sábado, 28 de fevereiro de 2009

Resenha: REVITRAT RESISTANCE



No dia da aula de maquiagem, ganhei da Joyce da loja do Iguatemi amostras do Revitrat Resistance. Ela deve ter ficado com dó do estado medonho que meu cabelo adquire em dias frios e de garoa fina (o popular gato morto na enchente que dá para ver nas fotos). Testei logo na semana seguinte, quando lavei o cabelo para ir para o trabalho. Meu cabelo está na altura dos ombros e completamente desprovido de um corte decente e que dê alguma forma para ele - o maquiador-que-esqueci-o-nome já tinha puxado minhas olheiras orelhas por isso.  Bom, shampoo-condicionador habitual, 5 minutos de toalha-turbante e experimentei o creme. Tem um cheiro que não sei definir, mas é bom (rá, acharam que eu ia reclamar né?).  A textura é uma delicia, levinho que deixa os cabelos bem soltinhos, fiquei tão  besta com o resultado que achei que seria viável não pentear o cabelo, afinal, tava tão bonito. Cretina. 8 da manhã (gente, eu acordo muito cedo, vocês não tem noçã) meu cabelo tinha virado o bahuan





 
Não esse bahuan, obviamente. (Foto: Ego)


Um bahuan descordenado mas macio, para me deixar mais encafifada. Fiquei com ele preso o resto do dia tentanto domar o frizz que se forma quando eu acho que não pentear o cabelo é coisa viável (eu realmente não lembro quando foi a ultima vez que lavei o cabelo e não penteei). Dormi com ele solto, e meu travesseiro é o melhor tratamento para meu cabelo: acordo com cabelos lindos, com volume na raiz, sem frizz, maravilhoso. Lógico, achei que tava lindo e tomei banho. Vapor do chuveiro: bahuan ao quadrado. Como eu tava animada com a sexta feira na estrada rumo a lugares quentes (que eu contei aqui), o dia passou rápido e não lamentei a condição capilar (porque meu cabelo continuava incrivelmente macio). Na sexta eu usei o resto do sachê, não briguei com o pente e amei o resultado até chegar em Araquarara: deu a louca que eu precisava cortar o cabelo, mas na véspera de Carnaval foi impossível arrumar horário em salão. Para minha sorte, não encontrei nenhuma tesoura ao alcance das mãos. A doida aqui passou anos e anos sem pisar no salão, noutra hora eu falo da técnica de auto-corte de cabelos.


Veredicto: só volto a gastar meu sachezinho delicia depois de terça-feira, quando eu me livrar desse excesso de cabelo. O creme é mara e eu pagaria os R$ 32 sem dó, se não tivesse medo de coisas reconstrutoras (outro assunto para outro post, a lista de to do aumenta numa taxa inversamente proporcional ao meu tempo disponível).

Ps. esse post é um oferecimento para nossa leitora Samanta, que lembrou que o blog é nosso e a gente faz o que quiser, até colocar uma foto do Mr. Bean pelado. Mr. Bean eu não consegui adaptar, mas Marcio Garcia compensa né? (apesar de não fazer meu tipo)


9 comentários:

  1. :O Ameie a foto do Bahuan... haha

    Mas eu prefiro o Raj... uiii!!!

    hehe

    Bjões!

    Rose R.
    http://amorfilosofoamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Vou te contar que li o post da Joo sobre novo corte de cabelo e fiquei com vontade de dar meu testemunho de fé: arrisquei cortar os cachos mais curtinhos, e num corte mais modernoso: mais comprido na frente e nas laterais, e mais curto atrás. Menina, adorei. O bom que quando escovo ele fica com as pontas espetadinhas, coisa que adoro. Fé na tesoura!

    ResponderExcluir
  3. Loo de deus, não faz isso não!!!

    Tesoura esse cabelo logo, já! Sério!
    Procura um bom profissional, desses que sabem lidar com cabelos cacheados...

    Você tem o rosto super delicado, seu cabelo tem que ter forma e emoldurá-lo - fui lá rever as fotos do curso na dermage e quase morri pensando, "gente, como a loo deixa o cabelo ficar assim?".

    Agora todas nós vamos ficar esperando a fotinho do cabelitcho novo; a Joo já foi, agora é sua vez ;)

    Boa sorte pra encontrar um cabeleireiro que saiba fazer coisas legais com cacheados
    =*****

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela menção, Loo, estou rindo muito alto aqui. E vc étão legal que colocou fucking Marcio Garcia, e não Mr. Bean de sunga, pois tenho até medo do que poderiamos ver...rs

    E acho que sofro do mesmo "mal capilar" que você. Eu demorei tempos para achar um kit shampoo/condicionador que me servisse. Me adaptei bem com o da Eh e com o Pantene.
    Porem, entretanto... o cabelofica apenas MACIO, mas o frizz continua. Estou há tempos com o cabelo preso. Tem dias que eu me me toco "gente, sou fucking cientista,posso sair por aí com cabelo de louca" e fico assim mesmo. Certos momentos dá vontade de deixar de ser tr00 e render-se a escova progressiva pq bad hair days, não há Mariana que resolva.

    Beijos e boas vibrações

    ResponderExcluir
  5. Querida, Como já disse no outro comentário ali em cima, compartilho os problemas e as alegrias das molas nossas de cada dia.

    Queria ser arrogante e recomendar duas coisas pequenas, mas que fizeram uma diferença grande no meu mafuá:

    1 - Não enrole a toalha na cabeça não. Cabelo cacheado não pode NEM SONHAR com isso. A toalha comum tira muita água muito rápido dos fios e aí o frizz maldito aparece. Quando você sair do banho, só espreme o seu cabelo com cuidado pra tirar o excesso de água. Eu acho que isso melhora absurdamente o frizz.

    2 - Compre uma máscara de hidratação que VENDE NA FARMÁCIA, chamada Queravit, da marca Bioextratus (aqui em Brasília, pelo menos, essa marca tem até em zona do baixo meretrício, eu acho). Eu comprei 500g dela por R$ 23. Vou te dizer que pro meu cabelo foi a glória e ressureição. Não dava nada por uma máscara que tem em todo canto. Mas a fórmula dela realmente parece ter sido feita por Frei Galvão, em psicografia a Chico Xavier (no meu cabelo, pelo menos).

    Era isso, Looloo. Qualquer coisa a gente troca mais umas figurinhas, pois já usei uma quantidade considerável de coisas e posso recomendar algumas.

    Depois avisa se alguma coisa dessas fizer efeito!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que eu nunca lavei o cabelo e não penteei. :/

    ResponderExcluir
  7. egal que colocou fucking Marcio Garcia, e não Mr. Bean de sunga, pois tenho até medo do que poderiamos ver...rs [2]

    HEHEHEHEH

    ResponderExcluir
  8. Patricia, eu tenho que estar de pé as 5 da madrugada para tomar banho lavar cabelo arrumar cabelo me arrumar e ainda dirigir quase 20 kms até o trabalho para chegar antes das 6. Não usar toalha nào é viavel, pq eu trabalho num frigorifico. No meu cabelo, o frizz tá muito mais relacionado com a umidade do ar do que com qualquer outra coisa. Eu já li a respeito da toalha mas minha condicao atual nao me permite ... :-\

    ResponderExcluir
  9. Olá linda!! Disse que veio p/ Araraquara??? Minha city!!
    Me conta, o que veio fazer por aqui??
    Um beijo!!

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam