quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Série Use o que você tem: Esmaltes, esmaltes... até o consumismo baratinho tem limites...


Apresento a vocês os meus esmaltes!


Esse post já estava escrito há um tempinho, era pra ter sido publicado terça passada mas não consegui ajeitar as fotos. Agora vai, as fotos não estão lá essas coisas mas tudo bem, só que hoje é um dia muito triste para as minhas unhas. Quebrei as do indicador e médio de ambas as mãos, criei vergonha e aparei as demais, sob pena de andar por aí cobrador de ônibus style. Assim, RIP minhas unhas, e façamos todas um minuto de silêncio.
.
.
.
.
.
.
Pronto. Agora, o post.


Mudei de casa no final de maio e, após a mudança, joguei milhares de esmaltes fora. Creuza, corre lá na sua coleção AGORA, aposto que vai ter um ou outro muito duro e já bom pro lixo. Meu sonho é que fizessem vidrinhos de esmalte "meia porção", igual eu peço nos restaurantes quando tô com pouca fome, porque sinceramente, a maioria dos meus esmaltes endurece antes de estar próximo de ver o fim. E olha que eu (eu mesma, Juliana) faço as minhas unhas quase toda semana, de pijama, assistindo The West Wing. Não é uma cena bonita, creiam.
Justificar

Se o esmalte está mais ou menos duro e você acha que ainda tem jeito, convém apelar pro óleo de banana. Solvente, ele dá uma amolecida no líquido e você pode usar seu esmalte por mais algum tempo. O óleo de banana e o recuperador de esmaltes Diluí, da Impala (olha ele aqui) me ajudaram a ressuscitar dos mortos alguns esmaltes de cores que eu gostava bastante (inclusive aqueles que não achei mais pra comprar nem a pau), mas até eles têm limites: esmalte durão muór-reu, merece o lixo.



E por falar em desperdício, quantos esmaltes vermelhos você tem???? Gente, vocês não sabem o quanto me custa escrever isso porque eu adoro esmaltes. Sim, eu adoro, perguntem pra Mari Mirabetti que segurou a minha mão na seção de esmaltes da Ikesaki nova. Mas eu tenho muito esmalte parecido. Sério. Tudo bem que cada um custou um, dois, três dinheiros, mas multiplica isso pela quantidade de esmalte que tem aí na foto de cima. Eu sei que esmalte às vezes é uma caixinha de surpresas (igual ao futebol, segundo o clichezão), porque ele parece uma coisa no vidrinho e, na unha, vira outra. Mas na vibe da Série Use o que você tem, decidi pensar duas vezes antes de comprar esmaltes muito parecidos. Se não for pelo motivo da grana, é porque eles não cabem mais na caixa da foto, e eu me recuso a ter uma caixa maior que isso pra guardar esmalte na atual conjectura do espaço do meu quarto. Daqui a pouco, pra alguma coisa entrar, eu vou ter que sair!


Quanto esmalte vermelho, hein, Juliana?


E aqueles esmaltes que você comprou na empolgação e quase não usa? Eu tenho alguns deles, como um verde da linha Unhas Artísticas Colorama, que na verdade usei apenas no St Patrick's Day; como o Renda (não adianta, eu não gosto de esmalte transparente...) e como um azul royal da Passe Nati. Num momento cientista louco, misturei os três pra dar o verde-menta da modinha. Ainda estou pensando em usar o resto desse Renda pra fazer algumas versões mais claras dos meus esmaltes. Misturar é legal. Nos nossos links tem vários blogs bacanas sobre unhas, que também dão dicas de misturinhas, ou você pode usar a imaginação, criar sua própria cor e batizá-la de "Creuza" em nossa homenagem. Vai que um dia você vira a Essie!


Eu conclui que não é só porque o negócio custa R$2 que você tem que comprar tipo 20 de uma vez. Mas olha, se você é daquelas shopaholics que não têm jeito MESMO, é só aplicar a matemática extremamente básica: o preju é menor se você se atirar em 20 produtos de R$2 do que em 5 de R$20...



(Esta é uma campanha do VnF? pelo amor ao bolso! Meninas, sério, eu não vou mais explicar que na nossa opinião, cada um faz o que quer com o próprio dinheiro, cada um sabe a noção que tem ou não e que esse é o MEU momento recessionista e de falta de espaço. Espero , com essa série, que outras moças na mesma situação se animem a usar o que têm, nada além disso. Quem não entendeu tudo isso ainda, não vai mais ter oportunidade de ler explicação: não passou de ano e pronto!)

31 comentários:

  1. Concordo plenamente Joo!! Eu primo meu consumo por isso aí... pra não exagerar, até pq o planeta agradece!! bjs!

    ResponderExcluir
  2. putz, concordo em genero, numero e 'degrau': tenho muitos esmaltes vermelhos (alguns repetidos, os que eu gosto muito, tipo carmin e tamara da risqué). arrumei há pouco uma lata redonda daquelas de biscoitos amanteigados e já está lotada. para mim, vc tem razão: não é o caso de comprar mais nenhum! mesmo porque tenho um (rosa chiclete, da Colorama, chama Sexy) que ainda nem usei.
    boa campanha essa, apóio!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não sei porque mas uma pessoa que todas ou a grande maioria conhecem me veio a cabeça na hora. Será q é um recado pra ela ?? Se for eu apoio.
    Diga NÃO ao consumo desenfreado. Pelo bem do nosso planeta e do nosso bolso. E concordo que não é só pq um esmalte custa dois dinheiros que precisamos lotar o armario com eles. Com certeza eles vão estragar antes de acabar.

    ResponderExcluir
  4. Eu já fiz uma lista dos esmaltes q tenho e quais são parecidos, pra me livrar logo deles. E faço o mesmo esquema da caixinha (no caso, a minha é uma de sapatos): nada entra enquanto um não sai. Ai blz.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mirella, não foi recado nenhum não, eu não sei a quem vc se refere... Essa série (isso é uma série, que começou com o post dos hidratantes) tem a ver com o meu momento presente.

    Eu fui pra Europa em maio desse ano. Não foi uma viagem de compras porque lá é tudo muito caro pro nosso bolso brasileirinho. Voltei com um par de brincos de murano, um vestido branco de algodão pra ir a um casamento na Umbanda, e alguns poucos cosméticos da Lush e de supermercado. Foi uma viagem de diversão e aprendizado. Mas assim como as compras custam caríssimo lá, os passeios e comida também. Me endividei de levinho e realmente estou cortando tudo o que posso em matéria de compras.

    Tem também a questão do espaço... meu quarto está APINHADO de coisas, mesmo após eu ter doado muita roupa, sapato e cosméticos.

    E eu achei que não fazia sentido continuar comprando coisas, se tenho várias ainda boas pra usar, se não tá sobrando grana e se o espaço é pequeno. Só!

    "Consumismo" é um termo complicado de definir, aliás. Ele depende de tudo o que eu citei acima (grana, espaço, necessidade, consciência) e isso varia de pessoapra pessoa, né? Não sou eu quem define...

    bjs!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, esse post é mesmo pra mim....não consigo sair de um mercado ou farmácia sem um esmaltezinho, afinal é tão baratinho....me animei a contar, minha caixa tem 63 esmaltes...e muitos ainda nem usei...

    Vou tentar me controlar mais.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu tava numa mania de comprar esmaltes que não acabava mais... Pra tentar me controlar comprei uma caixinha bem pequena que não cabe mais nenhum... Aí sempre que eu vejo um vidrinho e dá aquela vontade eu penso que não vou ter onde guardar e desisto! hsiuahsiuahsa

    ResponderExcluir
  8. Esse é meu momento também! Descobri meu limite quando comprei uma cor exatamente igual a de outra marca que eu já tinha. Daí passei alguns fins de semana comparando esmalte por esmalte na unha e doei ou troquei todos os "dupes". Minha caixinha não comporta mais então só vai entrar mais algum que seja completamente único e que combine comigo. Como troco de cor 2 ou três vezes por semana (é, eu estrago sempre as unhas), escolhi cores que repito sempre e comprei o que chamo de esmaltes-balde, que tem 15mL como OPI, China Glaze e afins.

    ResponderExcluir
  9. Apoadisisisisisismo!! Eu to nessa de usar o que tenho, e nao compro maquiagem e esmaltes há um boom tempo ( dois meses ) ... \o sobra uma grana legal em, fato!

    ResponderExcluir
  10. Joo,

    Concordo em tudo com vc. Eu sei que não somos nós que definimos o consumismo. Mas muitas vezes fico boquiaberta com o grau de consumo que vemos no mundo dos blogs a fora.
    Ainda mais que pela internet temos a possibilidade de conhecer de perto uma realidade que é muito diferente de várias garotas que passam por aqui.
    Eu particularmente tenho episódios periódicos de repulsa a shopping e tudo que seja relacionado a compras. Muitas vezes olho pro meu guarda roupa e fico sem saber o que vestir mas não por falta de roupas e sim pelo grande numero e as possibilidades de combinação... Tb passo esse dilema com cremes, esmaltes, maquiagem. E acho errado, muito errado.
    Mas ainda bem q por conta dessa abstenção as compras que me assola consigo equilibrar e uso muito o que tenho.
    Bom cada um, cada qual.

    Amo o blog, não saio daqui.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Adorei essa série "Use o que você tem"... Desde os hidratantes com nomezinho do dia da semana.

    Incrível a coincidência porque acabei de fazer a minha unha (aliás, pintei com o Lavanda da Colorama - e pela foto dos seus esmaltes acho que vi um aí também)e fiz uma limpeza geral na frasqueirinha dos esmaltes. Que dó! Vários não se salvaram. De R$2 em R$2, percebi que ando jogando meu dinheiro no lixo... Buáááá...

    Tb sou super a favor da idéia de "meia porção". E fiz as contas aqui, com o que sobrou de esmaltes, tenho uns 4 meses pela frente sem repetir nenhum, trocando a cada semana. Então, pára, né? Isso foi pra me dizer que eu não tenho que comprar nenhum esmalte PELO MENOS nos próximos 6 meses...rs Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi meninas, acompanho o blog há um tmepo mas nunca comentei. Já que está falando de vermelho e de misturinhas... passe uma camada bem fininha de café, uma de rubi e uma de rebu. Fica um vermelho MARA! Acreditem!
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Noossa, isso é realmente comum entre a maioria das mulheres pelo que da pra ver entre os coments!
    E eu não fujo a regra hahah
    Se eu vejo uma cor que eu gosto é difícil resistir, mas o meu problema não é comprar muitas cores iguais, e sim não conseguir usar os esmaltes que já tenho até o fim, hehe. Dorei o post!

    ResponderExcluir
  14. Uma vez uma colega de trabalho me contou q qndo era criança, toda vez q ganhava um brinquedo novo tinha q escolher um velho para dar, e q o pai dela a levava ao orfanato com as doações. Depois, qndo ela foi crescendo e ganhando roupas, ele fazia o mesmo esquema... Achei genial! Uma ótima forma de educar seus filhos...
    Esses posts de "Use o que tem" me lembram essa história.

    ResponderExcluir
  15. aiiii..antes de ler este post,na vibe do post do hidratante,eu fiz uma limpeza nos meus esmaltes...ate porque,se vc vir o post q eu fiz sobre esmalte no blog vai ver q eu andei comprando uns 12 nos ultimos tempos...hehehheheheheheh..doei alguns..outros joguei fora mesmo..e agora to vendo ate onde consigo usa-los antes q fiquem duros!
    bjaoo meninas

    ResponderExcluir
  16. Vc não gosta de um Renda básico?? Passa pra cá! rs ;)

    Como a minha habilidade de fazer minhas próprias unhas é negativa, só me sobra o Renda.... Hj comprei um da linha Rendas do Brasil, pra dar uma variada....rs

    Unha vermelha, só no salão!!

    ResponderExcluir
  17. Eu também comprava mil esmaltes e nunca usava. Um dia, minha mãe deu a idéia de que eu doasse para a manicure dela antes que eles estragassem. Fiz uma grande doação duas vezes e foi o suficiente para eu perceber que não tinha sentido ter tantos esmaltes. Hoje eu tenho dois clarinhos que eu misturo e um vinho, além de um fortalecedor de unhas. Cheguei a conclusão que se eu quiser usar uma cor diferente, vou à manicure.

    Quanto aos outros produtos, desde aquele post do hidratante, tenho tentado só comprar uma coisa depois que a outra acaba para evitar o desperdício com cremes vencidos.

    Acho que esses tipos de posts são ótimos para mantermos essa motivação de consumo consciente. Pelos bem dos nossos bolsos e do meio ambiente!

    ResponderExcluir
  18. Ah vai, não me faz sentir culpada por ter tantos vermelhos... snif... meu marido gosta, e muito! Já é um bom motivo né? hehe

    Falando sério, eu gosto muito e uso todos, acredite! Se tem algum que não estou usando, nem penso demais, passo pra frente. Mesmo assim, minha máxima é ficar apenas restrita a uma gaveta no banheiro (se não cabe o novo, eu dou o antigo, normalmente para minha avó que ama quando faço isso!).

    Qualquer dia mostro minha gavetinha... mas juro que já usei todos! e a maioria usaria de novo...

    Beijos
    Vanessa/Maketerapia

    ResponderExcluir
  19. Mirella, eu tenho esses episódios em shopping tb. E se eu tô sem inspiração e acabo indo num shopping pra, sei lá, comer ou ir ao cinema, tem vezes que nem consigo olhar as lojas. E também é porque penso no meu guarda-roupa que não cabe mais nada. É desesperador, a cada 6 meses vai um sacão de roupa pra doar, no final do ano passado enchi 2 sacos de 100 litros e parece que nunca acaba!

    Le, eu achei tão cuti-cuti essa coleção Rendas do Brasil que comprei um deles pra ver se perdia o preconceito, mas não perdi, e eu sou muuuito ruim com esmalte transparente tb, não tenho a menor habilidade! Mas pelo menos uso pras misturinhas...

    Vanessa, sabe qual é o meu problema? Se eu vou na farmácia agora, aposto o quanto vc quiser que vou encontrar um vermelhinho lindo e querê-lo pra mim, ehehehe... pior que se eu usasse cada vermelho que eu tenho em uma unha, não sei se muita gente perceberia a diferença!!! E unha vermelha é linda mesmo, e versátil, combina com tudo.

    Diana, eu me lembro de minha mãe fazer isso comigo quando a gente (eu e meuirmao) ganhavamos algum brinquedo mais tchans, tipo, sei lá, o Atari (eheh que dó). Daí ela doava os brinquedos antigos pras Casas André Luiz, eu acho.

    Isabel, muito boa idéia doar pra manicure. Acho que vou fazer um pacotinho!

    (só eu estando em férias pra conseguir responder comentários mesmo!!!! :) )

    ResponderExcluir
  20. Aiiii é difícil controlar neh, vou tentar, mas cada vez q eu vejo um lançamento novo, tipo esses q vai sair da risque q tem o cinza clarinho, eu compro ... bem, vou tentar entao naum comprar toda coleção a próxima vez rsss, comprei tanto esmalte desses novos da colo de unica camada...vou doar os antigos de cores parecidas q tem q passar 2 camadas q tal?=D bjinhussss adoro posts assim

    ResponderExcluir
  21. Temos q prestar atenção tb no prazo de validade do esmalte. Não é pq tem solvente q não estraga.
    Aquilo dá fungo e pode provocar uma micose na unha.

    ResponderExcluir
  22. Pat, muitos dos meus esmaltes sequer têm etiqueta com prazo de validade, mesmo emse tratando das marcas mais famosas... nesse caso uso o bom senso, o cheirômetro e o olhômetro...

    ResponderExcluir
  23. Oi Joo! Eu tenho gostado mto dos posts sobre "use o que vc tem"! Acho q não é só recessão, mas tem uma questão sustentável. Desde que comecei a trabalhar com sustentabilidade levei o conceito pra minha vida. A partir de então eu pratico o consumo consciente. Eu tento gastar tudinho que tenho e em geral só compro o novo qdo o velho acaba. Ok! É claro q eu não sou de ferro e acabo comprando uma coisinha q já tinha, mas a atitude é pensar antes de comprar e tentar utilizar os de casa! O planeta e o bolso, claro, agradecem!
    Bjocas meninas!

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Desde o fim de junho estou tentando cumprir a promessa de não comprar mais esmaltes até que eu use todos o que tenho, o que me impediu de comprar a coleção inteira Divas e Vermelhos Capitais, de todos eles eu fiquei com 3. (já é um progresso, né?)

    Acho que esmaltes deveriam ter algo como aquelas latinhas de teste para pintar a casa, sabe? Você compra vários pequenos para usar uma vez e depois se vc quiser compra os maiores :)

    Mas eu não tenho muitos esmaltes em casa não, volta e meia mãe, tia, prima, amiga passa por lá e leva um, assim como quando elas descobrem um novo (ou outro produtinho legal) deixam por lá também.

    Ok, vou parar de escrever. Beijos

    ResponderExcluir
  26. Joo, muito oportuno seu post. Fica uma sugestão: eu pedi em alguns salões restos de esmaltes e levei para um Hospital aqui em BH que tratava crianças portadoras de cancer. Como algumas meninas tinham que tomar quimioterapia passar esmalte era uma brincadeira que elas podiam fazer recostadas ou sentadas na cama.
    A enfermeira chefe autorizou e elas se divertiram muito.
    Uma outra idéia que estou com ela em mente mas ainda não fiz é com relação aos lápis de olho.
    Eles podem servir para redesenhar uma sombrancelha perdida com a quimio.
    bem, um beijo, parabéns pela conscientização e pelo blog.

    ana

    ResponderExcluir
  27. Nossa,nunca li tanta verdade sobre mim na vida....rs
    Acho que isso é um mal feminino...
    minha mãe é pior,uma vez achei dois roxos IGUAIS abertos...ela abre e esquece...eu ja disse que nao financio mais !!

    Tenho um azul lindo que endureceu pela metade!Aí nao achei mais,comprei um da Hannah Montana com a cor parecida,mas ainda nao usei por que antes comprei um da impala prata que amei!To me reeducando qto a isso!

    ResponderExcluir
  28. consumismo até que vai...(confeço que sou consumista..rsrs..) mas vender maquiagem usada não né!!..kkk....olha isso
    http://trocaamiga.blogspot.com/

    pobrezaaaaa!!!!

    ResponderExcluir
  29. Gente, muito divertido esse post. Amei!

    ResponderExcluir
  30. Ai, Joo...esse posto foi deveras pertinente, viu??
    (mas aqui gostaria de fazer uma pausinha pra cena que vc relatou...relembrei a segurada de mão e comecei a rir sozinha...kkk).
    Olha, eu sou A DOIDA dos esmaltes! Sempre amei de paixão, faço minhas unhas sozinhas há 15 anos e comecei a exagerar de uns tempos pra cá justamente por causa desse lance de "ser baratinho" e aí a culpa nem rolava tão braba assim. Só que aí a minha situação que já anda meio preta começou a ficar preta E nebulosa, daí tive que parar pq não tinha jeito. E foi aí que botei a mão na consciência e que vi que tenho cerca de VINTE esmaltes vermelhos (tudo bem que são 20 esmates diferentes, não tem repetido, mas alooou, é vermelho!).
    Eu uso muito, pq faço as unhas 2 x por semana, mas cara...é mto esmalte e demora mto pra acabar! Daí não estou comprando mais nada no momento e, inclusive, comecei a fazer algumas doações. Estou dando preferência aos que vencem primeiro e de uma vez por todas não estou comprando NADA de esmalte durante um bom tempo!
    E assim vai, igual no AA, um dia de cada vez! ;)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  31. Ei!
    Adoro essa campanha de usar o que já se tem. Eu costumo fazer isso naturalmente até porque acho bobagem ficar gastando os tubos com coisas que a gente nem dá conta de usar. Mesmo que eu esteja louca por um determinado produto, eu procuro gastar o que já tem em casa antes de comprá-lo. Infelizmente nem todo mundo é assim, mas eu espero que vcs consigam atingir algumas dessas nossas colegas consumistas desenfreadas com essa campanha.
    Parabéns pela iniciativa.
    Bjo!

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam