo mundo compra deles.. pensei nisso q o blog falou, ha uns 3 mess... eh gente, pagar caro eh rasgar dinheiro, ne?

    rsrrs

    ResponderExcluir
  10. Paty, diga aí pra nós qual foi o produto comprado na Contém 1g!

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Gente,
    mas se a maioria dos produtos vem da mesma fabrica, como podemos ter uma grande discrepancia na qualidade dos produtos?
    Vejamos o caso dos lapis de olho. Sem questionar a diferenca dos precos, mas e notavel que tem lapis bons e uns pessimos.
    Entao existe uma diferenca na qualidade dos produtos que essa industria produz.

    ResponderExcluir
  12. Ok, tô definitivamente passada.
    Não que eu não imaginasse que isso acontecesse (quem leu/viu Nação Fast Food ou qualquer documentário do Michael Moore fica com essas paranóias), mas nunca imaginei que pudesse ser com marcas que eu julgava super inovadoras e bacanas (tipo a Benefit).
    Parabéns à Luana pelo "exposé".
    bjs

    ResponderExcluir
  13. A Lipson produz toda a linha da Ligia Kogos (amo o xampô pra cabelo oleoso) e da Amazonia Viva (a dona é a que distribui a Sisley no Brasil).

    Links sobre o assunto:

    http://indexet.gazetamercantil.com.br/arquivo/2002/07/10/238/Medica-vende-linha-propria-em-butiques-e-lojas-de-gastronomia.html

    http://perfumes.sacks.com.br/site/marcadetalhe.asp?id=200

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Larissa: não é só a Schwan que produz lápis no mundo. Aqui no Brasil mesmo, é a Faber e ela. Só que a Schwan não tem diferença de qualidade entre um produto e o outro. A FABER-CASTELL TEM: desde a madeira (de 3 qualidades diferentes) até o recheio. Tem do mais caro até o mais vagabundo.

    POr exemplo: a gente não sabe quem produz todos os lápis da Natura. Mas vários são da marca alemã. Outros podem ser de um fabricante chinês vagabundo.

    Agora, se na etiqueta tá escrito que é da Schwan, aí a gente sabe a procedência.

    A Boticário e a Natura não informam no rótulo a procedência dos produtos. Mas a gente acaba descobrindo por comparação quem que fabricou o que.

    A grande sacada, pra mim, é que as marcas não fabricam os produtos que exigem enormes investimentos em pesquisa e maquinário.


    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Obrigada mesmo Marina!
    Podíamos linkar um blog ao outro né, o q acha?
    beijos
    http://tutticolorsmakeup.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Gente, apenas fazendo um paralelo, aqui em Limeira aonde moro tem uma industria alimenticia que produz xarope para sucos e refrigerantes. Eles vendem para a Coca-cola, Antartica, Xereta entre outras indústrias de bebidas, mas minha amiga que trabalha lá me explicou que a Coca-cola, a Pepsi e a Xecola não tem o mesmo sabor, porque embora a materia prima essencial seja de lá, elas não são iguais, inclusive, por questões contratuais a empresa não pode vender o mesmo xarope que ela vende pra Coca, para a Xereta por exemplo.

    O cliente encomenda um produto, participa da pesquisa e do desenvolvimento e dependendo dos termos do contrato, tem exclusividade sobre aquele produto etc. Acho que o mesmo acontece com essa indústria de cosméticos, e isso tb explica a diferença visível na qualidade de alguns produtos, mesmo sendo da mesma fabricante. Mas no caso de produtos com qualidade similar, estamos pagando roiallts (sei lá como escreve rsrs) sobre marca sim ...

    ResponderExcluir
  17. Loo e Joo,

    acabei de ler no meio e mensagem sobre um produto cosmético sem registro na Anvisa. Postei lá no blog a notícia na íntegra.

    http://cantinhodapublicitaria.blogspot.com/2009/02/anvisa-proibe-propaganda-de-produto.html

    bjooo

    ResponderExcluir
  18. Adalva:

    São 10.000 cores e 200 texturas. 1 cor + 1 textura = produto (quase) exclusivo.

    Quanto à qualidade, sinceramente, eles são tão exigentes que eu DUVIDO que exista diferença de qualidade entre um produto e outro (falta de qualidade no produto porque a etiqueta não será a Chanel). É claro que uma determinada cor de pigmento, combinado com a textura, terá reações diferentes conforme a pele. Dentro de uma mesma linha caríssima, há diferenças. A questão não é o fabricante, mas é a combinação de cor e textura.

    Veja esse post do Papo entre Divas:

    http://papoentredivas.blogspot.com/2009/01/review-hydro-powder-shiseido.html

    Mas daí nós generalizarmos, dizendo que só o lápis da Lancôme é que presta, ou coisa semelhante, é meio insano ou superficial demais.

    Depois dessa pesquisa, eu repensei sobre algumas coisas.

    Na verdade é uma mudança de paradigma total. Eu tinha em mente que toda fábrica de cosmético fazia um determinado produto com matéria prima muito boa e um outro de 2a. linha. Exemplo: materiais de construção e roupas.

    Depende da fábrica. Segundo a proprietária da marca de cosmético que eu conheci, não é o caso da Schwan. Eles nem perdem tempo com isso. O negócio deles é quantidade! Vender muito porque é bom.

    Sobre o xarope da Coca-cola, o buraco é mais pra cima. Meu professor de mercadológica trabalhou 20 anos lá, e me disse que a receita só é conhecida por um número muito pequeno de pessoas. O que essa sua amiga fabrica, é parte do xarope. Não é a receita completa. Até porque, ate onde sei, o xarope completo é feito em Manaus e distribuído para o mundo.

    A Coca-cola jamais colocaria o segredo dela na mão de uma fábrica terceirizada. Coca-cola, Nutella, Tabasco, Heinz® Ketchup e outros poucos produtos de sucesso realmente originais, jamais colocarão suas receitas na mão de "qualquer um".


    Visite meu blog!!! Amei seu comentário!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Uaaaaaaaauuuuuuuuuuu
    animal, adorei o post
    muuuuuuito informativo!!! agora estou ainda feliz com meu lápis vult retrátil!!!

    ResponderExcluir
  20. Como disse a Luana Memê, isso também se aplica a roupas. Nos Estados Unidos, já encontrei a mesmissíssima calça - cor, tecido, modelo, aviamentos, tudo menos a etiqueta- na Banana Republic $78, Ann Taylor $56 e Target $35 ( tipo o Extra de lá).
    Tudo made in India, óbvio.
    Parabéns pelo post, a creuza é antes de tudo uma consumidora esperta.

    ResponderExcluir
  21. Gente, sobre a Schawn é tudo verdade!!!!! Rs. Eu já sei disso há anos pq uma amigona da minha mãe, a Karim, trabalha na fábrica, em São José dos Pinhais. Inclusive ela nos dá todo ano muita, mas muita make: lápis, sombra, delineador, rímel (Boticário, Contém 1g, Revlon, L'oreal, etc.). Tenho uns lápis (de olhos e de boca) e sombras em canetinha (daquelas de girar, em mousse, inúmeras cores)de umas marcas que nunca ouvi falar por aqui. Tipo Hatsukoy, Bipa (Acho que é alemã). Tem uma que é canadesa (La Senza), outra é espanhola. Todas as minhas sombras coloridas são da Schawn!!! Hehehe. Em alguns produtos não tem nada escrito ainda... e em outros está escrito apenas Schawn, Cosmetics ou Venda Proibida (ou not for sale).
    Bom, é o que sei, meninas!!! Bjosss

    ResponderExcluir
  22. amiga e eu tenho uma caixa (uma lata) de lápis de cor Stabilo aqui, meu pai trouxe de uma viagem qdo eu tinha uns 12 anos e eu achava zuado, queria um caran d´ache....fiquei passada com a revelação.
    beijos

    ResponderExcluir
  23. amiga tb sou da Vila Léo, vamos tomar um cafpe ali no Vanilla da Carlos Weber? chama o fasano pra tomar sol no sesi com a gente.

    ResponderExcluir
  24. nossa, me amarrota que eu tô passada amei o post beijos

    ResponderExcluir
  25. Gente, to bege, to bege...to rosa!
    Esse foi o post mais esclaredor e, acredito eu, um dos melhores que já li na vida.
    AMEI saber de tudo isso e é por tal fato que eu sempre testo alguma coisa antes de dizer se é boa ou ruim. Não é um preço na etiqueta quem vai me dizer isso!!
    Obrigada VNF e obrigada Luana!!
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  26. Parabéns pelo post, muito esclarecedor e informativo.
    Olha que interessante, quando fui na loja da Catharine Hill uns 20 dias atrás, vi o lápis delineador, então fui verificar se era macio, etc...e a vendedora me disse que a massa do lápis deles era da Alemanha, e a Lancôme também usa essa mesma massa.
    Resolvi comprar...o lápis é excelente e custou R$ 18,00.

