sábado, 18 de dezembro de 2010

Vamos de henna?

Meu trabalho esse ano já acabou, mas a loucura não. Até o Natal tudo em São Paulo sempre fica uma zona, o trânsito fica três vezes pior (acreditem, é possível), as pessoas ficam loucas, tudo fica cheio... até que o Natal passa, as pessoas vão embora e a cidade fica como eu gosto: vazia. É por isso que eu sempre passo o Reveillon aqui, mas meu desgosto com essa festa não tem nada a ver com o assunto de hoje. O que tem a ver é que, com a loucura acabando, vou conseguir voltar a escrever no blog com regularidade, yay!

Seguinte, eu sou bem adepta de produtos à base de henna, sabem? Comprei no Dingobéu, por R$50 (quase preço de custo) o Jasmin and Henna Fluff-Eaze, anti-frizz/amaciador/abrilhantador de cabelo da Lush, finada aqui no Brasil. Confesso que fiquei torcendo muito pro produto não sair e eu poder comprar no final, mas acho que a Lush não é muito pop por aqui, o povo só vai atrás de MAC e Victoria's Secret. Enfim, esse produto é uma mãe, a gente deixa agir no cabelo como uma máscara e ele fica muito macio, comportado e cheiroso - isso depois de aplicar, porque o cheiro de jasmim durante a aplicação é meio forte.

Imagem: LushUsa

A Lush também tem o Reincarnate, shampoo sólido de henna e lama (é, lama) de Rhassoul, que tem um cheiro delicioso, deixa o cabelo super brilhante mas faz a maior porcaria, fica molenga com a água e TEM que ser guardado num pote com tampa. Por último, mas não menos importante, a Lush fabrica as Cacas, hennas sólidas (prensadas com inspiração nos blocos de chá russos, mas se você me perguntar parece bloco de outra coisa, dá até medo de ser parada pela polícia) para dissolver em água quente e aplicar, para colorir os cabelos. Quanto mais quente melhor, só tomando cuidado pra não queimar a cabeça. Já usei a Marron (castanha) e a Rouge (vermelha), sendo que a primeira acaba apenas dando brilho, porque tem a cor exata do meu cabelo, e a segunda dá uns baita reflexões vermelhos (pergunta pra minha tia, que aplicou sem querer, pensando que era marrom). E segundo a moça da Lush me disse, as clientes que usam as hennas sólidas são verdadeiras alquimistas. Misturam páprica, suco de cranberry e até vinho com a henna pra dar mais cor. Eu, hein... A Lush fabricava também uma outra máscara de brilho à base de henna, o Arabian Bright, que era ótimo, só que sumiu do Lush.com, então assumo que não fabriquem mais.

O Reincarnate parece outra coisa (imagem: LushUsa)

Chá russo ou henna? (imagem: LushUsa)


SÓ QUE COMO LUSH NÃO VENDE NA FARMÁCIA (e antes que a gente receba alguma reclamação - gente, vocês não sabem como é chato receber reclamação de que resenhamos produtos importados, sendo que uma boa parte de nossas leitoras viaja e esse blog é pra elas também!!!), deixa eu contar que a última vez que usei henna foi o produto da Surya, a coloração em creme à base de henna. Aliás, também foi a primeira henna que usei na vida, e é a que minha tia usa costumeiramente (sério, ela compra em caixa fechada de papelão daquelas grandes). A cor não fica nada a dever para aquela que eu consigo com as hennas da Lush e, por ser em creme, é de mais fácil aplicação - mais fácil inclusive do que a aplicação da henna em pó da própria Surya. Eu sei que a Surya tem um produto para prolongar a cor - todo mundo sabe que a henna "sai rápido", ainda mais pra quem lava o cabelo todos os dias como eu - mas nunca usei, e ouvi falar de uma henna "em gel" da marca, alguém já viu?

Imagem: http://www.suryabodycare.com.au/ (site australiano da Surya!!!)

Quando a moça da Lush de San Francisco estava me contando das clientes alquimistas dela, me deu uma aulinha básica sobre henna também. Disse que a henna, por si só, tem coloração avermelhada, e que as outras cores são conseguidas com a adição de outros produtos. No caso da Caca Marron (castanha), um desses produtos é o café, e por isso eu adoro guardar o tijolo de henna Lush na minha gaveta, fica um cheirinho de café delicioso. Falou ainda que é impossível clarear os cabelos com henna, a menos que seja misturada a algum descolorante, mas aí ela perde o caráter de "natureba". Outra lição sobre a henna eu aprendi com a minha tia: não dá pra esperar que ela cubra os cabelos brancos como se fosse um tonalizante ou uma tintura. Mas me parece que é justamente isso que faz a minha tia gostar tanto do produto: ele deixa os brancos dela com um brilho acobreado e com uma vibe de "fiz reflexos". Mas claro que isso varia de pessoa pra pessoa.

Se você nunca usou henna e pretende usar, não se assuste na primeira aplicação: é um pouco difícil de espalhar mesmo, e o cabelo parece que fica meio duro. Pra cabelos oleosos é uma ótima pedida, porque ela retira bastante oleosidade; já as moças de cabelos secos precisam tomar mais cuidado. A vendedora da Lush também falou que o tempo que você deixa a henna agir sobre o cabelo faz bastante diferença, e que não raro pessoas que apenas queriam dar um brilho avermelhado nos cabelos DORMIRAM com a Caca Rouge aplicada e acordaram com a cabeça cor de fogo.

Uma grande vantagem do produto da Surya sobre o da Lush (além de vender no Brasil E NA FARMÁCIA, CLARO) é o preço: uma caixinha sai em torno de R$10. Já o tijolinho da Lush é bem pesadinho e dura mais. A Surya tem, ainda, uma linha de shampoos e condicionadores com óleos essenciais que é digna de nota, e ambas as marcas são cruelty free** e têm produtos vegan.




**Há uns dias uma leitora reclamou de que não gostou de uma afirmação da Loo, sobre produtos cruelty free. A Loo havia dito que "aqui ninguém é xiita" e a leitora achou que dizer"xiita", no sentido de "radical", é pejorativo. Eu discordo, mas pra quem acha que é, não foi essa a intenção. Demos até uma entrevista para o G1, dizendo que a escolha de produtos cruelty free é apenas uma pequena atitude nossa diante das prateleiras - havendo um produto que testa em animais e outro similar que não testa, não tem por que não escolher o segundo. É ÓBVIO que testar em animais é uma forma de crueldade. Mas acho que a gente tem que ter muito cuidado ao falar de COERÊNCIA: é muito bonito brigar com a amiga que não usa cruelty free, e depois aparecer com um tenão de couro, costurado pelas criancinhas vietnamitas, ou algo do tipo. É muito bonito encher o saco do namorado porque você é ovolactovegetariana e ele não, e depois comer omelete daquele ovo que saiu da galinha presa numa caixa de concreto de 30cm por 30cm (ou vai falar que todo mundo que vai na confeitaria pergunta se aquele bolo é feito com ovo de galinha criada solta?). Sobre as pessoas que não usam mais roupas da Marisa por causa dos bolivianos em regime de escravidão, mas que não ligam em usar coisas de outras fast-fashion um pouco mais caras que têm o mesmo procedimento, não vou nem falar. É por isso que eu admiro muito os vegans, aqueles de verdade, aqueles que não comem nem usam nada de origem animal, e em homenagem à coerência deles que eu tento fazer um dia vegan por semana. Por que me propus a fazer UM dia vegan? Porque é o que eu consigo. Se faz diferença, sinto muito, não sei, mas estou tentando. Talvez faça diferença se todo mundo tiver uma atitude, ainda que pequena, e for coerente com ela.

31 comentários:

  1. Ae certo

    Se a paquita reclama nois testa é ela certo

    Na funçao

    ResponderExcluir
  2. Vou rever meu conceito sobre henna depois deste post.
    A primeira (e única) vez que usei, foi a henna tradicional (em pó), pra misturar com água.
    Disseram pra dormir com aquilo no cabelo pra ficar muito mais colorido. O "disseram" veio de uma deusa linda e de cabelos lisos. Eu, com cabelos crespos, levei mais de uma semana lavando e passando creme + pente fino para tirar "palha" dos meus cabelos.
    Nem sabia desta variedade toda.
    Ah, pra não falar que não uso henna: de vez em quando sou adepta da pintura das sobrancelhas. Adoro, mas dura dois dias.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu já dormi com henna (da Surya) na cabeça e AMO o Reincarnate, aliás, namorado também adorou

    para dormir com henna, o segredo é misturar num creme tipo mascara mais vagabo, para não ficar com a cabeleira dura

    alias, bem lembrado, acho que vou passar o resto da henna que tenho aqui (vencida, mas qsf)

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca dormi com essa Hena ae certo

    Ela eh gostosa?

    ResponderExcluir
  5. Já usei muita Henna Surya incolor em pó para hidratar os cabelões (nos antigamentes rs) dava super certo. Agora tenho cabelinhos curtos. Acho super válido fazer alguma coisa em prol da natureza, afinal moramos no Planeta Terra, não tem outro !!!! Precisamos cuidar. Um pouquinho de cada pessoa já faz a diferença, né?
    http://turquezzavariedade.blogspot.com
    Já pegou seu selinho lá? Se gostar e quiser, é claro! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Acho que minha mãe usava Henna Surya ou sei lá, alguém usava e eu não estava familiarizada com esse tipo de produto. Estranho, não? rsrs..Quando li seu título achei que vc fosse falar de tatoos de henna...kkkkkkkkkkkk....Que bom que eu li e me informei sobre esses produtos pra cabelo. Vou testar. Ainda n tenho certeza se era minha mãe que usava Henna Surya.
    =1

    ResponderExcluir
  7. Duas coisas sobre minha experiência(e da minha mãe) com surya henna, a única que conhecemos:

    1- Todas as colorações parecem dar o mesmo resultado: o seu próprio cabelo com reflexos vermelhos;

    2- Não importa se meu cabelo é oleoso e eu lavo todo o santo dia, como Joo: depois da Henna ele fica uma palha - queimada! Mal dá para passar os dedos entre as mechas.

    Enfim, o bom da experiência com Henna foi que cheguei à conclusão de que mesmo os produtos ditos como "naturebas" podem não servir para o seu cabelo. Acho que o certo mesmo é chegar a um caminho do meio.

    Abraços a todas.

    ResponderExcluir
  8. Elisa, amei seu comentário! Ele resume o que a gente sempre tenta explicar: tem coisa que funciona bem pra uma mas não funciona pra outra, e vice-versa. E que essa pregação sobre não usar "química" (entre MIL aspas) nos cabelos é bem relativa também.

    ResponderExcluir
  9. Olá Joo, eu quero só acrescentar que morava no Brasil, hoje moro no Canadá e me beneficio muito dos posts. Por isso aproveito ainda mais agora as resenhas dos produtos importados... Então lembrem-se das leitoras imigrantes ao redor do mundo atrás de produtos baratinhos!
    No caso da henna, veja só, eu usava no Brasil e nunca tinha achado nada similar à Surya para usar aqui... E aí você vem com a informação de ouro que eu posso achar na Lush!!! Tudo de bom!
    Obrigada pelo post e pelo blog maravilhoso.
    Bom fds para vocês,
    Pati

    ResponderExcluir
  10. Falou e disse... gostei da idéia do dia vegano. Cada uma faz o que acha que pode e é claro, na minha opinião, que qualquer ato de consciência tem o seu valor.
    Sobre a henna, acho que vou ter que continuar na tintura enquanto tiver mechas. Mas já usei muito no passado. Tb adorava a Lush. Última vez que viajei comprei, inclusive, um pote de hidratante que ajudava uma ong "xiita" protetora dos animais. coincidência...

    ResponderExcluir
  11. Nunca usei Henna, nem tinha escutado nada sobre! rsrs
    Adorei o post.
    Beijos


    http://forallkinds.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nunca usei Henna, nem tinha escutado nada sobre! rsrs
    Adorei o post.
    Beijos


    http://forallkinds.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Parabéns! Muuuuito coerente seu pensamento.
    Mais consciente que mto ovolacto que eu conheço.

    ResponderExcluir
  14. O vegan come mandioca processada por crianças do sertão nordestino que trabalham em situação análoga à escravidão.

    Essa coerência não existe.

    ResponderExcluir
  15. Sâmia, pois é, a coerência é bem difícil mesmo. Mas acho que também é uma questão da pessoa se propor a fazer algo possível por acreditar naquilo, e não pra poder ficar levantando bandeiras e constrangendo os outros... :(

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo post, muito legal!
    Eu, particularmente não gosto da henna em pó, resseca muito o cabelo, mas esta da Surya em creme é boa!

    www.bihatsu.com.br

    Bjs...

    ResponderExcluir
  17. ando lendo algumas coisas sobre no-poo e tratamento natural de cabelos afro. muitas americanas que ostentam seus blacks com orgulho usam a henna como tratamento. usei e gostei muito, pq deu uma fortalecida no meu cabelo pós-água oxigenada... a questão é que a henna funcionaria como uma reposição de massa, ou cauterização, por isso a sensação de ressecamento. daí fiz assim: misturei com azeite, óleo de coco, óleo essencial, iogurte (tem gente que usa leite quente) e mel. deixei a mistura de um dia para o outro, para ficar bem cremosa. e apliquei e dormi com ela no cabelo. gostei muito do resultado e amanhã vou passar de novo. uma menina utiliza de 2 a 3 vezes por semana!! é bom hidratar tb depois de usar, mas eu nem fiz isso e notei meu cabelo menos desembaraçado e com os cachos mais abertos. inclusive, amei o post, pois estava mesmo pesquisando mais sobre henna, veio super a calhar! beijocas!

    ResponderExcluir
  18. meninas, o fato que é que se formos XIITAS [qsf quem acha inapropriado] não comeremos nada, ou plantaremos para viver. E ainda que crianças trabalhem em lavouras brasileiras etc... o pessoal vegan tem maior coerência com o que pregam. Já fui ovolacto por três anos, hoje confesso-me carnívora, rs... e juro que antes fisicamente eu me sentia mais disposta, minha pele tinha mais viço, meu cabelo mais briho etc... só que morar sozinha é foda, e eu não tinha a mamis fazendo comidinhas especiais pra mim... rs

    ResponderExcluir
  19. Ae, na boa

    XITA eh o chapeu

    Nao eh pq eu so AFRO-DECENDENTE e fico comentando aqui nessas parada de maquiage que vcs vao me chamar de macaco certo

    Diretamente de Osasco um 2011 sem rascismo, na funçao

    S@P

    ResponderExcluir
  20. Adorei seu comentário sobre cruelty free. Sou ovo-lacto-veg também, já tentei ser vegan (pq ser vegan está além da alimentação) mas não consegui. Portanto, dou preferência a produtos cruelty-free, não uso couro e tento fazer minha parte. Há 3 anos decidi mudar meu estilo de vida adaptando ao mundo real, e admiro muito pessoas que têm consciência também e tentam fazer a parte delas. Parabéns pelo blog, gostei mais ainda depois que soube da sua preocupação e compaixão!

    ResponderExcluir
  21. Gente, eu juro que pensei em um pedaço apetitoso de RAPADURA quando vi essa henna sólida na foto, rsrsrs... E não "outra coisa", hehehe

    Nordestina pride!
    Beeijos em cada uma! =)

    ResponderExcluir
  22. Adinata muitooo nao testar os produtos em animais e testar em gente... por q eh isso q eles fazem pq em alguem eles tem q testar.. pq soh os testes de laboratorio nao sao suficientes

    ResponderExcluir
  23. Perfeito seu comentário sobre consumo consciente e comportamento vegan!!

    ResponderExcluir
  24. Steh, a gente acha que adianta, vc não?
    a gente acha que adianta muito, principalmente nos semi-analfabetos (CONTEM IRONIA)

    ResponderExcluir
  25. Ae mano

    Chega dese papo certo

    As hena puxa a carroça do papai Noel e o Natal ja passo, certo

    ResponderExcluir
  26. Joo, apoio total no seu comentario sobre vegan, acho que o importante é fazer coisas na medida do seu próprio possível e se sentir bem com isso! Eu como vegan acredito que qualquer atitude tomada nesse sentido faz diferença sim. Sobre coerencia, é meio complicada essa questão, pq o que é coerencia pra alguns não é pra outros, então acho que o importante é vc mesmo achar que está fazendo algo positivo! Juliana

    ResponderExcluir
  27. Com certeza qualquer atitude positiva para os animais é válida e faz muita diferença!
    Não adianta ser radical como alguns são (tanto carnívoros e vegetarianos que não aceitam a opinião de outros), achei muito legal mesmo você ter o seu 'dia vegan'! Além de tudo já é um começo, quem sabe futuramente não vire uma opção diária?!
    Sou ovolactoveg, não uso pele de animais e uso produtos cruelty free, espero um dia me tornar vegan, mas enqto isso tento fazer a minha parte da maneira que eu posso... Quanto a coerência acho muito complicado pq vai dos princípios de cada um.. O que é importante pra mim pode não importar pra você.. Mas de resto concordo com vocês! Adorei o blog de vocês, beijo meninas!

    ResponderExcluir
  28. QUERO USAR HENNA PORQUE TEM AMLA NA COMPOSIÇÃO, SENDO Q SERA Q EM CREME É BOM? EM PÓ PELO Q VEJO DA TRABALHO E DIZEM Q FEDE.

    ResponderExcluir
  29. Olá todas vocês!

    Eis a minha experiência á compartilhar:
    Uso Surya Henna creme há exatos 15 anos, pois tive cabelos brancos bem precoce, infelizmente. Nesse período já experimentei quase todas as nuances de cor, e atualmente, uso a preta, porque é óbvio, cobre bem mais os cabelos brancos, e no geral fica uma cor castanha com fios dourados, sob á luz fica lindo!
    Tenho cabelos cacheados e no início ficava meio seco mesmo. Mas hoje a henna melhorou a fórmula e não resseca mais, embora ainda assim eu utilizo sempre nos meus cabelos gotas de óleos vegetais (de coco, de argan, de abacate, etc), percebo que os óleos "seguram" mais a cor. Lavo de duas a três vezes, no máximo e como a quantidade de brancos dobrou, eu retoco TODA semana... Por esse motivo eu não troco a Surya Henna por outras tinturas, sei que não poderia jamais retocar com essa frequência. O único inconveniente é o preço...

    Beijo!
    veracampos24@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. Olá todas vocês!

    Eis a minha experiência á compartilhar:
    Uso Surya Henna creme há exatos 15 anos, pois tive cabelos brancos bem precoce, infelizmente. Nesse período já experimentei quase todas as nuances de cor, e atualmente, uso a preta, porque é óbvio, cobre bem mais os cabelos brancos, e no geral fica uma cor castanha com fios dourados, sob á luz fica lindo!
    Tenho cabelos cacheados e no início ficava meio seco mesmo. Mas hoje a henna melhorou a fórmula e não resseca mais, embora ainda assim eu utilizo sempre nos meus cabelos gotas de óleos vegetais (de coco, de argan, de abacate, etc), percebo que os óleos "seguram" mais a cor. Lavo de duas a três vezes, no máximo e como a quantidade de brancos dobrou, eu retoco TODA semana... Por esse motivo eu não troco a Surya Henna por outras tinturas, sei que não poderia jamais retocar com essa frequência. O único inconveniente é o preço...

    Beijo!
    veracampos24@hotmail.com

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam