segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Chove na cidade

Desconhecido observa o tempinho meia-boca por uma das janelas do MoMA



Eu sempre quis ir ao MoMA e nunca fui, nem quando minha tia morava ao lado e eu passava férias aqui em NYC na casa dela. Sempre acontecia alguma coisa e eu deixava de ir (que nem em Roma, quando não entrei no Coliseu porque peguei o ônibus errado e passou da hora). Hoje calhou de estar chovendo, um excelente dia pra se ir ao museu. E pode parecer bobo o que eu vou dizer, mas quem gosta de maquiagem e moda deve sim conhecer um pouco de arte. No meu caso comecei a gostar da arte primeiro, não sou a super-mais-entendida mas conheço um pouco por conhecer Literatura e relaciona-la com outras formas de arte. Tipo, eu tenho CERTEZA que as meninas do Oficina de Estilo, por exemplo, estudaram nem que seja um tiquinho assim de artes visuais. Isso treina o olho e nos dá referências. É como misturar azul, vermelho e amarelo e sair vestida de Broadway Boogie Woogie :).


Quanto ao que interessa a este blog, gente, aqui é inverno e as coleções nas lojas de fast fashion (desde a Forever 21 até a Topshop, passando pela H&M e pela Urban Outfitters) continuam repletas de xadrez, rendas e paetês. Tem também as famigeradas ankle boots (mais ou menos cedi, arrumei um sapato abotinado, nada muito radical porque acho estranho), os pumps e os cardigãs compridinhos - tudo isso talvez signifique que essas coisas ainda estarão em alta no inverno brasileiro.


Uma coisa que me espantou é que agora a Victoria's Secret até faz calcinhas com tamanho de gente - pararam com o 8 ou 8000, antes ou era fio-dental ou fraldão, agora tem umas no meio termo. Sinceramente acho as lingeries meio carinhas lá, só compro quando encontro ponta de estoque (os sutiãs são mara pra quem, como eu, tem comissão de frente privilegiada), e não vejo razão pra tanto frisson com as peças da VS. Nem naquele desfile eu acho graça, rola mais o que fazer ao invés de ver mulherada seminua com asas de anjo...


Quem vier pra cá e gostar de perfumes deve dar uma passada na Perfumania. Comprando alguns itens (não todos, mas uma boa parte deles) você leva outro frasco, que não necessariamente precisa ser do mesmo perfume, por 10 dólares. A cidade está repleta de promoções estilo BOGO (buy one, get one). E diferentemente do que acontece no Brasil, onde a gente compra nas lojas e a única coisa que ganha é "meus parabéns pela aquisição", aqui eles querem mais é fidelizar o cliente - em quase todo lugar você ganha cupom, amostra ou produto fullsize. Na Sephora ganhei três amostras, na Lush ganhei um gel de banho. Aliás a Lush é sempre super mão aberta, ganhei nada menos do que dois produtos full e uma amostra quando fiz uma compra bem pobrinha em Veneza, maio passado. Se um dia eu for absolutamente sortuda de pisar nesse lugar incrível de novo, já sei onde fica e o que rola. Lush fideliza!


De novo estive na MAC e saí pouco impressionada, gostei apenas de um greasepaint da coleção Dsquared, um bastão meio-preto-meio-azul, que num primeiro momento parece sombra cremosa mas, sobre a pele, tem textura de pó. Ainda no que diz respeito a MAC, ando achando essas coleçõezinhas especiais meio roooonc, parecem sempre tudo a mesma coisa. O contrário aconteceu com as três novas fragrâncias da Benefit (Laugh with me LeeLee, Something about Sophia e My place or yours Gina - ahahaha amei o nome) que além de terem embalagens lindinhas, são deliciosas.


Presente bacana e em conta? Géis de banho da Philosophy, 16 dólares cada, embalagem grandalhona e vários "sabores" inusitados: eggnog, daiquiri de morango, margarita, cookie de chocolate, maçã do amor... a marca tem também uma base mineral em pó que a vendedora jurou que era mais fininha que a da Bare Escentuals. Mas o troféu creuza de farmácia americana desta vez vai pro rímel Telescopic com aplicador de "ouriço". Adorei porque custou apenas 8 dólares e pouco e porque cobre TODOS os meus cílios, até aqueles do canto que os aplicadores convencionais insistem em não alcançar.

Putz, e através de mil gambiarras, consegui comprar uns produtinhos ELF, de leve. Amanhã (ou depois) conto.


Vamo-que-vamo!

Mais de duas meninas e meia quiseram saber o que eu tenho pra dizer sobre creuzices novaiorquinas, então vamos lá! Deixa eu falar primeiro que não pretendo fazer um roteiro nesse post nem nada, porque pra isso eu precisaria de tempo (tô escrevendo bem na pressa, parei meu livrinho pra postar e depois vou dormir, porque meu dia começou cedíssimo), fora que tem gente que faz roteiro de compras muito melhor do que eu (tipo a Vic, confere ), então nem vou ficar chovendo no molhado!


Mais um dia por aqui e não vi nenhuma inspiração pro guarda-roupa (saindo do apart-hotel vi uma moça passando na rua com bobes no cabelo, serve?). Tá, de novo eu não andei pelos locais luxo e riqueza, mas mesmo assim acho estranho, aqui é um lugar onde realmente dá pra se vestir bem gastando pouco. Hoje mesmo visitei a Marshalls do Harlem (perdi a conta de quantas vezes estive aqui e nunca tinha ido ver qual era a do Harlem, que junior!) e lá havia bons negócios tipo casaco comprido de lã Miss Sixty por 70 dólares, só de pensar no preço disso no Brasil já dá aquela vontadinha de ter uma síncope. Eu sempre recomendo essa rede de lojas pra todo mundo que vem pros EUA e ainda não conhece, é tipo uma ponta de estoque com produtos de coleções passadas de marcas famosas, e alguns com defeito - vale ficar com o olhinho aberto.


E a Sephora, hein? Bom, a da Times Square estava uma bagunça, mas ainda assim uma bagunça com bastante variedade. Eu tinha um alvo (é bom ter alvo, ajuda a gastar menos), que era o Treasure Chest da Tarte. Por relativamente pouca grana, leva-se 32 sombras - muitas delas matte, vejam só - mais vários lipglosses, blush, iluminador, bronzer... as sombras da Tarte são super duradouras, com primer então duram a noite toda, mesmo dançando e tomando vinho aos montes. Já terminei a noite zureta, descalça e fazendo o hang loose com as mãos, e a sombra todinha lá.


Queria também matar duas curiosidades: sobre o primer da Makeup Forever e sobre a tão falada Illamasqua. O primer eu não levei, mas usei o tester e apliquei no rosto todo. Ele é bem parecido com o da Bodyography, ou seja, uma maravilha pra segurar o óleo sem secar a pele. Sobre a Illamasqua, bem, se eu não tivesse ouvido super bem a respeito da marca, confesso que não sei se prestaria atenção nela: acho as embalagens pretas breguérrimas (e me dá bode um batom de 20 doletas ter embalagem brega!) e o slogan - "make up for your alter-ego" - rédiculo. Além do que, não é barata: como falei, um batom custa 20 dinheiros do Tio Sam. E por que eu curti os produtos, afinal? Não só pela variedade de cores, mas também porque é quase tudo matte. A gente sabe a mania que as indústrias cosméticas brasileiras têm de brilhos mil, né? E muito pouca coisa que testei da Illamasqua tem brilho, o que é bom pra variar. Os batons são bacanas, os blushes lindos, as sombras super pigmentadas. Do gloss eu ri, porque a embalagem compridinha é idêntica à daquele gloss da Vult.


A linha de make da Body Shop é bem bonitinha, eles estão com eyeliners macios tipo os da Urban Decay, por 11 dólares, pincéis meio carinhos porém cruelty free, e promoções em alguns itens da loja. Tinha promoção "compre um e ganhe um", e uma bem interessante, de paleta de sombras, rímel duplo e mais um outro produtinho de que não me lembro, tudo por 26 dólares. Destaque para o creme de mãos e pés feito de cânhamo, pela metade do preço (agora custa US$9).


Na MAC, minha listinha se resumia a dois batons Hug Me, o prediletíssimo da minha mãe. Eu acho o preço do batom da MAC aqui nos EUA super em conta, ainda mais pra quem ganha em dólar: por US$14 você leva pra casa um produto muito bom. Mas eu estava curiosa pra ver o tal Creme Brillance, o gloss para a pele do rosto, que vem sendo usado sobre a sombra pra dar um efeito diferentex nas pálpebras. Embora ele tenha brilho (vejam, não é glitter, o brilho é dele mesmo), o efeito é super sequinho. Se eu acho que dá pra usar um gloss de boca normal ao invés de gastar com esse produto? Olha, acho (tanto que não comprei, ehehe). A idéia pra esse produto, aliás, deve ter surgido daí, já que antes de haver gloss de pele, havia gloss de boca (dã). O negócio é tentar usar um gloss de boca que não seja muito grudento, aplicando pouco por cima da sombra, batendo de leve com os dedos e fazendo uma rezinha junto, pra garantir :).


E as farmácias (eeeee!) Duane Reade, CVS, Walgreens e afins, continuam com seu festival de Burt's Bees (a-m-o), Rimmel London, Maybelline e todas as marcas que são (ou eram pra ser) populares. Os preços de Vichy, La Roche e Avene são irritantemente baixos. O trio de sombras da Wet'n'Wild mencionado na reportagem a qual alude este post custa 3 dólares - ou seja, na farmácia brasileira se paga 3 vezes mais.


domingo, 29 de novembro de 2009

Mais de NY (ou seja, quase nada!)

Meniiiinas, eu sei que prometi tentar tirar fotos de looks legais que eu visse aqui pela rua, mas sabiam que tá dificil? Não vi nada muito digno de nota, só a combinação simples e prática casacão + calça + bota (e eu também aderi - saí com roupa emprestada das cálega, já que minha mala continua em local incerto e não sabido, e eram meus só a echarpe e o anel!). Tudo bem que ainda não passei nem perto do Upper East Side, por onde teoricamente andam as chiques e famosas. Já exemplos de 'what not to wear' (saudade das inglesas terríveis Trinny e Susannah), os vi aos montes, como na foto abaixo:


Porque paparazzo que se preze fotografa fora de foco!!!


Apenas gostei de um sapato abotinado que vi no pé de uma moça, com salto médio e amarrações sobre o peito do pé. Tinha outra menina de jeans, jaqueta de couro azul-royal, coque bagunçadinho e tiara de pérolas, achei um amor. Não consegui fotografar, no primeiro caso, por estar bancando a sardinha em lata no metrô e, no segundo, por conta das margaritas anteriormente tomadas. Quem sabe amanhã eu tenho mais sorte...


Também dei um pulo na Sephora e em duas farmácias, claro. Queria saber se as leitoras do blog acham que vale a pena fazer comentários a respeito disso por aqui. Não é bem o objetivo do blog, eu sei, mas creuza também viaja e eu estou aqui pra provar! Vale ressaltar que se duas meninas e meia quiserem saber detalhes, já vou mandar bala e fazer o post. As outras simplesmente passem batido, ok? Assim todo mundo fica feliz!


Enquanto isso torçam para o aparecimento da minha mala: minha pomada de coirticóide e meu batom laranja de 5 reais da Felicittá Looks estão dentro dela.


sábado, 28 de novembro de 2009

Um oi rapidinho...

... pra contar que eu cheguei (mas minha mala não!), e que mal saí no avião em Houston (onde fiz conexão), me deparei com uma maquininha de Sephora.... sim, maquininha de Sephora! Sabem máquina de Coca-Cola, de vender chocolate? Então! Não consegui fotografar porque estava entre um vôo e outro, meio com pressa, e precisava basicamente atravessar o aeroporto pra pegar o avião pra NY. Procurei na net mas a coisa mais parecida que achei foi essa máquina da foto aí ao lado, de vender produtos da marca Elizabeth Arden (imagem daqui). Mas deu tempo de ver que havia curvex Shu Uemura e da marca da própria Sephora, umas coisas da Urban Decay, uns perfumes e kits de viagem da Philosophy, com produtos para fazer a limpeza da pele e afins. Também vi outra máquina apenas com kits de viagem, pra rosto, corpo e cabelo. Tinha vindo aos EUA pela última vez em maio e ainda não tinha visto essa novidade! Legal esse investimento em produtos de tamanho aprovado pelos órgãos que tomam conta da aviação mundial - afinal, não dá pra existir esse negócio de não podermos levar os produtos de nossa necessidade na mala de mão.


Nem vou falar que ficadica pros aeroportos no Brasil, acho que a gente tá precisando de tanta coisa e máquina de cosméticos realmente não deve estar nas prioridades. Mas que a idéia é boa, isso é...



quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Novamente na C&A

Aproveitei os oitos minutos que sobraram no almoço para conferir a bolsa de R$ 10 que Joo contou. Nem achei, mas ó, super curti

isso no maravilhoso shopping Tamboré





Todas as R$ 39,90 cada. Trouxe uma semelhante ao modelo do meio da utlima foto, mas claro, dourado NUNCA.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Resenha da Leitora Anne: Shampoo e Condicionador New Care.

Leio todos os dias o blog de vcs e acho maravilhoso. Venho agora fazer minha resenha sobre o shampoo e condicionador New Care Colorthérapie para cabelos tingidos ou tratados.
Bom, resolvi experimentar depois de já ter ouvido algumas meninas de blogs comentando dele.
Eu comprei o kit que veio com um brinde, um hidratante corporal que a revista NOVA elegeu como o melhor no prêmio de beleza 2008.
O creme ainda não experimentei. Paguei nesse kit 20 dinheirinhos, acho que tava bom o preço. Informando que comprei numa das farmácias que tem aqui em Londrina/PR que é onde moro. É uma rede chamada Vale Verde.
Bom, o shampoo faz uma espuma super cremosa e não tem cheiro forte. Logo na primeira aplicação eu já senti o cabelo macio. Mas eu sempre repito a operação. O condicionador eu passo somente no comprimento como deve ser, pois meu cabelo é oleoso na raiz então nem pensar em
passar em todo o cabelo.
Após enxaguar eu já senti o cabelo super gostoso, leve e tratado. E a medida que vai secando(eu não uso secador), eu senti que ele continua macio, uma delícia mesmo.
Antes eu usava o Pantene que a Gisele faz propaganda, mas acho que meu cabelo acostumou com ele que nem faz mais efeito.
Esqueci de falar, meu cabelo é ondulado e uso tintura também, então AMEI essa linha NEW CARE.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Resultado dos sorteios!

Atrasado, como sempre!

Sorteio Vichy: 308 participações válidas




Sorteado o número 62 ...



E a ganhadora foi a Lais Watanabe!



Palestra na Saint Martin: 8 leitoras concorrendo



Sorteado o número 5 que corresponde a ...



Aline! Aline, responde meu email pra ontem, beijo!



Cheiro gostoso da semana: Natura Ekos manteiga esfoliante Açaí

Deeeeteeeeesto açaí! Gente, detesto! Tem cheiro de terra, gosto de terra, engorda pra caramba e é motivo pra fazer eu pegar trânsito na Av. Nova Faria Lima quando tô a caminho da casa da minha mãe (conhece o Bar Açaí Praia? Não?! Sorte a sua!!!!). No entanto, a cor do desgraçado é linda, e acho que a boboca aqui escolheu a manteiga esfoliante Natura Ekos açaí só porque ela é roxona.


Tirando a cor linda, minha primeira impressão não foi das melhores: o pote não é tão grande quanto parece (tem 175g), e o produto custa quase 40 dinheiros (R$37,20 no site, pra ser exata). Mesmo que a gente considere que esfoliante não se usa todo dia e, assim, é um produto que tende a render mais, é só comparar tamanho e preço deste produto com tamaho e preço do esfoliante da linha Fun Milk, do Bot (250g por R$32,90). Vai ver é o óleo essencial do açaí que encarece o produto, ou a história de que vem da Amazônia e etc, essas coisas que estão escritas em todas as embalagens da Natura. Claro que eu não quero desmerecer o trabalho de ninguém, mas vamos combinar que, aqui no Brasil, açaí não é exatamente exótico, né? Se fosse, não venderia em qualquer boteco...


Deixa isso pra lá. O produto em si é BOM: esfoliação potente sem machucar, dá aquela suavizada sem melecar (mais do que o esfoliante do Boticário acima citado, admitamos), e o cheiro é uma delícia. Não parece em nada com cheiro de açaí, ou pelo menos não pro meu nariz. E dura o suficiente na pele pra eu sentir meu próprio cheiro durante um tempinho. Fiquei contente em ter comprado (paguei preço de revendedora e não de cliente, eba!), até porque meus potes de esfoliante estão todos no talo, não devem dar para o resto do mês. Acredito que este produto seja para moças que usam esfoliante uma vez por semana (eu uso três), porque assim o custo benefício aumenta um pouco.


Foto: site da Natura.



domingo, 22 de novembro de 2009

Cera para microondas Depil Bella - será que fununcia?


Fiquei toda feliz quando a Loo trouxe pra mim, de uma dessas feiras de cosméticos em que eu nunca posso ir, a cera depilatória para microondas Depil Bella. A Loo sabe que eu curto uma depilação em casa com cera e pensou em mim ao ganhar esse produtinho. Me empolguei pra ver se funcionava mesmo mas acabei demorando a testar, até que o dia chegou.


Quem lê o blog desde os primórdios talvez lembre que eu comprei o depilador roll-on da Gama, curti, e desde então tenho me depilado com ele (sim, virilha inclusive). Claro que dá um certo trabalhinho, demanda certo tempo e, dã, dói, mas no salão dói igual e sempre fico com aquele pavor de reaproveitamento de cera... eca! Por isso, uma cera derretível no microondas, para mim, seria o paraíso: pularia o tempo de espera até o aparelho da Gama esquentar e derreter a cera, e deixaria de gastar com o papel.


Gente, eu até acho que o produto deve funcionar, o problema é que ele não é prático. Derreter no microondas foi fácil, demorou os 1,5 minuto que dizia nas instruções mesmo e ficou com uma textura ótima (e o cheiro também é bom). Mas na hora do vamos ver foi uma tragédia. Meu erro deve ter sido deixar endurecer demais após aplicar na coxa: quando puxei, ao invés de sair a cera toda, ela quebrou e saiu aos pedacinhos. O resultado é que machucou demais e tirou pelos de menos.


Em compensação, o sachezinho hidratante pós-depilação que vem com a cera é bem eficiente, tirou toda a meleca e acalmou a pele. Alguns minutos depois, nem parecia que eu tinha agredido tanto aquela região. Não sei se os sachês são vendidos separadamente da cera, mas ficadica: se creuza encontrar por aí, pode comprar e usar depois da depilação, sem medo de ser feliz.


Sim, eu vou tentar de novo! Afinal, sobrou um monte na embalagem (não gosto de desperdício) e acho mesmo que, se esperar endurecer menos, é capaz de funcionar. Mas por enquanto, o produto fica reprovado, pela falta de praticidade.



Let´s aprender




Fala-se muito de Creative Commons, mas o que é Creative Commons? O video acima explica de forma bem didática e agradável (e uma ótima trilha sonora).
E para quem acha que violação aos direitos autorais é bobagem, basta lembrar o causo Jornal Nacional que aconteceu no mês passado.

sábado, 21 de novembro de 2009

Meninos, sejam benvindos!

Post rapidinho, só porque eu tenho visto meninos aparecendo nos comentários, alguns tímidos e reticentes, querendo saber se são aceitos por aqui...

Cheguem mais! Afinal, menino também se cuida... até o Fred anda lavando o rosto com Effaclar (contei!!!!!)...

E por onde será que anda nosso Macho sem Frescura? Fábio, manifeste-se, estamos com saudades!!!



Resena da Leitora Nayara: Seda S.O.S Reconstrução estrutural

Meninas! Meu picumã já passou por vááários tratamentos químicos e, sendo ele naturalmente cacheado, hoje encotra-se alisadão. Fiz escova inteligente e meus dinheiros foram todos para pagá-la (150 pilas no salão). Valeu a pena e talz, mas, eu que sabia cuidar de cabelón cacheado, sabia quais produtos e usar pra ficar melhor, parei e pensei: e agora?????

A cabelereira que fez a escova só me disse q era melhor usar shampoo sem sal e condicionador só nas pontas pra não ficar oleoso. Saí do salão com a mesma cara de paisagem que entrei. Não ia gastar dinheiros comprando niely gold (ai gente, desculpa, mas só o nome dessa marca já é terrível!!). Fui para faze de experimentação: usei um shampoo e condicionador rosinha pra cabelos alisados da salon in line...
veredicto? Não gostei. Cabelo ficou com horrores de frizz. Pensei em economizar e comprei uns produtos da aroma do campo... veredicto? Minha cachorra tá tomando banho com shampoo e condicionador para cabelos quimicamente tratados.

Até que um dia, passeando pelas farmácias aqui de Floripa, resolvi gastar 17 dinheiros comprando um condicionador da Amend: cabelo de creuza não gosta de coisa cara. Não que tenha ficado ruim, mas, blé sabe, não fez "A" diferença. Neste mesmo dia, vi um shampoo novo da Seda, de embalagem: (calma creuzas que vão me dizer que é um veneno pro cabelo!!) custou 4 dinheirinhos (tava desesperada, e o que viesse era lucro), o nome é Seda SOS Reconstrução Estrutural, e não tem sal! o/ Uhull.

Levei. Agora creuza, senta. É maravilhoso. Sérião. Ele é cremoso (um pouco menos que o garnier fructis), cheirosoooo, e limpa, mas não resseca. Mesmo usando o condicionador da Amend, o picumã não tava ainda lá essas coisas. Só que eu não achei pra vender o resto da linha até que fui no supermercado e.. tã-dã. Pena que é fim de mês, pq se não eu comprava a linha toda. Comprei o creme de tratamento. Quando abri, nem acreditei: ele é super-mega consistente e funciona mesmo. Custou 6 dinheirinhos. Mesmo mesmo. Que o meu cabelo volte a ser cacheado se eu estiver mentindo.

Resultado: Frizz já não fazem parte da minha vida. Meu picumã tá poderoso & brilhoso. Nota: de 0 a 10, dou 10 com estrelinha.

A foto dos produtchénhos eu tirei do site. Os que eu comprei estão indicados com uma seta rosa.

Guarda-roupa da Creuza: Isabela Capeto para C&A





Sim, Isabela Capeto assinou uma coleção infantil que já está à venda na C&A, como talvez algumas leitoras saibam. Será que ficou alguma coisa pra nós, Creuzas que passamos da idade mas ainda não temos filhos???


A ecobag das fotos também é criação da estilista, e custou só R$9,90. Ela é grandoooooona, perfeita pra levar ao supermercado ou à feira (sim, eu faço todas essas coisas), pra carregar livros ou simplesmente pra andar bonitinha e gastando pouco.


Havia outros modelos, mas foi esse o que eu achei mais legal. Quanto a outras interessâncias, tinha short jeans da etiqueta Yessica por R$39,90 (mais barato do que aquele que comprei na Marisa portanto, e de corte reto) desde o 38 até o 44 - numeração que estava disponível na loja do Shopping Bourbon.




sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Leitura da semana especialzão!


Eu sei que eu tô suuuper atrasada com essa seção do blog mas, acreditem: ela não morreu (que nem o Jamanta!!!!!). Eu é que ando cheia de coisa pra fazer , sem tempo pra garimpar coisa legal na net, e com menos tempo ainda pra divulgar o que já garimpei (acreditem, existe muuuuita coisa boa fora do "mainstream" na internet).


Mas o blog da imagem acima caiu no meu colo pra eu divulgar, até ajudei um pouquinho no nascimento dele - passei a pinça pro dotôrrr na sala de cirurgia, ou algo assim. É o blog da banda de música escocesa Saint Andrew Society Pipes and Drums, editado pelo Fred e seus co-membros de banda.


"AAAAAAHHHH, ela tá fazendo jabá do blog do respectivo!!!!". Hehe, só tô! Falando sério, antes de conhecê-lo eu sequer sabia que existia uma banda de música escocesa aqui no Brasil, e se tivesse sabido antes já teria ido ver. A banda é composta pela percussão escocesa e pelas indefectíveis gaitas de fole e no blog, ainda recém nascido, vai ter tudo isso: curiosidades sobre os instrumentos, dia-a-dia da banda, agenda, e essas coisas todas.

E se você não sabe inglês, não se desespere: todos os textos terão versão em português. É só descer a barra de rolagem com fé!!!


O blog da SASPD vale a visita, nem que seja pra achar sexies os meninos de kilt (sempre lembrando que o loirinho com cara de malvado tem dona :PPPP).




Guarda-roupa da Creuza: procura-se um biquinão!

Foto tirada daqui



Neste verão, irei à praia de biquinão (pra rimar). Sim, eu quero um biquini em que a parte de baixo seja maiorzinha, como essa da foto (sim, o modelo é de 2007, mas é exatamente o que eu quero). Já consegui adquirir uma parte de baixo no esquema "monte seu biquini" das Lojas Marisa, por mais ou menos R$20 e estampa de cobra - combina com uma parte de cima preta que eu já tenho.


Por que o biquinão? Mesmo que eu não estivesse com algumas bordinhas de catupiry a mais, apostaria nele porque eu tenho muito peito. É uma adaptação daquela regrinha básica de vestuário, onde se você usa decote não usa minissaia junto, e vice-versa. Minha parte de cima já é meio chamativa, e se usar uma parte de baixo muito pequena, ando com medo de ficar vulgar (talvez seja coisa de velhice, quando eu era jovenzinha nem ligava pra essas coisas... mas enfim). E tem cada modelo bonito... leitora já deu dica da loja Mulata Brasil, dizendo que lá tem biquinis pra peitudas (vou espiar no final de semana). E quem sabe encontro um biquinão também.


Sim, neste verão andarei discreta. Minha vontade mesmo era um maiô. Cada maiô lindo chiquérrimo de frente-única que andei vendo... mas ainda tenho um pouco de ica da barriga branca no final das contas. Vamos, então, de biquinão.


E vocês, o que irão usar???



Quer trabalhar com make?

Olha que babado forte, tô quase me jogando .... (se não fosse a coisa da boa aparencia, ahahah)


Empresa: Empresa americana de cosméticos profissionais
Vaga:  Beauty Advisor (Promotor (a) de vendas e maquiador da marca dentro do ponto de venda)
Funções: Promoção dos produtos para as clientes dos salões, por meio de maquiagens para experimentação e divulgação dos benefícios.
Perfil desejado: Profissionais que tenham conhecimento na área de beleza e maquiagem, de boa aparência, com habilidades para venda e organização.
Horário de trabalho: Segunda à Sábado, 8 horas diárias.
Remuneração: Salário fixo + comissão sobre as vendas.
Contato: alessandra.manfrin [arrouba] bodyography.com.br
Mais informações sobre a marca, acesse o site www.bodyography.com.br




O que rola: os(as) promotores(as) ficarão nos salões de beleza,  na cidade de São Paulo (a princípio , enquanto não há expansão para outros estados) abordando as clientes para os produtos e  ajudando com dúvidas sobre os benefícios e sobre a aplicação.




quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Resenha da Leitora: Elsève, Pantene e Fructis

Meu nome é Renata Calmon, tenho 21 anos e moro em São Paulo. Segue a minha resenha, espero que gostem!!
Meu caso é um pouco diferente dos normais (ou não?? :P)...
Eu nasci com o cabelo liso, com fios finos, porém meu cabelo é bem cheio. Sempre tive a maior vontade do mundo de ter cabelos ondulados (não cacheado, mas onduladãããão) e por isso já usei e abusei de todos os produtinhos para cachear os cabelos, só que nunca ficava muito bom.
De uns três meses pra cá resolvi aceitar as minhas madeixas naturais e investir nelas, do jeito que elas são!!! Sempre, claro, com produtinhos bem baratos, afinal passo a minha vida a economizar... hehehe
O primeiro produtinho que utilizei foi o Elsève Liss-Intense (eu torço o nariz pra Elsève don't know why, mesmo gostando horrores do Elsève Reparação 5) e fiquei impressionada com o resultado: meu cabelo ficou lindo, liso, fininho, limpinho, com muito movimento, brilho e o melhor: o formato ficou ótimo (eu tenho probleminhas com o formato que fica a minha franja, ou muito lambida, ou muito 'alta'). Pra mim foi nota 10.
O segundo produto que usei foi o Pantene Liso Extremo. Sempre achei a Pantene uma marca bem digna e o preço bem amigo. Logo na primeira lavagem levei um choque: meu cabelo ficou ok, mas bem mais pesado do que com o Elsèse, não ficou tão liso, o formato não ficou nada de outro mundo... enfim, achei que não cumpriu muito o que prometeu (pelo menos comigo...). Acabei usando litros do shampoo a cada lavagem para que ele acabasse bem rápido e eu pudesse testar outro.
O terceiro produtinho experimentado foi o Garnier Fructis Liso Absoluto. O Fructis sempre é minha escolha quando não estou muito a fim de garimpar produtos, porque sempre me dei muito bem com ele, mas para mim esse shampoo não cumpriu também o esperado. Achei o resultado dele semelhante ao do Pantene. Meu cabelo só ficou mais cheirosinho do que com o Pantene, mas de resto, achei o resultado a mesmíssima coisa.
Resultado: Elsève Liso Extremo disparadíssimo na minha opinião."

Duas convocações

Meninas Baladeiras: a Elane da Revista Uma Girl está procurando meninas jovens (13 a 17 anos) para uma pauta sobre meninas que os pais deixam e que não deixam ir para baladas.

Ela já entrevistou meninas que podem ir e precisa de meninas que os pais NÃO deixam freqüentar baladas.

Seu pai é mala, chato, encrenqueiro? (Oi Carolzinha da tia!) escreva para elanemscho [arroba] gmail.com

Creuzas de Fortaleza: as meninas do Ispilicuty estão organizando uma Sacolada em Fortaleza no dia 05/12/2009. Eu sei que tem bastante Creuza em Fortaleza por aqui (oi Kelly) então, já que a ultima Sacolada por essas bandas foi em março (vergonha!) bora agitar os eventos sacolistícos nesse fim de ano!
Os detalhes estão nesse post http://ispilicuty.blogspot.com/2009/11/5-makemaniacas-fortal-sacolada.html

Informações Gerais:
DATA – 05/12/2009
HORA – 9hs, com saída às 9h15m
Local – Centro da Cidade
Ponto de Encontro: Praça do Ferreira, em frente ao São Luís (Cinema grande e antigo, hoje transformado em Centro Cultural)Roteiro: Helga, Cosbel, Mercadão dos Cosméticos e Central dos Cosméticos.
Havendo tempo e disposição podemos incluir outras lojas.
Encerramento – Almoço + Amigo Secreto
Email oficial - makemaniacas@hotmail.com
 
O que? você não sabe o que é Sacolada? let's colar a definição, por elas mesmo


Mas o que é uma sacolada?
Termo popularizado no mundinho bloguístico de beleza pelas meninas que escrevem o blog Vende na Farmácia (http://www.vendenafarmacia.com), sacolada é “o bate-perna de moças finas que sabem onde gastar dinheiro”. A proposta é desbravar as lojas do bairro atrás de achados que tenham ótimo custo benefício, promovendo uma compra coletiva cheia de dicas socializadas. Concluímos que uma sacolada digna deve ser feita no Centro da cidade, local RECHEADO de lojinhas maravilhosas.

Se alguém pagar, eu vou, ABS.

Só pra quem tem cachorro.

Pesquisinha rápida pra ajudar um dos meus irmãos gatinhos (eu tenho dois, azar de quem não tem nenhum) a comprar a coxinha de cada dia. É rapidíssima e só pra quem tem cachorro:

http://ow.ly/DMC4


A família Simpson agradece.

Alguém já conhece a B side?


Fui surpreendida por uma nova marca de maquiagem quando estava andando despretensiosamente no Shopping Higienópolis. Claro que fui fuçar, e só não fucei mais por estar na companhia de um homem impaciente. O nome da marca é B Side, cujo estande fica na frente da Cecilia Dale (sorry, não sou tão eficiente a ponto de conseguir decorar nomes de pisos de shopping).


As embalagens são muuuuito bonitinhas mesmo, e os duos de sombra super simpáticos. O moço que me atendeu garantiu que a durabilidade é boa, que as atendentes que trabalham ali com ele se maquiam no início do dia e retocam super pouco até o expediente terminar. Não consegui levar nada pra testar porque fui pro shopping sem bolsa (mulher precavida), mas me chamaram a atenção os batons líquidos que prometem alta durabilidade, e cuja embalagem é um tubo com uma esponja na ponta - parecidos com os batons líquidos da ELF, que eu amo.


Chegando em casa googlei, né? E apenas achei referência à marca aqui (inclusive foi de onde eu tirei a imagem que ilustra o post). O jeito vai ser comprar e testar... :) A não ser que alguém já conheça e queira opinar nos comentários!



terça-feira, 17 de novembro de 2009

No ar: Se meu guarda-sol falasse...






Fomos convidadas a participar do projeto "Se meu guarda-sol falasse..." by L’oréal e Vichy (lembra do Innéov Solar? olha ele lá!), um blog para falar sobre o verão e muitas outras cositas mais, junto com outras 4 blogueiras. Logo mais tem post da Joo por lá, aguardem .....

Aproveite e siga também no Twitter: twitter.com/InneovBrasil

Resenha da Leitora Karina: Esmaltes Impala gloss e Hits Speciallitá

Conheci o blog ontem e amei! Pelo que pude perceber, as unhas da Joo são como as minhas: parecem de papel, de tão frágeis e finas. Lascam com a maior facilidade. Até já me conformei com o fato de que não posso usar as unhas compridas, mas mantê-las SEMPRE pintadas ajuda um pouco a fortalecê-las temporariamente. Além disso, minhas unhas feitas costumam estragar com a maior facilidade, mesmo quando vou ao salão. Assim, tenho que ficar consertando as pontinhas ou tirar tudo e refazer. Resultado: não tenho paciência e acabo ficando sem esmalte nenhum por meses.

Há alguns dias, para ver se me animava a cuidar um pouco melhor das coitadinhas e comprei 2 esmaltes que eu nunca tinha usado antes.

O primeiro que eu testei foi o Impala gloss (que tem o release no site) e paguei 2,50 por ele (7,5 ml). Eu comprei em duas cores, mas só usei o Cláudia 040. O esmalte é lindo demais, brilha um monte e a cobertura é ótima. Dá para passar uma demão só, mas eu prefiro com duas.. Fica divino! Contudo, com relação à durabilidade, eu não achei nada demais. No outro dia já tava começando a dar uma descascada básica - tá certo que eu sou uma Creuza sem empregada, com tarefas domésticas a cumprir, mas mesmo assim. Explica mas não justifica, né.
Vale porque é bonito, mas a qualidade é praticamente a mesma dos Impalas normais e Risqués da vida.
A surpresa veio com o segundo teste. Comprei dois esmaltes da marca Hits Speciallitá por 2,50 cada, um de 6 ml e outro de 8 ml na promoção, que eu nunca tinha visto (se bem que fazia uns 2 anos que eu não comprava esmalte novo, so...). Ah, e no site da marca os preços estão entre 1,60 e 2,00, então acho que se encontra por menos por aí.. Então vamos lá... Para começar, até o vidrinho é lindinho, nada parecido com os da linha normal da Specillitá - não é só porque o produto é para Creuzas que a embalagem precisa ser brega ou sem graça, né! Afinal, somos creuzas, mas temos bom gosto - e uma embalagem bonita faz a diferença. Confesso que se eu tivesse visto o mesmo esmalte na embalagem comum, eu provavelmente iria pensar mais antes de comprar.
Bom... continuando... as cores são LINDAS, eu fiquei muito em dúvida sobre quais comprar e acabei escolhendo um rosão (cor 324) e um roxão (cor 379). Resolvi experimentar o rosa. Com uma demão já fica lindo, um rosa bem forte, mas com duas eu achei que ficou melhor ainda, quase um vermelho escuro. Mas o que mais me surpreendeu é que ele durou um monte, tem uma ótima fixação. Não sei dizer que outro esmalte de farmácia fez isso por mim... Então eu suuuuper recomendo!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Guarda-roupa da Creuza: sacoladinha na Marisa.


Naquele dia em que comprei os batons fofos no centro de SP, fiz uma visitinha básica à Marisa da Rua São Bento, onde havia algumas opções interessantes. Como o short jeans acima, de R$50. É, a foto tá uma caca, mas dá pra ver que ele tem quatro botões de cada lado (três nos quadris e um na barra) e é bufantezinho, e isso é o que importa. Dá pra usar com camiseta e tênis ou rasteira e até fazer uma produção com uma blusinha mais legal e um saltinho alto, quem sabe um pump ou meia-pata. Eu vou ficar no básico, sapatilha + camisetinha + casaquinho, mas é a Creuza quem manda!



A camisetinha solta de animal print, com uns "estragadinhos" perto da gola, mangas e bainha também comprei lá. A malha é bem fininha, bem leve mesmo. Se não me engano paguei R$23 e usei com bermuda jeans e All-Star nesse evento aqui, e fui retratada enquanto tomava suco de laranja e falava pelos cotovelos com a Loo ao mesmo tempo. (foto: Manuel Nogueira).



A regatinha acima achei super fofa, foi uns R$36 (é, eu perdi a nota fiscal antes de fazer o post, e agora me lembrei que a queridíssima caixa da Marisa não me ofereceu Nota Fiscal Paulista, blá). Ela é de malha canelada (por isso eu tenho medo que estrague logo, malha canelada fica velha rápido) com a frente toda bordada em paetês - o bordado tem qualidade razoável, os paetês nem parecem que vão cair. Assim que tiver coragem, me inspirarei em Betty e usarei durante o dia, que não sou linda como ela mas me candidato, sim, a experimentar looks bacanas!

Vale dar uma bisolhada na moda praia da Marisa, tem maiôs fofos e biquinis onde a parte de cima e a parte de baixo são vendidas separadamente - o que pra mim é lindo. Adquiri uma parte de baixo em estampa de cobra (aguardem post sobre o "biquinão", que estarei usando no verão) mas senti falta de tamanhos que comportassem meus, ummmmmm, seios fartos. O que é normal, já me acostumei. Aliás, quem souber de costureira que faça parte de cima de biquini por favor me avise, que irei me jogar!

Só um adendo: visitas às lojas Marisa podem ser muito bacanas, como a minha foi, mas andam requerendo um pouco de sangue-frio. Se por cada vez que a creuza fosse abordada por um "colaborador" oferecendo o cartão da loja (mesmo que a creuza já possua o dito cujo), ganhasse R$1, ficaria milionária em poucos minutos. Mas a paciência, people, é uma virtude.




Sábado especial na Sparkkli com Beauty Box













Estivemos sábado passado (14/11) na Sparkkli Home Spa, na Vila Nova Conceição, que é uma loja linda e cheia de cheirinhos gostosos (cheguei cedo e aproveitei pra colocar o nariz em simplesmente todas as embalagens). O objetivo era uma aula de automaquiagem com o Lu Ramos, promovida pela Beauty Box da Simone Barcelos e Giu Viscardi. Entre as convidadas (todas muito compenetradas, como se pode ver pelas fotinhas!) estavam Lia, Mel, e outras moças que não se apresentaram mas estavam tão compenetradas quanto a gente!

Tá, se você leu o primeiro parágrafo e achou que esse vai ser tipo um post coluna social, não pare de ler! A gente foi lá pra aprender e quer que todo mundo aprenda também, então juramos que vamos contar as diquinhas do Lu Ramos. Que aliás, é um amor de pessoa, e maquiador responsável pela Bodyography aqui no Brasil. Pra completar, ainda tem tiradas super engraçadas, a Loo fez questão de anotar quase todas. Eu aqui banquei a nerd e, de netbook no colo, digitei tudinho até a bateria acabar.

A aulinha foi diferente daquela que a gente teve com a Simone, onde ficamos hooooras na bancadona dela, nos maquiando e tirando dúvidas. Foi uma coisa mais rápida, onde o Lu maquiou uma modelo usando os produtos da Bodyography e nos deu o passo-a-passo de algo que a Simone chamou de "maquiagem de linda" - pra gente ficar bonita e discreta fácil e rapidamente.

E, xô falar? O que eu mais gostei no Lu Ramos foi a ênfase no "menos é mais". Não só dizendo pra gente não exagerar na composição de um look, mas também provando que não são necessários 65468412 produtos e pincéis pra sair de casa bonitona (pra quem duvidou de mim aqui, o Lu usou APENAS três pincéis pra fazer a produção: um de pó/blush, um de base e um de sombra, yay!). E ele, apesar de maquiar mil atrizes e mulheres lindas, frisou que maquiagem é algo super pessoal e, maquiavelicamente**, disse que o importante é que o resultado tenha ficado bom... como você chegou nele, é algo secundário!

O look que ele nos ensinou foi chamado de "make da vida real", o que eu amey. Afinal, quem tem tempo pra elaborar muito no dia-a-dia, né? Além do mais, ali éramos todas mulheres reais, não tinha nenhuma modelona (exceto, é claro, pela modelona!), o que aumentou a importância de a gente se concentrar em algo que dê pra usar na vida como ela é. Além disso, maquiagem, de acordo com o Lu, também é terapia: ao mesmo tempo que a moça se diverte, está se cuidando, fazendo um bem pra si.

Ele começou falando que o primeiro passo é sempre preparar a pele, como a moça esperta e leitora do Vnf? já sabe. Os produtos - sabonete, tônico, hidratante - devem ser específicos para a pele de cada uma, por isso nem adianta ele indicar. E ele acha o primer importantíssimo, porque ele cria um filme protetor sobre a pele, equilibrando a gordura natural com o ambiente externo (usou como exemplo os refletores nas filmagens, uy!) Homens, segundo Lu, também devem usar primer, que é o que basta pra uma pele de aparência bonita e discreta. E deu a dica: não adianta ficar empurrando o primer pro namorado pra fazê-lo usar... tem que criar um mistério, falar "olha aqui esse produto", depois tirar dele e não falar mais no assunto, pra atrair o interesse... segundo Lu, a tática funciona!

Tá, e como aplicar o primer? Com os dedos, de dentro pra fora do rosto. Não precisa passar no pescoço. Achei o primer da Bodyography fantástico, usei no nariz depois que o Lu recomendou, porque eu estava com brilhinho naquela área. A pele ficou super aveludada e o produto tem cheiro bom sem ser forte ou enjoativo. Marquei touca de não perguntar onde vende, mas no site tem, só não tem os preços por enquanto.

Para o Lu, a pele deve ser feita de um modo mais do que natural: transparente. Ele usa a base primeiro, e diz que, se bastar para corrigir a maioria das imperfeições, apenas será necessário pouco ou nenhum corretivo. Quanto menos produtos se usar na pele, com menos aparência de "máscara" ela ficará. Ele e a Simone aproveitaram esse gancho pra dizer que torcem o nariz pra pancake, e que os alunos dela no SENAC sempre perguntam se pode usar... "É difícil tirar esse vício", ela comentou. O Lu aplica a base com pincel próprio, mas segundo ele, cada um aplica como achar melhor. Dá leves batidinhas com o pincel de base na pele, limpando sempre o excesso num papel, e começando na "olheira". Quando a maioria das imperfeições estiver corrigida, disse ele, é hora de parar. E nada de ficar horas se olhando no espelho depois - segundo ele, dá neurose, a gente acaba passando mais e mais produtos até ficar com a cara da Babá Quase Perfeita!!!

Ah! O Lu passou base nos lábios da modelo, pra neutralizar a cor deles - usou como exemplo a tela branca que o pintor tem quando começa seu trabalho. Assim ele consegue controlar melhor as cores que vai aplicar, sem que o pigmento natural dos lábios tenha influência. E ele ensina: não carregar os lábios de base pois, sendo mucosas, podem ficar ressecados. E corretivo, diz ele, é um produto pesado demais pra ser aplicado nos lábios - prefira a base, aplicada com o pincel "sujinho". Vai ajudar a cor do batom a aparecer melhor. Se quiserem, podem passar um pouquinho-inho-inho de base sobre as sobrancelhas também.

Acabou de passar a base no rosto e ela parece muito pesada? É só passar um pouco os dedos, "fazendo carinho", como ele disse. "Mas as minhas mãos suam" disse a Mel. Como fazer, então? Ele aconselha secá-las em papel ou usar álcool gel antes do "carinho". E disse que sempre-sempre-sempre maquia com bastante antecedência, porque a maquiagem "envelhecida", já assentada no rosto, fica mais natural e, por isso, mais bacana. Essa lição parece direcionada pra mim, que sempre faço tudo em cima da hora...

Blush, pra ele, é o ponto de partida na cor a ser aplicada no rosto: é o que ele usa primeiro. Deve ser aplicado com pincel próprio, "sujinho" de produto, naquele "gordinho" que fica nas maçãs do rosto quando sorrimos, em movimentos suaves, esfumando para cima. Lu disse que essa aplicação é adequada a qualquer tipo de rosto. E ele adora blush, viu? Acha que pele bem feita + blush + rímel + gloss = make de bem-estar!

E Lu Ramos também adora rímel. Disse que pode passar várias camadas, encaixando o aplicador na raiz dos cílios e fazendo movimentos vagarosos para cima, se possível olhando para baixo. Uma boa máscara para cílios, segundo ele, não é muito melequenta, e sim mais sequinha e homogênea (e ele sujou a mão toda de rímel pra nos provar isso!). Atenção às bactérias, porque elas podem mudar a textura do produto. Ele também indica entortar o aplicador para facilitar o uso, e ensinou a encostar um dedo na pálpebra e apoiar os cílios nesse dedo durante a aplicação, o que ajuda a não borrar e quebra o galho se você não tiver curvex. Depois, você ainda pode "sujar" os cílios inferiores com o produto.

Nos olhos, o Lu começou com sombra marrom no canto externo, fazendo um V bagunçado (aquele V muito certinho oitentista é over!), usando o pincel após remover o excesso de produto dele. É só "sujar" o cantinho do olho, em cima e embaixo, "espanando" um pouco com a ajuda do pincel. Se borrar, é só usar o pincel de base, que já está sujo, para ajeitar - truque que também vale pra quando a gente carrega demais no blush. No resto da pálpebra, sombra iluminadora (que pode até ser coloridinha), aplicada com o pincel em leves batidas, cujo excesso deve ser tirado do canto interno dos olhos usando o dedo mindinho. Na linha d'água inferior, lápis preto bem carregado, saindo bem pouquinho para a raiz dos cílios, podendo ou não ser esfumado. Segundo o Lu, é um make simples e que dá certo pra qualquer tipo de olho.

Finalizando: SE precisar, a moça pode "sujar" (ele adora "sujar", eheheh) o pincel de base no corretivo e passar nas olheiras, pra corrigir e iluminar ao mesmo tempo - me lembrei do fofíssimo Touché Eclat, corretivo iluminador da YSL, e de seu priminho creuzo, a caneta corretiva Avon Renew. Mas cuidado, alertou Lu, pra não ficar com olho de panda, que aparece especialmente nas fotos... você carrega no corretivo sob os olhos, tira as fotos e MELDELS, lá está você com não uma, mas DUAS manchas brancas no meio da cara, como anda aparecendo na novela a Taís Araújo, lembrou alguém. O pincel de blush ainda com um pouco de produto pode ser passado pelo rosto todo e no pescoço, só pra dar uma corzinha muuuuito de leve. E o gloss pode ser aplicado no centro dos lábios, pra dar impressão de volume.

Pro Lu Ramos, um look tem que ter a harmonia entre make, cabelo e roupa. Nesse contexto, ele aconselha (o que é a dúvida de muitas meninas) a não usar no make a cor da roupa - o legal, segundo Lu, é o contraponto.

E sim, eu e a Loo aparecemos comendo nas fotos: tinha bicho de pé, brigadeiro e beijinho com enfeite de massa americana em forma de batom, pó compacto e lápis de olho (fofura é pouco). Tinha aguinha, suquinho, champagne. Tinha lembrancinha. Foi legal pacas!




*Todas as fotos que ilustram o post são do Manuel Nogueira.
** Pessoa maquiavélica não é necessariamente má. É aquela que acredita que o resultado justifica os meios usados para obtê-lo!



sábado, 14 de novembro de 2009

Resenha da Leitora Ivone: Creme Fix Contém 1g

Olá Meninas, sempre acompanho o blog e aprendo muito, e também dou muitas risadas e até esqueço de comentar.

Hoje quero participar dando a minha opinião sobre o Creme Fix (Fixador de sombras) da Contém 1g, a loja não é conhecida pelo bom atendimento, mas sempre que vou a loja, sou bem atendida e a vendedora não vem me oferecendo tudo do mais caro e sempre ganho amostras que ajudam muito. (estou qse vivendo só de amostras!)

Eu tinha lido em outros blogs, que é importante a utilização do creme fixador antes da sombra, mas não dei atenção, até que no meu atual vício de compras de maquiagens e afins comprei para começar a coleção um kit creuza de sombras que vende na farmácia que na embalagem tudo leeendo, mas a aplicação, três piscadas o produto não está lá, some!

Então fui a loja e comprei o tal creme saiu por R$ 11,00, é pequeno, mas uma passadinha de leve com o dedo do produto já basta para destacar o brilho e a cor da sombra. Vale o investimento, assim a colega leitora, que assim, como eu adora um estojinho de sombra de farmácia não ficara frustada! Ficará Mara!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Off topic - Um mea culpa esfarrapado

Ando sumidissima por aqui, eu sei. Além da preguiça absurda em transformar em posts os 345 assuntos pendentes, o Farmville me consumindo - ehhhee (já larguei mão, btw), e de repente e não mais que de repente, virei avó


ou mini-fazendeira de verdade, já que a embalagem acima é uma floreira




o poser atende por Juliano, já que nasceu no mesmo dia que Joo

Pra quem não entendeu nada, eu explico: eu tenho calopsitas (já contei aqui). Primeiro um, depois outro para fazer companhia pro um, aí uma companheira pro um que tava impossivel, apenas 3 por bastante tempo. Dó do outro, uma companheira para ele também. Ok, 2 casais, sob controle. Quando essa companheira do dois, aprovada no exame de clamidia, resolve mostrar a que veio: é uma dessas adolescentes de 13 anos que engravida para fugir de casa. Botou 8 ovos (5 possiveis de vingarem) e o resultado são essas 4 criaturinhas, que nasceram no começo do mês - sim, hoje é sexta feira 13 e esses bichinhos crescem mais que massa com fermento.
Em uma semana, a população de calopsitas em casa simplesmente dobrou. Não ficarei com todos - não deveria ficar com nenhum, mas esse loirinho me encanta - já que o outro casal resolveu mostrar hoje que não está para brincadeira




É isso. Trocar água 3 vezes por dia, cozinhar uma duzia de ovos por semana, dar parabéns aos pais todo dia pelo excelente trabalho e paparicar os filhotinhos cansa.

Pincéis: quais são absolutamente necessários?

Já vi leitora desesperada perguntar se realmente "precisa" de todos esses pincéis que vê aqui e nos outros blogs sobre beleza e cosmética, porque a grana tá curta e não dá pra gastar tanto com isso. Daí eu resolvi fazer esse post, que vejam só, é baseado unicamente na MINHA experiência - considerem, também, que eu não sou maquiadora nem nada, sou uma creuza igual a qualquer outra e tenho muuuuito que aprender.

Dentre as marcas nacionais disponíveis, eu gosto muito da ProArt e da Ariana. A Klass Vough também é bacaninha, e alguns pincéis da Contém 1g são muito bons também. Ainda não vi o kit do Duda Molinos, mas sinceramente? R$180,00 num kit de pincéis não rola não - uma vez eu comentei que achava o kit da Sigma carinho e por isso não compraria, então acho que deve haver uma certa coerência aqui, non? Enfim, se realmente começarem a vender os pincéis DM avulsos, talvez seja uma boa opção comprar só os que são realmente necessários...

E quais os necessários? Bom, PARA MIM, um bom kit de pincéis é composto de:

01 pincel de pó - tem que ser bem amplo e macio, para espalhar bem o pó. Todo mundo gonga o da Prada, mas eu gosto, não é tão macio mas o resultado final fica tão bom quanto quando eu uso o meu da MAC, e custou uns R$7.

01 pincel de blush - tenho um da ProArt, de cerdas naturais, que foi uns R$17. Ele é suuuper macio e promove uma aplicação bem natural. Se você quiser, pode comprar um daqueles chanfrados, mas tem que ser macio.

01 pincel de base - tem maquiador que gosta de aplicar base com os dedos (se não me engano o DM fala no livro dele que prefere essa técnica), tem maquiador que usa esponjinha... eu me dei melhor com o pincel, acho que é o melhor modo de evitar que a base fique "marcada" no rosto, seja pelo excesso em algum cantinho, seja pelas impressões digitais. PRA MIM é o que dá mais certo. O pincel de base da Contém 1g é ótimo, mas infelizmente o meu é bem antigo e não me lembro quanto custou.

01 pincel pra aplicar sombra - é bom testar o que é melhor pra você, pois há para todos os gostos, mais gordinhos e mais fininhos (o meu favorito é um da Benefit porque além de ele aplicar uma boa quantidade de cor, ainda tem uma pontinha que substitui o pincel chanfrado na hora de delinear). O importante mesmo é que ele consiga carregar bastante sombra até a pálpebra e não pinicar na aplicação, porque é uma área sensível. Klass Vough tem modelos bacanas e acessíveis.

01 pincel pra esfumar - por incrível que pareça, acho o jeito mais fácil pra fazer esfumado, PRA MIM, é com o pincel. Ele é mais preciso do que o dedo, embora o Kaká Moraes tenha dito na última revista Corpo a Corpo que o dedo é eficiente, e Vic Ceridono que é muito sabida tenha nos provado com esse ótimo vídeo. Mas aí que tá, o olho da Vic é pra ser borradão mesmo, é muito legal, mas às vezes a creuza quer uma coisa mais sóbria, daí o pincel é mais preciso - eu diria que é uma zona de conforto.

Em suma, eu até tenho bem mais pincéis do que esses acima, mas não acho que uma pessoa com orçamento limitado pra esse tipo de coisa precise gastar os tubos (sim, eu considero R$180 "os tubos") pra estar linda. Daí vêm as perguntas... se eu não uso pincel de iluminador, de corretivo, de lábios, kabuki, pincel pra pentear sobrancelha, duo fiber, chanfrado, etc etc etc... Gente, eu uso, mas eu tenho uma coleçãozinha, ninguém é obrigada a ter, de repente a creuza quer gastar o suado dinheirinho com outras coisas e se sente meio pressionada a ter o pincel X, Y, Z...

Pincel pra pentear sobrancelha, por exemplo, acho quase uma inutilidade. Um aplicador de rímel antigo, bem higienizado, faz a mesma função e sai de graça. Pincel de iluminador também é supérfluo, dependendo do caso dá pra usar o de blush, o de sombra, ou mesmo os dedos pra aplicar. Quanto a pincel de corretivo, há controvérsias: a Simone Barcelos, que é maquiadora (e portanto entende muito melhor do assunto do que eu!) me aconselhou a sempre usar pincel pra passar corretivo - mas na prática, ou seja, na hora do "vamos ver", eu sempre acho que o resultado fica melhor quando dou leves batidinhas com os dedos, então vai de gosto mesmo. Pincel de lábios é mais bacana pra quem usa batom escuro, se você é adepta do brilhinho apenas, não necessita. Duo fiber? Acho supérfluo, embora seja legal pra caramba, hehe. E adoro os kabukis também, nada como aplicar bronzer com um kabuki maciozão, mas seu pincel de pó, se for bem amplo, consegue dar conta do pó queimador direitinho sem precisar de outro item só para isso. Pincel chanfrado você vai usar se gosta de delinear as linhas dos cílios com delineador em gel ou com a própria sombra, mas esse não é o caso de todo mundo.

De acordo com o MEU gosto, os pincéis indispensáveis são esses de que falei. Claro que se você é uma beauty addicted, fatalmente acabará se jogando em outros modelos e sendo feliz. O importante é saber que há opções baratas - dêem uma voltinha pela Liberdade e confiram!


quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Batons creuzos no centro!

Esqueçam essa... o nariz do bicho roubou a cena...


Saudade louca de quando eu trabalhava no centro de SP, onde realmente dá pra ser feliz gastando pouco. A prova são os quatro batons que eu trouxe da Perfumaria Princesa de São Bento, (que fica, dã, na Rua São Bento, não sei o número mas é mais pros lados do Largo S. Francisco) dos quais fiz tentei fazer os swatches pra colocar aqui no blog. Vamos a eles:



Meus lábios não são os mais Scarlett Johansson do mundo, e eu até evito colocá-los (assim como outras partes do meu corpo, hehe) aqui no blog. Mas o batom da foto acima, cor 11 da Felicittá Looks, é tão-tão-tão bonito que não resisti. Custou a pechincha de R$2,65, tem uma cor vermelha-meio-tomate-puxando-pro-alaranjado e é cremoso sem brilhos bizarros. A duração também é inacreditável, ainda mais considerando quanto custou. Eu ainda não tinha nada dessa marca, embora já tenhamos mencionado aqui no blog. Vou prestar mais atenção. Estou empolgada pra usar cores nesse verão e já tentando aprender coordenações que sejam usáveis sem parecer carnavalescas. Ah, Fred, que costuma ser mala para coisas coloridas, também gostou.


Marchetti cor 19, Marchetti cor 60 e Liviait cor margarida


Acima, os três outros batons que trouxe dessa mini-sacolada. Gente, me desculpem, mas a única cam que tenho disponível no momento é a do Mac, e o horário disponível pra tirar fotos e postar é esse do Comando da Madrugada mesmo, então pode ser que as cores não estejam tão fiéis ao real. Agarantchu que são todas lindas, porém: da esquerda para a direita na foto, Marchetti cor 19, Marchetti cor 60 e Liviait cor margarida.


Aqui eu inverti: da esquerda pra direita, margarida, 60 e 19

Quase não dá pra diferenciar o margarida da Liviait (R$2,95) do 39 da Marchetti (R$4,30) nesse swatch, sorry gente. Mas eles são diferentes sim! O 39 é bem pink mesmo, também cremoso sem brilhos bizarros - boca de boneca, sabem? Já o margarida é um rosinha matte, que puxa pro coral. A Camila por coincidência também comprou e fez um swatch dele bem mais bacana que o meu, vejam . Já o 60 da Marchetti (R$6,20) é bem parecido com o swatch do meu bracinho: rosa queimado, cremoso, pouco brilho. Detalhe que os dois batons da Marchetti têm essa diferença de preço porque um vem com a embalagem mais afrescalhada que o do outro (como se a gente estivesse ligando...).


Desconsiderem essa também... ativei a cam sem querer enquanto tentava segurar um cachorro e três batons ao mesmo tempo...

Mais uma vez tenho que falar da infinita criatividade de quem dá nomes a marcas de cosméticos... depois de pérolas como "Vult", "Luisance" e "Veridica It", sem falar no campeão dos nomes ridículos, Wet'n'Wild (alguém aí tem vontade de sair pra rua "molhada e selvagem", hein???), temos Liviait, que primeiramente li "Ziviait" já que o L impresso na embalagem tem uma perninha esquisita - tirei a dúvida na nota fiscal mesmo. Espero que isso seja um sobrenome, porque se um dia eu tiver uma marca de make, é só botar nela o meu nome estranho - Eliezer - que ninguém vai ligar.


Tô super feliz com as comprinhas, gastei pouquíssimo e economizarei em dólar - esse batom vermelho-alaranjado, por exemplo, eu estava pretendendo procurar em NY, já que não havia encontrado nada semelhante por aqui, ainda - tá, tinha o batom da coleção Artdeco inspirada no Romero Britto, que custava quase R$50, e aí não, né?


Xô falar mais duas ou três coisas? Bom, também trouxe da Perfumaria Princesa o esmalte "Pink 052" da marca "Mohda" (ver parágrafo acima!!!), alguém já ouviu falar? Ainda não usei, mas peguei pra experimentar, por R$1,40 - é rosa flúor e achei dygno andar na modinha por esse preço, hehe. Visitei também a Perfumaria São Bento (pra quem não lembra, já fizemos sacolada nessas duas perfumarias), que tem praticamente as mesmas coisas mas um atendimento mais amigo. Acabei não levando nada, mas vi os batons matte da Vult que pra mim não são matte coisa alguma, por R$5 e uns quebrados, e vi que tinha esmaltes Big Universo por R$1,60 cada (mas nada do matificante que eu queria experimentar). E minha sacoladinha acabou na Marisa, onde havia vários achadinhos que serão tema de outro post.


Quero voltar a trabalhar no centro pra ver essas coisas interessantes todos os dias, de novo. Me contratem.





Resenha da Leitora: Produtinhos de maquiagem

Olá, meu nome é Kamila e tenho 14 anos (novinha, né?? rsrsr depende do ponto de vista!) Bom, adoro o blog Vende na Farmácia, sou uma leitora assídua e AMO DE PAIXÃO maquiagem e afins. Com essas idéias das leitora fazerem resenhas sobre produtos, me empolguei e resolvi fazer a minha! (Vivas! estou arrumando tempo pra isso há décadas...) Tá bom néh?? Chega de blá blá blá e vamos ao que interessa!
1° - Pincel de Sombra da nova linha de maquiagem da AVON: Ele é bom e possui as cerdas naturais, PORÉM é horrível para aplicar a sombra, (tudo bem, eu não sou uma maquiadora profissa né gente?? mas, tem muito pincel de espojinha vagaba por aí que aplica melhor!!) Por isso, Resolvi usá-lo para esfumar, porque com essa função ele funciona bem melhor, dá um efeito bacana ao look e compensa os dinheirinhos $$ que paguei por ele.
2° - Batom Color Trend de Coração cor Romance: Ta aí um produtinho que JAMAIS iria comprar, se não fosse pela insistência da revendedora (odeio isso!! ela dizem que tudo é Ótchemoo, quem dera viu... mas, isso é o trabalho dela né?), depois de olhar a revista e ver que o preço não era matador resolvi comprar. Quando chegou eu pensei: "Puxa vida, cintilante?!?!? Eu ODEIO batom cintilante, CREMOSOS FOREVER!!:)" Porém, na hora que experimentei ele ficou lindo em mim! (lembrandoque gosto cada um tem o seu e talvez o que fica bem em mim, pode não ficar em outra pessoa!! ;P) A cor ficou super discreta e não me deixou com cara de Batom de vó pego escondido, adorei a cor e ele até que dura um tempinho bacaninha na boca. Agora até criei coragem para comprar outros batons cintilantes, quem sabe eu não acabo gostando deles, néh?? kkkkkkkk. Recomendo!!
3° - Sombra VULT duo Verde: Resumindo.. COMPREI, AMEI, USEI, ACABOU, COMPREI OUTRA E AINDA ESTOU AMANDO ELA!! kkkkkkk. Essa sombra é linda e tem uma pigmentação ótima, o verde escuro me encantou e ele dura móóito na pele, (levando em conta que eu não uso primer sempre que passo sombra), apesar de ser uma marca pouco conhecida, a Vult tem me
impressionado bastante! Super recomendo este duo, porque ele vai bem com qualquer tom de pele e mais, une produto bom e pouco custo (aliás, eu sou uma pechincheira e adoro encontrar maquiagem com precinho cabível rsrsrsrsrs!!)

4° - Blush Daylus cor 06 CORAL: Pra falar a verdade, se eu pudesse dar uma nota de 0 à 10 pra esse blush, eu daria 06!! (Como assim???) Ele é lindo e tem uma cor e pigmentação muuuito bons. Mas, a embalagem da Daylus é uma M.....! Desculpem mas, todo blush que compro da marca acaba quebrando quando levo na bolsa, porque aquela tampinha de plástico vagaba naum presta é péssima na hora de abrir!! (desabafei!! ufa :D) E outro motivo por essa nota que dei é a descrição da cor,porque ele é ROSA, SIM, ROSAAA!! Um rosa lindo cheio de brilhinhos e muito forte, tanto que na hora de aplicar, um pouquinho basta senão você acaba ficando com aquela cara de Maíra, exBBB KKKKK e na embalagem tá dizendo CORAL, (a não ser que eu seja daltônica, ou esteja ficando cega, coral é diferente de rosa naum???) Bom, por isso se forem comprar, experimentem antes,não comfiem na cor descrita na embalgem, viu??
5° - Delineador líquido preto da AVON: Quando chegou e eu fui testar, eu gostei da cor e da durabilidade mas, ODIEI o aplicador, é ruim meeeiiisssmo e não ajuda em nada aquelas pessoas que não sabem passar direito!! Por isso, se for comprar, tenha em mente que, é bom mas, precisa ter técnica e saber usar senão, apela para aqueles pincéis de pintar unha como uma nova ferramenta de maquiagem: pincel de delineador (tenho vários e vale muito a pena!!)
Bom.... Por enquanto é isso tá?? Mas, quando eu comprar uns produtos novos (alou??? money acabou, tô quebradaçaa!! kkkk) eu mando mais resenhas!!!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Resenha da Leitora Lika: Shampoo lavagem a seco KLORANE




Oi pessoal aqui do VnF?
Nem preciso dizer o quanto o blog de vocês mudou a minha vida né! Com diquinhas ótimas e super em conta para todas as creuzas feito eu! hsiuasahsiua
A minha dica é de um produto que não é tão creuzo assim... é o Shampoo pra lavagem a seco da Klorane! Custa uns 48 dinheirões na farmácia do Iguatemi Campinas.
Eu sofro muito com os meu cabelos de raízes mega olesas e pontas secas! A raíz me implora para que eu o lave todos os dias enquanto as pontas não gostam tanto dessa idéia! Além disso eu ainda tenho um cabelo volumoso e lavar todo dia só piora a situação do coitado!
Um dia descobri esse produto na farmácia e virou o meu companheiro fiel, não vivo sem! Já usei as duas versões que vi lá, o da tampinha verde que é de urtiga e o da tampinha branca que é de aveia... Prefiro o de aveia, achei mais suave, deixa o cabelo menos pesado! O da tampinha verde deixa o cabelo meio sem brilho!

Agora lavo o cabelo dia sim e dia não, nos dias que não lavo uso o Klorane logo pela manhã e o cabelo fica com aquele aspecto de recém lavado o dia inteirinho! E para meninas feito eu que sofrem com cabelos muito oleosos sabe o quanto isso é uma benção né! hehehehe...
Uso bem pouquinho. ele é um spray que se aplica na raiz a um pouco de distancia dos cabelos, aplico só na proximidade da raiz... Na hora fica tudo meio branco e parece que não vai dar certo, mas depois é só pentear e o cabelo fica lindo! Não tem cheiro forte, não resseca o cabelo, nem nada.
Um frasquinho desse dura de dois a três meses pra mim!
Fica a minha dica!

duas dicas de site

off e nerd: dealextreme.com
já falei dele no twitter, conheço há um ano e ainda assim não consigo me conformar com a quantidade de coisas e de como pode ser tão barato!
Já chegou direitinho e funcionando: laser super potente, baterias, leitor de cartão, pendrive, vai chegar tripé, flanelinha e case

comprei e foi merdão (perdão pelo meu frances): chaveiro lampada engraçadinho (nem achei o link)
saldo? recomendo fortão, aproveite o free shipping e faça um pedido pequeno por vez!

(não é um post pago, infelizmente! dealextreme, libera o programa de afiliados pra nós!!)


nacional e auto-jabá: entretenimento.r7.com/moda-e-beleza
opiniões sobre a Record a parte, a parte de beleza do R7 é muito bem feita! conteúdo de verdade e interessante, vale a visita

(não, eu não trabalho no R7 - George  contrata eu??)

O resto do R7 não vale a visita, eu bêbada teclando com o pé faço melhor



Quase um mês de Mavalinha...


Blé, fiquei ansiosa e resolvi falar logo do tal Mavalinha (apelido carinhoso para Mavala Scientifique Nail Hardener), que me foi recomendado por tantas leitoras quando reclamei das minhas unhas fracas, e que comprei mesmo como último recurso.

Xô explicar: minhas unhas são fracas desde que eu nasci. Ok, houve um tempo em que eu as roía, na adolescência, mas faz anos desde que parei, e as unhas não ficaram mais fortes por isso. Foram mistério, aliás, pra muitos dermatos, que me mandaram comer X e tomar vitamina Y pra ver se melhorava, e não melhorou. De fato, houve épocas em que eu tinha a alimentação super saudável mas não vi diferença nas unhas. Além disso, elas já eram fracas quando eu não tirava a cutícula, e sorry, não ficaram menos fracas após começar a tirar. O esmalte dá aquela protegida sim, tanto que cultivei o hábito de fazer as unhas na maioria das semanas - duas vezes por semana, até, quando o dito cujo descascava muito rápido.

Ou seja, minhas unhas são praticamente um enigma.

Olha só, eu não vou dizer que o Mavalinha fez minhas unhas ficarem duras que nem pedra. Estão mais duras com certeza, mas ainda são bem molengas perto das unhas das minhas amigas. Mas sim, elas deixaram de quebrar nos cantinhos, deixaram de descamar, e o esmalte tem durado muito mais - só pra vocês terem idéia, fiz as unhas no sábado de manhã para estar com elas prontas na minha festa de niver que foi sábado à noite, e até agora não saiu NENHUMA lasquinha. Três dias e NENHUMA lasquinha. O impossível acontece, Silvio!

Quanto à aparência das unhas, uma leitora havia me alertado que elas iriam mudar de cor. Por enquanto não mudaram, continuam iguais. O que vai rolar depois - se as unhas vão ficar mais duras, ou amareladas, ou sei lá (medo do "sei lá") - só o tempo irá dizer. Tenho aplicado duas vezes por semana, após cobrir os cantinhos com Homeopast (excelente amolecedor e hidratante para cutículas, como descobri) pra que o produto não entre em contato com a pele. Deixo absorver um pouco e aplico o esmalte por cima. Confesso que ainda não tive coragem de deixar a unha sem esmalte pra ver o que acontece. Afinal, são anos e anos condicionada a acreditar que, sem esmalte, minha unha vai quebrar na primeira olhada torta que alguém der!

Mavalinha custou R$45 na Nissey (a imagem que ilustra o post é um printscreen do site deles), e o frete foi grátis. Tá, não é exatamente barato, mas paguei feliz, porque Colorama e Risqué de R$8 não deram jeito no problema por mais reza brava que eu fizesse, e pelo andar da carruagem Mavalinha vai durar mais de ano - antes que alguma chata venha reclamar que estamos falando de produtos caros, dividi R$45 por 365 dias e, arredondando, dá R$0,12 por dia. Leitora perguntou se no Morangão não sairia mais barato... eu acredito que sim, mas lá não tinha (e, acabei de olhar, continua não tendo). Quem sabe se a gente cruzar os dedinhos?

Veredito: aprovei Mavalinha, porque graças a ele finalmente tenho unhas!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Convite! O Segredo para Emagrecer na Saint Martin



O que você vai fazer na quarta, dia 25, as 20h? Vai rolar na Saint Martin, aquela clinica que fomos conhecer e fizemos uma massagem d-i-v-i-n-a, uma palestra com a Dra. Adriana de Araujo, psicologa e autora do livro “O segredo para emagrecer. 

As vagas são limitadas (R$ 50) e cada inscrito vai ganhar o livro. 

Mas como a gente é legal (e não consegue chegar as 20 em lugar nenhum crucauso do rodizio) vamos sortear uma vaga entre todo mundo que escrever para euvou [arroba] vendenafarmacia.com.

Vale inscrição até o dia 20/11!

Quer ir anyway?entre em contato pelo tel. 5052-9270 ou por e-mail fernanda [arroba] saintmartin.com.br


a Saint Martin fica na Avenida Indianópolis, 281, Moema - SP

E olha que promoção boa para o mês de novembro (clique na imagem para ampliar), touindolábeijo!