    ResponderExcluir
  27. mas e aí hein?
    a "super" MAC também entra nessa brincadeira?

    ResponderExcluir
  28. Caramba! Não sei nem o que falar... até Dior?

    E MAC? alguém sabe? tenho um batom deles que estava escrito que foi fabricado pela Estée Lauder.

    Em papo de salão uma cabeleireira falou que todos os esmaltes do Brasil são feitos pela mesma fábrica também, mas não tinha levado muito a sério. Agora tem sentido.

    ResponderExcluir
  29. Meninas, este post foi muito bom! E os comentários melhores ainda...
    Agora eu fiquei com uma dúvida: os produtos da Schwan são cruelty free? Não sei se foi dito em um dos comentários ou no post. Se foi dito, sory, babes, pela distração.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Luana Memê...

    Isso que vc disse sobre o xarope completo da coca ser fabricado em outro lugar, é verdade mesmo, essa fábrica aqui de Limeira (que na verdade é uma multinacional alemã, só tem a planta aqui) realmente só fornece parte do xarope, e o restante é feito na coca, foi esse o paralelo que eu quis traçar, de imaginar que a Schawn só fabricava parte do produto, o 'diferencial' estaria por conta da natura, contem 1g, boticário.
    Mas... já que vocês estão afirmando de fontes seguras que o processo produtivo é inteirinho da Schawn, só muda a etiqueta, eu acredito kkkkkkk e Agradeço, e fico mais feliz ainda com minhas makes creuzas kkkkkkk

    Bjs a todas, amei o post e os comentários!

    ResponderExcluir
  31. a materia e ooootima migua! demais! seria melhor aidna se tovesse alguam tabela ou explicaçao dreta de marcas/fabricantes q vc conheceu, assim...se eu for comprar uma sombra da vult ou da tracta (caos fopssem a mesma fabrica fornecedora) nao vou me descabelar rpeocupada com qualidade e sim com preço!

    ResponderExcluir
  32. É tipo Vult / DM, né...
    Muito bom o post!
    Jornalismo investigativo MESMO! =)

    ResponderExcluir
  33. Meninas,
    Não duvido do que falam, e nem quero criar polêmicas PELAMOR...
    mas lembram que outro dia a própria LOO postou NEM TUDO QUE RELUZ É OURO?
    Sou farmacêutica com formação industrial, já tive contato com o GMP (boas praticas de fabricação) da Natura, Avon entre outros mas pra outros processos industriais que não eram makes!
    Então vou contar um pouco do que sei: MUUUUUITAS industrias terceirizam seus processos seja por custo, seja por adequação ou outro motivo qualquer PONTO.
    Agora é que mora o segredo, onde eu trabalho temos o tal contrato que foi citado com a prestadora do serviço, compramos a nossa matéria prima, fazemos a análise no nosso lab, pesamos na nossa empresa e despachamos pra outra com o nosso processo de fabricação! Aí vai uma pessoa do nosso GMP ou CQ e acompanha a produção, pede as devidas análises pra CQ na nossa empresa. O pobre coitado que foi fazer a supervisão volta com as amostras, o CQ analisa e libera para envase/embalagem (ah nós mandamos esse item também). Aí essa criatura volta para supervisionar o envase e assinar o despacho de volta pra gente!
    O produto embalado, lacrado sofre novas inspeções de CQ para poder ser vendido.
    Conseguiram imaginar o custo disso?
    Bom vou revelar que esse processo é pra produto veterinário, conseguem imaginar o que a VISA pede pra linha humana?
    Sabiam que as vacinas quase todas são feitas pelo Butantã e as de postos não tem a mesma qualidade das particulares? Apesar de serem boas as do posto na sua maioria tem a dose mínima exigida.

    Então, mesmo que fabricadas pela mesma empresa, mesmo que ela compre a matéria-prima dos seus fornecedores qualificados, mesmo que o pigmento seja o mesmo, a empresa contratante tem uma séééérie de variáveis de custo, que começa nas MPs e terminas nas embalagens. E são esses custos que terminam no nosso bolso!
    Não entendo de bulhufas de makes, mas penso que nesse caso a qualidade tem haver com a % de pigmentos de uma marca pra outra, a % de essência(que vcs odeiam as vezes), um lápis, uma sombra, um pó tem mais compactação que outra marca, e isso exige que se mexa vááárias vezes na máquina e se faça testes a cada tanto produzido,a supervisão de um SER da empresa dentre outros!
    A Eliana (galoxas roxas) trouxe uma vez informação de um blog só de make na visão industrial, quem sabe ela nos acrescente algo novamente!
    Bom, essa é a minha visão, então vai uma dica,experimetem o produto de precinho camarada, ou aquele que a embalagem não é tão bonita, as vezes a empresa corta esse custo para nos proporciaonar um produto que é bom mas não "faiz vista" como diz a vó!

