segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Alô industria esmalteira - parte II

Quando fiz aquele post sobre as miniaturas, pesquisei um pouco a respeito sobre descarte seguro de esmaltes. Não acho que jogar no lixo seja um destino seguro, e as informações que encontrei na época não foram animadoras.

Mas aí a , leitora desse blog desde os primordios, fez o que fiquei com preguiça de fazer: questionou os principais fabricantes sobre o destino seguro dos esmaltes vencidos.

Infelizmente só a Speciallitá respondeu, apesar de eu ainda não saber como devolver os esmaltes vencidos.

Alô fabricantes de esmaltes: que tal facilitar a coleta de esmaltes vencidos? Alguém com mais engajamento ecológico que eu, sabe mais alguma coisa a respeito?

11 comentários:

  1. Essa falta de concientização e descaso é q me assusta. Eu faço a minha parte, sempre pintos os vasos de barro de flores com esmates vencidos. E vou dando p as amigas q gostam d plantas.

    ResponderExcluir
  2. Olá, sempre visito o blog mas hoje é a primeira vez que participo. Essa questão de descarte de produtos, quer sejam cosméticos, remédios, pilhas, etc, tem um detalhe: CADÊ OS GOVERNANTES CUJA DONA ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária - QUE DEVERIAM FISCALIZAR OS FABRICANTES??? Já chega de leis de papel, falta aplicá-las. Na hora de recolher impostos, eles nem se importam onde será o destino final dos produtos! E danem-se os consumidores que se importam em fazer o correto. Num país onde rede de esgoto é luxo de bairro nobre, o que pensar sobre as palavras "direitos", "cidadania" e "consumo consciente"? Sem contar que ainda usam ingredientes alérgicos em muuuuuuitos produtos que consumimos! Com certeza tem gente que pensa que cosmético é coisa de mulherzinha, então, é coisa supérflua. Mas TUDO o que pode prejudicar a nossa saúde e o planeta em que vivemos NÃO É SUPÉRFLUO! É necessário agir: eu parei de comprar certas coisas de certos fabricantes pq me sinto usada e descartada, como se fosse lixo.Essa briga é mais uma questão de opção: devemos BANIR os fabricantes que não respeitam a VIDA!Ou continuar usando coisas que sabemos, poluem, matam e ainda por cima é caro!É como fumar, já que você sabe que cigarro dá câncer e mata.

    ResponderExcluir
  3. Quelita, que ótima idéia!
    pena que só tenho um vaso de barro no momento, mas já tenho "arte" pro fds =)

    ResponderExcluir
  4. Adorei a idéia de pintar os vasos, pra quem gosta de artesanato (EU AMO) dá pra inventar mil coisas e assim reaproveitar esse esmaltes...

    Amei a atitude da hits, todas as empresas deveriam se preocupar com o descarte de seus produtos vencidos, mas acho que deveria ser feito de uma forma mais fácil para o consumidor, deveriam deixar galões nas lojas que vendem esmaltes, seria muito mais fácil para as pessoas colaborarem! E deveriam aceitar o recolhimento de remédios e cosméticos vencidos nas Farmácias também, afinal a população não é instruída sobre como agir quando esses produtos vencem e acabam descartando nas pias, no lixo comum, vaso sanitário...
    Realmente a Anvisa já demorou pra tomar uma atitude sobre o descarte de produtos!

    ResponderExcluir
  5. Até porque, a Política Nacional de Resíduos Sólidos Lei 12.305/10 e Decreto 7.404/10 está aí para ser cumprida.
    É continuar protestando, especialmente por parte das manicures e salões.

    ResponderExcluir
  6. Loo, eu já vi lá no "loucas por esmaltes" que o descarte pode ser feito jogando o esmalte em um papelão e aguardando a secagem do mesmo. Mas vai para o lixão da mesma forma :S

    ResponderExcluir
  7. Gatas, incrivelmente após ser linkada aqui as marcas deram sinais de vida! E foi triste... Se quiserem conferir respostas de mais fabricantes, o link está aqui: http://umticosustentavel.blogspot.com/2011/11/descarte-de-esmalte-saga-continua.html

    Loo e Joo, se quiserem postar e linkar, fiquem à vontade!

    Mil beijos!

    ResponderExcluir
  8. Meninas,

    Eu acho que o problema é ainda mais complexo, pois envolve essa ânsia de comprar e comprar indefinidamente. Pra quê ter 30 esmaltes com a mesma cor? Será que precisa mesmo de tudo isso? Somos levadas a comprar toda sorte de cosméticos, e compramos por impulso. Quando vemos, temos 20 hidratantes, 50 esmaltes e mais n coisas. O que acontece é que muitos deles vencem e não usamos nem 1/10 do conteúdo. Concordo qd dizem a respeito da miniaturização, pois assim a chance de vc consumir o produto inteiro é maior.

    É um dilema sério, pq o que movimenta a economia é o consumo, porém é esse mesmo consumo que gera toneladas de lixo, resíduos tóxicos e um prejuízo enorme pro meio ambiente... Como faz então?

    ResponderExcluir
  9. Deborah, como diria o velho Abelardo, eu vim pra confundir, não pra explicar.

    ResponderExcluir
  10. Oi meninas... descobri o blog de vcs esses dias e nao consigo mais parar de ler heheh... gosto muito da forma como vcs escrevem! Quanto ao assunto realmente nunca tinha parado pra pensar... acho que da ultima vez q joguei esmalte fora foi no lixo (que absurdo). Sei que concordo com a parte de miniatura a marca Elke vende esmaltes com embalagem pequena e achei fofo... hoje fui a uma loja com milhoes de tipos de esmaltes e infelizmente a maioria ja estava decantando (a nao ser marcar que custam bem caro) e ai eu pergunto algum deles vai ser vendido??? Onde vão jogar fora?? Ser que as marca recolhem? Mas vao recolher e colocar produto ruim de volta?? É meio triste isso!!
    Parabens pelo blog... pela nenem LINDA e pela iniciativa!!!
    Bjão meninas!!

    ResponderExcluir
  11. Olha, uma idéia é você jogar o esmalte que está no vidro em um papel e deixar secar e depois jogar fora! aí vc limpa o vidrinho jogando acetona dentro e pode usar pra fazer misturinhas ou entao mandar reciclar, acho que dá certo assim!

    Beijos!
    to seguindo!
    www.malditabeleza.com
    @malditabeleza

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam