segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A especialista: Batom na boca, colorir para seduzir

O batom é sem dúvida, o produto de maquiagem mais usado pelas brasileiras. Cada vez mais, as empresas de cosméticos investem em tecnologia, agregando mais funções além de simplesmente colorir os lábios. Hoje, é possível encontrar batons com SPF, vitaminas, óleos vegetais, pigmentos selecionados. A moda do "nude" veio com força e reinou absoluta por um bom tempo, mas... Reinou, porque as tendências para o verão 2011 são de muita cor nos lábios. Ah! Mais isso todo mundo já sabe... Quer uma novidade pra lá de incentivadora?

"Os cientistas descobriram que nos primeiros 10 segundos do encontro com uma mulher, o homem gasta mais da metade desse tempo olhando apenas para a boca. Se a mulher estiver usando batom, esse tempo vai aumentar ainda mais. Com batom rosa, por exemplo, a atenção masculina fica voltada para o lábio cerca de 6,7 segundos e com os lábios pintados de vermelho, sobe para 7,3 segundos.

O estudo foi feito com 50 homens e acompanhou o movimento dos olhos de todos eles ao serem apresentados a imagens de várias mulheres diferentes. A conclusão é que quando as mulheres estavam usando batom, os homens gastavam cerca de 7 segundos olhando para os lábios, apenas 0,95 segundos olhando seus olhos e 0,85 segundos reparando nos cabelos.

Ainda de acordo com a pesquisa, quando foram apresentados a mulheres sem maquiagem, o tempo que gastaram olhando para os lábios diminuiu para 2,2 segundos, enquanto o tempo que passavam admirando o olhar aumentou para 2,97 segundos.

Lábios grossos foram considerados o aspecto mais atraente, mas quem tem a boca fina pode resolver o problema com batom. Os cientistas disseram que a atenção masculina para os lábios finos aumentou 40% quando elas estavam maquiadas.

Dr Geoff Beattie, responsável pela pesquisa, disse ao jornal britânico Daily Mail que o estudo demonstra que os lábios representam a parte mais sensual do corpo feminino."







Que venham as bocas coloridas!!!

Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

domingo, 28 de novembro de 2010

Head&Shoulders shampoo e condicionador para controle da caspa: primeiras impressões.

Como estou sem o cabo da câmera, vai a foto tabajara, mas pelo menos com alguns detalhes que mostram que é autêntica: foi tirada no banheiro, dá até pra ver as gotinhas d'água, de ficar no box...


Não dá pra escrever mesmo quando eu falo do meu cabelo: tinha prometido que ia cortar, mas agora quero deixar crescer. Falei que não ia mais testar produtos, mas a verdade é que sou a louca do shampoo. É, adoro ter vários no box pra variar bastante. E como meu cabelo é bem brilhante (sem falsa modéstia), vai ver é esse o segredo... :)

Como eu não sou dermato, nem vou ficar com achismos aqui. Vou contar da minha experiência: meu couro cabeludo descama um pouco quando está calor. Não sei estabelecer relações de causa-efeito, e quem souber esteja super à vontade pra falar nos comentários. Lavo uma vez por dia, no verão e no inverno, faça chuva ou sol, religiosamente, por causa da oleosidade excessiva. E percebo que é no verão que rolam umas descamadas. Daí um dos shampoos que passo a alternar com os outros é o anticaspa. Geralmente da Clear, que eu já conheço e gosto.

Por isso que, quando a Loo disse que a Head&Shoulders estava oferecendo produtos para teste, eu disse SIM, SIM, SIM. Já conhecia a marca de ver em prateleiras lá fora, mas nunca tinha usado. E usei hoje pela primeira vez. Ele promete controlar a caspa e aliviar a coceira do couro cabeludo, e tanto o shampoo quanto o condicionador têm 400 ml.

Como grande parte dos anticaspa que conheço, o Head&Shoulders é um shampoo leitoso. Como ensinou a Paola, shampoos leitosos normalmente são de tratamento (o que, no caso, é óbvio), e fazem um efeito bem melhor se o cabelo estiver limpo, ou seja, se for lavado antes com um shampoo transparente. Fiz isso, até porque meu cabelo oleoso PRECISA de uma certa adstringência. Depois, apliquei o shampoo Head&Shoulders, massageei um pouco e deixei agir por uns dois minutinhos, como manda o rótulo. Na hora de enxaguar, achei o cabelo um pouco melecado. Água nele! Depois apliquei o condicionador e enxaguei bem.

Depois de seco, achei o cabelo um tantinho pesado. É comum que isso aconteça nos meus fios, que são oleosos, quando uso um produto que não é específico. Essa é a grande vantagem que eu vejo no Clear: vem especificado na embalagem qual produto é mais adequado para este ou aquele tipo de cabelo, então fica mais difícil de errar. A embalagem do Head&Shoulders não tem isso.

Por duas razões vou dar uma outra chance a ele e alterná-lo uma vez por semana com os outros produtos, nos próximos dias: primeiro, meu cabelo é de lua, e não se comporta do mesmo modo todos os dias. Segundo, o cheiro. Meldels, que delícia de cheiro de eucalipto, você sai do banho com a cabeça fresquinha e fica horas envolta naquele aroma de limpeza, uy. Aliás o condicionador, pra mim, só vai ter o objetivo de ser cheiroso, mesmo. Porque o rótulo manda aplicá-lo direto no couro cabeludo e NEM A PAU JUVENAL que eu vou fazer isso e sair fabricando óleo que nem doida, toda vez que eu tentei foi horrível. Daí que ele não vai ter muita função anticaspa, acho eu.

Termino com uma dica: nem todo cosmético que é bom pra mim é bom pra você, e vice-versa. Só você pode, através da experiência e da ajuda de um dermato, saber o que é bom ou não pra sua pele e cabelo. Talvez você aplique condicionador no couro cabeludo numa boa, enquanto eu não posso fazer isso. Cada um no seu quadrado define!

PS: o nome dos produtos é Head&Shoulders mas o blogger engraçadinho não tá me deixando por o "&" nas tags.

De novo: sobre a (falta de) fundo branco aqui no blog.

A gente já fez post a respeito, mas algumas leitoras continuam apontando que não conseguem ver fundo branco aqui no blog, ou seja, para elas o texto dos posts aparece direto "em cima" das bolinhas, o que deve ser um saco mesmo.

Pra quem estiver tendo esse problema, vejam só, aqui nesse post há algumas informações a respeito, e inclusive dica de leitora fofíssima que conseguiu resolver o problema, e nos deu o mapa da mina.

Vão lá ver! Comigo esse problema não rolou, mas imagino como deve ser chato e ruim de ler...

E eu sei que os três últimos posts foram de "avisos", segurem firme aí que tô resolvendo meus problemas técnicos enquanto a Loo danada está num super curso de maquiagem - depois ela mesma conta - e ainda hoje faço post, pra alegria geral!!!

sábado, 27 de novembro de 2010

Problemas técnicos!

Meninas, estou com probleminhas no meu computador. Enquanto eles estão sendo resolvidos, pegarei o do Fred emprestado e, até amanhã à noite, todo mundo que já me mandou e-mail sobre o bazar será respondido. Please, guentem só um pouquinho!!! :)

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

2o. Dingobéu - Bazar de Natal das Amigas!


Pessoal, no domingo, dia 5 de dezembro de 2010, das 14:00 às 20:00 horas, vai rolar a terceira edição do bazar que eu organizo de tempos em tempos com as minhas amigas. Este ano tivemos uma edição no Dia das Mães que foi um sucesso, e ano passado tivemos o 1o. Dingobéu, o bazar de Natal. Agora vamos repetir a dose, e convidamos todas as leitoras (e leitores, e amigas, amigos, familiares, e quem vocês quiserem levar!).

Vai ter bastante coisa, com precinhos bem bons: Victoria's Secret, MAC, ELF (linha Studio e o famoso baldão da linha "normal" a R$8 cada), creminhos Vichy, L'Orèal, Revlon, Natura, roupinhas da Forever 21, H&M e outras marcas, além do brechó, esmaltes nacionais e importados de várias marcas, e muitos outros itens. Para se ter idéia, o item mais caro que eu vou expor custa R$70, e o mais barato custa R$1!!!! Venham aproveitar as ofertas, levar coisinhas para presentear todo mundo no Natal e, claro, para presentear a vocês mesmos...

Participar é bem fácil: é só mandar um e-mail para juliana.eliezer@gmail.com, até o sábado (dia 4 de dezembro), com seu nome e RG (por questão de segurança), e eu responderei com o endereço do local e mapinha para facilitar a chegada. Pra quem compareceu ano passado e já se comunicou comigo, é só aparecer no mesmo bat local!!!

Aceitaremos dinheiro e cheques, com aquela facilitadinha no pagamento. Trocas apenas em caso de defeito de fabricação, à exceção de peças do brechó e de artesanato, que não poderão ser trocadas. E a melhor dica é não chegar muito tarde, porque depois que minha mãe e minha cunhada passam, pouca coisa sobra...

Espero vocês!!!!

Minúscula, ops, Maria Bonita para C&A.

Confesso que deu uma certa deprê em ver a Isabeli vestindo a mesma roupa que eu comprei... (imagem daqui).


Venho dar meu parecer sobre essa coleção, que nem foi tão falada quanto a do Reinaldão e parece muito feinha quando a gente olha no site da C&A. Bom, lhes digo que dêem uma chance, passem na loja pra ver por vocês mesmas, porque eu estava achando pelas fotos que tudo era feito de "tecidinho chinfrim" e fui surpreendida pelos algodões mais encorpados de algumas das saias, vestidos e shorts (tanto que eu, que não sou de short, comprei um - ah, acabo de me lembrar que fui ver o show de Sir Paul "The God" McCartney de short jeans, então talvez eu seja mais de short do que achava que era). Tá, tem algumas peças de viscolycra (em princípio nada contra, mas os produtos de viscolycra da C&A que tenho adoram encher-se de bolinhas) e uns vestidos estranhos com babados nas laterais que só devem ficar bons na Isabeli mesmo.

O problema maior da coleção me parece ser a modelagem. Fiquei super feliz em achar um tomara que caia de algodão estampado que, além de me servir, sustenta minha fartura tamanho 46 sem espremer - esse que a Isabeli usa na foto (chuif). O estranho é que, independentemente de tamanho de peito, sempre acabo usando vestidos 40 ou 42 na pior das hipóteses. De outro lado, este MBE by C&A que me serviu é um 44, que seria gigantesco pros meus padrões, ou seja, as roupas são meio pequenas. Suspeitei desde o princípio que a modelagem da coleção não iria favorecer todo mundo: se um tomara que caia serviu bem em mim, algo de estranho tem. Depois, vi no HVAOff várias meninas reclamando que os vestidos ficavam sobrando no busto pra quem tem menos peito. Então, o jeito é ir conhecer, experimentar e ver se serve. Se ficar sobrando no busto, ou se você precisar de uma roupa 2 tamanhos maior do que o seu usual, pode ter certeza de que não é pessoal, e que você não engordou de ontem pra hoje...

Só um adendo: meu vestido tem um ziperzinho minúsculo, que quebrou na primeira usada. Não me surpreendi muito, já que sempre tenho problemas com esses zíperes magrinhos laterais. O saco é que a roupa já estava sem etiquetas e de bainha feita, daí tive que levar na costureira pra trocar o zíper por vintão. Adicionados esses R$20 aos já não tão baratos cento e pouco reais que paguei na peça, senti pesar no bolso. O que me fez pensar positivo foi que não tenho encontrado muitos TQCs que me sirvam por aí, e custem menos de R$200,00... Enfim...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Avène + gripe + Paul McCartney + fim de semestre + Buenos Aires + desastre do Bepantol

Como talvez vocês tenham notado (ou não), dei uma sumidinha, devida principalmente à loucura de final do semestre que a pessoa que faz faculdade, ainda que tardiamente como eu, experimenta. Mas tudo isso tem um lado bom, claro: podem me perguntar qualquer coisinha de história da URSS, que eu sei (pra vocês que nasceram nos anos 90, URSS era um país bem grande que conseguiu agitar muito o mundo de maneiras impensáveis e malucas durante menos de meio século). Claro que também peguei aquela gripe básica da semana de provas, e precisei me vitaminar bastante para poder me comportar dignamente no show de Sir Paul McCartney domingo passado. Tá, eu já tinha visto esse show em San Francisco e estava esperando que fosse bem parecido, mas pasmem: consegui ver melhor e de mais perto, ouvir melhor e me animar ainda MAIS! Só o repertório de SanFran que foi mais bacaninha, mas né, não dá pra ter tudo. Foi muito bacana, mágico mesmo, e espero que todo mundo tenha ido e curtido como eu curti.



Imagem daqui (detalhe que quando eu googlei 'McCartney "São Paulo"', a primeira coisa que apareceu foi o tombo que o veinho levou no palco ao final do primeiro show - a galera tem ou não tem espírito de porco???).

Agora estou de volta pra falar das minhas chorrumelas costumeiras, mas primeiro deixa contar do desastre que ocorreu durante o show. Fred, homem vaidoso, fez uma tatuagem no braço, cheia das cores e dos detalhes, pra combinar com as diversas outras que ele já tinha. E como a tatuagem é recente, ele vive com o tubinho de Bepantol pra cima e pra baixo, pra dar os cuidados de que ela precisa. Acontece que toda mulher comprometida tem também seu lado roadie: carrega na bolsa a carteira do amado, os (poucos) badulaques do amado e, no meu caso, o Bepantol, que foi pro show de Sir Paul comigo, dentro da minha tiracolo. Ótimo. Quando o show acabou, e eu meti a mão dentro da bolsa pra tirar as chaves do carro de dentro, imaginem a tragédia: pareciam cobertas de chantilly. E claro que o raio do Bepantol, que perdeu misteriosamente sua tampinha, lambuzou não só as chaves, mas minha carteira, meu breguete de prender o cabelo e tudo o mais que tocou, inclusive as minhas mãos. Que, admito, ficaram bem hidratadas depois do ocorrido.


E por falar em cuidados com a pele, queria aproveitar e mostrar pra vocês uns produtinhos da Avène que são meus queridinhos mais recentes. Tudo da Avène sempre fez a maior diferença na minha pele, principalmente a deliciosa água termal e o Diacnèal. Recentemente a gente até publicou um release de um filtro solar da marca (aqui) que não experimentei, mas fiquei bem curiosa, ainda mais pelo preço nada ruim. Daí que eu estava com os lábios bem podres na semana louca de trabalhos, provas e etc que antecedeu meu aniversário, e o balm da Nívea (que é muito bom e tem precinho bem honesto, paguei quase R$7 em uma drogaria com fama de careira aqui de SP) não estava dando conta. Por isso resolvi desembolsar R$22 no balm milagroso à base de Cold Cream da Avène:



Imagem daqui.


Um dia e uma noite de aplicações foram suficientes para que aquelas pelinhas ressecadas voltassem a ficar hidratadas, e o ardor e a vermelhidão dos lábios sumisse. Levei também na minha viagem, porque avião sempre acaba com a minha pele, e não tive problema algum. Pode ser que não seja o balm mais barato do mundo, mas EU achei que compensou. Virei fã e recomendo de olhos fechados. Mais um sucesso da Avène na minha pele!


Se você é o tipo da leitora que se revolta quando falamos de produtos que são baratos no exterior e caríssimos aqui, aconselho parar de ler o post AGORA e ficar contente apenas com o balm da Avène que é pagável, maravilhoso e vende na farmácia (yay!). É que estive em Buenos Aires por um final de semana, no início do mês, e aproveitei pra me acabar nos Avène vendidos nas maravilhosas farmácias da rede Farmacity. Não sei se são as mais baratas da cidade, mas são bem completas e com certeza mais em conta do que as daqui - pra uma pessoa com pouco tempo para compras, como eu estava, tudo isso já basta e justifica.

Por preços infinitamente inferiores aos daqui, arrematei duas águas termais bem grandonas e meu novo amor: o Cleanance (em loção, não em gel - ambos existem). Imaginem só um produtinho de pele que limpa, tonifica, tira maquiagem, cuida da tendência à acne e ainda deixa a pele com aspecto matificado... é ele. Aliás, o que me fez ficar atraída por esse item foi a promessa de um rosto matte. O produto tem duas "fases", e é preciso agitar bem para misturá-las antes de aplicar. Algumas gotas (ele rende bem) num chumaço de algodão são tudo o que você precisa. Em mim, esse efeito mate durou por 5 horas, o que é bastante, considerando que a minha pele é BEM oleosa. Confesso que andei abandonando a etapa "tonificar" nos cuidados com a pele porque vinha usando o sabonete líquido ultrapotente da Galderma (vejam aqui) e sinceramente, achei que os tônicos não estavam fazendo muita diferença, então já estava passando direto à etapa de hidratação depois da limpeza. Com o Cleanance, repensei.



Imagem daqui (matéria da Harper's Bazaar com vários outros itens legais).

Como estou usando o Cleanance há menos de um mês, não consigo saber ainda se ele faz uma super diferença no combate a aparecimento de cravos, espinhas e acne pentelha. Mas quanto às outras promessas, podem acreditar que ele cumpre, por isso quis vir correndo contar.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Eyeko agora vende na farmácia!

Em setembro, Max e Nina, os fundadores da Eyeko, marca londrina com pegada girlie que a gente supercurte, vieram ao Brasil promover o lançamento de novos produtos e anunciar a venda  dos produtos com entrega direto do Brasil! A compra, que era feita pela internet e cuja entrega no Brasil vinha da Inglaterra passará ser feita incialmente também pela Sacks e pela Drogaria Iguatemi.


O rendez-vous aqui em São Paulo rolou no Bus Party, um ônibus adaptado para rodar por aí enquanto a balada rola dentro!




Pelas fotos não dá pra imaginar o que foi: um monte de mulher, um ônibus em movimento, champagne e DJ, quer dizer ... Tinha até uma manicure pintando unhas toda trabalhada na lanterna de minerador na cabeça!


Entre os lançamentos estão batons na forma de lápis, novas cores de esmaltes, glosses e novos sabores do FatBalm, bronzers e blushes. Nem todos os produtos novos estão disponiveis e na Sacks só tem os rimeis e delineadores e lápis de olho.
A parte muito ruim da venda direto do Brasil é que os preços ficaram quase impráticais: a BigEyes, que eu nem achei essa CocaCola toda, sai por módicos (NOT) R$ 64,90 aqui em terra brasilis. Para quem comprar dos Estados Unidos, por exemplo, vai pagar apenas $14 por cada máscara e $ 5,50 por cada esmalte...




Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar da iogurteira TopTherm. Durante a balada ambulante, rolou uma disputa entre grupos para ver quem fazia a body art mais legal com as canetas delineadoras. E o meu grupo, formado pelas Cinthias Rachel e MakeUP + Nani, ganhamos êêê \\o//


E hoje vai rolar um evento aqui em São Paulo onde a Nani vai ser a maquiadora oficial, não é máximo nossa especialista?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A especialista: Descubra sua personalidade através do batom que você usa

Este tema foi pauta no programa Mais Você da Globo. Corra para sua bolsa e confira o resultado!!!
Organizada - ponta afiada
Honesta e boa amante, é daquelas que gosta das coisas planejadas e relacionamentos transparentes. A organização é seu ponto forte: adora deixar as coisas em ordem e, algumas vezes, não se dá conta de que exagera.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Vichy Essentielles + iPad

A Vichy fez uma ação muito legal para o lançamento do Essentielles, um creme a base de polifenóis de rosas que é o CHEIRO DA RIQUEZA na forma de creme e custa apenas R$ 24,90. 




É só clicar no botão do banner que está ao lado lado e clicar nas pétalas até encontrar a pétala premiada. Ao encontrar a pétala, é só preencher o cadastro e criar uma resposta para a pergunta "O que é essencial pra sua vida?". As 100 melhores frases vão ganhar o creme e o blog que mais tiver cliques vai ganhar um iPad igual ao da foto abaixo.



E como a gente é muito legal, se ganharmos o iPad, sortearemos entre as participantes \o/
Corre que ainda dá tempo de colocar o VnF? em primeiro lugar. E o creme, para quem quiser experimentar, vende na farmácia, como toda a linha Vichy.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Cantinho do Assessor: Avène lança fotoprotetor com FPS 50+ para áreas sensíveis



Avène lança fotoprotetor com FPS 50+ para áreas sensíveis


Versões Avène 50+ Emulsão e Avène 50+ Color dos Solares Avène agora têm novas embalagens e
seguem as recomendações da comissão europeia

Avène 50+ Stick Zonas Sensíveis é o mais novo produto da linha de fotoprotetores de proteção muito alta da marca francesa de dermocosméticos Eau Thermale Avène. Foi desenvolvido para proteger zonas pontuais e sensíveis do rosto e do corpo, como nariz, orelhas, cicatrizes e tatuagens, lesões pós-cirúrgicas e pós-procedimentos dermatológicos, além de prevenir melasmas (manchas escuras), fotodermatoses e cloasmas (melasmas decorrentes da gravidez).

É hipoalergênico e não comedogênico e, assim como a dos demais produtos desta categoria, garante alta proteção contra todo o espectro UV: UVB, UVA curto e UVA longo. Sua fórmula é composta por associação exclusiva de ativos - complexo MPI-SORB, pré-tocoferil e Água Termal Avène.

MPI-SORB é um complexo de filtros solares. MPI é a sigla para Mineral Protector Ingredient, uma combinação patenteada de dois filtros minerais revestidos e micronizados, de alta tolerância: o Dióxido de Titânio (TiO2) e o Óxido de Zinco (ZnO). E SORB é um complexo fotoprotetor de última geração, composto pelos filtros orgânicos Tinosorb M e Tinosorb S, que confere alta proteção e excelente qualidade cosmética.

Já o pré-tocoferil é um ativo patenteado, precursor imediato da vitamina E e um potente agente antirracadical livre, que combate o envelhecimento precoce. Liberado gradualmente, o ativo age de acordo com a necessidade da pele e atinge as diferentes camadas da epiderme. Presente em todos os produtos da marca, a Água Termal Avène atua como calmante, anti-irritante e anti-inflamatório.

Avène 50+ Stick Zonas Sensíveis está de acordo com as normas europeias de regulamentação, regidas pela COLIPA - The European Cosmetic Toiletry and Perfumery Association, que avalia através de testes o equilíbrio adequado de proteção solar pela relação FPS (Método Internacional) e índice de proteção UVA. Considerada uma das regulamentações mais exigentes do mundo, o COLIPA concede às marcas que estão em conformidade com os testes o selo UVA, que deve aparecer na parte frontal do produto. Todos os Solares Avène estão em conformidade com a regulamentação do COLIPA.

Instruções de uso: aplicar Avène 50+ Stick Zonas Sensíveis uniformemente sobre a pele antes da exposição ao sol. Reaplicar em casos de exposição prolongada, sudorese intensa e contato com a água (banho de mar, piscina, etc.).

Embalagem: stick com 10g

Preço sugerido: R$ 37,50

A linha de fotoprotetores 50+ de Eau Thermale Avène é composta ainda por Avène 50+ Loção, Avène 50+ Spray Infantil, Avène 50+ Color e Avène 50+ Emulsão. Esses dois últimos acabam de ganhar nova embalagem com válvula pump - uma recomendação da Colipa - The European Cosmetic Toiletry and Perfumery Association – que evita a entrada de ar e, consequentemente, a oxidação do produto, além de facilitar a aplicação e evitar o desperdício.
SAC 0800 702 10 37

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

A especialista: Quem ama cuida...

... já dizia o velho ditado!!!

Para seus produtinhos de make durarem mais, lembre-se:

- Sabe aquele pozinho que fica acumulado na embalagem da sombra? Às vezes, você tem o costume de soprá-lo, mas ao fazer isto, você acaba lançando muitas bactérias no produto e isto diminuirá sua validade. Prefira dar uma leve batidinha na pia do banheiro ou em um papel absorvente.

- Se você usa esponja para se maquiar, ao guardá-la junto do seu pó, evite que a mesma fique em contato direto com o produto (o pó tende a absorver a oleosidade e sujeira que fica na esponja). Prefira embalagens que tenham um compartimento específico para guardar a esponja, ou então, não descarte o plástico que vem no produto novo (entre a esponja e o pó).

- Nada de pingar colírio ou soro fisiológico no rímel para "render" o produto. Dica: você pagou uma pequena fortuna no produto e fica com dó de usá-lo? Escolha um rímel mais "básico" para o dia a dia e outro para o fim de semana.

- Seus produtos de make devem morar em um local longe da umidade e do calor (= banheiro).

- Lave seus pincéis e esponjas com frequência. Os resíduos de produtos + células mortas da pele são um banquete para a turma das bactérias e cia. limitada (argh!).

- Evite compartilhar sua maquiagem.

Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

domingo, 14 de novembro de 2010

Duas sombras da linha mais nova (e mais cara) do Duda Molinos: Noir e Super Nova

Em setembro passado, nas minhas últimas visitas a farmácias americanas, não achei sombra preta que me apetecesse. Até comprei um quarteto da Revlon, mas acabou que a sombra "preta" que tinha nele era mais grafite do que qualquer outra coisa. E eu acho (hey, meninas que estão começando a nécessaire agora) que uma sombra preta, uma iluminadora e uma colorida, da cor que a moça mais gostar, são as únicas cores de sombra que "tem que ter".

Olha que ironia: eu não tinha sombra preta! Digo preta de verdade, sem brilhinho, sem firula. Preta e opaca, daquelas que sujam a mão, a roupa, etc. Era o que eu queria. E fui achar a Noir no mostruário do Duda Molinos na Ikesaki. Quando essa linha nova saiu, rolou um mini bafafá na internet, inclusive aqui, sobre o aumento de preço e suposta melhora na qualidade. Falando por mim, eu já achava a qualidade da linha antiga super. Por isso não fiquei contente com essa linha nova custar mais caro, ainda mais depois que se aventou a possibilidade de o investimento ter sido na embalagem.

A Noir é pretíssima!

Vejam só, paguei R$23 e uns quebrados em uma sombra preta unitária. Opaca, do jeito que eu queria. E super duradoura. Não é baratíssimo, mas não é um roubo. Se eu acho que valeu a pena? Opa, claro! Tanto que levei mais uma, a Super Nova - pelo que entendi era pra ser "supernova" tudo-junto, já que é uma sombra preta cheia de brilhinhos cósmicos. Só que isso porque eu sou colecionadora, aficcionada, "blogueira", sei lá, chamem do que quiserem. Se apenas quisesse uma nécessaire completinha, sem excessos, compraria as cores básicas, talvez dessa linha mesmo.

Não se enganem com a imagem: acho que a Super Nova puxa mais pro preto que pro marrom, mas tem sim brilhos amarronzados. Bem bonita!

E quanto às novas embalagens? Hum... nhé. São bonitinhas, mas se o aumento de preço foi devido a elas (vejam bem, SE), por mim poderiam ter permanecido as antigas. De qualquer forma, dou o selinho (uy) de aprovado pra esses produtos, pelas cores legais, bela pigmentação, duração digna e pelo fato de demoraaaarem a se acumular nas dobrinhas. Fiz um olho preto 'sujinho' com primer e a Noir e ficou muito bacana mesmo, podem se jogar sem medo.

As imagens que ilustram o post foram tiradas da loja virtual do Walmart, onde as sombras são mais caras, R$29,90 cada, embora pareça um site bem completo (mas vejam que nunca comprei lá, então não posso recomendar). A Loosho.com, que tem também certa fama de careira, cobra mais barato, R$27,60 cada, mas de outro lado tem uma grande quantidade de produtos do Duda à venda. São duas opções pra quem não pode pegar o metrô e dar uma paradinha na Ikesaki.

Ah, em tempo: todo mundo sabe que a Duda e a Vult "são" a mesma marca, e duvido muito que as matérias primas e o processo de fabricação sejam muito diferentes. Mas como aconteceu uma coisa muito bizarra com os dois duos da Vult que tenho (quebraram sozinhos na embalagem, aliás foi justo a sombra preta que esfarelou toda e fez com que minha nécessaire parecesse que tinha sido esfregada na churrasqueira), resolvi apostar no Dudão pra ver qual era. Espero que não role a mesma coisa!

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Peles MUITO oleosas, tremei: testamos o Dermotivin Control, da Galderma

Já faz algum tempo que recebemos do fabricante o Dermotivin Control para peles muito oleosas, da Galderma, para teste. Daí dei uma olhada por cima na blogosfera, e concluí que os leitores já devem ter visto comentários a respeito. Atrasadinhas? Um pouco, mas nem tanto. É que sendo a MINHA pele MUITO oleosa, quis usar por uns períodos pra ver qual era o efeito, porque este é o tipo do produto que a gente não sabe se "funciona" de usar só uma vez.

Como vocês podem ver na foto, ele vem em forma líquida ou de espuma, e recebemos ambas. A Loo logo me disse que a versão líquida era forte demais pra pele sensível dela, mas que ela curtiu a espuma. Fiquei "meio assim", porque sempre tive meus senões com espumas desde aquela da Sete, que pra Loo fez um super efeito e pra mim foi bem mais ou menos.

Daí que testei primeiro a versão líquida e já me apaixonei: é bem adstringente, e deixa aquela sensação de pele limpa que eu adoro. O cheiro cítrico e a sensação de pele geladinha na aplicação vêm de bônus! Só tem um detalhe: depois dessa limpeza toda, me parece imprescindível usar um bom hidratante, sob pena de a pele acabar ressecando. Aliás, hidratar é um passo importante do cuidado com qualquer pele, seja seca, normal, mista, oleosa ou tico-tico-no-fubá. É só a moça usar um hidratante específico pro seu tipo de pele. Consultar o dermato é sempre uma boa, até pra não fazer experiências desnecessárias.

Uns dias depois, fui com fé na espuma. Adorei mais ainda. Explico: além da super sensação de limpeza, do cheirinho cítrico e da sensação geladinha, apertando um pouquinho o botão do aplicador já sai uma quantidade de espuma que dá para todo o rosto, sem desperdício. Nos usos seguintes, o nível de produto na embalagem quase não diminuiu. Ou seja, a espuma rende MUITO, mais do que a versão líquida. Mas talvez eu estivesse sugestionada, e concordei com a Loo: a espuma pareceu "menos forte" do que a versão líquida. Será que é impressão? Resolvi o "problema" com a luvinha esfoliante bem de leve no rosto, quando uso o produto.

É importante destacar um ponto, ok, meninas? Na embalagem vem bem discriminado que o produto serve pra peles BEM oleosas. De repente, se você tem pele mista, ele pode não ser tão bom pra você. Agora, pra quem mina óleo o dia todo (presente!), acho que esses produtos podem ser de grande ajuda. Tanto que até separei um pouquinho numa embalagem menor pra levar na bolsa.

Imagem: divulgação.

UPDATE: A leitora Daniele contou nos comentários que usa a versão soft do produto, que é mais suave, adequada para peles delicadas e/ou secas. Obrigada pelo comentário, Dani! E meninas que usam produtos para pele seca, vocês estão mais do que convidadas a dar seus pitacos, porque como a gente tem pele mista/oleosa, é só o que acaba sendo postado!

Canetas nas unhas

No meu mundo ideal, além de não existir carro prata os esmaltes seriam sequinhos e em forma de caneta.
Ma come?
Na saudosa época de escola, onde ainda havia alternancia de poder no governo estadual paulista, atire a primeira bolinha de papel quem nunca pintou a unha com corretivo (aka branquinho) para depois pintar as unhas com marca texto ou hidrocor.
Desde essa época, meu sonho é que os esmaltes sejam assim: você passa uma base, depois pinta as unhas com uma caneta. Sem ter que limpar cantinhos, sem preocupar-se se o esmalte ficou grosso, com muitas possibilidades para nail art (NOT)
Enquanto esse produto dos sonhos não existe, fui atrás das canetas para cuidados de unhas que encontrei.



A primeira experiencia foi com a e.l.f. Essentials Nourishing Cuticle Pen, para hidratar as cuticulas. Mesmo com o trauma da cera da Granado, não desisti de não tirar cuticulas.
Bom, para isso essa canetinha não serve. Ela deixa uma hidratação muito superficial que praticamente não serve pra nada. Serviu para proteger a cuticula na hora de passar esmalte, acaba facilitando na hora de retirar os cantinhos. Por U$1, não tenho nem coragem de reclamar.


A caneta da Basicare eu não sei quanto custa, foi presente da marca, e promete remover borroes de esmaltes. Bom, teoricamente, usando a caneta da ELF eu não precisaria usar essa, mas quem disse que lembro de usar? rá!
Voltando a Basicare, achei meio fraquinha: não é o produto dos sonhos - parte II, que elimina a necessidade de palitinho+algodão+acetona, mas quebra um galho. Não serve pra remover esmalte da unha e acaba ficando com a ponta suja. Por ser bem parecida com uma caneta marca-texto, acaba ressecando se ficar muito tempo aberta e tento mante-la em pé, para que a "carga" sempre atinja a ponta. Apesar de ter usado algumas vezes, não cheguei a formar uma opinião a respeito. E continuo desejando pintar as unhas igual na época da escola...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Resenha da Leitora Marcela: filtro solar Minesol Antioxidante Gel-Creme da ROC

Mesmo que não haja um instrumento que mensure o grau de oleosidade da pele, a minha é muito - diz a minha percepção, a minha vivência.
Usar filtro solar já foi uma tortura: nada ficava com toque seco, leve ou no mínimo, levemente desengordurado. Até que eu conheci a linha Minesol
Actif da Roc. Me encontrei! Agora sim eu poderia passar maquiagem sobre o filtro solar (porque até então assim os editoriais de beleza ensinavam, mas
eu não podia fazer). O que já era satisfação cresceu ainda mais quando descobri o Minesol Oil Control. Pra mim, melhor até que os meus produtos
matificantes.
            Quando descobri que a Roc lançara um novo filtro, serum e antioxidante, meus olhos cresceram. O meu filtro estava acabando e marchei
para a farmácia. O que achei (aqui em Goiânia, na Drogasil) foi um gel-creme e antioxidante, fps 40. Mas como os que eu havia amado da Roc também
eram gel-creme, achei que seria ótimo. Testei na mão, parecia com o meu habitual. No outro dia, ao aplicá-lo no rosto limpo, a decepção. Tão pesado,
engordurante como os filtros que a minha mãe (leia-se pele seca de 50+) usa. Fiquei tão triste!
            Sei que as leitoras de pele oleosa e também amantes do Minesol não são poucas, então, espero feedback. Alguem usou o mesmo filtro? Qual
o resultado? E o serum? Este sim dá certo??? Troquemos impressões!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Alexa, podemos ser amigas?

Alexa, querida, te acho hipergata e acho sua bolsa liinda, e sei que você tá pouco se importando para as similares em moleton.








Ai que eu vi essa bolsa com um vibe meio Mulberry e levei pra casa. Já posso fazer parte do clubinho das descoladas? 
aguardo resposta
xoxo
Loo

A especialista: Iluminadores: o quê, como, onde, quando

O quê: produtos em pó ou cremosos usados para iluminar pontos específicos do rosto.

Como: Para aplicar os produtos em pó (compactos ou soltos) prefira utilizar um pincel. No caso dos produtos cremosos, a ponta dos dedos ou um pincel de cerdas sintéticas.

Onde: Na lateral dos olhos, formando um sinal de maior ou menor < >, abaixo das sobrancelhas, no cantinho interno dos olhos, no "v" do lábio superior.

Quando: Durante o dia, prefira um iluminador com menos brilho, de acabamento mais sutil, caso contrário, pode dar a impressão de pele oleosa. À noite, invista nos produtos cintilantes, mas cuidado para não exagerar na dose, já que os flashes costumam amplificar o efeito e você pode ficar com cara de garota cibernética...

Existem dois acabamentos: o que apenas ilumina e o que ilumina com cintilância (partículas de brilho).
Antes de me perguntarem, já respondo: "Sim, você pode usar uma sombra clara como iluminador."

Existem vários tons: rosados, dourados, prateados, brancos, pele...


Algumas sugestões de iluminadores:


Foto 1
Pearl – MAC




Vanilla – Mary Kay


Foto 3
Candeia – Natura


Star – MAC


Pincel facial iluminador – n°2 – Mary Kay


Belightful – MAC


Pigmento – Deckchair - MAC


Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com