    ResponderExcluir
  34. Ana Paula: Quanto mais eu leio esses comentários, mais assustada eu fico.

    Tá todo mundo bem programadinho pelos planos de marketing das multis. Bem filme Matrix, kkkkk.

    É como eu falei: nem todas as indústrias de cosmético utilizam o mesmo padrão de qualidade (insumos)nos produtos produzidos para as variadas marcas.

    A SCHWAN é de altíssima tecnologia. A diferença do preço está lá na ponta: embalagem (no casa da SCHAW não é nem a embalagem, é apenas o adorno), custo de distribuição, PROPAGANDA ("vamos programar a massa"), royalties etc.

    Que se dane a propaganda. Eu penso assim. Eu quero saber a origem: Quem fabricou (se a empresa é ética ou não), como fez e a qualidade. Não suporto mais consumir, seja lá o que for, sem saber de que buraco saiu.

    E isso serve pra Natura, Boticário e Avon. Pontos pra AKAKIA porque é bem honesta na hora de vender a maquiagem.

    A Eliana fez um comentário sobre esse post lá no Limo Bag. Leiam lá.

    Eu desconfio que a MAC seja totalmente terceirizada. Ainda não descobri nada. Mas sobre esmaltes, até onde sei, apenas a Colorama tem uma fórmula que pode ser vendida nos Estados Unidos. Ela não produz esmaltes com tolueno. É uma pista.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Bem, acabei de passar numa lojinha pra conferir a origem e descobri:
    Marcelo Beauty, dleineador berinjela: Faber castell
    Tracta e Payot: Schwan

    ResponderExcluir
  36. caramba, to passada com tudo isso
    cheguei otem em casa e fui olhar meu lapis da vulda e da natura. no da vult marca que o fabricante é a schaw, mas no da natura não fala nada, apenas q é distribuido pela natura.
    realmente o acabamento das duas marcas é muito parecido, o que muda é a espessura do "grafite".

    estou montando um post comparativo entre os meus lapis e qd vi esse post pareei de escrever na hora para poder comprar melhor. gostaria de saber se posso reproduzi-lo em meu blog?
    um gd beijo

    ResponderExcluir
  37. Babado forte esse hein?!?!?!
    Mas é ótimo saber que, muitas vezes, o que não te chamou a atenção por causa da embalagem tosca tem o mesmo conteúdo daquele estojo leeeeendo da Dior que você não consegue comprar nem com 1 mês de salário. E vamos continuar Creuzando por aí, sempre em busca de produtos "justos", quer seja na qualidade, quer seja no nosso bolso. Eu mesmo já escolhi produtos pela embalagem, afinal, quem não gosta de adquirir aquele pó compacto que vem numa embalagem super-master luxuosa, com espelho, pincel aplicador, etc, etc? E pensar que aquela embalagem mega-tosca do pó compacto da Vult, que dá até vergonha de abrir perto das colegas, tem o mesmo conteúdo daquela embalagem TUDO da Lancome!
    É....definitivamente somos muito manipuláveis pela indústria da beleza. Esse post foi ótimo para abrir os nosso olhos!

    Bjsss
    Cris

    ResponderExcluir
  38. Q linda a canetinha com desenho da moça!

    ResponderExcluir
  39. É o que a minha mãe que é química sempre me diz: leia os rótulos, saiba o que está passando no rosto, na boca, nos olhos, que tem coisa por aí que faz mal.
    Uma marca assim com tantos clientes deve ter passado em muuuuitos testes de qualidade, o que é uma garantia maior que a marca em si.

    ResponderExcluir
  40. magoei... dei a dica do post.. e n ganho nem beijinho????
    (humpf...)

    ResponderExcluir
  41. Nossa, muito interessante este post e os comentários.
    Pra mim, a primeira coisa que chamou a atenção é que o nome da firma é Schawn-STABILO, sendo que o segundo é um fabricante super conceituado de materiais para desenho: lápis de cor, hidrocor, etc... Faz todo sentido a parceria.
    Tenho lápis de cor Stabilo com mais de dez anos que continua em ótimo estado, super macio.
    bjs

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam