terça-feira, 30 de março de 2010

Resenha da Leitora Marta: By You Cosméticos


Gente sempre tive problemas com meu cabelo, pois são muito oleosos.Sempre buscando um shampoo que pudesse melhorar o aspecto dele e que tambem diminuisse a oleosidade. Que ficasse soltinho e lindo.
Eis que depois de muita procura achei o Shampoo Segredo Natural daBy You Cosméticos, eles são todos com extratos vegetais, entao comprei o de jaborandi que ajuda a reduzir a oleosidade.
Bom os produtos são maravilhosos, cabelo soltinho, e reduz bastante o aspecto oleoso.
Pasmem, comprei ate o creme de pentear e nao ficou oleoso. Amei!! Indico!!

segunda-feira, 29 de março de 2010

VnF? na revista Supermercado Moderno.

Achamos super exótico sair na revista Supermercado Moderno, numa matéria sobre mulheres e a web:




O printscreen tosco eu fiz por falta de scanner e de câmera fotográfica que dê conta (estou em casa de mamã e não trouxe a minha), mas em http://www.sm.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=8976&sid=23&tpl=view_tpl13_print2flash dá pra ler a revista todinha, sendo que nós estamos na página 20. Clica lá!


Recebi a revista em papel (obrigada, equipe!) e dei risada quando vi que na página tem não só o meu carão grande, mas duas carinhas minhas escondidas, na maior vibe Onde Está Wally? (que eu amo só porque termina em "?" igual ao VnF?). Juro que quem achar ganha um beijo!






A especialista: Batom Personalizado


 
Dia desses comprei um batom e depois achei que estava muito "colorido", vermelho demais para a cor que eu tinha em mente... Então, retirei o excesso em um lenço e passei um corretivo cremoso por cima com leves batidinhas... Não é que ficou muito bacana???

Sou a favor de misturar duas cores de batom, duas de blushes, duas de lápis... Além de ser divertido, você cria uma cor exclusiva, o que considero um luxo!

Da próxima vez que comprar uma maquiagem e por algum motivo se arrepender, faça este teste e depois me conta!!!


Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

domingo, 28 de março de 2010

Cantinho do Assessor: Lançamentos Dompel na Hair Brasil




DOMPEL APOSTA NA VAIDADE MASCULINA
A empresa gaúcha lança touca para mechas para salões de beleza com foco no crescente público masculino

Nos últimos anos, os homens manifestaram o desejo de cuidar da aparência, mas se mostram consumidores exigentes e preocupados com o bem estar durante o tempo de espera no salão. De olho na evolução desse mercado, a Dompel aposta no direcionamento de produtos para o público masculino e para os profissionais de beleza que cuidam do visual dos homens e lança a Touca para Mechas com tira de velcro.

Ela garante mobilidade e torna mais agradável o tempo de espera da coloração. Feita de silicone, o diferencial é a tira de velcro que mantém a touca no lugar sem que o cliente precise segurá-la garantindo conforto e segurança durante o procedimento. A Dompel possui ainda linha completa de acessórios para manicure, pedicure, corte coloração, escovas, e pentes profissionais.


__________________________________________

SPA EM CASA: DOMPEL SUGERE PRODUTOS PARA CUIDADOS COM OS PÉS E MÃOS
Lixas especiais e bacia anatômica são alguns dos itens que não podem faltar num dia especial de cuidados com as extremidades

Nem todas as pessoas podem passar um dia em um Spa ou frequentar salões semanalmente. Mas todas as pessoas precisam de algumas horas de descanso e alguns cuidados com a beleza. Pensando nisso, a Dompel, uma das maiores fabricantes de móveis e acessórios para a área de beleza, sugere alguns itens essenciais para esses momentos.
Um dia de relaxamento que se preze começa com um bom escalda-pés. A Bacia Pedicure Flex é perfeita para esse primeiro passo. Com o formato anatômico e tamanho diferenciado é ideal para o armazenamento em casa. Desenvolvida para pés até o número 44, pode ser utilizada também pelos homens.

Muitos dos artigos da Dompel são evoluções de produtos clássicos. As lixas para unhas sensíveis e delicadas são um exemplo. Elas tornam o processo de lixar menos agressivo e evitam que as unhas enfraquecidas se quebrem.  A Lixa Manicure Pop Unhas Delicadas, é produzida com material menos áspero, e a Lixa Manicure Juliana possui design diferenciado que facilita a utilização e é feita de E.V.A. (Etil Vinil Acetato, tipo de borracha não tóxica). Outra proposta são as Lixas Hygienycs com refis descartáveis, podem ser levadas para a manicure e evitam possíveis contaminações por uso compartilhado. 

Para um acabamento perfeito das unhas, o Palito Luxo Ponta de Aço garante maior precisão no momento de retirar o excesso de esmalte. O palito é revestido em madeira com ranhuras que proporcionam maior aderência e evitam que o palito escorregue.  A inovadora ponta torna o produto mais durável e com qualidade superior aos palitos produzidos apenas com madeira.

Bacia Pedicure Flex
Pequena (29,5 X 33,5 cm), capacidade para pés até  Nº 44. Facilidade no armazenamento.
Preço sugerido: R$ 6,50

Lixa Manicure Pop Unhas Delicadas
Produzida em E.V.A com lixas menos ásperas. Disponível na cor
Preço sugerido: R$ 0,85

Lixa Manicure Juliana
Produzida em E.V.A, disponível nas cores amarelo verde e rosa.
Preço sugerido: R$1,29 com 3 unidades

Lixas Hygienycs
Lixas com refis descartáveis produzidas em Cristhal.
A linha hygienycs da Dompel é composta por lixa hygienycs pedicure, refil para lixa hygienycs pedicure, lixa hygienycs manicure e refil para lixa hygienycs manicure.

Preços sugeridos:
Lixa Hygiencs Manicure - R$ 2,31
Refil para lixa hygiencs manicure – R$16,47, com 100 refis
Lixa descartável pé - R$ 4,56
Refil lixa descartável pé - R$ 26,20, com 50 refis

Palito Luxo Ponta de Aço
Possui o design de um lápis, o palito possui um revestimento anti-deslizante e ponta fina de aço.
Preço sugerido: R$ 3,30 com 3 unidades

Sobre a Dompel
A Dompel desenvolve e fabrica móveis e acessórios destinados aos profissionais da beleza e consumidores finais. Com mais de 300 itens no seu catálogo, produz desde pentes até modernos lavatórios. Com 30 anos de experiência, a empresa de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, detém aproximadamente 45% do mercado que atua. Hoje ocupa uma posição de destaque entre os maiores fabricantes de acessórios e móveis para salões de beleza do Brasil. A Dompel utiliza matrizes próprias seguindo conceitos e padrões de qualidade exigidos pelo mercado internacional. A pesquisa e o desenvolvimento dos seus produtos caminham alinhados aos avanços tecnológicos e seguem as tendências do universo da beleza. 
Entre seus principais clientes estão o Grupo L'Oreal e a Avon Cosméticos.


Serviço: Dompel na Hair Brasil 2010
Data: 27 a 30 de março
Horário: 10h às 20h
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333- Vila Guilherme - São Paulo
Stand: Rua L/M 81/82 – Pavilhão Profissional Negócios

Resenha da Leitora Helena: Contem 1g: pincel chanfrado e sombra em pó preta



Bem, como vi que todo mundo lasca o pau na pobre da Contém 1g, gostariade falar sobre os dois únicos produtos que já adquiri lá, e que foram maravilhosos.

O pincel chanfrado foi nota 10! Durinho, fácil de limpar, com algum treino para o babado a aplicação sai perfeita!

E a sombra, não sei se achei o potinho +/- ou se não tive inteligência para usar (se não tive, então faltou uma explicação decente na embalagem). O fato é que a tal peneirinha da embalagem por um lado dá uma ajuda maravilhosa economizando o produto, mas por outro lado, talvez economize demais...hehhe...chega a ser meio difícil pegar uma boa quantidade para aplicar...
A pigmentação não é assim perfeita, mas em comparação com todas as outras marquinhas baratinhas (ruby rose, luisance, vult, dailus, koloss, max love, etc etc etc) é infinitamente superior! E passou por umas boas aventuras no meu rosto (a minha maquiagem sempre passa por aventuras..hehehh) e durou que foi uma beleza! Fez um esfumado show! Todo mundo elogiou muito!
E a mocinha que me atendeu lá no quiosque do Conjunto Nacional (Brasília) foi muito simpática e atenciosa!

Infelizmente não lembro quanto paguei nas coisinhas... só lembro que um dos dois foram 18cifras ... achei muito justo para qualquer um dos dois!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Agora dá pra ver: Scrap MTV - Encontro de Maquiagem!

Clica aqui pra ver a gente e os outros fofos no programa!



Dica da sexta: Loja online Passion!!

Sabe a Passion, loja-pára-tudo-que-eu-quero-descer do Shopping Eldorado, que vende produtos artesanais e mega-blaster-cheirosos na pegada Lush (e que a gente, como grandes fãs e orfãs da Lush, achamos ÓTIMO!!)

Então, a Passion agora tem loja virtual \o/
Agora dá para comprar sem sair de casa o maravilhoso Sweet Pea (ervilha de cheiro, conhece? eu não mas adoro!), o Dharma, as máscaras (tenho a Phyto e super curto), sais de banho (tenho de capim cidreira e amo) e muuuuito mais!!

A gente gosta muuuito da Passion: não utiliza conservantes parabenos, não utiliza óleo mineral, todos os cosméticos Passion utilizam base vegetal e não são testados em animais.

Quem comprar, conta pra gente o que achou!






quinta-feira, 25 de março de 2010

Resenha da Leitora Helena: Base Payot



E aí, pessoal. Meu nome é Helena, estava desesperada atrás de uma base, saí pesquisando na internet e vi vocês falando da Payot (bem a marca que eu estava prestes a comprar- na farmácia!-, por falta de oportunidade de buscar outras...). Enfim, Payot é bem mamãe mesmo, lembro dos sagrados e intocáveis shampoos que a minha mãe usava... Recentemente eu até tinha comprado um lápis delineador deles, que tava bem baratinho, e como adorei, tomei coragem e, depois de me certificar com o SAC de que a tal base era não comedogênica, comprei a dita cuja.

Trata-se da base "Lumimat Fond de Teint Douceur (base acetinada com proteína de seda e filtro solar)". Sou branquinha, adquiri a cor Baige Dorée 08, que deu certinho. Primeiro, gostaria de salientar os seguintes fatores (que com certeza fazem diferença a favor ou contra o produto):
Como já disse anteriormente, comprei o tom exato.
Minha pele tem várias manchinhas de acne, nas quais não passo corretivo (passo apenas em um ou dois pontos, que são bem marcados).
Executo religiosamente todos aqueles passos pré-maquiagem: limpar, tonificar, hidratar, ocasionalmente esfoliar.
Sempre uso base+corretivo+pó facial.


Vamos às impressões positivas:
Achei muito higiênica a embalagem, que você aperta e sai a gotinha, mas que também dá perfeitamente pra abrir e usar de qualquer outro jeito que você prefira.
A cobertura é boa, com uma camada fina uniformizou bem a minha pele, sem deixar aspecto de argamassa, ninguém reparou que eu estava de maquiagem.
A duração no dia da prova de fogo foi espetacular: apliquei em torno das 13h e fui retirar às 6 da manhã do dia seguinte (mas saibam que passei a maior parte da tarde em ambiente com ar condicionado e de noite não estava assim um calorão, e retoquei o pó uma vez. Em contrapartida, suei um pouquinho e ainda encarei umas 3hs de sono com ela), e lógico que não estava como na hora em que fiz, mas ainda estava bem uniforme, sem aspecto de pele maquiada, nem oleosa.
Realmente não provocou aparecimento de novos cravos ou espinhas!

Pontos negativos:
O cheiro. O cheiro é HORRÍVEL!!!!!!!! Teoricamente é um perfume, mas pra mim é desgostoso demais. O cheiro parece com o dos protetores solares de antigamente...
Pelo menos, na hora que passei ninguém comentou (e olha que o povo aqui em casa comenta viu!), e horas depois quando encontrei com meu namorado, que é quem teve um contato mais próximo com o meu rosto (e que também é desprovido de dó e/ou piedade), também não houve comentários, o que provavelmente significa que o cheiro desaparece com o tempo. Em outras ocasiões, em que estava com ela recém aplicada ele também não falou nada, de onde eu concluí que ou os outros produtos mascaram o cheiro, ou o tal odor não é tão forte assim.
O outro ponto negativo é que sem o pó a minha pele ficou extremamente brilhante.

Outro detalhe, que não chega a contar a favor ou contra, é que não posso afirmar nada sobre o filtro solar, uma vez que nem sequer é informado o fator de proteção, por isso tenho minhas dúvidas se é seguro confiar apenas nela quanto a este ponto.

Enfim, até que o custo benefício foi bom, tendo em vista que paguei 17 cifras. Infelizmente toda vez que passo fico com medo de ouvir comentários sobre o cheiro, mas como ela foi muito boa pra mim, vou com ela até o dia que alguém comentar, e sempre enchendo a caixa de email da Payot para eles removerem o "perfume"!

Fica aí a minha forte indicação para quem procura um produto relativamente barato, que não causa danos à pele, e tem coragem suficiente para esperar e ver se alguém vai dizer que você está deslumbrante e fedida!

E não se esqueçam de patricipar da campanha "Payot, tira o cheiro da maquiagem!Por favooooooooor!". Encham a caixa de emails deles!: http://www.payot.com.br/contato.php



Self-jabá: eu no site da Criativa!

Ontem deu no site da Criativa essa matéria aqui, intitulada Aprenda a comprar maquiagem com quem consome (cof), pra qual eu dei uma entrevistinha com direito a meu carão aparecer e tudo. Vou ser bem sincera: acho que a matéria é mais direcionada pra moças não tão ligadas em make, talvez leitoras assíduas de blogs de beleza não achem tanta utilidade. Mas foi justamente isso que eu achei bacana: a jornalista Juliana (xará) Costa escreveu de um jeito super simpático e deu uma desmistificada nesse universo da maquigem, pra que quem não tá tão acostumada não ache um bicho de sete cabeças!


Adorei dar meus pitaquinhos de creuza na matéria, e dizer coisas como 'com um pincel de sombra e um de pó dá pra fazer tudo' (ou vocês acham que eu carreguei um monte de pincéis pra minha viagem, por exemplo???). Make pode ser bonito porém prático, e glamouroso porém descomplicado.



quarta-feira, 24 de março de 2010

Resenha da Leitora Pat: Agua Termal La Roche


Oi meninas, tudo bem?? vim contar minha experiência termal =)

Daí que no final do ano minha conta bancária estava azul e eu doida pra me dar um presente (desculpa pra gastar sem necessidade hahaa!) de beleza que não compraria em épocas normais (conta no vermelho!)

Analisei a lista de desejos e optei pela agua termal. Todo mundo fala MTO bem do produto: que deixa a pele linda, que refresca, que "segura" o make, q é bom pra umidecer o pincel e mais mil benefícios termais....  Há muito tempo queria uma e a vez dela havia chegado. Corri pra primeira drogaria e comprei a da La Roche que custou uns R$46 reais (150 mls). Voltei pra casa tão empolgada com o spray "miraculoso" , pensando "agora vou ficar com a pele decente!" que acho que li o rotulo umas 20x até decora-lo hahahaha!

Minha pele não é das piores.. não tenho mtas marcas nem muita oleosidade, mas tbm está longe de ser bonita: poros aparentes, vários tons de cores e bla bla bla..
Mas nada disso importava, eu estava com a danada nas mãos. Cheguei em casa, limpei o rosto, lavei e tsssssshhhhhhhhh. 

(pausa dramática!)


 Hum,.. gostoso, vamos ver!

Daí a pele secou. Nada muito importante.
Um tempo depois, usei de novo.. nenhuma grande novidade.

Vou jogar a minha realidade: A agua termal eh gostosa. Na hora que vc passa, a pele fica com cara de descansada, bonitinha.. E ela tbm dá uma leve hidratada (tipo naquele dia q vc não quer passar mto hidratante pra não correr o risco de melar o make, mas tbm não quer sair sem o mesmo... Mas só. Dez minutos e vc tem a pele sem o produto. Não mudou a minha vida e, conselho amygo: se é pra gastar uma grana com UM produto, melhor comprar uma base ou  um corretivo honesto, ne?

No inicio me decepcionei, pq ok, ela eh boa, legal, mas cinquenta conto, gente? 50????? Fiquei até uns dias sem  usar a agua, hoje uso quando sinto a pele meio detonada.
Sabe quando vc usa mta maquiagem, passa produtos pra limpar e sente a pele "sofrida"? Dai eu passo.... But, confesso que esperei mais... =(

Maaaaas... como tudo tem seu lado bom, num dia ela me salvou! Quem aqui é adepta a depilação com cera sabe que depois a pele fica meio "sensível".
Passei agua termal na perna e o alivio foi imediato. Nada de vermelhidão ou coisas do tipo.. mas eu fico pensando: puxa, minha perna é mto maior que o rosto ... #pobre! hahhaha
Talvez num dia de queimadura do sol (oi? protetor?) ela tbm funcione legal...

Se fosse mais barata, compraria outra por conta da depilação (a virilha SUPER agradece!), mas minha vida mudou após um singelo casamento e R$50 termais é o valor da conta de agua mensal... Claro que cada um faz o que quer com o rico $$, mas precisava expor isso: é muito santo pra pouco milagre...  É uma frescurinha gostosa, mas não resolve problemas, deixa bonita ou levanta o olhar (oi, corretivo?), então funciona como massagenzinha no ego, sabe?

Ando exercitando a desilusão da propaganda, independente de quem a fez. Agua termal é legal, mas não vale os cinquenta reais. Lembro-me de uma chefe que tive há uns anos.. ela reclamava q eu usava produto demais no corpo e vivia mostrando a pele dela, q era melhor q a minha, nada ressecada. o segredo? Banho menos quente. Até no inverno ela tomava banhos mornos..  pois é! Vou tentar tbm, quem sabe, né?

Kit Unhas Curvatura Natural Fing'rs


Unhas postiças: taí uma coisa que eu nunca achei que fosse usar. Não que não estivesse tentada ainda mais consierando minhas pobres unhas fraquinhas. A Fing'rs nos mandou esse kit há bastante tempo, e juro que eu o tinha esquecido no meu carro. Até que ontem eu estava entediada e resolvi brincar de ter unhas compridas.


Na embalagem há 28 unhas, de diversos tamanhos e suuuuper compridas. A primeira coisa que fiz foi separar as que iria usar, encaixando a parte arredondada na raiz das minhas unhas, pra ver se serviam bem. Achei que ia fazer maior porcaria, mas nem: o segredo é maneirar na cola. Não é difícil mas, após aplicar a cola nas unhas postiças, a gente tem que ser meio rápida, porque seca logo (e assusta um pouco, porque tem cheiro de super bonder).


Após colar todas as unhas postiças sobre as naturais, bem encaixadas na raiz para ficar natural, confesso que o resultado ficou meio bizarro: todas eram muuuuito compridas, Zé do Caixão feelings mesmo. Foi o defeito que vi no produto, não acho que ninguém com uma mínima noção use unhas compridas assim. De modo que fiquei quase uma hora e meia lixando as benditas, o que faz um pó horrendo, que eu não recomendo a ninguém respirar. Depois que ficaram do tamanho que eu queria, pintei as unhas com o Cherries in the Snow, da Revlon. E elas ficaram desse jeito aí da foto. E eu adorei, porque o resultado ficou lindo E natural.


Minha amigona Ariett, e mais uma moça que trabalha comigo (ambas muito sinceras, diriam sem problemas se o visual estivesse feioso) não acreditaram quando eu mostrei. Uma advogada elogiou a cor das minhas unhas, e achei bacana. Fui correndo contar pra Loo. Ela mais ou menos se empolgou, e disse que só falta eu dizer a ela que as unhas são fáceis de remover. Bem, a Fing'rs nos mandou também um kit de remoção, que usarei em breve, já que na embalagem diz que a aplicação dura de 1 a 2 semanas.


Por enquanto, estou feliz com a idéia de ter unhonas, ainda que de vez em quando. Sim, eu sei que ficar usando unhas postiças não deve ser a melhor coisa pras nossas unhas de verdade, portanto vou me limitar a festas e ocasiões sociais que requeiram certo gramú. O importante é que perdi o preconceito!



terça-feira, 23 de março de 2010

O #FAIL de 2009

Para citar Zeca Pagodinho: nunca vi nem comi eu só ouço falar

A próxima Hair Brasil está chegando (irei na segunda feira, e vocês?) e o grande lançamento Vult da Hair Brasil 2009 continua mais procurado que Bin Laden. Mais raro que enterro de anão. Menos visto que cabeça de bacalhau. Ok, menos visto não. Só eu vi 3 vezes: vi também na Beauty Fair e na Sumirê Fashion Show. Agora, alguem COMPROU ESSES PINCÉIS? Por que até já foi falado que seriam vendidos separados, mas e junto ou separado? Alguém?


#fail define

Resenha da Leitora Karen: Semi di lini Alfaparf

Já tinha ouvido falar dessa bendita ampola azul, resemas nunca tinha usado.Pesquisei no meu querido e amado Google antes de comprar, para descobrir como se usa, uma vez que não vem na embalagem o modo de usar. Muitas pessoas dizem que ela não funciona, que o cheiro é ruim e que em alguns casos, resseca o cabelo.
Eu achei que no meu funcionou. Ela não dá ao cabelo todo o brilho que promete, mas deixou meu cabelo com um aspecto legal, como se tivesse acabado de sair do salão, após uma hidratação (uma vez que meu cabelo e colorido, oleoso na raiz e seco e quebradiço nas pontas) mesmo ela não tendo o propósito de hidratar o cabelo. Quanto ao cheiro,ele lembra um pouco produtos para limpeza com aroma marinho, pra não dizer que tem cheiro de desinfetante( rsrsrsrs!), mas no dia seguinte já não esta mais tão forte quanto no momento da aplicação.
Agora a dúvida que todas tem é como aplicar aquela águinha azul no cabelo...
Bom, o conselho que mais vi no google é que ela seja aquecida, colocando uma pequena quantidade nas mãos e esfregando uma mão na outra,e  após formar uma espuminha branca, passar numa mexa de cabelo. Fiz dessa forma e no meu cabelo que é de tamanho médio, a ampola vai me render umas 3 aplicações.
Apesar do preço e do efeito, gostei bastante e prentendo comprar outros produtos da Alfaparf para testar.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Site de descontos: RetailMeNot


A leitora Erika deu a dica:

Hoje me aconteceu algo muito triste: aparentemente perdi um desconto de 20% numa compra que fiz na Eyeko. Já tinha feito a compra quando vi num blog desconhecido (por mim, ok?) uma moça falando do RetailMeNot, que é um site que informa se aquela lojeenha onde a creuza vai comprar está oferecendo algum tipo de desconto, brinde ou similar, desses que a gente tem que digitar um código pra ganhar, sabem? Pois é.
Como a gente está sempre em busca de cosmético bom e barato, fica a dica do site. Basta digitar o nome da loja na busca e aparecem as promoções, e as creuzas podem informar se funcionam ou não. Ah, a lista é organizada por conta desses votos: quanto mais pessoas disserem que funciona, mais no topo da lista fica a promoção. Bom, né?
O endereço do site é: http://www.retailmenot.com/
O site também tem Twitter: @RetailMeNot

A especialista: Combinar as cores do make com a roupa


Uma leitora me perguntou sobre isso e resolvi fazer um post porque acredito que muitas pessoas tem dúvidas a esse respeito.

Na minha opinião, a maquiagem deve “conversar” com a roupa, o estilo, a ocasião e principalmente com sua personalidade. Isto não significa “combinar” as cores, mas usá-las de maneira coerente e equilibrada. Agora você pensa: “Ótimo na teoria, mas e na prática?”

Exemplos: Você vai à uma festa com um vestido vermelho e não sabe o que pode usar além dos básicos preto e marrom nos olhos? Primeiro, se o vestido é vermelho eu não optaria por um batom vermelho, acho que fica muito óbvio, tipo conjuntinho, sabe? Nos olhos apostaria em tons de cinza e prata, bronze e azul-marinho. Na boca, tons mais neutros, o famoso “nude” e um blush mais terroso. Ok, você diz, mas e se eu estiver usando uma blusa estampada cheia de cores vivas??? Daí eu escolheria um make mais natural já que a roupa chama bastante atenção. E se minha blusinha for verde, posso passar sombra verde? Poder, pode, mas não deve. Apostaria em um lindo tom de rosa para os lábios, iluminador nos olhos e muita máscara nos cílios.

Quando estiver vestida com jeans e camiseta, faça aquele make “sou assim naturalmente”, traduzindo: pele corrigida, um pouco de blush, máscara para cílios, e um batom ou gloss cor de boca.

Tenha sempre em mente que o equilíbrio deve ser buscado na lei da compensação. Se optar por roupas coloridas, escolha cores mais neutras para a maquiagem e vice-versa. É sempre bom enfatizar, que assim como na moda, as regras valem apenas para nos mostrar uma direção e jamais uma imposição!!! Agora, se você faz o estilo fashion e tem personalidade suficiente para segurar algo mais ousado e diferente, escolha cores que contrastem entre si e prepare-se para muitos olhares...



Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

sexta-feira, 19 de março de 2010

Rapidíssimas!

+ anotem nas agendas, moleskines, celulares, PDAs ou seja o que for que vocês usem: terça que vem, dia 23 de março, às 20:30 horas, estaremos no Scrap MTV junto com a Camila, o Thiago, a Cinthia, a Adelita Peluqueria (que é o nome do salão onde gravamos, esqueci o nome da maquiadora, please me apedrejem!!!!) e a @marimoon. Não sei como vai ficar depois da edição, claro, mas foi um papo super legal chamado de #EDM = encontro de maquiagem.


+ já estão com o antialérgico a postos? Domingo agora tem sacolada no Bazar Unibes, junto com a Lilian. Quem for ganha abracinho carinhoso!


+ e o Going Vain de hoje, vocês já viram? Sou eu, falando sobre o Powderflage da Benefit (que infelizmente não vende na farmácia), no blog da Maura. E não reparem a babação no ovo da Benefit... aliás, reparem sim, porque é assumida, hehe. A Benefit é uma coisa fofa, podia vender aqui e custar mais barato (aí eu acordo).


+ nem conto pra vocês que achei uma amiga disposta a herdar minhas roupas! A @luyse tem o mesmo tamanho que eu (acho que de sapato inclusive) e disse que não fica nada ofendida se eu despejar no lixinho dela tudo aquilo que eu não conseguir usar no Desafio. Demorou!



Resenha da Leitora Fabiane: Pó mágico Pond´s - milagre!!



Pond´s pó mágico

Essa resenha eu tinha que fazer. Quando a gente encontra um produto que é espetacular, a gente tem que dividir, compartilhar a informação, principalmente quando se trata de assunto que atinge uma gama imensa de mulheres: a maldição da pele oleosa. Estou falando do "pó mágico", isso mesmo, o Magic Powder da Pond´s (ela mesma, a lendária marca cosmética). Gente, descobri o tal pó que a minha mãe trouxe junto com vários produtinhos em viagem feita à Tailândia. Como, como não me avisaram antes que isso existia?? Trata-se de um pó para passar no rosto, é tipo um talco mesmo, até a embalagem é de talco, mas é específico para a face e tem como objetivos matificar a pele e ao mesmo tempo evitar o aparecimento de cravos e espinhas porque contém Triclosan (ingrediente ativo nesse sentido) e também óxido de zinco. Sim, sei que lançamos mão de uma série de pós, compactos, soltos e etc, tudo no intuito de controlar o brilho, a oleosidade da pele mas esse realmente cumpre com maestria o que promete porque simplesmente dura horas e horas na pele sem deixar oleosa, não é coisa de 2 horas não, coloca aí pelo menos 5 horas sem pensar em retoques, e isso sob o sol de 35oC que anda fazendo em Sampa. Como se não bastasse, o dito cujo ainda tem filtro solar, rsrs, sim, protege a pele de raios solares, demais! Fica aí a dica, não podia ficar com essa só pra mim. Em tempo, que saudades dos produtos da Pond´s, porque o Brasil parou de imporar esses produtos tão clássico?!

quinta-feira, 18 de março de 2010

Pigs Tupiniquins



Essas são as sombras de creuza que eu tenho e são estilo pigmentos da MAC (tô usando a MAC como termo de comparação porque é a marca que todo mundo gosta e fala bem e etc): em pó super brilhante e super concentrado. Tenho alguns pigmentos da MAC também e posso dizer que dá pra conseguir um efeito tão bacana quanto com essas sombrinhas de menos de R$10 cada. Da esquerda para a direita: Felicittá (a única que tem o preço, que foi R$3,25, mas não tem nada escrito sobre a cor na embalagem), Vult Pure Shine cor 07, Vult Pure Shine cor 02, Vult Pure Shine cor 10, Vult Pure Shine cor 05, Garnet by Gerucci cor cobre e Luisance cor 31.


A que tem a textura mais parecida com a de um pigmento da MAC - pó que deixa a cor chapada na pele, mas nem tão chapada - é essa da Felicittá, a primeira, vinho-arroxeada. O pó é mais grosso, mais granulado que o das outras. Talvez por isso ela não se acumule tanto nas ruguinhas e dure mais.


As da Vult são ótimas também, mas a cor fica mais chapada, dependendo da quantidade que você usa dá até a impressão de que usou uma sombra em creme. E isso na verdade é mais um contra do que um pró, porque elas tendem a se acumular nas dobrinhas do olho antes das outras. A da Vult que eu mais gosto é a cor 07, um champagne 'espantado', que dá pra usar como iluminador se a sua mão for bem leve. Aliás, tá escrito 'iluminadora' na embalagem de todas essas Pure Shine da Vult, mas usar as outras como iluminador, só se for no carnaval.


Vocês conhecem essa marca Garnet? Tenho uma outra sombra deles, também estilo pigmento, só que azul. É bem bonita, mas a embalagem é um lixo, parece um tubo de ensaio e tem uma tampinha plástica de encaixar. Imaginem os acidentes. Metade da sombra foi pro saco nas horas de tirar a tampa, já manchou toalha, enfim. Essa cobre tem a embalagem tradicional dos pigmentos tupiniquins, um potinho de plástico tosco com tampa de rosquear. Além de ser linda, é bem pigmentada e tem uma ótima duração.


O potinho simpático é do azul lindo da Luisance, cujos grânulos são mais grossinhos que os da Vult, mas menos que os da Felicittá. Gosto dessa porque não precisa aplicar um montão pra dar um efeito legal, quando vou sair de delineador preto uso bem pouca na pálpebra toda, côncavo e sob a sobrancelha, só pra iluminar. Mas daí tem que usar um tiquinho só mesmo, o objetivo não é fazer tudo ficar azulão, só dar um brilho azul quando muda a luz.


Duas críticas, sendo que a primeira se aplica também aos pigmentos da MAC: pra que fazer esse potão enorme, hein? Quem é que vai conseguir usar tudo isso de sombra brilhante? Alguém vai pro trabalho assim? À exceção do potinho da Luisance, as outras embalagens são grandes demais. A MAC até vende potinhos menores naquelas edições limitadas às vezes, e eu acho válido, porque aí dá pra ter mais cores e menos desperdício de dinheiro e de produto.


A segunda crítica é que moças sensíveis a parabenos, talco, mica e afins devem prestar atenção ao comprar esse tipo de sombra baratcheenha. Ó, ninguém aqui no VnF
? é expert em nada da área de saúde e não queremos ensinar o padre a dizer a missa (aliás, comentários de experts no assunto serão mais do que benvindos). Só posso falar da minha experiência, meu olho não caiu e acho que, dada a frequência com que eu uso esses produtos (porque né, vejam a cintilância), nem vai. O fato é que pelo menos o produto da Luisance tem esses componentes. Nos outros, nem tem nada escrito na embalagem a respeito.



Tem Sacolada no próximo domingo? NOT!! (+Achados do Dia)

Desde que a Lilian contou do Bazar Unibes, fiquei tentada a ir lá. Quando ela sugeriuu na SPFW "por que a gente não faz uma Sacolada lá?" eu não pensei meia vez (que demorou são outros 500 - culpa do meu horário coxinha #FRELOO djá!!)


Até que finalmente deu agenda. Vamos lá no próximo domingo, dia 21, conferir as peças a R$ 5 e bolsas Dior a R$ 80.


Forma de pagamento: cartões de crédito e débito são aceitos, yay!


Quando: domingo, dia 21, as 10:00
Onde: Rua Rodolfo Miranda, 293 – Bom Retiro – São Paulo (perto do metrô Armênia)
Ponto de encontro: Metro Armenia, saída da Avenida Tiradentes.
O que levar: maracugina, disposição, espirito aventureiro e um anti-alergico (tudo informação da Lilian que foi lá, heim?)
Não leve: preconceito e esperança de ganhar brindes. A gente garante abracinho sincero de carinho.


Quem quiser conferir um guarda-roupa da Creuza ao vivo??

PS: Unibes = União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social. Coisa judeu, coisa bom


quarta-feira, 17 de março de 2010

Minha primeira vez: Duo batom + delineador de olhos Toque de Natureza

Deixa primeiro eu dizer que o fim de semana passado foi bem atípico, porque eu passei o sábado todo em casa, já que o lar de mamã estava em processo de descupinização (sim, aparentemente cupins de solo também devoram apartamentos que ficam no último andar) e eu trouxe minhas filhas pra ficar em casa comigo, pela primeira vez. Daí que enquanto elas farejavam todas as reentrâncias de uma casa estranha, eu programava posts pro blog. Por isso, esperem bastante assunto aqui durante o resto da semana.


Amélia, Vivi e Charlotte. Na foto falta a Billie Holiday, que tirava seu soninho de beleza.


E eu tava há um tempão pra fazer uma resenha sobre o Duo batom + delineador de olhos Toque de Natureza, que usei pela primeira vez na viagem, embora tivesse comprado há quase um ano atrás, na Sacolada da Pneumonia, lembram? Não se preocupem, que o produto tava lacradinho e dentro da data de validade. Vocês o vêem na foto abaixo, com swatchezinhos e até etiqueta de preço (R$16,60):




O lápis delineador de olhos preto é bem bom, viu? É macio mas não é daqueles que derrete fácil, e por isso dá pra usar na linha d'água sem o tal efeito panda. Na viagem o usei pela primeira vez, fiz com ele um olhão todo pintado de preto, meio borrado e com direito até a gloss, o que fez com que acumulasse nas dobrinhas do olho, mas achei isso até charmoso! Só não tenho certeza se usaria em algum lugar onde todo mundo me conhece :). Pra tirar não foi nem mais fácil e nem mais difícil do que qualquer maquiagem pretona no olho: fez aquela porcaria básica e precisou de um pouco de demaquilante bifásico e lavadinha no rosto depois pra tirar o excesso de óleo. Ele também serve pra fazer o delineado rente à linha dos cílios, mas tenha em mente que o traço vai sair um pouco mais grossinho do que o de um delineador líquido ou lápis comum, porque como dá pra ver na foto, é um lápis daqueles gordos, que precisam de apontador maior.


Já quanto ao batom, não se enganem: não é um batom. É um lápis para lábios, daqueles razoavelmente secos. O que é bom pra mim, gosto de produtos secos nos lábios porque duram mais e eu sofro de preguiça crônica de ficar indo ao banheiro reaplicar batom. E, como qualquer lápis para lábios, ele pode ser usado sozinho para dar efeito matte, sob um balm ou gloss, ou sob batom para aumentar a duração. A cor é muito linda, aliás foi a razão de eu ter comprado o produto (além do fato de ele ser 2 em 1, que eu adoro): é esse rosa velho e fácil de combinar.


A Toque de Natureza é da Marchetti, que você encontra principalmente em perfumarias populares (como a São Bento, que fica dããã na Rua São Bento, em SP, e tem o melhor atendimento evah) e de bairro. E o produto tá mais do que aprovado.


PS: segui as dicas das leitoras e usei esmalte cintilante com Matt Plus, olhem só lá na foto. O esmalte é o Affair, da Risqué, que é um roxão-bala-soft cheio de brilhos. Curti o efeito , mas ainda assim achei que tem cara de inverno!

Resenha da leitora Isabel: Mavala!


Gentem, sempre tive unhas maravilhosas, perfeitas e era feliz. A idade chega, com ela a menopausa e as unhas ficaram uó. Mês passado fiquei lôca da kisota, entrei na loja Violeta da rua Uruguaiana (Rio de Janeiro) e comprei o Mavala. Pessoas, vocês não estão entendendo. Quase vendi um rim porque ele é caro (45 contos), mas VALE CADA CENTAVO. O vidro é minúsculo (leva uma lupa) mas não precisa passar em toda a unha. Depois de uma semana de uso a diferença é flagrante. Aí, fiquei lôca de novo e entrei no site do morango e comprei o Mavala de hidratação. É tudibom também. Basta passar na raiz da unha, massagear e pronto. O preço achei bom, custou 26 contos e o vidro é de bom tamanho. Eu recomendo. Como as unhas estão mais bonitinhas (ainda não estão bonitas), usei o esmalte Arábia da Risqué e no metrô uma criatura disse que minhas unhas estavam lindas. Fiz figa, esconjurei, cheguei em casa, banho de sal grosso e fiquei toda feliz!

terça-feira, 16 de março de 2010

Concurso: Tendência 2010

(entenda-se temdemmmmsia)

Sim, por essa você não esperava: um concurso de make novo e fresquinho!!
Tem gente que ama, tem gente que odeia, mas pra todo mundo vai ter premio!!

Quem era vivo lembra, a gente demorou para fazer um concurso de melhor make mas o resultado foi ótimo!!
E agora, uma nova edição: make inspirada nas tendências pro outono/inverno da Nani, a nossa especialista de plantão!!

E os prêmios, heim?




enquadramento, a gente vê por aqui


As duas melhores segundo nossos critérios pessoais e subjetivos serão premiadas com kits Avon Colortrend (a foto é demonstrativa!), fornecidos pela Avon.

As regras:

1) Seguir as dicas da Nani nesse post. Claro, dá para fazer variações, mas o conjunto da obra + seguir a temdemmmmsia conta pontos.

2) Foto boa: não vale foto de celular, não vale foto de webcam. Capricha na foto, capricha no enquadramento, capricha no make. A foto TEM QUE ser feita pro concurso, não vale foto editada, e a gente curte ler EXIF. A gente vai avisar se a foto não estiver de acordo, mas ninguém gosta de ter retrabalho né?

3) A foto: não precisa de pose nem de caras e bocas. Pode participar mais de uma vez, se achar que fez um make melhor. Só avisar que a gente cancela a participação anterior, sem crise.

4) As fotos serão publicadas no Flickr, vale a pena ficar de olho por lá: www.flickr.com/vendenafarmacia

5) Qualquer caso não previsto será analisado pela gente e a decisão é irrecorrível e irreversível.



Para participar, envie até 3 fotos para concurso [arroba] vendenafarmacia.com até 03/04.
E você, que não se acha habilidosa o suficiente ou não curte mostrar o carão por aí, #comofaz? Ganha também!! Basta preencher o formulário em [encerrado] até 03/04 que você também pode ganhar um kit com produtos Avon Colortrend e bolsinha Chanel inspired igual ao da primeira foto!!
Bora participar!!

Ele já nasceu com eyeliner...

Nestor Carbonell, foto daqui






... e você aí, creuza, enlouquecida se borrando com seu kajal!!! Não é à toa que Richard Alpert, meu muso de Lost, foi chamado por Sawyer (meu segundo muso) de 'the guy with the eyeliner'. E pelo que eu sei é tudo dele, esses lindos olhos escuros com molduras castanhas e esses cílios de traveca, que eu não consigo ter nem com o melhor Chanel...



Apreciem, e boa terça pra vcs!

segunda-feira, 15 de março de 2010

A especialista: Tendências Outono – Inverno 2010


Olhos
Sombras esfumadas ultrapassando a linha das pálpebras em referência aos anos 80.
As cores são preto, marrom e cinza com acabamento cintilante. Outros tons que estarão em alta: lilás, rosa, laranja, uva, verde, marrom e bronze.
As sombras também aparecem esfumadas e rentes aos cílios inferiores.
Glitter de todas as cores e delineador prometem looks divertidos e sofisticados. 

Boca
O efeito “nude” continua em alta, mas para quem aposta em um colorido nos lábios as cores serão o pink e o vermelho vivo.
Todos os tons de rosa mais apagados chegam para compor um look mais feminino e romântico. 


Blush
Ah... O meu querido blush aparece bem tímido nesta estação. Quando dá o ar da graça é  apenas para marcar mais os ângulos do rosto...



Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

sábado, 13 de março de 2010

Nivea Happy Time

(este post é um publieditorial)

A Nivea está lançando o canal no Youtube www.youtube.com/niveabrasil onde vai rolar o concurso Nivea Happy Time.
O concurso funciona assim: você manda seu vídeo ou link o link para seu vídeo (no youtube ou outro site) para o email campanhanivea@gmail.com.
Depois de avaliado, se seu vídeo for aprovado ele vai para o canal da Nivea. No final do mês, o ganhador do melhor vídeo por categoria vai ganhar um kitão (uy!) com muuuitos produtos Nivea.

As categorias para os vídeos são:

• Casamentos
• Momento mãe e filho
• Encontro com as amigas ( Festa )
• Nascimento de bebes
• Pedido de casamento

Vale vídeo de festa, reunião de família, casamento, nascimento de bebê.... e o mais legal, pode participar quantas vezes quiser!

Valendo!

sexta-feira, 12 de março de 2010

A hora da bucha.

No navio tinha um spa muito bacaninha, uma pena que não tirei fotos. Tinha uma piscina aquecida de água salgada que eles chamavam de 'talassotermal' e nós chamávamos de 'sopa', havia duas jacuzzis, um restaurante de comida saudável (que fechava às 14 horas, sempre que eu voltava da praia cedo parava por lá pra almoçar porque era bem gostoso), uma academia equipada da qual não passei nem perto porque, oi, estava em FÉRIAS, um jardim interno com sauna e outras frescuras, salão de cabeleireiro e vários serviços de relaxamento, beleza e estética, tanto para homens quanto para mulheres.

CLARO que todos os preços estavam pela hora da morte. Sobre eles ainda inicidia uma taxa de 15%, que era o valor revertido ao profissional que aplicava o tratamento, e mais alguma gorjeta extra que você quisesse dar, também para ir pro bolso desse profissional. Detalhe, o pessoal do spa só ganha sobre aqueles serviços que faz, sem salário fixo. Então, se você faz um tratamento com determinado profissional, pode rolar de ele te dar um desconto num próximo, se feito com ele próprio. Dica pra quem for viajar de navio e quiser fazer uma massagenzinha relaxante, ou alguma outra coisa? Quando o navio está no porto alguns preços baixam, porque a maioria das pessoas vai para terra firme e eles querem vender. Não que você precise passar o dia enfurnada no spa do navio - eu por exemplo acordava muito cedo, ia pra praia, depois dava uma passeadinha e SEMPRE voltava bem antes de o navio sair.

Rolou uma promoção de massagem em diversos pontos do corpo por 99 dólares, e minha mãe resolveu me dar de presente de aniversário atrasado. Claro que eu amei. Escolhi couro cabeludo, obviamente costas, e pernas, porque é o único lugar onde rola uma celulitezinha. Foi muito legal, porque a sala de massagem tinha vistona do oceano, o óleo de frangipani que foi usado era super hidratante e tinha um cheiro delicioso, e a moça que me atendeu (Amanda, que era do Reino Unido, mas não sei exatamente de onde - ela tinha um sotaque super diferente) era muito fofa. Relaxei horrores, e depois da massagem ela me ofereceu, com desconto, um tratamento pra gordura localizada e celulite que prometia reduzir até 2 centímetros da borda de catupiri já na primeira sessão. Fiquei tentada, mas acabei gastando tudo em pina colada depois, e deixei pra lá.

Mesmo assim, Amanda me deu a dica: diariamente, no banho, era preu massagear minhas pernas (repito, onde eu tenho os catupiris e as celulites) com uma escova macia, que ativasse a circulação, mas ao mesmo tempo não machucasse a pele. Ela disse que, depois de um tempo, o resultado era visível. E eu acreditei, porque na época em que eu tinha tempo, fazia automassagem nas pernas com as mãos mesmo e creme hidratante comum, e achava que elas eram melhor torneadas do que hoje.

Daí veio o assalto: a escova de fibra de não sei qual alga marinha que eles vendiam por lá custava 44 dólares. OITENTA E POUCOS REALIZADOS POR UMA ESCOVA. Pela minha cabeça passou a imagem de mim mesma roubando a escova que minha mãe usa pra limpar os tapetes da área de serviço, e passando nas minhas pernas durante o banho. Dã, não comprei. Estava crente que ia achar uma genérica aqui no Brasil por 10 dinheiros e que me fizesse feliz.

Quando voltei pra casa vi que minha tia tem uma coleção de buchas. Todas guardadinhas no armário, ali bonitinhas, esperando para serem postas em uso. E agora, em todos os meus banhos, automassageio e autoesfolio minhas pernocas com a bucha, que eu acho que tem menos chance de me machucar se eu errar a mão do que uma escova. O efeito também é mais suave do que um esfoliante cosmético tipo aquele da Natura que eu adoro, o de açaí (e por favor não venham defender o açaí, eu não gosto de açaí assim como não gosto de chucrute, e nenhum alemão ofendido veio aqui defender o chucrute), por isso não vi problemas em usar todos os dias.

Ainda não faz um mês que estou nessa, mas se o resultado for bom - ou se o resultado EXISTIR - eu conto.

Mais Going Vain.

Corrão (sic)* lá no O que não é essencial, porque hoje tem mais um episódio de 'Going Vain', a coluninha desta que vos escreve. É sobre o esmalte da OPI que eu estava usando na foto que tirei do spray secante da Aspa. Tudo é fofo nesse esmalte, desde o nome até a cor. Confirão (sic)* lá!!!






*Teste de vestibular - quem responder corretamente ganha uma caixa de Miojo**: Por que os termos 'corrão' e 'confirão' aparecem em itálico e seguidos do termo 'sic'?
a) porque Joo é iletrada
b) porque verbos são difíceis mesmo
c) porque sim
d) porque Loo mandou
e) minha mãe mandou bater nesse daqui




**era mentira. a gente não vai dar caixa de miojo pra ninguém, pois já comemos tudo sozinhas!

quinta-feira, 11 de março de 2010

A most ingenious paradox**: se todo mundo tá usando, ainda é legal???

Já há um tempo que as lojas de departamento brazucas (aliás as estrangeiras também, Forever 21 é um exemplo) estão repletas de tachas, paetês e afins - roupas esburacadas ainda não pegaram por aqui, mas não duvido que apareçam. Blogs e blogs de meninas criativas e empreendedoras mostram DIYs de como tachar tudo, desde sapatos até jaquetas. E gente fazendo as próprias roupas e acessórios tá no top 10 de coisas que eu acho o máximo. Balmain cobra um caminhão de euros por um blazer tachado? Azar o dele, porque na C&A capaz de ter por dois dígitos de real.


Esses são os fatos.


Agora vem o paradoxo: quando uma tendência ditada na Europa (e que às vezes já foi ditada há algum tempo) aparece por aqui, primeiro no Fashion Week e depois, em lojas que o bolso da brasileira 'média' realmente comporta (aquelas de sempre do shopping e os nossos queridos grandes magazines), todo mundo fica super empolgado. Claro que a empolgação faz parte! Afinal, o novo é sempre empolgante, né? Quem estava ansioso esperando fica exultante e quem nunca experimentou até pode dar uma chance pra ver se, quem sabe, curte.


Em um segundo, todo mundo tá usando aquilo. Na rua, na chuva, na fazenda, no shopping, na faculdade, no trabalho, na academia, na aula de francês. E assim a coisa permanece por dias. Meses. E pouco a pouco, algumas pessoas começam a torcer o nariz pro que no começo era tão legal. Ok, pode ser que a tendência tenha enjoado. Mas o grande problema que elas vêem não é esse. O grande problema é justamente que 'todo mundo tá usando'. Desde a colega da faculdade até a caixa do supermercado.


Esqueçam por um momento o 'alto comando da moda', porque nessas alturas acho que eles já estão umas 20 tendências na frente. Tô falando de gente como a gente. O que eu tenho visto de galera reclamando das tais tachas e dos tais paetês não tá escrito em nenhum almanaque. E a razão nem é porque deixaram de gostar deles (ou talvez porque, desde o início, nem gostassem). A razão é a caixa do supermercado estar usando. A tia do salgado. A tia do xerox. A tia do banheiro. A moça no ônibus. Enfim. O grande paradoxo, pra mim, é dizer mil vezes que uma coisa é tão legal, tão legal, tão legal, daí todo mundo começa a usar, e quanto todo mundo começa a usar, aí a coisa já não é mais tão legal, porque virou comum, virou povão, virou ralé. Ma oê, o que vocês esperavam???? E ué, se tá aí pra todo mundo usar, qual o problema de TODO MUNDO - eu, você, a vizinha, a Kate Moss, a tia do salgado - usar?????


Se alguém entende isso, me explica? Porque eu não entendo! Pra mim, ou você gosta de uma coisa, ou não gosta, e é esse o primeiro critério que define o que você vai usar. Não é? Exemplo, eu gosto de moletom-canguru since 1978, ou seja, desde SEMPRE. Se amanhã o Marc Jacobs disser que moletom-canguru é uma droga, provavelmente irei mandá-lo pegar no meu canguru, ele nem vai ligar, eu vou continuar usando a peça e assim caminha a humanidade. Sim, eu acho possível você enjoar de uma coisa que antes gostava, como eu enjoei de sprite zero. E eu acho possível você começar a gostar de uma coisa pra qual antes torcia o nariz, como eu com o Clash (isso foi depois de ouvir I fought the law em sérvio!). Mas é legal que isso parta de você, né, e não de um evento externo.


Se hoje você tem um vestidinho preto de tachas que foi comprado na C&A, é muito possível (e até provável) que vá com ele a alguma balada e encontre uma outra moça usando exatamente a mesma roupa. Isso já me aconteceu algumas vezes. Já rolou inclusive de eu esperar 'passar a febre' de alguma coisa pra depois usar, isso porque realmente tinha curtido a peça e não estava muito aí pra temmmmdemmmmsia nenhuma. Mas mesmo que isso aconteça, é bacana lembrar que ninguém é igual a ninguém. E que eu, com meus 1,54m de altura dificilmente vou ficar "igual" à @liviaforte ou à Je Romanciuc (ambas com seus 1 metro e 80 e ai meu deus perdi as contas), ainda que a gente use a mesma roupa.


Acho que é uma coisa pra se pensar na hora de comprar: eu gosto mesmo disso aqui, ou tô comprando porque alguém disse que é legal? E se eu tô comprando porque alguém disse que é legal e a moda vai 'passar', e talvez eu não queira usar mais, quem sabe não é melhor eu gastar o menos possível nessa peça? Ah, e tem também que a moda vai-e-vem, então provavelmente se alguém disse há seis meses atrás que tacha era legal e hoje diz que não, daqui a uns anos vai estar dizendo que é legal de novo.


Isso é só um conjunto de pensamentos, talvez bastante ingênuos até, sem certo e sem errado. Nada pra inflamar ânimos, hein? É apenas a visão de uma pessoa que é o mais estranha ao 'mundo da moda' possível: nunca tive contato profissional com isso afora os contatinhos do VnF?, nunca estudei isso, e acho que a vida nem vai me dar essa oportunidade. Mas é a opinião de alguém que procura usar o cérebro que tem, e que vê as coisas numa posição de 'consumidora remediada' e da 'brasileira média' que citei no comecinho.


Bora debater?






**alguém aqui também gosta de Gilbert and Sullivan??? :)

Guarda-roupa da Creuza: dois dígitos na C&A.

Fui praticamente obrigada a passar na C&A sábado passado porque respectivo e melhor amigo foram à galeria do rock atrás de discos de vinil (basicamente foram trocar só a capa ou só o disco em casos que o disco estava bom mas o gato mijou na capa, ou quando a capa estava boa mas o disco estava 'um tom abaixo' - pra quem, como eu, não entende nada de música e tocal mal até campainha, ao que parece coisas assim realmente existem) então ou eu ia na C&A, ou participava dessa coisa muito louca da turma do vinil. Optei por um programa saudável - aquele em que cada um faz o seu, sem crise - e fui xeretar as araras da loja que havia ali ao lado.


Tchôfalar? Achei bizaaaaarrrrrrraaaaaaasss as fotos, na vitrine, de Isabeli e cia. todas montadas no 'estilo rocker', com direito a cenário de árvore morta e lua cheia com morcego passando na frente (gente, era um morcego, um pássaro, um avião ou o Christopher Reeve?). Que vibe Álvares de Azevedo era aquela, hein? E pra ser sincera achei a tal coleção nova bem mais ou menos... tirando umas botinhas, sapatilhas e bolsas que curti, o resto estava isso aí, mais ou menos. Tinha um casaco cinza-prata matelassado que eu até gostei, mas tive dó de dar 129 dinheiros nele. E achei #fail as animal prints e a tal saia de paetês, embora tenha achado que dá pra fazer um charme com o coletinho de paetês (R$50). Em geral, preferi o "acervo" (o geralzão mesmo) do que a coleção Isabeli e cia. Isso não obstante eu adore a Isabeli. Falei com ela num dia em que ela estava lindíssima de doer (é sério), de vestidinho e chinelo, num bar onde meu ex-Voldemort trabalhava, trazendo Henri Castelli a tiracolo. Os dois foram superfofos comigo (e só falei com eles porque Henri era habitué do local, conhecia Voldemort e Voldemort me apresentou ao casal) mas claro que só eu lembro disso, porque eles são famosos e eu sou só eu!


Agora que destilei esses pequenos recalques, vou mostrar pra vocês os itens que eu arrematei. Todos eles têm preço de dois dígitos, e folguem em saber que 1) levei 10 itens pro provador e saí dele com 2, e 2) hoje seis outras peças foram para a minha sacolinha do desapego. Talvez em breve eu até faça brechó online com as coisinhas que eu acho que as leitoras vão curtir. Por ora, vamos lá:



Essa botinha eu achei uma graça, e é a coisa mais macia. É da Moleca, aliás, marca preferida por 10 entre 10 vovós que gostam de conforto. Eu trouxe pra casa porque na viagem a NY tinha uma parecidíssima na Forever 21 que eu quase comprei, mas é que ela parecia muito plástica, sabe? E não é porque sou adepta do couro ecológico que vou usar algo que parece saco de lixo (mal) reciclado). Custou R$99,90, deixando de cruzar a linha dos três digitos por um nariz!!!



A compra do vestido acima também aconteceu por conta de uma frustração fashion passada. Certo dia vi na vitrine da M Officer um desses vestidos tipo melindrosa, mas ele era todo bordado com aquelas franjas mesmo. Era super fofo. Claro que eu provei e ficou um desastre, mas a culpa foi mais minha do que do vestido. Eu sou o contrário do padrão brazuca de mulher (se é que há isso, e se não há me desculpem, contanto que vocês entendam o que quero dizer, tá valendo): eu engordo da cintura pra cima. Se eu estiver, sei lá, 30 kg acima do peso, minha bunda e coxas continuam quase que do mesmo tamanho, enquanto da cintura pra cima fico parecendo o Stay Puft. Daí que, mesmo em épocas de peso ideal ou um pouco só acima, roupas que têm camadas na altura dos seios, e especialmente essas com decote reto e alças, não me favorecem. Nem fiquei triste por ter ficado horrenda no vestido, porque aí a vendedora me contou que ele custava R$538. De modo que continuei sem vestido-melindrosa, mas meu bolso também não foi estuprado. Êniuêi. Levei esse aí pro provador já antevendo a tragédia. Que não aconteceu. Ficou bonito, o desgraçado. Claro que meus braços podiam ser mais finos, mas também não dá pra querer tudo.



Essa foto acima é pra vocês entenderem que o vestido não é só uma sobreposição de trapinhos. Fica fofo justamente porque o tecido de malha é franzido, e eu espero que continue assim depois de lavar, hehehe. O preço não só era convidativo como também era sugestivo: 69 (uy!) reais e 90 centavos. Dois dígitos portanto.



Eu não gostava muito de xadrez até o advento da minha camisa xadrez, que já até sabe o caminho de casa pra faculdade. Daí comecei a amar xadrez. E mais uma frustração fashion (um vestido quase igual a esse da foto que experimentei na Canal e o tamanho P me fez parecer um bujão de gás em dia de São Pedro) me fez provar essa fofurita de R$59,90. Na verdade ele é um pouco mais roxo (roxo eu já amava), mas o flash da câmera de mamãe não é lá muito meu amigo. Vou usar com jeans, com legging, com bota, com sapatilha, com chinelo, com jaqueta jeans, com sandália. E ainda me deu um up na autoestima, porque é tamanho 36.


Gente, depois que eu saí da C&A nesse dia fiquei pensando sobre a overdose de tachas e paetês nas roupas. O resultado é que hoje à noite vem um post sobre um paradoxo que eu vejo (e já vi algumas meninas falando que também vêem) na moda que começa nas marcas famosonoas e 'desce as escadas' pras lojas de departamento. Portanto, não mudem de canal (só se estiver passando Lost!).



quarta-feira, 10 de março de 2010

Então quer dizer que agora pode?

Hollywood anda agitada. Tiveram os Oscars e a primeira mulher a ganhar um prêmio de melhor direção. Daí morreu Corey Haim. Segundo o Fred, foi de overdose de tanto aparecer na sessão da tarde com uma turma da pesada, aprontando altas confusões. Na verdade, quando eu soube da morte de "Corey", tomei um susto. Achei que fosse o Feldman, que (para mim) está acima do bem e do mal porque fez Os Goonies. Mas foi Haim quem se fue, e Feldman continua vivo e bem, trabalhando todos os dias no xerox da Letras USP. Confiram.

Mas eu quero mesmo é falar da Sandra Bullock. Acho legal a Sandra Bullock. Já me disseram muitas mil vezes que me pareço com ela, mas pra constar, na minha opinião não tem nada a ver (eu pareço mesmo é com a Laura Pausini que é nariguda, dentuça, peituda e italiana que nem eu). Quando a Sandrinha ganhou a Framboesa de pior atriz, aliás, eu morria de VA quando alguém dizia que eu parecia com ela. E olha que adoro a Miss Simpatia. Enfim, considerando que ela ganhou um prêmio da 'acadimia' (Ana Maria Bahiana feelings) e já é realmente uma atriz da lista A de Hollywood, agora podem dizer que pareço com ela, mesmo que eu não ache. E quem sabe eu aproveite e veja o filme, já que nem sonho de quê se trata.




Outra coisa que eu acho que agora vai "poder" é passar batom na bochecha, como se fosse blush. Explico: todo o make da Sandra Bullock na festa do Oscar era Chanel, inclusive a maquiadora. E sabem o batão vermelhão-rosadão que ela usou nos lábios? Bem, ao que parece a maquiadora o usou também, de leve, nas maçãs do rosto, como se fosse um blush cremoso. O staff do VnF? ficou todo muito contente (incluindo todos os departamentos: redação, criação, assessoria, jurídico e recursos humanos) pois todo mundo aqui tem mania de sair só com um batão na bolsa e, ao receber aquele telefonema de última hora chamando pra balada, usar o batão nos lábios e espalhado nas bochechas, sem dó. Já chamaram a gente até de palmeirense (quer dizer, de suininha) por fazer isso, mas agora que temos a chancela de Maison Chanel, temos certeza de que a situação irá mudar. Batom na bochecha é o novo preto.

E como eu sei sobre o make da Sandrinha? Rá, ontem ela me ligou e contou. Myntchyra, saiu tudo aqui (de onde também saiu a foto que ilustra o post).

Resenha da Leitora Camila: Recuperando e cantando e seguindo a canção

oi Produtos para recuperar cabelos danificados

Eu tenho luzes californianas em meus cabelos e, vez ou outra, faço progressiva na raiz. Não vivemos sem uma quimicazinha nas melenas, não é mesmo? No ano passado meu ex-cabelereiro deixou meus cabelos tempo demais com aqueles papelotes das luzes e parte dos meus cabelos tostaram. Achei que aquilo estava muito errado, mas ele me disse que com a progressiva, feita logo em seguida, tudo se resolveria. Claro que não se resolveu e isso explica o uso do "ex" logo ali em cima. Eu mantenho relações de confiança com cabelereiros, e, quando confio, sou besta e acredito. Acreditei e me ferrei aí nesse caso. Saí dessa relação amargurada e com um palmo de cabelos estragados. Ah, como é difícil o término de um relacionamento!

Eu não quis cortar toda a parte estragada senão ficaria chanel. Não fico bem de cabelo chanel. Então optei pelo longo caminho dos cortes periódicos e tratamentos de hidratação. Só que fazer esse tipo de tratamento em salão sai caro e eu não tinha essa bufunfa toda. Tive que apelar, então, pros nossos amados produtos baratinhos. Foram meses e meses até eu me dar por satisfeita com minhas madeixas e, hoje em dia, embora longe da perfeição (mesmo porque tenho pouco cabelo e eles são finos. Perfeição é ter vasta cabelereira hidratada), estou bastante satisfeita com o resultado. Nesses meses fiz umas duas hidratações L'Oreal e uma Kérastase, em salão, que, obviamente, cumpriram seu papel. Mas meu agradecimento pelos fios recuperados vai para:

- Linha Reconstrução Estrutural da Seda: é uma linha forte. Deu uma BOA recuperada nos fios desidratados e porosos mas, depois de uns dois meses usando essa linha, meus cabelos começaram a ficar pesados. Eu usei o creme de tratamento ao invés do condicionador e dei uma turbinada com umas gotas de Bepantol líquido (ajuda muito, mas faça isso por sua conta e risco e nem venha me culpar depois). Fazia hidratações deixando uns 20 minutos sempre que eu tinha tempo.

Cabelos cansaram, hora de mudar de shampoo.

- Shampoo Éh Antiidade e Revitalizante de Lichia – Shampoo Éh Folha de Louro e Raiz de gengibre: existe aquele lance de sempre lavar os cabelos duas vezes, né? Lava, enxágua, lava novamente, enxágua novamente; aí usa o condicionador. Eu fazia assim: uma vez com o de Louro e Gengibre (que é transparente e limpa bem) e outra vez com o de Lichia. Finalizava usando o condicionador de Lichia. Os produtos da Éh são super cheirosos e esse ritual todo foi excelente pros meus fios. Excelente mesmo. Produtos Éh são um pouco mais caros, mas, no meu caso, o investimento valeu a pena.

Mas como sempre precisamos de uma hidratação powerful, comprei o...

- Programa de revitalização capilar Garnier Fructis (cabelos coloridos e com mechas): o sistema vem com 4 cápsulas de concentrado intensivo de óleo de fruta, pra usar uma vez por semana misturado ao creme. Achei que isso fosse apenas uma firula mas que nada! Desde que comecei a usar esse sistema meus cabelos ficaram mais hidratados sim! E olha que eu nunca botei muita fé nos produtos Fructis, pois já havia usado no passado e me decepcionado. Dessa vez, gostei muito. Importante ressaltar que quando uso essa máscara, lavo os cabelos apenas com o shampoo transparente, que limpa bem.

Sinto diferença no toque, os cabelos estão mais macios, e sinto diferença na aparência geral, as pontas não estão mais ressecadas e, mesmo quando não seco com secador, os cabelos ficam ajeitados.

Claro, os produtos são essenciais, mas a constância nas hidratações fazem toda a diferença. Além disso, lavar os cabelos duas vezes e usar máscara no lugar do condicionador ajudam bastante na recuperação. E, dica de vários cabelereiros que conheci: antes de passar a máscara ou o condicionador, tire o excesso de água dos cabelos com uma toalha. Isso faz com que o produto fique mais concentrado nos fios, sem estar dissolvido em água.

É isso! Acho que é muito bom saber que é possível recuperar cabelos que estavam no estado crítico de palha de choupana sem ter que apelar pra produtos super caros e que acabam com nossa conta bancária.

E um apelo: estou órfã de cabelereiro, se alguém conhecer um que seja BOM mas não custe o valor de minha alma, na região do Brooklin/Itaim/Faria Lima, por favor, me indique!

Mais uma chance pro Matt Plus.

Semana passada meu Matt Plus (se você chegou AGORA, Matt Plus é o matificante de esmalte da Big Universo) quase entrou pra sacolinha do desapego. Porque eu, a bem da verdade, tava louca pra experimentar unhas matte e, quando experimentei, achei bizarro. Gostei mais, como já disse aqui, das 'fingernails that shine like justice' como canta o Cake.


Resolvi dar uma última chance pro coitado e usei com um vermelhão puxando pro vinho da Bourjois (daquela linha 1 seconde, que tem o pincel grandão e ótimo), e o resultado dá pra ver mais ou menos na foto desse post, sendo a mancha na unha do dedão uma bizarrice fotográfica que não existia na vida real.


Achei com cara de inverno. E como já já tem inverno, o Matt Plus foi salvo pelo gongo, e vai ter a honra de morar mais um tempo na minha caixinha de esmaltes (não tiveram melhor sorte dois outros esmaltes da Big Universo, que eu achei ralos e estranhos, pra mim a marca nem é essas coisas todas). Como eu já tinha mencionado em um dos posts que linkei acima, acredito mesmo que o Matt Plus orne melhor com unhas escuras. E queria pedir um favor: deixem nos comentários dicas de cores com as quais vocês acham que o Matt fica legal. Tô aceitando (e agradecendo!) recomendações.