segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Sábado especial na Sparkkli com Beauty Box













Estivemos sábado passado (14/11) na Sparkkli Home Spa, na Vila Nova Conceição, que é uma loja linda e cheia de cheirinhos gostosos (cheguei cedo e aproveitei pra colocar o nariz em simplesmente todas as embalagens). O objetivo era uma aula de automaquiagem com o Lu Ramos, promovida pela Beauty Box da Simone Barcelos e Giu Viscardi. Entre as convidadas (todas muito compenetradas, como se pode ver pelas fotinhas!) estavam Lia, Mel, e outras moças que não se apresentaram mas estavam tão compenetradas quanto a gente!

Tá, se você leu o primeiro parágrafo e achou que esse vai ser tipo um post coluna social, não pare de ler! A gente foi lá pra aprender e quer que todo mundo aprenda também, então juramos que vamos contar as diquinhas do Lu Ramos. Que aliás, é um amor de pessoa, e maquiador responsável pela Bodyography aqui no Brasil. Pra completar, ainda tem tiradas super engraçadas, a Loo fez questão de anotar quase todas. Eu aqui banquei a nerd e, de netbook no colo, digitei tudinho até a bateria acabar.

A aulinha foi diferente daquela que a gente teve com a Simone, onde ficamos hooooras na bancadona dela, nos maquiando e tirando dúvidas. Foi uma coisa mais rápida, onde o Lu maquiou uma modelo usando os produtos da Bodyography e nos deu o passo-a-passo de algo que a Simone chamou de "maquiagem de linda" - pra gente ficar bonita e discreta fácil e rapidamente.

E, xô falar? O que eu mais gostei no Lu Ramos foi a ênfase no "menos é mais". Não só dizendo pra gente não exagerar na composição de um look, mas também provando que não são necessários 65468412 produtos e pincéis pra sair de casa bonitona (pra quem duvidou de mim aqui, o Lu usou APENAS três pincéis pra fazer a produção: um de pó/blush, um de base e um de sombra, yay!). E ele, apesar de maquiar mil atrizes e mulheres lindas, frisou que maquiagem é algo super pessoal e, maquiavelicamente**, disse que o importante é que o resultado tenha ficado bom... como você chegou nele, é algo secundário!

O look que ele nos ensinou foi chamado de "make da vida real", o que eu amey. Afinal, quem tem tempo pra elaborar muito no dia-a-dia, né? Além do mais, ali éramos todas mulheres reais, não tinha nenhuma modelona (exceto, é claro, pela modelona!), o que aumentou a importância de a gente se concentrar em algo que dê pra usar na vida como ela é. Além disso, maquiagem, de acordo com o Lu, também é terapia: ao mesmo tempo que a moça se diverte, está se cuidando, fazendo um bem pra si.

Ele começou falando que o primeiro passo é sempre preparar a pele, como a moça esperta e leitora do Vnf? já sabe. Os produtos - sabonete, tônico, hidratante - devem ser específicos para a pele de cada uma, por isso nem adianta ele indicar. E ele acha o primer importantíssimo, porque ele cria um filme protetor sobre a pele, equilibrando a gordura natural com o ambiente externo (usou como exemplo os refletores nas filmagens, uy!) Homens, segundo Lu, também devem usar primer, que é o que basta pra uma pele de aparência bonita e discreta. E deu a dica: não adianta ficar empurrando o primer pro namorado pra fazê-lo usar... tem que criar um mistério, falar "olha aqui esse produto", depois tirar dele e não falar mais no assunto, pra atrair o interesse... segundo Lu, a tática funciona!

Tá, e como aplicar o primer? Com os dedos, de dentro pra fora do rosto. Não precisa passar no pescoço. Achei o primer da Bodyography fantástico, usei no nariz depois que o Lu recomendou, porque eu estava com brilhinho naquela área. A pele ficou super aveludada e o produto tem cheiro bom sem ser forte ou enjoativo. Marquei touca de não perguntar onde vende, mas no site tem, só não tem os preços por enquanto.

Para o Lu, a pele deve ser feita de um modo mais do que natural: transparente. Ele usa a base primeiro, e diz que, se bastar para corrigir a maioria das imperfeições, apenas será necessário pouco ou nenhum corretivo. Quanto menos produtos se usar na pele, com menos aparência de "máscara" ela ficará. Ele e a Simone aproveitaram esse gancho pra dizer que torcem o nariz pra pancake, e que os alunos dela no SENAC sempre perguntam se pode usar... "É difícil tirar esse vício", ela comentou. O Lu aplica a base com pincel próprio, mas segundo ele, cada um aplica como achar melhor. Dá leves batidinhas com o pincel de base na pele, limpando sempre o excesso num papel, e começando na "olheira". Quando a maioria das imperfeições estiver corrigida, disse ele, é hora de parar. E nada de ficar horas se olhando no espelho depois - segundo ele, dá neurose, a gente acaba passando mais e mais produtos até ficar com a cara da Babá Quase Perfeita!!!

Ah! O Lu passou base nos lábios da modelo, pra neutralizar a cor deles - usou como exemplo a tela branca que o pintor tem quando começa seu trabalho. Assim ele consegue controlar melhor as cores que vai aplicar, sem que o pigmento natural dos lábios tenha influência. E ele ensina: não carregar os lábios de base pois, sendo mucosas, podem ficar ressecados. E corretivo, diz ele, é um produto pesado demais pra ser aplicado nos lábios - prefira a base, aplicada com o pincel "sujinho". Vai ajudar a cor do batom a aparecer melhor. Se quiserem, podem passar um pouquinho-inho-inho de base sobre as sobrancelhas também.

Acabou de passar a base no rosto e ela parece muito pesada? É só passar um pouco os dedos, "fazendo carinho", como ele disse. "Mas as minhas mãos suam" disse a Mel. Como fazer, então? Ele aconselha secá-las em papel ou usar álcool gel antes do "carinho". E disse que sempre-sempre-sempre maquia com bastante antecedência, porque a maquiagem "envelhecida", já assentada no rosto, fica mais natural e, por isso, mais bacana. Essa lição parece direcionada pra mim, que sempre faço tudo em cima da hora...

Blush, pra ele, é o ponto de partida na cor a ser aplicada no rosto: é o que ele usa primeiro. Deve ser aplicado com pincel próprio, "sujinho" de produto, naquele "gordinho" que fica nas maçãs do rosto quando sorrimos, em movimentos suaves, esfumando para cima. Lu disse que essa aplicação é adequada a qualquer tipo de rosto. E ele adora blush, viu? Acha que pele bem feita + blush + rímel + gloss = make de bem-estar!

E Lu Ramos também adora rímel. Disse que pode passar várias camadas, encaixando o aplicador na raiz dos cílios e fazendo movimentos vagarosos para cima, se possível olhando para baixo. Uma boa máscara para cílios, segundo ele, não é muito melequenta, e sim mais sequinha e homogênea (e ele sujou a mão toda de rímel pra nos provar isso!). Atenção às bactérias, porque elas podem mudar a textura do produto. Ele também indica entortar o aplicador para facilitar o uso, e ensinou a encostar um dedo na pálpebra e apoiar os cílios nesse dedo durante a aplicação, o que ajuda a não borrar e quebra o galho se você não tiver curvex. Depois, você ainda pode "sujar" os cílios inferiores com o produto.

Nos olhos, o Lu começou com sombra marrom no canto externo, fazendo um V bagunçado (aquele V muito certinho oitentista é over!), usando o pincel após remover o excesso de produto dele. É só "sujar" o cantinho do olho, em cima e embaixo, "espanando" um pouco com a ajuda do pincel. Se borrar, é só usar o pincel de base, que já está sujo, para ajeitar - truque que também vale pra quando a gente carrega demais no blush. No resto da pálpebra, sombra iluminadora (que pode até ser coloridinha), aplicada com o pincel em leves batidas, cujo excesso deve ser tirado do canto interno dos olhos usando o dedo mindinho. Na linha d'água inferior, lápis preto bem carregado, saindo bem pouquinho para a raiz dos cílios, podendo ou não ser esfumado. Segundo o Lu, é um make simples e que dá certo pra qualquer tipo de olho.

Finalizando: SE precisar, a moça pode "sujar" (ele adora "sujar", eheheh) o pincel de base no corretivo e passar nas olheiras, pra corrigir e iluminar ao mesmo tempo - me lembrei do fofíssimo Touché Eclat, corretivo iluminador da YSL, e de seu priminho creuzo, a caneta corretiva Avon Renew. Mas cuidado, alertou Lu, pra não ficar com olho de panda, que aparece especialmente nas fotos... você carrega no corretivo sob os olhos, tira as fotos e MELDELS, lá está você com não uma, mas DUAS manchas brancas no meio da cara, como anda aparecendo na novela a Taís Araújo, lembrou alguém. O pincel de blush ainda com um pouco de produto pode ser passado pelo rosto todo e no pescoço, só pra dar uma corzinha muuuuito de leve. E o gloss pode ser aplicado no centro dos lábios, pra dar impressão de volume.

Pro Lu Ramos, um look tem que ter a harmonia entre make, cabelo e roupa. Nesse contexto, ele aconselha (o que é a dúvida de muitas meninas) a não usar no make a cor da roupa - o legal, segundo Lu, é o contraponto.

E sim, eu e a Loo aparecemos comendo nas fotos: tinha bicho de pé, brigadeiro e beijinho com enfeite de massa americana em forma de batom, pó compacto e lápis de olho (fofura é pouco). Tinha aguinha, suquinho, champagne. Tinha lembrancinha. Foi legal pacas!




*Todas as fotos que ilustram o post são do Manuel Nogueira.
** Pessoa maquiavélica não é necessariamente má. É aquela que acredita que o resultado justifica os meios usados para obtê-lo!



4 comentários:

  1. Senti falta de ver a finalização dessa make. Queria ver como ficou! Vcs tem alguma foto da modelo pronta, no final? Poderiam postar? Eu adoraria matar minha curiosidade!Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Veronica, a Loo fotografou mas ainda não teve tempo de postar, tanto que eu acabei usando as fotos do Manuel... mas guenta aí que ela posta!!!

    ResponderExcluir
  3. Amiga, deve ter sido o máximo! Só uma perguntinha (não sei se vai ser boba mais vai assim mesmo rs), Como é que é essa aplicação em V da sombra?
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Gisele, se vc olhar aqui

    http://www.vendenafarmacia.com/2009/02/e-aula-de-make-da-dermage-hein.html

    vai entender facinho. A diferença é que a técnica (super didática, aliás) que o maquiador da Dermage nos ensinou é desenhar mesmo o Vzinho no canto do olho e depois esfumar, ao passo que o Lu Ramos sujou o canto do olho diretamente com a sombra, e falou no formato de V só pra gente ter idéia do que ele estava fazendo. As duas técnicas funcionam e os dois maquiadores concordam que a única coisa que não é legal é deixar o tal do V muito geométrico, como se tivesse sido feito com uma régua. O bacana é esfumar!!!!!

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam