terça-feira, 30 de agosto de 2011

Color Blocking: se você gosta de cores, certamente já usou!

Dá uma olhadinha no seu armário e vê quantas peças coloridonas você tem... tá, existe gente que curte os neutros, o pretinho básico, ou uma corzinha só pra alegrar outra peça cinza. Falando por mim, meu guardarroupa tem, e sempre teve, peças de cores únicas e fortes. Quantas vezes não fui trabalhar de calça azul, camiseta laranja e casaquinho rosa forte? Ou de vestido azulão e cardigan verdão? Aposto que muitas leitoras também são assim.

Há uns meses descobri que eu estava na moda e que, na realidade, estava praticando o tal do Color Blocking: temmmmdemmmmsia que consiste em misturar peças de cores fortes e bem alegres, porque afinal diz a lenda que cores alegres e brilhantes combinam com o verão, ainda é verão no hemisfério norte e, como todos sabemos, é de lá que vêm todas as temmmdemmmsias mas aqui no hemisfério sul galera usa as temmmdemmmsias do verão no inverno e bota no look do dia e ainda explica para nós, pobres mortais que não entendemos nada.

Ok, abaixo tem uns exemplos de color blocking tirados de um blog gringo:


Imagem daqui.


Esses visuais já me agradavam antes, e continuam agradando - obviamente que guardadas as devidas proporções, já que estou longe de ser uma modelo e minha vida pouco se assemelha a uma passarela. Agradam pra usar no inverno, no verão, quando for, sem essa coisa chata de ficar ditando/seguindo regrinha. Se também te apetece a idéia, você certamente já usou, porque vamos e venhamos, não é absolutamente nada difícil misturar a blusa de uma cor com a saia de outra e o lenço no pescoço de outra. E nesse dia provavelmente chamou a atenção por estar com uma roupa alegre, ou por parecer meio doidinha, ou diferente, ou sei lá. Faz parte.

Direto a gente vê, em veículos sobre moda (e não é só em blogs não!) objetos do desejo virarem 'so last season' não mais que de repente. Tão aí os jeans superlavados, os coletes com tachas e, recentemente, os oxfords, que não me deixam mentir. Porém, cá estou eu, ainda usando minhas blusas de manga princesa (o legal de coisas que você gosta 'entrarem na moda' é que você fica com um monte de opções pra comprar e usar forever). Em plena febre das escovas progressivas, escovas de chocolate, escovas marroquinas, egípcias, das arábias, lá estava a Loo com seus cachos - ela tem uma foto num encontro de blogs que é até engraçada, todo mundo lisa, os únicos cachos eram os dela. Achei bem bacana.

Todo mundo igual é chato, gente. Aposto que vocês são legais com seus oxfords last season, suas tachas, seus cabelos lisos agora que a moda passou (eu não tenho muita opção mesmo, cacho não pega no meu picumã de maneira nenhuma). Vamos usar color blocking nesta, na próxima e na outra estação, como usamos nas anteriores. O legal é sermos nós mesmas (mas se quiserem tirar onda de que estão na moda, aproveitem e divirtam-se!).

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A especialista: Lançamento da Revlon



Estou numa fase "in Love" com batons matte, aqueles com acabamento fosco, sem brilho. E não é que navegando pela internet descubro que a Revlon está lançando aqui no Brasil três cores liiiindas???

O nome dos batons-desejo? Matte Sky Pink, Matte Stormy Pink e Matte Smoked Peach (um tom de pêssego que vai pegar neste verão).


A Revlon utilizou uma tecnologia exclusiva chamada LiquidSilk, uma fórmula enriquecida com vitaminas que hidratam e proporcionam maior conforto nos lábios.

O preço sugerido é de R$29,90.


Alguém já experimentou???

SAC da Revlon: 0800 7733450




Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

Testei: Veet EasyGrip, folhas prontas para depilação corporal.

Como eu já tive uma péssima experiência com um creme depilatório da Veet (estava sem tempo de fazer virilha e não curto ir ao salão pra isso; experimentei o tal produto que não removeu nada e só deixou minha pele toda vermelha, fazendo com que eu tivesse que apelar pra lâmina), deixei a marca meio de lado. Sempre que ia comprar folhas prontas para depilação com cera fria, acabava preferindo a Depilsam, que é a marca que lembro de minha mãe usar desde que eu era bem pequena.

Parentesis: não tem coisa mais difícil do que depilar o próprio corpo com barrigão de grávida. Mesmo com lâmina, que teoricamente é o jeito menos trabalhoso, é o maior auê. Você não alcança, não enxerga, um saco. E se antes da gestação eu já não gostava de depilação em salão, durante a coisa só piorou - nada como uns hormoninhos a mais pra deixar a pessoa louca, certo? Em maio, na viagem, minha mãe até me ajudou a depilar as partes difíceis, como a parte de trás da coxa. Desde então tô me virando sozinha, depilando a perna até o joelho com cera, e dando um tapinha com a gilete no resto. Cabou parentesis.

Confesso que fui seduzida pela embalagem fofinha da Veet EasyGrip (foto emprestada daqui), pelas frutinhas vermelhas e manteiga de karitê na composição, e demais mimimis. É, sou suscetível. Trouxe pra casa pra ver qual era. E depois de quase ter acabado com uma caixinha, virei fã do produto.

À primeira vista achei que não iria funcionar. A cera não tem aquela aparência de cera de depilação, aquela coisa extremamente grudenta que, se pegar, só sai com puxão, ou nunca mais. Ela é rosinha, e tem textura de cera de vela derretida - claro que também é pegajosa, só menos do que as tradicionais. Por isso, fiquei na dúvida se seria eficaz. Mas ela funciona direitinho, tirou pela raiz a imensa maioria dos meus pelos da perna, com metade da lambança. E o cheiro é melhor também. As folhas ainda têm um espacinho pra que a moça consiga segurar firme, sem perigo de escaparem das mãos na hora de puxar.

Como não achei (e nem sei se existe) a versão pra buço, cortei algumas tirinhas de uma folha na horizontal, e usei pra depilar o bigodón. Deu certo, irritou muito pouco a pele do rosto. Com a pele das pernas eu nem estava tão preocupada, nunca ficam irritadas após a depilação. Já minhas axilas são difíceis, e só a lâmina as salva.

A única coisa ruim da Veet EasyGrip é que ela não traz nenhum sachêzinho de óleo pós depilação, como aquele que é calmante e ajuda a remover os resíduos de cera, como acontece com os produtos da Depilsam. Senti falta, procurei dentro da embalagem, depois a li todinha e vi que não tinha mesmo. Azar meu, que estava sem nenhum óleo corporal em casa, e improvisei com azeite de oliva (abafa). Depois fui direto pro banho, mesmo...

domingo, 28 de agosto de 2011

Super (des)antenada com os lançamentos: mais Impala Novo 70

A pessoa aqui continua fazendo muitos trabalhos do lar, já que foi abandonada pela faxineira aos 8 meses de gravidez #classemediasofre. Sério, ela podia ter esperado até os 9 meses, né? Ou até a bolsa romper. Enfim, xá pra lá. O fato é que fazer unhas nessa situação desanima, quanto mais colar unhas postiças. Acabei resolvendo que iria fazer isso só para o almoço familiar que combinei no final de julho (na real me enganaram, era uma surpresa, um chá de bebê para a Nina). Neste dia usei unhas francesinhas da Nailene, compradas baratinho em NY. Passei uma semana com elas e depois, como sei que elas duram 15 dias mais ou menos, resolvi finalmente usar o combo Impala Novo 70: Figo + cobertura flocada Love Story (lembram que falei aqui?).

Ai gente, eu sei, super desantenada. Mas vocês aí, que tem milhões de esmaltes, sério que vocês conseguem variar tanto assim? Além disso, eu achei essa coleção Novo 70 super fofinha, depois de um monte de coisa mais do mesmo que andou aparecendo. Agora estou curiosa para ver de perto a Respeitável Público, coleção da Colorama inspirada no circo (Colorama rules!). Enfim, com certeza esses esmaltes da Impala, em particular, não vão ficar esquecidos na gaveta. O Figo é lindo, o HippieRua também (apesar do nome idiota) e a cobertura flocada azul é uma coisa.

Mas eu não diria que a minha mistura Figo + Love Story foi um sucesso total, não... vamos às fotos:


Com flash: o efeito que o flash deu nas minhas unhas foi exatamente o da luz natural. No dia que eu pintei, estava um sol lindo aqui em SP, fui passear com o Barak e super me curti com esse brilho dourado por cima das unhas cor de ameixa.




Sem flash: no mesmo dia tive uma festinha à noite e, quando estava em casa me arrumando, o desastre já se anunciava. Essa foto sem flash é exatamente como eu via minhas unhas em ambientes internos/mais escuros. Falando francament, ficou brega. Normal os flocos serem grandões, afinal é um esmalte flocado (dã), mas é que por cima do Figo ficou uma coisa super Viúva Porcina, e o efeito dourado ainda estragou o esmalte lindo que estava por baixo. Nem curti.


Com 38 semanas de gravidez, não pretendo pintar as unhas até o parto, estou feliz em deixá-las bem curtas, aparadas e lixadas. Nem sei quando irei fazer unhas novamente, muito menos colocar postiças, já que sou estabanada e tenho medo de arranhar a nenê. Pena que minha despedida temporária do mundinho dos esmaltes não foi tão legal assim!

sábado, 27 de agosto de 2011

Pergunta de amiga-leitora: onde compra ELF em NYC???

**atenção, meninas, esse é um post sobre compras em viagens - se você não curte o assunto, pule pro próximo, combinado??**

A Mari Mirabetti, amiga de muitos anos e leitora do blog, vai fazer uma super viagem pros Estados Unidos, e me perguntou por Facebook onde ela poderia achar ELF em lojas físicas em NYC, e se a Target seria um bom lugar. Eu escrevi uma respostona pra ela, mas vejam que lindo, o Facebook COMEU minha resposta (Zuckerberg, seu danadinho!). Daí ficou assim, a Mari precisando de resposta e eu precisando de assunto pra aparecer aqui. Virou post, até porque assim outras leitoras que conhecem a cidade podem ajudar nos comentários!!!!

Cara Mari,

De acordo com a minha experiência pessoal, nunca é muito fácil achar ELF em lojas físicas. Algumas vezes encontrei, mas ou havia poucos produtos, ou pouca variedade. O melhor a fazer, se a pessoa tem oportuniade, é fazer um pedido pela internet e enviar para a casa de algum amigo que more nos Estados Unidos porque aí, além de a gente poder escolher direitinho o que quer, pode aproveitar as promoções do site (por exemplo, neste momento eles estão com um desconto de 50% na linha Studio, aquela mais carinha e mais bacana).

Porém, como nem todo mundo tem essa oportunidade, as lojas físicas em que eu já encontrei ELF para vender em NYC são as seguintes:

- K-Mart, na Rua 34 (a rua do Empire State Building): vi pouca coisa e pouca variedade em se tratanddo de ELF, mas eu super amo o K-Mart, hahahah! Na última viagem comprei lá uma cadeirinha pra Nina, e até faqueiro pra minha casa!

- lojas Strawberry: uma rede de lojas espalhadas pela cidade, numa vibe Marisa. Tem muita coisa brega, mas dá pra garimpar peças boas. Já que falei da Rua 34 acima, existe (ou pelo menos existia) uma filial no térreo do próprio Empire State Building. Quanto a ELF, uma vez que entrei nessa loja, havia um monte de quartetinhos de sombra... da mesma cor!!!

- Target: como você perguntou especificamente sobre essa cadeia de lojas, te digo desde já que nunca fui a uma Target em NYC, porque sempre fiquei hospedada meio longe delas. Sei que há uma no Brooklyn e outra em East Harlem (me disseram que essa é nova). Nas Targets que visitei da última vez em que fui pra California, havia pouca variedade de ELF também, que droga. Mas havendo oportunidade de visitar uma dessas lojas, vale a pena, porque dentre outras coisas, tem muita marca de beleza legal lá: a inglesa Boots, Sonia Kashuk, e a Jemma Kidd que eu acho fantástica (já falei de todas por aqui).

Enfim, não sei o que acontece com a ELF e essa vibe caça ao tesouro que ela tem... ou se sou eu que dou azar e sempre vou às lojas na hora em que não tem nada. Tive sorte de sempre conseguir comprar pelo site, mas quem sabe você tem mais sorte ainda do que eu e acha tudo em lojas físícas, né? Beijos!!


Então, meninas, quem tiver mais informação, por favor contribua lindamente nos comentários, tá? Sem esquecer que por estes dias tenho pensado bastante nos meus amigos que estão na costa leste dos EUA, alguns até já evacuados por conta do furacão Irene. Li uma entrevista de uma brasileira que mora numa parte do Brooklyn onde a evacuação será obrigatória, e ela disse que acha que não vai acontecer nada, mas que a cidade está tomando essas medidas preventivas para não acontecer como foi com a tempestade de neve ano passado, quando todo mundo foi pego de calça curta. Bom, tomara mesmo que seja isso...




quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Conhecendo a Korres Brasil

EEEEE! Fazia tanto tempo que eu não passava por aqui que tinha até esquecido como era a cara do Blogger. E não é sem vergonhice não, viram, meninas? Esse meu nono mês de gravidez tem sido meio trote, cheio de azia, noites maldormidas, sono em horas impróprias, deprê bizarra, contrações, ansiedade. Isso porque, segundo marido médico e amigas que já são mães, sou uma gravidinha até que bem disposta - tanto que até tombo levei (mas calma que não aconteceu nada). E os últimos preparativos tem me tomado muito tempo mesmo. Mas agora que estou por conta de esperar a Nina, que pode chegar a qualquer momento, vou ver se consigo deixar uns postzinhos programados para estes próximos dias, e tento dar notícia pelo menos no FB na medida em que as coisas forem acontecendo.

Vamos ao que interessa. Lembram do meu post sobre produtos pouco manjados, onde eu falei sobre as coisas que tinha trazido da Korres e ninguém ligou??? Eu ainda não tinha conhecido as lojas da marca aqui no Brasil. Daí aproveitei que era aniversário da minha madrasta e fui na filial do Shopping Higienópolis, com a desculpa de comprar um presente pra poder colocar o nariz em tudo.

Fiquei um pouco "blé" quando vi que a loja não era bem uma loja, mas na verdade um quiosque. Tá, preconceito bobo com quiosques. A vendedora estava meio atrapalhada com a máquina de cartão de crédito, mas era super fofa e atenciosa; via-se que conhecia os produtos e que teve um bom treinamento. Não ficou brava em me mostrar tudo mesmo sabendo que eu iria escolher duas ou três coisinhas.

Vi as fragrâncias já conhecidas: jasmim, hortelã, goiaba. Vi também algumas que não conhecia, como figo e melancia (num body scrub que achei que iria amar, mas experimentei e não era lá essas coisas). Tinha shower gel de manjericão, enquanto o que eu trouxe de fora era de lima + manjericão, adoro, tem um tubinho de hidratante desse "sabor" morando no meu carro. E o mais engraçado: marmelo, a fragrância de que mais gostei (doce com um finalzinho azedo, uma delícia) era pra ser a mesma coisa que clementine, que eu tenho em casa, mas não achei igual não. Será que a matéria prima é diferente e por isso os produtos não saem tão padronizados? Interessante.

Preços? Não dá pra dizer que é baratíssimo, mas também não é proibitivo. A explicação, que já haviam me dado, parece residir no fato que os produtos são licenciados pela Johnson&Johnson e fabricados aqui. Exemplos? Uma embalagem com dois sabonetes de 80g cada, como essa da foto (cheirinho delicioso de flor de hibisco) saiu por R$18.




Abaixo está o hidratante delicioso de marmelo, não lembro exatamente quanto paguei mas foi em torno de R$30. Cheiro ótimo, absorção quase instantânea e hidratação digna (a moça vendedora disse que as body butters da marca hidratam por 24 horas, eu acho que não chega a tanto, mas que dura de manhã até ã noite, isso dura).



Os artigos mais caros que vi eram perfumes, tinha uns por R$129 e outros um pouco mais carinhos. Achei o de rosewood/blackcurrant/cyclamen fantástico. Destaque ainda para o óleo corporal de coentro, que não tinha cheiro de coentro mas sim de "limpeza", e para itens de higiene mais básicos, como desodorantes - talvez meio caros pra uso diário da creuza, mas quem sabe bonitinhos para presentear pessoas íntimas. Estou curiosa para experimentar as linhas de tratamento facial, depois que a Nina nascer e meus outros antiidades acabarem. Fred também deve ganhar alguns produtos masculinos da marca já-já.



Essa aí de cima foi a embalagem do presente da minha madrasta (escolhi os itens de que mais gostei, os sabonetes e a manteiga corporal de marmelo). Gostei, achei que ficou clean. Daí voltando à pé do shopping para casa, me surgiu uma dúvida/paradoxo: todos os produtos da Korres que eu tenho trazem na embalagem a informação de que não são testados em animais (as embalagens, aliás, são bem legais nesse sentido, super informativas sobre os ingredientes, testes e afins), muito embora a Korres não faça parte dessa lista da PETA. Tenho uma certa bronca dessas listas porque elas são bizarras e nunca "batem" entre si. Por outro lado, um monte de marcas "filhas" da J&J fazem parte das listas de empresas que testam em animais. Todo mundo que lê o blog sabe que eu tomo cuidadinho pra ser coerente nesses assuntos, mas aqui, juro, fiquei na dúvida de como agir, já que a Korres no Brasil é licenciada pela J&J. Sugestões?

Confusões à parte, gostei da experiência, e minha madrasta amou os produtos. Quem tiver experimentado pode (e deve) dividir a experiência nos comentários.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Clean & Clear: “Pronta pra Próxima”!



A primeira fase (que falamos aqui) já acabou e quem gravou o vídeo está concorrendo. Agora é a hora de votar nas participantes no site www.prontapraproxima.com.br até o próximo dia 31, e dia 9 ficaremos sabendo quem vai ganhar um dia de compras com uma amiga no valor de R$ 10000,00 (vale enxoval? kkk)
Além dos vídeos, o site tem dicas de maquiagem e background para personalizar twitter, orkut e cia limitada, vale a visita!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A especialista: Make Festa Fast

Sabe aquela festa que aparece de última hora e você precisa fazer uma produção rápida e de impacto?
Encontrei na revista W (do salão Studio W), um make fácil de fazer e arrasador.

Anota:
1.       Contorne os olhos rente aos cílios com um lápis preto e esfume.
2.       Observando a foto, acho que foram usadas três cores de
sombras: grafite com brilho, rente ao lápis, depois uma sombra prata metalizada e por último, uma iluminadora no tom da pele, logo abaixo das sobrancelhas, apenas para dar acabamento.
3.       Se quiser, aplique um pouco da sombra grafite rente aos
cílios inferiores, por cima do lápis.
4.       Capriche na máscara de cílios, de preferência use alguma para dar volume e aplique duas camadas generosas nos cílios superiores e inferiores. Na foto, a modelo está usando cílios postiços, fica incrível, mas exige um pouquinho mais de tempo e uma certa habilidade...
5.       No editorial, foi usado um lápis azul marinho na linha
d´água. Uma ideia interessante para conferir um ar moderno e
sofisticado. Gostei.
6.       O blush é um rosa bem suave.
7.       Nos lábios, um gloss incolor ou um rosinha pálido.
SUCESSO!!!

MAKE: Suely Oliveira/W Campinas

Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!

nanifadigas [arroba] hotmail.com

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Fernanda Fadigas é a nova maquiadora do Esquadrão do Amor do SBT!

Ai você me pergunta: Fernanda Fadigas who?

A Nani, que assina a coluna mais fixa desse blog A Especialista! A estréia foi semana passada, no episódio 15 e o segundo episódio é amanhã, terça-feira, as 20:15.

Para quem assim como eu tem dificuldade de chegar em casa nesse horário devido ao rodizio sem precisar encarnar o Nigel Mansell, dá para assistir os episódios no site: http://www.sbt.com.br/esquadraodoamor/episodios/

É o VnF? atacando todas as mídias ahahahahah

A especialista: Marca Registrada

Todas nós temos alguma marca registrada na maquiagem (ou na ausência dela)... A minha é o blush, não saio de casa sem as bochechas rosadas.
Algumas celebridades também usam a maquiagem para imprimir sua personalidade e criar um estilo. Selecionei algumas:

Amy Winehouse: delineador gigante e arredondado.

Dita Von Teese: boca vermelha e pele branquinha.

Liza Minnelli: cílios carregados e volumosos (dá-lhe postiços!).

Avril Lavigne: olhos marcados e esfumados.

Kate Middleton: lápis preto rente aos cílios inferiores.

E você? Qual sua marca registrada na maquiagem?

Fernanda (mas pode me chamar de Nani), artista plástica e maquiadora. Acredito no poder de uma maquiagem para a auto-estima. Alguns minutos e você estará mais bonita para si mesma e para os outros... Nem pense em sair de casa de cara lavada!!!
nanifadigas [arroba] hotmail.com

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Concurso Clean & Clear “Pronta pra Próxima”



A Clean & Clear está com uma ação bem legal no shopping Morumbi, para o Concurso “Pronta pra Próxima”: um stand onde as meninas que passsarem por lá poderão conhecer a linha de produtos Clean & Clear (e ver qual o mais adequado para cada tipo de pele) e fazer uma make transformadora, que será gravada em vídeo e disponibilizado no site http://www.prontapraproxima.com.br.

No site vai rolar uma votação e a autora do vídeo mais bem colocado vai ganhar nada menos que R$ 10.000,00 (dez mil reais) para ser dividido com a melhor amiga em um "Shopping Day"!! O dia de compras também vai ser filmado, e colocado no hotsite.

Eu almoço no Shopping Morumbi e passei algumas vezes pelo stand, e é todo bonitinho, em tons de roxo, bem fofinho. Eu só não parei para fazer o make pelo mesmo motivo que tive que dar todos meus amadinhos Clean & Clear para os sobrinhos todos: tô evitando produtos para acne por conta da gravidez. Sim, essa pessoa que vos escreve também está grávida e isso é uma das causas da pouca atualização desse blog. Então, a vocês que nos confudem, lidem com essa (e passem na farmácia para comprar Clean & Clear e se proteger, porque gravidez é contagioso!!)

O stand vai ficar até o dia 15/08 (segunda!!) e os vídeos podem ser votados até o dia 31/08. O regulamento completo está no site http://www.prontapraproxima.com.br.