domingo, 27 de novembro de 2011

Pra não dizer que não falei de estrias (e/ou Tô viva!)

Acostumem-se a ver postagens em horários bizarros como esse: a verdade é que ando cheia de ideias, mas toda vez que sentava pra escrever, Nina reclamava e lá ia eu, largando tudo pela metade. Não que isso tenha deixado de acontecer, pelo contrário. É que agora a gente já se conhece melhor e eu sei mais ou menos o que esperar dela (inclusive as horas em que ela vai me deixar fazer algo, tipo escrever, colocar roupa na máquina ou luxos tipo dormir, tomar banho, essas coisas). Vamos ver se consigo retomar minhas postagens e, enquanto isso, agradecemos pela graça alcançada de termos a Loo e a Nani, que não deixaram este blog às traças.


Ninoca manda lembranças.


No último post, a Loo falou de hidratação e estrias na barriga por causa da gravidez. Vim, de novo, e agora que não estou mais grávida, dividir a experienciazinha que tenho no assunto. Barriga é uma parte do corpo que, antes de engravidar, eu nem ficava hidratando, até porque sempre tive mega secura em joelhos, cotovelos, perna e tornozelos, então me concentrava nestes daí. Depois de grávida, porém, agarantchu que minha pancinha esteve entre as 10 mais hidratadas do planeta.

Meu obstetra nunca foi muito específico quanto a produtos e marcas. Quando ele perguntou se e como eu estava me hidratando, respondi que estava usando um Neutrogena para peles supersecas (sem cheiro, excelente porque não briga com perfumes nem perturba narizes e estômagos de grávida). Ele meio que me deu carta branca pra usar o hidratante que eu quisesse, contanto que não ficasse enjoada, lembrando sempre que o aparecimento de estrias também depende de outros fatores, entre eles o genético.

E assim fiz. Usei Garnier Body, amei, excelente performance e custo benefício (custa 6 reais e pouquinho em média, acessível pra todo mundo). Usei o Dermage que a Loo também está usando. Usei Mustela. Mesmo assim, um pouco antes de a Nina nascer (calculo umas duas semanas, talvez) apareceu a primeira estria. 'Ah, é só uma', pensei. Daí pra frente, rolou um monte de água debaixo da ponte e o saldo final foram dez - três do lado esquerdo da barriga e sete do lado direito. Fuém.

E o que eu estou fazendo para (tentar) me livrar delas? Confesso que não muito. Ando usando um produto da Mustela que promete atenuar estrias que já apareceram. É caro, e eu não conheço similar nacional, mas pra ser honesta não conheceria nem esse se a Farmácia Mix não tivesse me mandado. Em quase dois meses de uso, achei as estrias menos roxas, o que não sei se é do uso contínuo do produto ou do decurso do tempo. Recentemente tive a bela ideia de usar sobre as estrias o Treatment Enzyme Peel da Amore Pacific (já falei dele antes), um peeling químico ultra suave que super deu certo no meu rosto, interrompi o uso durante a gravidez e agora voltei a usar. Vamos ver se esse combo dá certo, até porque ele é, como bem falou a Loo, uma medida de fé. O jeito e segurar na mão do Mustelão e ir.



Esses daqui, ó.


No entanto acho que, quanto a estrias de gravidez, a melhor dica que tehnho a dar é não se desespere. Falo isso porque leitoras comentaram aqui que choraram quando as estrias apareceram, etc. Claro que não é nada agradável, aliás meu corpo nunca esteve tão bizarro quanto agora, após dar à luz e durante a amamentação. Mas é a tal história de não se fazer omelete sem quebrar ovos: oi, tem um bebê dentro da sua barriga, e ela vai esticar, e talvez chegue uma hora em que ela não tenha mais pra onde crescer. Outra maneira de se encarar é que shit happens sometimes, mesmo, e que no grande esquema das coisas algumas marquinhas não podem fazer tanta diferença assim.

28 comentários:

  1. que bebê lindo!!! acho que compensa qualquer estria olhar pra essa carinha...

    enfim, nunca tive filhos mas já tenho alguma experiência com produtos pra elas. quando comecei a tomar anticoncepcionais, lá pelos 15 ou 16 anos, meus peitos incharam de tal maneira que o meu corpo não aguentou o.O

    na época, fiquei cheia de riscos roxos, feios. fui num dermato que me passos algum desses cremes a base de colágeno, que usei religiosamente de manhã e a noite. era fedidinho, mas depois de um tempo, não sei se por um processo natural ou pelo creme, elas começaram a clarear até ficar bem branquinhas. e como eu sou branquela, ficou quase imperceptível, tanto que hoje em dia lembro pouco delas.

    a parte triste: meu corpo se acostumou, os peitos desincharam, não tenho bebê fofo mas as marcas do episódio continuam ali :p

    ResponderExcluir
  2. que bebê lindo!!! acho que compensa qualquer estria olhar pra essa carinha...

    enfim, nunca tive filhos mas já tenho alguma experiência com produtos pra elas. quando comecei a tomar anticoncepcionais, lá pelos 15 ou 16 anos, meus peitos incharam de tal maneira que o meu corpo não aguentou o.O

    na época, fiquei cheia de riscos roxos, feios. fui num dermato que me passos algum desses cremes a base de colágeno, que usei religiosamente de manhã e a noite. era fedidinho, mas depois de um tempo, não sei se por um processo natural ou pelo creme, elas começaram a clarear até ficar bem branquinhas. e como eu sou branquela, ficou quase imperceptível, tanto que hoje em dia lembro pouco delas.

    a parte triste: meu corpo se acostumou, os peitos desincharam, não tenho bebê fofo mas as marcas do episódio continuam ali :p

    ResponderExcluir
  3. Nayara, também tenho estrias no peito, pelo mesmo motivo que voce. Mas como são bem antigas, também jã clarearam, e nem percebo que elas estao ali! Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Tenho estrias na coxa pq depois que parei de correr, a perna ficou metade do que era antes... mas sei lá, fiquei meio triste na hora mas não foi o caso de chorar.
    Imagina se ficasse grávida então, certeza que apareceriam estrias! Mas acontece, né? Acho que nesse caso a gente tem tantas outras procupações na cabeça que não vale a pena se esquentar (tanto) com isso.
    Nina é tão linda, com essa carequinha e esse sorrisão, me faz sorrir sempre que a vejo no facebook :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Joo .. a Nina é linda!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, muito legal.
    E super bem feitinho e elaborado, parabéns.
    Bjsss.
    http://vanessa-cereja.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Tive minha filha há 4 anos e na época, usei o óleo Mamãe e Bebê da Natura durante o banho. Depois, o hidratante da mesma marca. Fazia isso religiosamente todos os dias, e sorte a minha de não ter enjoado nem um poukinho, pq o cheiro dos produtos é forte (agora até que não, mas nariz de grávida é fogo: o faro é apurado!)O resultado foi altamente compensador: nenhuma estria!!
    Mas,como disse a Nayara logo acima... "que bebê lindo!! acho que compensa qualquer estria olhar para essa carinha..."
    Beijos e parabéns!!

    ResponderExcluir
  8. Olha,sei que meu caso não se compara com gravidez, mas se pensar em termos da pele esticar muito de repente, aí vai meu testemunho: coloquei 300ml de silicone e ganhei 3 estrias no lado direito. Usei um creme para gravidas da Payot e hoje,3 anos depos,só restou uma estria que só se vê se chegar bem perto.
    Por isso, concordo que o melhor é não se desesperar e esperar o tempo cuidar disso.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Loo!
    Parabéns pela fihlota linda!!

    Escuta, descobri ontem que estou grávida! *.*

    A partir de quanto tempo de gestação temos de começar a reforçar a hidratação na barriga? Qualquer hidratante serve? É que nã ficou muito claro pra mim...

    Beijos!
    Gabi
    http://www.vaidosaeprendada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Bom é que são estrias novas. Quando eu tinha uns 15 anos e minhas estrias do bumbum começaram a aparecer, passei óleo pro banho e estava funcionando bem, até dar espinhas e eu preferir ter estrias do que espinhas. Agora já era, pq mais de 10 anos dps, viraram estrias brancas que não saem mais. Mas certeza q qdo eu engravidar, vou encher de óleo na minha barriga haha Já que lá não tem tanta tendência pra ter espinha e minha barriga não vai ficar esticada pra sempre tbm, então eu posso lidar com algumas que tvz apareçam.

    ResponderExcluir
  11. Perdoada só pq a Nina é muito linda, que vontade de apertar e mordeer.
    Eu não tenho filhos, mas dos meus 11 anos até os 13 eu cresci muito e em pouco tempo. Resultado: estrias no joelho, nas pernas, no bumbum e no pneuzinho (derrota haha).
    E naquela época eu usava o creme da natura mamãe e bebê.

    Parabéns pela filhota.

    ResponderExcluir
  12. Olha, não tenho filhos, mas tenho mts estrias da época da minha adolescência...mais de 10 anos e tinha umas nos braços que me incomodavam bastante, nem usava camiseta por vergonha. Resolvi fazer cum tratamento com uma dermatologista e o resultado foi excelente. Eu fiz dez sessões de carboxiterapia aliada a utilização de ácido retinóico. Hoje em dia elas são quase imperceptíveis...amei o resultado.

    ResponderExcluir
  13. Loo,

    Parabéns a Nina é uma fofa!!
    Os meus pequenos já tem 2 anos e até os 5 meses eu me sentia um ET naquele corpo que não era o meu, mas sem grandes neuras.. Agora tudo voltou ao normal (dentro do possível né depois de gestação e amamentação gemelar), algumas estrias ficaram pra contar história mas tudo está lindo de novo, pelo menos é isso que penso quando olho pras crianças!

    Bjs pra vcs!

    Mônica
    (http://mgnogueira.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  14. Zemtchi, Nina = filha da JOO! :)

    ResponderExcluir
  15. rss.. pra não dizer que não falei das cadelinhas... rss segundo o site http://frasesparafacebook.com a.... adorei!! vou usar! bjs. Rebeca

    ResponderExcluir
  16. Ops, foi mal Joo. Como vc já deve ter percebido cabeça de mãe não bate bem.. Sorry!!
    Bjs
    Mônica

    ResponderExcluir
  17. Mônica, nem me fale, to aprendendo isso na prática (e ó que minha cabeça nem era boa ANTES!)

    ResponderExcluir
  18. Olá, tive estrias nos seios recentemente e minha dermatologista me passou uma creme manipulado cuja composição leva 0,05% de ácido retinóico e 5% óleo de rosa mosqueta. Está promovendo uma leve esfoliação e a dermatologista disse que com o tempo atenua as estrias. Fica a dica pra quem tem estrias ainda vermelhinhas e recém aparecidas!

    ResponderExcluir
  19. Tenho duas experiências com estrias. A primeira foi na adolêscencia, muuuito tempo atrás hehehe. Já a segunda é bem mais recente. No meu último ano comecei a engordar, e foi o suficiente para aparecer muuitas estrias. Então procurei uma dermato e fiz tratamento com laser. É caro, mas deu resultado! Contei tudo como foi lá no blog: http://www.blogdakeju.com/2011/11/pagando-pra-ver-tratamento-para-estrias.html

    Bjoss
    www.blogdakeju.com

    ResponderExcluir
  20. Joo, como você as estrias apareceram 2 semanas antes da Maria nascer, foram duas só, uma na frente e uma À direita, no flanco. Confesso que agora que vc escreveu o post eu tive que procurar p ver se elas ainda estavam aqui... e estavam até pq eu nunca fiz nada p sumir com elas (Ainda)... mas como eu sou branquinha e já tinha outras do ladinho, de gordinha, nem lembro delas...

    Lembrando que enquanto as estrias são vermelinhas/violáceas é mais fácil de tratar, depois elas ficam branquinhas e "estáveis" e por mais que a gnt tente, só mesmo tratamentos mais intensivos para desaparecer, é gente, infelizmente a estria é um "presente que você ganha para a vida inteira" como diz minha dermatologista...

    quando eu própria for dermato vou experimentar alguma coisa, laser, terapia celular e prometo contar como foi!!! :D

    ResponderExcluir
  21. Lindinha demais a Nina! Assim a gente nem tem tempo de pensar em estrias! Eu parei de pensar em estrias, celulites e afins. Eu me cuido sim, mas sem neuras... Quem é que não tem?

    ResponderExcluir
  22. Pois é! Nesse momento, quanto menos neura, melhor! Porque neura, aliás, dá ruga!

    ResponderExcluir
  23. Joo!A Nina tá uma riqueza!!! ô coisa foooooofa!
    Quanto às estrias, o que são mesmo essas marquinhas perto desta bonequinha??? N-A-D-A
    É bom tê-la de volta com mais frequência! ;)
    Bjo gde!

    ResponderExcluir
  24. Olha, vou ser sincera: não li o post, mas preciso comentar: que linda é a NINA!!!
    Parabéns! Um beijo.

    ResponderExcluir
  25. Zenti que coisa fofa do mundo que é a sua princesa! Nina liiiiiiiiiinda! Estava doida para conhecer esse rostinho doce!

    Hhahaha, eu fui uma das reclamonas sobre lágrimas por conta das estrias, e depois chorei porque me arrependi de ter chorado por causa das benditas.

    Sim, são marcas, se um dia me estressarem, trato e aguardo o resultado! Sem pânico e com amor, sempre.

    Mustela é o que há, já tinha dito. Não conheço nada melhor também.

    Um beijo e parabéns por essa bb fofa! Ah, voo noturno é tranks até 1 ano e meio, agora tá um pouco mais complicado, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  26. A melhor fórmula para evitar as estrias é: Hidratante Nívea (aquele azulão), Hipoglós e óleo de amêndoa (não aqueles perfumados, óleo mesmo). Mistura até ficar homogêneo e passa muito. Fiz e não apareceu nenhuma... Amigas também usaram e se safaram. Barato e eficaz. Usei o da Dermage também, até descobrir esse.

    ResponderExcluir
  27. Oiii. Parabéns pela filhinha fofoa! :)
    Bom, não tenho filhos ainda, mas ganhei (presente de grego. rs) estrias no início da puberdade, nas laterais das coxas e bumbum.
    Agora já são brancas, antigas, mas tenho usado um creme da Bio Médicin há um mês e eu (e o marido) temos notado uma melhora mto grande, principalmente na tonalidade. Diz na bula que em 3 meses o que foi "resolvido" não volta mais. Se Deus quiser! rsrs
    Bjos.

    ResponderExcluir
  28. O creme da Garnie é muito bom e barato.Em breve quero ficar grávida e já estou me cuidando usando óleos e cremes.
    No creme da garnie (estou usando para pele extra seca)adicionei óleo de rosa mosqueta e amêndoas e Bepantol Líquido.Tem um poder super hidratante! Eu recomendo...

    ResponderExcluir

É novo(a) por aqui? Então preste atenção nas seguintes observações:

- O VnF? não é uma democracia
- Apreciamos críticas construtivas
- Comentários que tenham por objetivo apenas a auto-promoção poderão ser removidos.
- As postagens antigas estão sofrendo moderação para evitar os chatíssimos robôs-spam