segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A especialista: Lançamento Sejaa

Na quinta-feira tive o privilégio de representar o VNF? em um evento muito especial... O lançamento dos produtos de beleza da Gisele Bündchen no Hotel Emiliano! Teve um coquetel e depois fomos para uma sala onde a própria Gisele falou sobre os produtos. São três: um creme diurno, um noturno e uma máscara de barro. Os cremes são para peles normais, mas ela disse que pretende lançar outros para as secas e oleosas.


A idéia de fabricar um produto natural para os cuidados com a pele veio da sua preocupação com a química presente nos cosméticos convencionais. Ela mencionou que testou produtos do mercado ditos naturais mas que não ficava satisfeita com o resultado. Então, resolveu criar produtos com a sua marca. Todo o processo de fabricação é ecologicamente correto e feito nos E.U.A. Os cremes são naturais e orgânicos, não existe nenhum componente sintético. As embalagens são recicláveis e até a tinta usada é natural. Gisele explicou que os produtos não possuem FPS pois ainda não existe uma tecnologia capaz de fabricar um filtro que seja considerado natural. Ela própria testou e participou ativamente de todo o processo de criação.


No final do evento, cada uma recebeu um folder autografado e a linha de produtos. Você encontra Sejaa na Sack´s e na Droga Raia. Os cremes diurno e noturno custam R$109,90 cada e a máscara de barro sai por R$99,90.


PS: A Gisele é tudo MUITO: alta, magra, linda, simpática, falante...

A especialista: Camuflando espinhas

As espinhas sempre estiveram presentes na minha vida (e rosto), em algumas épocas com maior intensidade em outras nem tanto. Descobri cedo a utilidade de corretivos, bases e pós.

O maquiador Marcos Costa disse uma frase ótima sobre isso mais ou menos assim: "Quando uma pessoa quiser ficar com a pele bonita ela deve procurar um dermatologista e não um maquiador." Pura verdade. É claro que a maquiagem ajuda muito, mas é apenas um recurso estético, não um tratamento.

Mas vamos ao que interessa: a espinha está lá e você não gosta nem um pouco disso. Suas armas: base, corretivo, pincel (ou seus dedinhos), esponja.
Obs: se você optar pelos dedinhos, lave bem as mãos!

Depois de higienizar a pele, hidrate e passe filtro solar. Espalhe e base no rosto (com pincel ou esponja). Para neutralizar o tom avermelhado das espinhas, use um corretivo mais amarelado. O ideal é que ele tenha uma textura mais densa, desta maneira seu poder de cobertura será maior. Com um pincel, aplique-o dando leves batinhas. Em seguida, aplique um corretivo da cor da sua pele, também dando batidinhas. Depois, use um pincel de blush e deposite delicadamente o pó sobre a área coberta com o corretivo. Veja bem, depositar não é a mesma coisa que aplicar. Se você passar o pó sobre a área corrigida fazendo movimentos de vai e vem, você pode tirar o corretivo do lugar (sobre as espinhas) e aí, o disfarce não ficará muito convincente. Pronto! Complete a make com blush, rímel e companhia limitada.

Desapareça com as espinhas! Pelo menos até lavar o rosto...
Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

domingo, 30 de janeiro de 2011

♥ Penteadeira ♥

Eu nunca tive um lugar muito certinho-inho para minhas maquiagens. Aproveitando os dotes do it yourself do meu consorte, até projetei um cantinho com prateleiras escolhidas a dedo numa Leroy Merlin qualquer, mas que se revelou bem pouco prático, e muito pouco fotogênico (fizemos INUMERAS fotos lá, e nenhuma foi publicada - TPM, Jornal Agora SP, Revista Supermercado Moderno, dos que consigo lembrar, né Joo?)

Fatão que depois do ScrapMTV no Adelita, onde uma penteadeira linda e fofa serviu de cenário (ela aparece aos 01:33 do primeiro video), só uma penteadeira de verdade ia preencher esse vazio do meu ser (drama, aqui tem)

Mamã tinhatem uma, belissima, mas que foi para a casa de mermão quando mudamos para o apartamento onde moramos hoje e só Djavan explica, com aquele belo comparativo entre aprender japonês em braile e decidir cidá (sic) ou não... eu ter desistido dos insistentes pedidos de uma doação amiga

No começo de dezembro procurei em algumas lojas da av São João, ali nos quarteirões de antiguarias. Dessa ida, voltamos com dois criados fofos fofinhos e mudinhos



Mas a penteadeira já vista e escolhida continou me pertubando até ontem, quando fui buscar a belezura abaixo


sábado, 29 de janeiro de 2011

Dumb Brunette!

Imagem daqui.


Como vocês sabem eu costumo dar umas viajadas (pra outros lugares no mundo, não na maionese) regulares. Claro que menos do que eu gostaria, mas tudo bem. Daí que dessas viagens trago alguns produtos e eles dão as caras aqui no blog de quando em vez. Cheguei de viagem e tenho tentado alternar posts sobre os produtos que trouxe com posts sobre os achadinhos daqui mesmo, para não ser xingada. Mas hoje, gente, eu preciso falar!!!

Como é a Loo que costuma atualizar os classificados, eu só fico sabendo o que rola por lá quando bisolho, mesmo. Hoje bisolhei e dei de cara com uma moça vendendo esse produto aí da foto, o creme reconstrutor Dumb Blonde, da linha Bead Head Tigi. Negocião, porque aqui no Brasil se paga mais ou menos R$70 por uma unidade e ela vende por R$45 um produto usado duas vezes, e se você tiver a sorte de encontrá-lo numa viagem aos EUA, por exemplo, vai pagar US$17 num produto novinho.

O que tem de tão especial nesse produto??? Bom, além do cheirinho delicioso de abacaxi, ele é um hidratante power para pontas ressecadas, ou com tendência a ressecamento. Cabelos tingidos ou com luzes adoram o reconstrutor Dumb Blonde pra dar aquela reposição na hidratação natural. O cabelo fica bem macio, dizem as tingidas, sem pesar e sem ficar melequento. E foi exatamente isso que eu, morena natural, experimentei ao usar o produto.

Como assim??? Você comprou o produto sem ser loira???? Siiiiiimmmm!!! Sempre tive curiosidade em usar e sempre me falaram das propriedades ótimas e do cheiro delicioso. Daí, quando peguei o produto na mão dentro de um Walmart americano da vida, e li na embalagem que ele era pra ser usado não apenas por loiras, mas por morenas, ruivas e etc, não tive a menor dúvida. Não me arrependo da compra de forma nenhuma, e digo mais: acho até que ele deixa meu cabelo mais macio e soltinho do que minha querida máscara Q10, da Bonacure/Schwarzkopf.

A moça do anúncio fala que colocou o produto à venda porque deixou de ser loira. Meu apelo: moça, não faça isso!!!! Ainda mais se você deixou de ser loira por vias que contêm amônia. Continue usando o Dumb Blonde, suas madeixas irão agradecer.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Curioso: Agência francesa oferece sessões de beleza para desempregadas.

Deem uma olhada nessa 'notilsa' curiosa que a Beinha mandou, tirada do G1:

Agência francesa oferece sessões de beleza para desempregadas

Idéia é ajudar mulheres a se reinserirem no mercado de trabalho. Projeto ajuda no resgate da motivação e auto-estima.



Francesa aprova a ideia da agência, e inicia a própria 'transformação'. 

Francesa aprova a ideia da agência, e inicia a própria 'transformação'. (Foto: Reprodução / BBC)


A principal agência de empregos da França começou a oferecer um serviço inusitado: sessões de beleza para mulheres que estão há muito tempo sem emprego. Assista ao vídeo da reportagem.
O projeto parte da ideia de que uma transformação na imagem pode ajudar mulheres a serem novamente candidatas de peso na busca por trabalho.
São mulheres como a cantora Louise, que está desempregada há algum tempo e acha que essa pode ser a solução.
'A realidade é que os empregadores ficarão mais interessados se você estiver mais bonita e for mais atraente. É assim que as coisas funcionam', diz.
Mas ela acha que, se a pessoa não fizer bem o seu trabalho, a beleza não vai funcionar. Projeto tenta recuperar confiança das mulheres em sua imagem.
Confiança
Um em cada dez franceses está sem emprego. Um dos maiores problemas da agência é encontrar trabalho para os que estão desempregados há muito tempo, em especial as mães.
Financiado por uma série de patrocinadores, o projeto pretende ajudar também as mulheres que perderam a confiança em sua própria imagem.
'Nós perdemos um pouco da autoconfiança', diz uma das mulheres que compareceram à inauguração do projeto. 'Não sabemos mais se nossa imagem é positiva, dinâmica, se parecemos motivadas. Por isso, quando eu fiquei sabendo desse projeto, eu pensei que poderia ser interessante.'
Um dos diretores da iniciativa francesa diz ainda que ela poderá ser estendida, em breve, aos homens.
'Tudo depende das técnicas utilizadas para cada um. No caso dos homens, cabeleireiros e conselheiros de moda podem ajudá-los a ter uma imagem melhor', diz.


O que despertou meu interesse e minha curiosidade nessa notícia foi, em primeiro lugar, a relação dos franceses com o tópico beleza, que é bem peculiar. Afinal, por menos que a pessoa se interesse por beleza-moda-e-afins, não dá simplesmente pra ignorar Chanel, Dior e afins. As grandes maisons têm, sim, importância histórica e econômica (bota econômica nisso!), muito antes de serem meras fábricas de supérfluos caros. Há quem defenda a importância delas também na arte e há quem discorde, mas nem vou entrar nesse particular aqui.

Em segundo lugar, e fico feliz em dizer isso, talvez estejamos caminhando pra um mundo onde estar bem consigo mesma não seja sinônimo de futilidade - mesmo que esse "estar bem" requeira algumas camadas de corretivo, base, rímel e batom. E esse blog curte a vibe do "direito de se cuidar", sim, com a ajuda dos nossos queridos batons de 3 reais, acessíveis para quase todos os bolsos.

Não duvido que exista alguma pesquisa científica que comprove que estar arrumada ajuda muito a se estar mais confiante. Porque eu acho que todo mundo já se sentiu assim. É isso que essa agência francesa tenta fazer.

E como eu já arrumei muita briga respondendo "verdade, mas precisa mais ainda de escolas, hospitais, saneamento básico, alternativas a enchentes, transporte público de qualidade" a quem me diz que SP precisa de ciclovias, prefiro nem começar a tentar pensar se tal alternativa seria viável no Brasil. Acho, sim, que a gente pode começar pelo batonzinho de R$3.

E vocês, o que pensam????

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Dia no parque: o que levar?

Não, você não está na 25 de março.



Este post foi baseado nas tralhas que eu levei pras minhas visitas aos parques da Disney, porém tal situação pode ser substituída por qualquer andança turística, por um festival de música, por uma visita ao zoológico, enfim, você escolhe. Listei apenas os itens que ME foram indispensáveis mas me concentrei na cosmética e na vestimenta - deixei de lado coisas MAIS do que indispensáveis como documentos, dinheiro, ingressos, chaves de carro e do quarto do hotel, câmera, telefone, etc. Nessas situações, quanto mais badulaque você carregar, menos tempo levará pra ficar cansada. Sem contar que em parques como a Universal, na maioria das atrações é exigido que você use um armário para guardar seus pertences "soltos", e isso acontece até onde não precisa (quem é que consegue perder a câmera ou o celular no brinquedo da Múmia, hein?). Esse é um dos grandes bodes que eu tenho da Universal, acho eles CHATOS, mas isso não é assunto para este blog. O que quero dizer é que, de repente, você e outra pessoa podem levar apenas uma bolsa ou mochila com as coisas de ambas, e revezar no carregamento.


terça-feira, 25 de janeiro de 2011

E viva o azul

falei aqui que só faço unha quando estou de bom humor (e quando tenho tempo) e que acho nail art coisa horrivel-péssima-o-horror-não-faça-isso-em-casa-ou-em-lugar-algum.

então dá pra imaginar o TAMANHO do meu bom humor quando aprontei o projeto de nail art abaixo



Acho que vi essa coisa de anelar pintado pela primeira vez lá no Mão Feita. Na época nem curti, mas depois de acumular mais de 100 vidros de esmalte e querer usar todos, mesmo só tendo duas mãos e dois pés, comecei a achar BEM razoável. Pois é, até as unhas dos pés passei a pintar, vejam só.



Na época, TODO mundo elogiou o azul. Ambos, já que no pé usei o Colorama.
Queria uma coisa mais ton sur ton mas no fim curti muito o resultado.

E vocês, já usaram unhas diferentes sem parecer um carnaval?

Resenha da Leitora Mariane: novos batons Vult


Sou louca por Batons!


Se forem bons, com cores lindas e baratinhos.. melhor ainda!
Semana passada, passeando pela Sumirê aqui de Guarulhos, encontrei as novas cores dos batons da Vult!
Escolhi seis cores pra começar! As seis que me chamaram mais atenção!


São elas:
Cor 45: Cor boca mais clarinho muitoo lindo, em mim (branquela) não chegar a ser um nude.
Cor 41: Cor boca escuro, quase vermelho ou vinho.
Cor 37: A minha preferida, rosa pink lindoo! Quanto mais camadas, mais pink!
Cor 36: Outro rosa muito fofo, um pouco mais leve, mas bem rosiinha!
Cor 27: Parece laranjinha mais não é, nos lábios fica um rosinha claro mais pro tom de coral! Lindo, lindoo!
Cor 26: E por fim lilás muito fofo! Primo pobre do famoso snob!


Dá pra ver que as cores estão bem variadas né? Adorei. Paguei R$ 3,75 cada um! Isso mesmo! Imagina a minha loucura.
No outro dia voltei e comprei mais um das cores 37 e 27, que foram as minhas preferidas e como tava vendendo muito, fui logo garantindo um pra estoque. hehe
Tem muito mais cores lá! E claro que vou buscar né! Depois eu mostro pra vocês!


ps: Meninas, a foto com as cores no meu braço ficaram muito mais fiéis que a outra foto viiu?

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

A especialista: Colocando cílios postiços


Procurei alguns vídeos e o que mais gostei foi este com o maquiador Théo Carias.



Para facilitar, fiz um passo a passo.

É difícil? Depende de sua habilidade! Será que eu consigo? Sim! Como? Treinando!!!

1- Escolha um par de cílios de acordo com o tamanho dos seus olhos e com o efeito que deseja (alongar, mais volume, dramático, fashion, etc.)

2- Passe curvex e rímel nos cílios naturais.

3- Meça os cílios postiços colocando sobre os seus naturais.

4 - Com uma tesourinha, corte o excesso.

5- Pegue os cílios (algumas pessoas preferem aplicar diretamente com as mãos, outras usam a pinça).

6- Coloque uma gota da cola específica para este fim, no dorso da mão. Passe delicadamente a base dos cílios na cola.

7- IMPORTANTE – Espere de 20 a 30 segundos para que a cola endureça um pouco, isso facilitará na hora de aplicar (você pisca e os cílios saem do lugar porque a cola está muito líquida).

8- Incline o queixo e aplique os cílios postiços bem rente à raiz dos cílios naturais. Permaneça com os olhos semicerrados até a cola secar.

9- Use o curvex, delicadamente, para unir os dois cílios (naturais e postiços).

10- Acabamento: delineador ou se você preferir, um lápis preto esfumado.

Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

Cantinho do Assessor: O Boticário leva consumidores ao Caribe

O Boticário leva consumidores ao Caribe

Promoção SPA de Beleza sorteará 10 viagens com acompanhante em um cruzeiro com mais de 50 tratamentos de beleza

A partir de 24 de janeiro, cada R$ 120,00 em compras nas lojas do Boticário valem um cupom para concorrer a uma viagem ao Caribe, com acompanhante, em um cruzeiro SPA. A promoção, válida para compras efetuadas até 13 de março, sorteará 10 viagens previstas para acontecer no mês de novembro deste ano.

Para participar, os consumidores podem comprar quaisquer produtos em uma das 3.000 lojas da marca espalhadas pelo Brasil. Além do cupom, a cada R$ 120,00 em compras o consumidor também será presenteado com um kit de produtos da linha Nativa SPA e uma nécessaire Cristal, durante o período da promoção ou enquanto durarem os estoques nas lojas.

Ao efetuar a compra no valor de R$ 120,00, previsto pela promoção, o consumidor receberá, junto com o cupom fiscal, um cupom não fiscal. Neste documento haverá um código de participação, que deve ser enviado via mensagem de texto (SMS), para o número 50095.

A bordo de um dos maiores e mais modernos espaços flutuantes do mundo, o Norwegian Epic, os vencedores da promoção e seus acompanhantes poderão desfrutar diariamente de dois tipos de tratamento de beleza, entre os mais de 50 oferecidos. Além disso, poderão curtir atrações exclusivas como o show do Blue Man Group, em sua primeira apresentação em alto mar, e terão à disposição toda a infraestrutura do navio que conta com parque aquático, parede de escalada, jacuzzis, piscinas, academias, pista de patinação, bar de gelo, boliche, quadras poliesportivas, lojas e casas de shows. Os 20 sortudos ainda poderão fazer passeios nas ilhas do Caribe em que o navio atraca: St. Maarten, St. Thomas e Nassau.

Os ganhadores receberão kits com produtos da marca Nativa SPA, a marca do Boticário que oferece uma linha completa de cuidados para o corpo, cabelo e banho. São produtos feitos com ingredientes naturais, que estimulam os sentidos e renovam as energias, trazendo mais prazer ao ato de se cuidar.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone do Centro de Relacionamento com o Cliente O Boticário – 0800-413011 (chamada gratuita) – ou pelo site www.boticario.com.br.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Breath of Fresh Air: mais uma fofura da Lush.

Eu e socinha Loo batemos tanto na tecla de escrever sobre a Lush não só porque achamos que valha a pena, mas porque é uma marca pouco falada entre as aficcionadas de beleza no Brasil. E acreditamos que nem seja porque não é vendida por aqui - sabemos muito bem que marcas não encontradas para vender no Brasil podem virar hype assim mesmo. Haja vista a poderosona Cle de Peau.

Tá certo... na sua passagem por aqui, a Lush ficou com o filme um pouco queimado. Havia até um tópico na comunidade sobre a marca no Orkut (não sei se há ainda, acho Orkut uma coisa bem chata, haha), onde várias pessoas contavam versões diferentes sobre o que rolou no fechamento das lojas. Não conhecemos as circunstâncias, mas é fato que os produtos eram caros DEMAIS, as prateleiras das lojas estavam sempre vazias e eu, uma mera fã, conhecia mais sobre os produtos do que muitas vendedoras.

Mas não torçam o nariz pra Lush por isso. Quando forem viajar, dêem uma chance a ela. As lojas estão em várias cidades espalhadas pelo mundo: já comprei Lush em NY, em San Francisco, em Santa Monica (que na prática é Los Angeles), em Orlando, em Londres, em Veneza (onde alguns itens tinham um nome fofo em italiano), em Paris, em Ljubliana (onde havia etiquetas com a descrição dos produtos em esloveno, haha). São sempre estabelecimentos bonitinhos, cheios de novidades criativas e com vendedores gentis e super empenhados em ajudar. A marca ainda tem produtos veganos e não testa absolutamente nada em animais. Outra coisa legal é a mentalidade de oferecer amostras, que deveria fazer escola por aqui: a compradora não só fica contente, como conhece um novo produto da marca e, se gostar, volta para comprar mais. Posso testemunhar que NUNCA saí de uma Lush gringa sem pelo menos UMA amostra. Na Itália até espuma de banho fullsize ganhei.

O produtinho do título é um tônico. Na verdade, ele serve menos pra limpar (embora possa finalizar a limpeza da pele) do que como um tipo de água termal: diz o rótulo que o aloe, as vitaminas e os minerais contidos na fórmula servem para tonificar, amaciar e nutrir a pele. A Lush o recomenda para peles sensíveis. E no meu rosto, ele cumpriu a promessa de reduzir a secura e a vermelhidão, quando nada mais funciona. Lembrando que o usei no lugar da água termal (que também funciona muito bem). Tudo isso sem melecar. E pra Loo eu trouxe da Itália uma versão semelhante, o Acqua di Sole, que tem em comum com o Breath of fresh Air a água de rosas.

Eles vêm naqueles borrifadores fofos e reutilizáveis - quando acaba, você usa pra levar pra praia e se refrescar. Aliás, como a água termal, o próprio produto pode ser usado sem problemas para este fim!

Imagem daqui.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Batão lindo (e barato) do dia: Violeta, Dailus.


Esse é o Violeta, que de violeta não tem muita coisa, né? Não importa: ele é super pigmentado, cremoso, confortável. Dá pra ser usado chapadão nos lábios (a cobertura é ótima), aplicado com a ajuda de um pincel. Também gosto de aplica-lo com os dedos em leves batidinhas sobre a boca, pra dar cara de lip stain e arzinho saudável.

Como eu sei que todo mundo que gosta de maquiagem acaba gostando da MAC (mesmo tendo alguns produtos ótimos da marca, acho meio overrated todo o escândalo em torno dela, mas sei que a maioria curte), farei uma comparação para dar uma idéia: o Violeta é um primo pobre do Girl About Town (esse eu tenho e acho lindo). Vejam só:



Como estou em férias em casa de mamã e sem toda minha parafernália, emprestei as duas fotos acima, do produto MAC, daqui.


Eles têm em comum a cor parecidinha, a cremosidade e o fato de serem super pigmentados (o tal do acabamento "amplified" dos produtos MAC, que é o acabamento do GaT, tem essas características, segundo me contou uma vendedora em Orlando). Aliás, para quem gosta de usar cores, essa é uma categoria na qual estamos bem servidas: as marcas nacionais têm uma gama bem grande de produtos de cor, sejam as que têm lojas em shoppings ou as que são vendidas em perfumarias mais pop. No caso dos meus batons Dailus, foram comprados em perfumarias no centro e na Sumirê, pela bagatela de R$3 cada.

Por isso, quem gostar de bocões enfeitados por cores fortes como a do Girl About Town, pode ir dicunforça no Dailus Violeta, que é seu primo pobre simples. Nós deste blog somos como a Libertad, amiguinha da Mafalda: curtimos coisas simples.

A tirinha é do grande cartunista argentino Quino, mas a digitalização emprestei daqui.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Testado: demaquilante facial bifásico Essencial, Marcelo Beauty.




Valendo R$12 na Sumirê, trouxe pra casa esse demaquilante bifásico da linha Essencial, do Marcelo Beauty. Item ultra essencial pra todo mundo que usa maquiagem, o demaquilante também é um daqueles que acaba mais rápido, já que uma das etapas da maquiagem é sempre removê-la!!!


Costumo gostar bastante de demaquilantes bifásicos. Tem gente que não gosta, nem mesmo do Bi-Facil da Lancôme, que é quase uma unanimidade. Também curto bastante o demaquilante bifásico da Contém 1g, que é uma alternativa mais barata e dá muito bem conta do recado. E este Marcelo Beauty, como se comporta?


O primeiro ponto negativo que vi foi a embalagem: quando agitei o produto pra misturar as duas fases, ele vazou. E olha que eu nem dei aquelas agitadas de ogro Shrek, hein? A coisa foi bem suave. Para mim não faz sentido um demaquilante bifásico cuja embalagem vaza produto, porque como é que a gente vai misturar as duas "camadas" se não for agitando???? Engraçado que no "modo de usar" do rótulo não diz pra gente agitar. Oi?


Ele removeu a maquiagem mais suave (leia-se corretivo, base, pó, rímel e iluminador) numa boa. Já na hora de remover a mais pesada (sombras preta, prata e azul marinho esfumadas), precisou rolar uma certa pressão do algodão no olho. Conclui que ele é melhor para sar usado no dia a dia, quando não fazemos grandes produções com sombras berrantes. Batom eu nunca removo com demaquilante, não gosto, prefiro lencinhos umedecidos, então não sei dizer como ele se comporta removendo maquiagem da boca.


O produto depois de agitado.


Embora na embalagem esteja escrito que ele serve em todos tipos de pele, é um produto meio oleosinho - como qualquer demaquilante bifásico, aliás, inclusive o Bi-Facil. Pra mim isso não chega a ser um problema, porque eu sempre faço a minha rotina de lavar, tonificar e hidratar a pele depois do demaquilante, de qualquer maneira. Na embalagem diz que não é necessário enxaguar, mas em pele oleosa eu acho que é sim. Um ponto que pode ser positivo pra algumas moças é que a fórmula deste produtinho não contém álcool - também isto depende das necessidades da pele do rosto de cada uma.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Make de Eu Mesma.

O legal da maquiagem é poder variar. Hoje você vai pra balada com delineador, cílios postiços e batonzão vermelho. Amanhã faz um olhão esfumado marrom com pontinho de luz discreto dourado para ir jantar com o marido. Depois, vai na festa da amiga de sombra verde e, sei lá, boca nude. São milhares de combinações diferentes, e milhares de situações que pedem um look mais assim ou mais assado, não só quanto a cores e modelos, como quanto a tipos de produtos. Exemplo: vai dançar até se acabar? Rímel à próva d'água. Tem pele oleosa e mora no Brasil (haha)? Sombra que não se acumula nas dobrinhas do olho. Lábios secos? Batom com hidratante, ou gloss, ou balm com corzinha. E por aí vai.

Durante a viagem recebi um elogio da minha tia, falando que eu estava com uma cara ótima. Até tirar foto ela tirou. Olhei no computador depois, e nem maquiagem parece que tinha no meu rosto. Mas tinha. Aquele make natural que na internet se chama de "make de bonita", mas que eu chamei de "make de eu mesma" porque né, make de bonita é pra Giseles e Mayanas, e a minha cara é só a minha cara mesmo.

Ok, esqueçam minha cara no que diz respeito ao quesito beleza or not, e atentem para o make, que está aí mas não parece estar - e esse é todo o objetivo:




Produtos usados - maneira que usei e mini-resenha:

1) Protetor solar Neutrogena Ultra Sheer: esse merece amor eterno. Uso, abuso e recomendo. Teve até uma situação engraçada no Dingobéu ano passado, uma moça disse que tinha pele oleosa e me perguntou se um protetor que tinha lá era adequado... eu, a vendedora, falei pra ela não comprar aquele, passar na farmácia e levar o da Neutrogena (é por isso que eu não fico rica, haha). Usei em todos os dias durante a viagem, porque ele protege a pele e ainda a deixa sequinha para receber os demais produtos.

2) Aqua Sensation anti-olheiras Nivea: não vou dar muitos detalhes desse produto aqui porque já postei a respeito, só quero dizer que tem funcionado em manter a aparência da área dos meus olhos hidratada, embora ainda não possa dizer se ele reduz as olheiras.

3) Corretivo L'Acqua di Fiori: no meu rosto, quando a foto foi tirada, não havia base, só corretivo e pó (próximo item). A razão? Ia andar o dia todo, e mesmo com a temperatura amena, um pouco de suor é sempre básico. Além do que o parque da vez (Animal Kingdom**) é todo arborizado, um pouco úmido e tem brinquedo de molhação. Esse corretivo da L'Acqua de Fiori é dos meus prediletos não só por ter cobertura ótima, mas também por ser sequinho - essa última característica pede uma certa habilidade na aplicação. Tá quase no fim de tanto que uso. Apliquei em pontos estratégicos (sob os olhos, nas marquinhas e demais berebas) e finalizei com o...

4) Pó Maybelline DreamMatte: também tô indo pra minha segunda embalagem desse, o acho milagroso. Disfarça poros, disfarça linhas (finas, tá? em sulcões ele se comporta como qualquer outro pó, ficando acumulado de uma forma bizarra) e matifica a meleca toda. Matifica também batons se aplicado com parcimônia sobre a cobertura dos lábios, com uma esponjinha. Minha cor é o honey, que na embalagem parece escuro pra minha pele, mas aplicando se vê que é exatamente o mesmo tom.

5) Eyebrow Lifter and Filler, ELF Studio: Minhas sobrancelhas não são essa maravilha retinha e cheia não. Inclusive tenho uma cicatriz de tamanho considerável bem em cima da sobrancelha esquerda. Esse produtinho da ELF, que como vocês podem ver no link é um lápis com duas pontas e apontador embutido, serve tanto para preencher as danadas, quanto pra iluminar o arco inferior delas. Geralmente preencho as sobrancelhas com sombra cinza aplicada com pincel chanfrado, mas investi na economia de espaço no nécessaire de viagem e levei esse produto 2 em 1 (Nani feelings). Como o lápis escuro é bem macio, aplico na sobrancelha e esfumo um pouco com o pincel, pra ficar natural. Nesse dia da foto fiz um pequeno teste, de delinear o cantinho do olho com esse mesmo lápis escuro. Depois, apliquei o lápis iluminador no arco das sobrancelhas. Ah, minha cor é a ash-ivory, mas há outras opções também.

6) Máscara para cílios Colossal Maybelline, à prova d'água: uma camadinha em cima e outra sujadinha nos cílios de baixo, bem de leve. Para durar durante todo o dia de parque e não virar panda no brinquedo aquático. Pretinha básica.

7) Blush Mary Kay Pink Petals: acho que na hora da foto já tinha saído, mas esse blush é um rosinha meio queimado (haha, tô numa fase rosas "meio" queimados, vocês já devem ter notado) que eu adoro.

8) Balm Burt's Bees Lip Shimmer: esse balm é um pouco tratamento de lábios e um pouco corzinha. Adoro passar, dá a sensação geladinha da qual estou com mania ultimamente. É bem hidratante, já que é feito a partir do balm convencional da marca, com cera de abelhas. A cor que estava usando era a Nutmeg, e como vocês podem ver fica bem discreto, além de proteger do frio.


8 itens pode soar como muita coisa já que a minha cara na foto parece lavada. Mas garanto que a maquiagem é bem rapidinha de se fazer. A ordem de aplicação que eu faço é essa mesma aí de cima (mas não existe certo e errado, dá pra fazer na ordem que for melhor para você) e a maioria dos produtos são encontrados em terras brasileiras. E TODOS os itens, sem exceção, têm preços acessíveis. Esse make é infalível pro dia a dia, pra tardes de domingo ensolaradas, pra dias de verão - só não digo na praia porque uso apenas balm e protetor solar nesse caso, nada mais. Ou seja, bem versátil.




** A foto foi tirada no Yak e Yeti, na minha opinião o melhor restaurante do parque Disney's Animal Kingdom, em Orlando. Se por acaso alguma leitora estiver indo pra lá, e quiser ter um almocinho diferente do hamburgão básico, eu recomendo. Custa um pouco mais caro, mas o cardápio com uma vibe oriental e os drinks deliciosos e fraquinhos valem a pena. É recomendável fazer reserva, mas a gente resolveu encarar uma pequena espera de 10min. Fica na área do parque que eles chamam de Asia, onde também está a grande atração, a montanha russa Expedition Everest - talvez você queira considerar fazer a digestão primeiro.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Por que eu não vou perder 'O Turista'.

Boa parte da imprensa internacional criticou a indicação do filme 'O Turista' para três prêmios no Globo de Ouro 2011: Melhor Filme (Comédia ou Musical), Melhor Atriz (Comédia ou Musical) para Angelina Jolie e Melhor Ator (Comédia ou Musical) para o xuxuzinho Johnny Depp. Não ficou bem claro se a crítica era pela colocação do filme na categoria Comédia ou Musical, ou pela indicação em si, já que o filme acabou não levando nenhum dos prêmios.

Mas nada disso importa. O que importa é que além de contar com Johnny Depp, que já amamos de longa data, e com Angelina Jolie chiquérrima (vestida por ninguém menos que Colleen Atwood, figurinista sete vezes indicada e duas vezes campeã do Oscar), parte da história do filme se passa em Veneza. Sim, isso mesmo: Veneza, provavelmente um dos lugares mais incríveis do mundo, e que não duvido que tenha poderes mágicos próprios. Querem ver?

Num dia ensolarado, Veneza fica deliciosa assim...


Daí anoitece, e ela fica surreal assim...


(medo!)

E haja becos escuros, cantos inóspitos, ruazinhas estreitas pelas quais só se anda à pé e pessoas diferentes... não é o cenário perfeito para um policial com pitadas de suspense??? No site oficial do filme tem trailer e fotos, inclusive de Angelina super estilosa pilotando barco a motor pelos canais da cidade. Achei que "ornou" e agora tô curiosa. Charlize Theron, que foi anteriormente cogitada para o papel da misteriosa protagonista, não faria melhor. A partir do dia 21 de janeiro, data da estréia nos cinemas, poderemos conferir!!!

'O Turista' conta também com os atores veteranos Paul Bettany, Rufus Sewell e Timothy Dalton. Ainda vai nos dar a chance de rever e/ou sonhar com Veneza, e de quebra traz de brinde locações em Paris...






**este post é um publieditorial**

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Meus novos Dailus.


Dailus é uma marca bem em conta que me surpreendeu para o bem. Eu já tinha o batom Grape, que foi hit na internet durante uma época por se parecer com um batom famosão da MAC, e confesso que me rendi ao hype porque o achei fofo-fofo. E na minha última visita à Sumirê, dois produtos piscaram pra mim, daí quis ver qual era a deles.

Sim, eles piscaram pra mim apesar das embalagens esquisitinhas. Um é o duo de blush Mosaico, nas cores Coral e Rosa Iluminador. E o outro é o duo de sombra Goiaba e Marrom Chocolate. É que a palavra DUO, pra mim, já é mágica. Um é pouco, dois é bom, como diz o ditado esperto. Pra completar, o blush, ou melhor, DUO de blush, custava R$9,90 e o duo de sombra custava R$5,90. Tá, me convenceram.

Agora vamos por partes, como diria Jack:

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Garimpo da Creuza Internacional: Ross, Marshall's e TJMaxx.

**Este é mais um post direcionado às creuzas que vão ou pretendem ir viajar, e estão atrás de bons negócios em comprinhas.**


Quem for visitar os Estados Unidos e quiser fazer compras não pode deixar de conhecer essas três pérolas da ponta de estoque multimarcas: a Ross, a Marshall's e a TJMaxx. Todas têm filiais em inúmeras cidades americanas, e funcionam mais ou menos no mesmo esquema: vendem itens originais de coleções passadas das marcas (e quem está ligando???), itens que "sobraram" nas prateleiras das lojas e itens com pequenos defeitos (por isso é sempre bom provar as peças e se olhar bem no espelho). Nelas você encontra roupas e sapatos femininos e masculinos, acessórios, perfumes, maquiagem e cosméticos diversos, itens para casa, brinquedos e roupas infantis...


Os preços são incrivelmente mais baixos que nas lojas das marcas, que por sua vez também vendem muito mais em conta lá fora do que aqui no Brasil. O resultado é que um vestido longo da Calvin Klein em perfeito estado pode sair por US$50, uma panela esmaltada da caríssima Le Creuset sem defeito algum pode sair por US$150, uma bolsa Nine West pode sair por US$30. Abaixo dou alguns exemplos de ótimas compras que fiz nessas lojas:



Perfumes Harajuku Lovers, Gwen Stefani: US$15 o grande e US$10 (menos de R$20, portanto) o pequeno, na Marshall's do Harlem, em NY. Por que esse preço? Porque as caixas estavam danificadas.


A especialista: Cílios Postiços

Atendendo a pedidos...

Cílios postiços são uma escolha acertada quando se deseja um olhar mais impactante ou até mesmo para aquelas que não nasceram com pestanas tão avantajadas... Como a variedade é grande, às vezes fica difícil decidir qual é "o melhor". Na verdade, não existe "o melhor" e sim; "o ideal" para cada tipo de olhos e objetivo. Ao comprar os cílios, faça a pergunta: "Qual o resultado final que desejo?" Se você busca algo mais natural, escolha os de pêlos mais finos e que não tenham a aparência de "cheios". Alguns modelos intercalam fios marrons com pretos para não carregar muito. Quanto mais "ralos" forem, mais sutil ficará o resultado.

Se a intenção é ter mais volume, opte por modelos mais "cheios". Algumas marcas dividem um mesmo modelo em "S", "M" e "L", ou seja, pequeno, médio e grande. Neste caso, analise o tamanho dos seus olhos na hora de comprar.

Se os cílios forem de qualidade, e você for cuidadosa, dá para reaproveitá-los. É só aplicar a máscara de cílios (nos pêlos naturais) antes de aplicar os cílios postiços. Depois, ao retirá-los, remova a cola que fica na base e guarde-os em alguma caixinha para não amassá-los.

Para quem mora em São Paulo, gosto de comprar na Ludovicus (Rua Galvão Bueno, 61 - Liberdade / tel: (11) 3207-3767).


Alguns modelos:






MAC – n°20


Para ser usado nos cantos externos dos olhos. Discreto. Pêlos naturais.
MAC – n°21


Volume sutil. Pêlos naturais.
Elite – n° 12 (comprado nos EUA)


Auto adesivo. Pêlos naturais. Este modelo intercala fios pretos e marrons. Os cantos externos são mais longos.


Revlon – 99503 (comprado nos EUA)


Livre de látex (menor risco de causar alergia). Auto adesivo. Resultado natural.




Fing´rs – 70003


Bom para olhos grandes com efeito natural. O bastãozinho ajuda na hora de aplicar.
Modelo – 747 S


Volume para olhos pequenos e/ou médios.
Modelo 213


Ideal para olhos amendoados. Os fios dos lados externos são mais longos. Ficam lindos com um delineador gatinho.
Modelo 46


Volume maior na base. Fica mais discreto se comparado ao 747.

Verdi – 10 mm


Em tufinhos. Além de mais trabalhoso, na minha opinião, o resultado não fica tão bonito uma vez que todos os fios tem o mesmo comprimento.


Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

domingo, 16 de janeiro de 2011

Socorro (not): não sei quando são as semanas de moda!!!!

Hein?

Impressionante como sou desantenada (ironia mode OFF mesmo, hein): só fico sabendo que as semanas de moda existem quando vejo blogs postando sobre o assunto. Por isso é que, antes de ter blog, eu achava que havia apenas UMA SPFW por ano. Afinal, pra quê mais, né?

Até estive em uma noite de uma SPFW. Depois do trabalho, porque né, alguém tem que pagar as contas. E foi legal, porque conheci algumas pessoas legais (oi Alyce! oi Renata!) e bati papo com socinha Loo enquanto tomávamos xampã no lounge da Rexona... o que poderia ter rolado em qualquer lugar, mas foi lá e eu curti. Desfile mesmo, não vi. Vi passar gente de todas as vibes, gostos, estilos, alturas, pesos. Daí fui pra casa (de táxi, reza a lenda que encontrar vaga na Bienal é impossível) e fui dormir sem traumas. Não somou nem subtraiu, saí de lá a mesma que entrei.

O que eu acho chato em semanas de moda é a glamourização bizarra. Glamour é lindo, gente, mas até ele tem limites. A ditadura de regras, o pode-não-pode, o eu-tenho-convite-pro-desfile-da-marca-X-e-você-não (troque "desfile" por "lounge" e dá certo também) acabam tornando chata uma coisa que era pra ser legal: se expressar usando o que você gosta, ser criativa na hora de combinar as peças e, claro, comprar roupa nova!!! Tá, esta última eu adoro, mas sei que tem gente que odeia. O ponto é: toda essa babação pelo que é caro, pelo que é exclusivo, pelo que só os ricos e famosos (que nem sempre são chiques) podem comprar é cafona e muito chata.

O que não significa que tudo o que sai da semana de moda seja assim: aposto que muita gente que está lá estudou bastante para trazer ao público coisas bacanas. Aposto que muita gente que está lá e não estudou NADA tem as intenções certas e o talento certo. Aposto que meninos e meninas que escrevem blogs excelentes frequentarão essas semanas e nos trarão um monte de idéias pra se inspirar, lançando mão de artifícios que possamos pagar (né, Ana?). Não quero falar em democracia pra não parecer demagógica. Que tal então falar em criatividade, que é de graça e não exige convite e nem credencial???


Este post nem é levantação de bandeira, não. É uma constatação de alguém muito, mas muito desantenada mesmo, e que sempre coloca gosto pessoal e conforto acima do que diz qualquer publicação especializada em moda. Vai calhar de eu gostar de algo que está na moda? Claro. Mas não uso clog nem que me paguem. E aposto que você aí deve detestar duas ou três peças que tenho no guarda-roupa e adoro.

Acontece.





Imagem daqui.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Acessível e bacana: Nivea Visage Aqua Sensation Anti-olheiras.

Quando via esse produto nas prateleiras, mesmo antes de ganhá-lo da marca, já tinha simpatia por ele: me vinha na cabeça aquela música do INXS, New Sensation (tarãm tarãm tarãm tãm!). Mas desde que comecei a usar, só tenho elogios: aplico pela manhã, após o protetor solar. E realmente sinto a pele da área dos olhos mais hidratada e viçosa. Sim, sei que o produto se chama "anti-olheiras", mas mesmo que eu o estivesse usando há tempo suficiente (comecei depois do Natal) pra ver uma suuuper melhora, na real as minhas olheiras e o inchaço sob os olhos variam mais com a quantidade de horas de sono que tive do que com qualquer outra coisa. Nunca fui uma pessoa especialmente olheirenta, nem cujos olhos inchassem demais, à exceção de noites maldormidas em razão de balada, tequila ou choro, então estou mais preocupada com o aspecto hidratação mesmo. Acho que pele hidratada tem automaticamente um aspecto de melhor descansada.

Acho que já comentei aqui no blog que minha pele na área dos olhos é bastante sensível. Tem dias que essa parte do meu rosto não "aceita" creme nenhum, e eu fico só à base da água termal pra acalmar, diminuir a vermelhidão quando ela aparece, e hidratar como dá. Bem, por enquanto o Aqua Sensation não despertou nenhuma ira das minhas alergias bizarras - como já fizeram alguns hidratantes de marcas boas, tipo o Dramatically Different Gel, da Clinique. Ao contrário, a textura é muito macia apesar de leve, a aplicação é confortável, e o cheiro é praticamente inexistente (yeah!).

Mas como eu já tenho 32 anos na cara, não dispenso outro hidratante para a área dos olhos, com propriedades específicas para linhas finas, a ser aplicado antes de dormir. As marcas têm variado, o da vez é da Burt's Bees. Minha relação com cremes antiidade é uma coisa meio "não acredito em bruxas mas que existem, existem". Tem horas que honestamente fico matutando se, à exceção do protetor solar, esses cremes todos que aplico fazem mesmo alguma diferença. Por outro lado, não fico longe deles. Minha tia testemunha que a pele da minha vó de 86 anos, que ainda conserva muito da elasticidade, é tão boa porque ela usa cremes desde muito nova. E olha que quando da juventude de vovó as tecnologias não deviam ser metade avançadas do que são hoje. Ela curtia aquele Revlon Eterna 27, que nossa, é tão gorduroso que me dá espinha só de olhar... mas pra ela funcionou. De modo que vamos acreditando...

O Aqua Sensation é recomendado pelo fabricante para todos os tipos de pele - o que faz algum sentido, difícil ver gente com acne nas olheiras. E, ainda segundo o fabricante, possui em sua fórmula extrato de pepino, magnésio e ginseng.

Seguimos curtindo. Principalmente pelo precinho: na internet a média é de R$29,00 por 15g, que dão (uy) para uma eternidade.


*INXS é uma banda que fez muito sucesso entre os anos 80 e 90, mas ainda existe, embora ninguém mais ouça falar dela, depois da morte do vocalista Michael Hutchence em 1997. A citação dela no post é com ironia mode off, viu, eu gosto mesmo da música. E tô esclarecendo aqui caso as moças mais jovens não saibam do que se trata. Como falei acima, já passei dos 30 (e gosto disso, pasmem aquelas meninas de 20 que têm pavor de envelhecer) lembro da New Sensation e da Loira Suicida como se fosse ontem.


Foto: Nivea.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O esmalte da Patachou

Eu adoto a seguinte tática, nas semanas de moda: espero os posts acumularem no Google Reader para marcar tudo como lido de uma só vez. Sério, saber dos desfiles realmente não me apetece. Saber se a sombra X ou Y bombou também não.


Mas topar com esses 2 esmaltes na minha mesa de trabalho (tks Marcelo!) despertou minha curiosidade né? Coloquei logo no Twitter mas parece que por lá também não sabia de nada também. Mas essas meninas de blogs de esmaltes sabem tudo né? No Mão Feita e no Unha Bonita tem foto das unhas do desfiles, que me pareceram um pouco diferentes do esmalte do vidrinho. Ambos são foscos e tem micro brilhinhos, e foram fabricados pela Fina Flor.

Não sei se estará a venda!!


Kit de batons Tracta Chiclete: edição limitada!

Imagem: divulgação.


Desde tempos imemoriais este blog ama a Tracta. A Tracta tem um corretivo fantástico e máscaras para cílios incríveis (podem perguntar pra Claudinha Silveira). É aquela marca que nos deixa feliz, porque a compra nunca resulta naquele decepcionante "ah, mas era tão baratinho, não tem problema que não era bom". Os produtos que eu experimentei valiam cada centavo - mesmo os mais caros. Sobre esses, a gente ainda acaba ficando tranquila em saber que provavelmente estamos pagando pelo investimento que rolou na fabricação do produto, e não pela marca estampada na embalagem.

Porque, vamos combinar, aqui no Brasilão rola uma certa fixação por marca. Nem estou falando de outros países porque OI, EU NÃO MORO EM OUTROS PAÍSES. Moro aqui. Mas sabem de uma coisa que achei curiosa na minha última viagem? Orlando é meio que uma meca de brasileiros. Nem tinha por que não ser, afinal combina (muita) diversão (relativamente) barata, boas compras e facilidades turísticas. Aliás, arrisco até a dizer que quem torce o nariz pra Orlando sem nunca ter ido, só por princípio, tá bancando o bobo, porque lá rola diversão da boa - a não ser, é claro, que você não curta vibe parque de diversões, aí não tem jeito mesmo. Mas voltando ao assunto, minha facilidade de identificar brasileiros nas minhas férias por lá foi absurda, mesmo antes de ouvir a língua pátria sendo falada. Exceções feitas a uns e outros, se eu apostasse meu rico dinheirinho que todo mundo vestindo moletom ostentando um MARCÃO (Hollister, GAP ou a mais nova febre Abercrombie, você escolhe) e calçando um TENÃO (daqueles nos quais se vê o logo da Nike a quilômetros de distância) era brasileiro, o teria multiplicado algumas vezes. Cara, nada contra gostar de marca. Os moletons são fofinhos, os tênis são de boa qualidade, mas minha impressão é que existe uma pagação de pau excessiva pra coisas ostentatórias, porque não tinha ninguém usando um moletom fofinho escrito HERING em letras garrafais. Acho que rola o mesmo na maquiagem, com uma diferença - não tem muito como saber se essa sombra preta no seu olho é Carbon by MAC ou veio no duo da Vult. E acho meio coisa de doente ficar tentando reparar na maquiagem alheia pra saber de que marca ela saiu, a não ser que seja pra elogiar e curtir e querer igual.


quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Petrobrás de carona com elas



Eu sou uma maria gasolina. Confesso, não nego, pago quando puder. Enquanto a maioria das meninas enxerga 456 tons de vermelhos nos esmaltes, eu enxergo nas cores de carro. Eu sei de qual é o ano de fabricação de certos modelos só pela cor e continuo respondendo "Ford" quando perguntam de qual veículo eu sou (e também adoro uma piada ruim)

Quando nos convidaram para fazer esse publi para a Petrobras, eu fiquei bem felizona, porque como falei, além de adorar carro, eu estou trocando o meu. E lendo O Petrobras de carona com elas constatei que está sendo super bem feitinho (/tiavelha>). O Petrobras de carona com elas é um projeto para trazer para o dia a dia das mulheres que dirigem (somos 59% e em algumas cidades, como São Paulo, temos seguro mais barato) informações sobre a cultura automotiva para o dia a dia. Tem blog, tem Twitter, tem Facebook e tem o "tema" “Quem pensa que mulher não entende nada de automóvel não entende de mulher”, que achei bem verdade ahahaha.

No blog tem inclusive um link para um curso básico de mecânica, que serve para dar aquela nivelada nos conhecimentos. E no Facebook tem um quizz para avaliar conhecimentos, e o meu foi "Mulher-maravilha do trânsito" - que eu já sabia ahahahah

Novos assuntos serão abordados a cada post, unindo linguagem leve e riqueza de informação. Hábitos no trânsito, dúvidas mecânicas e relacionadas a combustíveis, glossários técnicos e promoções fazem parte da pauta. Nos comentários de todos os canais, assim como em eventos e parcerias, as leitoras serão convidadas a contar suas experiências e opiniões, ingressando numa verdadeira comunidade automotiva
.


Blog Petrobras De Carona Com Elas: http://bit.ly/bZBBoP

Página no Facebook: facebook.com/DeCaronaComElas

Twitter: @DeCaronaComElas

Resenha da Leitora Lari: Shampoo Monange Luzes Naturais

Imagem: vendominhamae.blogspot.com



Eu preciso falar sobre esse shampoo porque ele me surpreendeu MUITO.
Primeiro: ele não é "líquido" como os outros. É beeeem grosso, quase não espalha ou escorre das mãos.
O perfume é meio cítrico (mas não me pergunte se dura, porque eu não sinto mais cheiro de perfume, depois que passa) e bem suave, mas muito gostoso.
Segundo: quando você passa, ele faz uma espuminha, mas não parece que você está lavando o cabelo com OMO, como alguns shampoos que eu já usei.
Terceiro: depois de passar só o shampoo o cabelo já fica muito macio.
Eu costumo lavar o cabelo à noite. Primeiro passo um especial pra fortalecer as raízes SÓ na raiz. Faço bastante massagem (sem passar a unha porque arranha o couro cabeludo) deixo uns 2 minutos e enxaguo. E repito a operação. No repeteco, eu passo outro shapoo no comprimento (meu cabelo fica oleoso na raiz e é seco nas pontas, por isso tenho que lavar os cabelos religiosamente TODOS os dias), de preferência, algum que seja hidratante e perfumado.
Durante o dia meu cabelo não pegou tanto volume (úmida é uma droga) e nem despenteou tão facilmente.
Ah! Só de vez em quando eu uso condicionador. Costumo usar mais creme de tratamento e não passo puxando o cabelo pra baixo tenho a impressão que cai mais assim), eu passo creme nas mãos e vou amassando pelo comprimento do cabelo (não passo nem na franja, nem na raiz).
Depois de 1 mês meu cabelo está mais forte, caindo menos e mais saudável e bonito.
Não digo que o shapoo faça milagre, mas é um bom produto com um ótimo custo X benefício (em média R$4,50 pela embalagem e 350ml).

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Wella Lifetex para cabelos maduros: desta vez, quem usou fui eu!!!


Lembram daquele post em que eu entrevistei minha mãe sobre o teste da linha Wella Lifetex? Então. Passei um periodozinho na casa dela, no final do ano, e me deu curiosidade de testar para ver o que achava - embora eu já tivesse usado a máscara no lugar do condicionador em outro dia em que precisei tomar banho lá. Agora vim aqui contar as minhas impressões.

Aaaah, Joo, mas esse assunto é repetido!!! Bom, o assunto pode até ser, mas a abordagem não é. A gente nunca cansa de insistir aqui no VnF? que produtos diferentes fazem efeitos diferentes em pessoas diferentes. Noutras palavras, o produto que é "bom" pra mim pode ser "ruim" pra você e vice-versa. Vocês leram aquele post e já sabem como os produtos da linha se comportaram no cabelo de uma pessoa na casa dos 50 anos, e que é "liso, curto, volumoso e geralmente se comporta bem, mas é tingido" (palavras da senhora minha mãe). Agora, vão saber o que eu achei dos produtos no MEU cabelo, considerando que estou na casa dos 30 anos, tenho cabelo lisérrimo e oleosérrimo, sem volume nenhum e na altura dos ombros. Malgrado a genética, são cabelos BEM diferentes.

Relembrando, a Wella nos mandou três produtos da linha (shampoo, máscara e condicionador em spray sem enxágue), e eu os usei em duas situações:

1) shampoo da linha em todo o cabelo + máscara da linha no comprimento e pontas (deixando agir por 5 minutos antes de enxaguar) + condicionador em spray sem enxágue da linha

2) shampoo de limpeza profunda (Paul Mitchell) + shampoo da linha no comprimento e pontas + máscara da linha no comprimento e pontas (deixando agir por 5 minutos antes de enxaguar) + condicionador em spray sem enxágue da linha

Na situação (1), aconteceu o que eu esperava: o shampoo melecou o couro cabeludo. Claro, ele é um shampoo leitosão, de restauração, mas enfim, tudo pela ciência. A situação (2) deu bem mais certo, porque o shampoo de limpeza limpou (dã) o couro cabeludo e preparou os fios pra receber o shampoo de tratamento. Quem ensinou isso foi a Paola e como ela é profissional do ramo e tem um blog ótimo, nós acreditamos.

A máscara é um bom produto. Nas duas situações, percebi que ela amaciou o cabelo, e sei que, com o enxágue adequado ela não meleca, porque na situação (2) meu cabelo não ficou nem um pouco pesado. Mas como o preço desse produto não é muito amigo, se for pra tirar o escorpião do bolso eu ainda prefiro investir na incrível Bonacure Q10. O que também é pessoal, já que todo mundo ama Kérastase e eu não vejo muita graça.

O produto dessa linha que eu compraria, aliás, que pretendo comprar é o condicionador em spray sem enxágue. Primeiro pelo rendimento: UMA borrifada já deu conta do meu cabelo TODO. Fiz assim: borrifei uma vez só na palma de uma das mãos, esfreguei na outra e apliquei no comprimento e pontas dos cabelos quase secos. O restinho que ficou, usei para abaixar os cabelinhos novos rebeldes que tenho crescendo no topo da cabeça. Os fios ficaram super brilhantes e nada oleosos. Adorei mesmo.

Viram a diferença? Minha mãe amou o shampoo, e eu não compraria. Ela mal usa a máscara, e pra mim foi legal, eu jamais iria deixá-la encostada. E ela até gosta do condicionador - mas eu ADORO. Acho que sempre compensa salientar que cada um é cada um, né?


terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Testado: Vult Homem 4 em 1.


Imagem daqui.


Vult Homem? Sim, vocês leram certo. Na minha comprinha na Sumirê, sobre a qual já contei ontem rapidinho, me deparei com os produtos Vult para cabelo. Mas é lógico que não tinha nada-nada-nada especial para cabelos oleosos da marca, é um pouco irritante essa obsessão por cabelos secos que as marcas de produtos capilares têm. Mas xá pra lá. Tinha esse produto que era 4 em 1, e direcionado à ala masculina, prometendo limpar e condicionar os cabelos, poder ser usado como sabonete líquido e como produto para o barbear. O cheirinho de coisa refrescante e geladinha (sinestesia, oi?) me chamou a atenção, e o preço (menos de 10 dinheiros) também. Pronto, levei.

Eu sei que o certo seria pedir para o Fred experimentar, mas a curiosa era eu... fui tomar banho com o dito cujo. Aplicado nos cabelos, ele realmente dá aquela geladinha gostosa, e o tal cheirinho bom fica nos fios. A etapa 1, shampoo, foi bem satisfatória: cabelos limpos, soltos e perfumados, sem melecar nem ressecar. A etapa 2, condicionamento, foi ok também. Óbvio que, como condicionador, o Vult Homem 4 em 1 não é nenhum Tigi Dumb Blonde (falarei desta MARAVILHA) em outro post, mas pra cabelos como os meus, que não precisam de um super poder hidratante, dá bem para o gasto. Usando um pente de dentes largos para desembaraçar os fios com calma, ainda no chuveiro (e de preferência com ele desligado), arrisco dizer que nem preciso usar condicionador todos os dias. Aliás, foi isso que fiz na viagem inteira, já que meu cabelo também se comporta diferente em outros climas e exposto a outras águas.

E as demais etapas? Bem, não é o melhor sabonete líquido do mundo. Acredito que ele até limpe, mas o fato de fazer pouca espuma (deixando claro que eu entendo que espuma nem sempre quer dizer limpeza) o torna difícil de espalhar, e ele acaba rendendo pouco quando usado para este fim. E como barba eu não tenho, o mais perto que cheguei da etapa 4 foi giletar os pelos das pernas usando o produto, já que ninguém fica se depilando com cera em viagem (tá, ano passado no navio eu fiquei, mas tinha tempo). Uma das coisas que me faz ficar feliz em não ser homem é não precisar passar uma lâmina na minha CARA. Acho que deve ser uma das sensações mais aflitivas do mundo, e não deve nem chegar perto de passar a mesma lâmina nas PERNAS. Por isso, eu sou a favor de o cara usar um super produto ao barbear o rosto, com a maior emoliência possível, o que não penso que seja o caso deste - a não ser em uma emergência, na ilha de Lost talvez. Nas minhas pernas até rolou, mas não é nada que outro produto qualquer também não fizesse.

Pesados prós, contras e preço, concluo que fiquei BEM contente com o resultado do produto no meu cabelo. Tanto que até levei pra viagem. É uma boa opção pra homens E mulheres que gostem de shampoos refrescantes com um certo poder condicionador, pero no mucho.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

FELIZ ANO NOVO... mesmo que com um tanto de atraso!!!!




Como estive fora desde o dia 31, ainda não tinha passado aqui para desejar um feliz ano novo pra todo mundo. Estou super otimista - e isso é um pouco raro, haha - de que vamos nos divertir muito em 2011. Passei o Reveillon no avião - não tenham pena, detesto a festa toda, por isso não liguei de viajar em plena data - e os que estavam sentados na janelinha me contaram que conseguiram até ver alguns fogos céu afora. Eu, que sou da opinião de que corredor rulez, fui ver meus primeiros fogos do ano só no dia 2 de janeiro, no Magic Kingdom, em Orlando (foto acima).

Mesmo o ano mal tendo começado, algo me diz que terei bastante assunto nos dias a seguir. Falarei da viagem: coisas que comprei, embora não tenha trazido muitos cosméticos e, pasmem, passado reto pela porta da Sephora. Morrerei de vontade de dar diquinhas de viagem, (como sempre tenho!) mas vou me segurar, pelo menos até reabrir meu blog que fala sobre viagens e que eu adorava fazer e larguei por falta de tempo. E o destaque será mesmo para os produtos que levei daqui especialmente pra dar um jeito na minha pele, que fica completamente louca no inverno americano. Pensando bem, no verão também. Afora minhas andanças por aí, falarei dos diversos produtinhos que comprei na minha visita à Sumirê em 30 de dezembro de 2010. Gente, isso vai parecer muito beginner, mas foi minha segunda visita à Sumirê na vida (e quando escrevi isso dei risdada, porque fui mais vezes à Disneyworld do que à Sumirê, calculem). E com o perdão da má palavra, eu parecia um pinto no lixo no meio daquelas prateleiras. A comprinha resultou em vários temas de post pra esse blog, baseados em produtos de marcas bbb que a creuza curte: Felicittá, Vult, Marcelo Beauty, Tracta, Specialittá hits e algumas outras.

Agora, parentesis para uma das minhas comprinhas mais bacanas na Sumirê - que só merece posição de coadjuvante mesmo porque não tem muito a ver com o assunto do blog, porque é muito bacana: é o Lysoform Spray da Bombril. É um desinfetante em spray que promete acabar com os fungos, bactérias e outros bicharocos listados no rótulo, além de ter um cheirinho bem bom de limão. Eu sou a louca do spray, adoro sprayzar coisas, e com a quantidade de bichos que tenho em casa, desinfetante sempre está no topo da lista de compras. Recomendo o uso mesmo - não, esse post não é um publieditorial - até pra dar um jeito naquele sapato que você adora mas tem um chulé que te persegue. O defeito é o preço, vintão por uma embalagem do tamanho dessas de spray mata-barata. Nem tudo é perfeito...

A especialista: Dois em um

Gosto de produtos que tem mais de uma função. São ótimos para levar em viagens e otimizam o espaço na bolsa. 


Exemplos de produtos que uso e recomendo (da MAC):

- CCB (Cream Color Base)

Este produto, na verdade, é três em um. Algumas cores podem ser usadas nos olhos, lábios e bochechas. Antes de comprar, leia o folheto que vem dentro da caixinha indicando onde cada cor pode ser usada (com segurança). É cremoso e pode ser aplicado com os dedos dando leves batidinhas ou com um pincel duofibra.

- Studio Fix

Praticidade para os dias de preguiça ou quando você está com pressa. Tem cobertura de base com acabamento de pó. Você pode aplicar com a esponja se quiser uma correção maior ou com um pincel de blush se optar por uma correção menor. Rápido e eficiente.

- Fluidline

É um delineador em gel. Super versátil, é fácil de usar com um pincel chanfrado para fazer um delineado. Quer um olho preto? Enquanto o produto ainda estiver "molhado", dá para esfumar e fazer um look festa em minutos. Tem bastante pigmento e pode ser usado como primer antes de aplicar uma sombra em pó.

Existem marcas nacionais que fabricam produtos com mais de uma função. Se você usa algum produto BB (bom e barato), compartilhe com a gente, afinal; é sempre bacana prestigiar nossas empresas e o bolso agradece!


Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Interrompemos a não-programação normal ...

para uma pausa para o FALE CONOSCO (um oferecimento, @Rena)

Ola eu sou Giscreuza da empresa "É Mara" produtos de beleza e gostaria de saber se vcs tem interesse em comprar nossos produtos que são mara pois minha empresa é fabricante especializada nesse produto e esta com uma promoção imperdivel de inicio de ano sem falar na qualidade dos produtos que são mara que estão formidavel caso isso venha a interessar por favor entre em contato comigo pelo e-mail ou se preferir pelo tel xx xxxxxxxx estarei a interira disposição para ajudar no que for possivel desde ja meu muitissimo obrigada e aguardo anciosa seu contato para que possamos fazer uma bela parceria.

Os nomes e produtos obviamente foram trocados, mas não afetam a beleza da redação.

2011, mas jáááá?

Foi outro dia que estava aqui, preocupada em que iria vestir no Natal, e agora já é 2011…. MENTIRA, que não sou desse tipo de pessoa que se preocupa com roupa.

As coisas aqui andam em ritmo lento. Joo tá na Disney, e eu, bem, parafraseando Luciana Gimenes, minha vida deu uma virada de 360º: Em um mês eu sai daquela escravidão chamada emprego e depois de nada menos que 9 anos, voltei a trabalhar de segunda a sexta, em horário comercial. E sério, gente, como vocês aguentam isso? kkkk depois de tanto tempo em horario de corno de escala, estou desacostumadissima! blé

Tanto que não consegui fazer antes do fim do ano um agradecimento para todo mundo que nos desejou boas festas. Um 2011 lindo para Natura, Equipe Ketchum, Rede Globo, Nivea, Oficina de Estilo, Racco, Amandinha do Cosméticos e Tendências, Cris Arcangeli e equipe linda, e para todo mundo que eu estou esquecendo de incluir. E para vocês que estão aqui também, um 2011 tão incrível quando 2010 foi para mim.

E para começar, deem sugestão de temas que vocês gostariam que a Nani abordasse. Valendo!